Horiguchi x DJ e o falho sistema dos moscas no UFC

Lucas Rezende | 11/02/2015 às 20:45
ufc_182_kyoji_horiguchi_louis_gaudinot

Caratê do japa incomodando Gaudinot

Como se ainda precisássemos de motivos adicionais para explicitar a escassez da divisão dos moscas, o UFC nos providencia outro belo exemplo.

Com John Lineker de malas prontas para regressar aos 61kg após vencer o top 5 Ian McCall, Demetrious Johnson ficou a ver navios – sem nenhum desafiante incontestável em vista.

Todos sabemos que Joseph Benavidez não conseguirá outra oportunidade tão cedo e, com John Dodson afastado por causa de lesões, algo havia de ser feito para que o Mighty Mouse voltasse à ativa.

E foi assim que Kyoji Horiguchi conseguiu sua disputa de cinturão aos 24 anos de idade e quatro vitórias UFC adentro.

JapanLead_vice_670

Kyoji é pupilo de Norifumi Yamamoto, o popular “Kid”

O japonês é sim uma perfeita promessa, mas estaria ele preparado para dividir o octógono contra um campeão tão dominante?

Parece uma atitude um bocado apressada – uma vez que dentro de mais um ano ele poderia ter se desenvolvido em um combatente muito mais apto ao desafio.

Infelizmente, Kyoji é vítima de divisão duplamente problemática (pouco populosa – até por ser tão nova- e devastada por um só homem).

Além do mais, o confronto fora arquitetado em cima da hora, para tapar o buraco aberto por Hector Lombard no UFC 186.

Ou seja, outra ação de controle de danos impede um embate minuciosamente casado, buscando equilíbrio entre ambas as partes para proporcionar um espetáculo de alto nível (lembram de DJ x Chris Cariaso?).

Horiguchi tem chances? Claro que sim.

No entanto, é impossível ignorar o quanto todos estaríamos mais ávidos em vê-lo em ação contra D.J. se viesse de vitória sobre Dodson, McCall ou Benavidez. Não sobre Louis Gaudinot.

Cortando um dobrado contra Dustin Pague

Cortando um dobrado contra Dustin Pague

Pior do que o atual estado do peso mosca, é olhar para o futuro e imaginar o que será da divisão caso tudo permaneça como está. Quantos outros talentos serão apressados e consumidos por Johnson por pura falta de alternativas?

Quem virá após Horiguchi caso Johnson vença novamente? Uma possível revanche contra John Dodson? John Moraga (de novo)?

É melhor que Henry Cejudo esteja preparado para bater o peso, pois sinto que sua vez chegará mais cedo do que tarde…

Claro, emergentes intrigantes não param de chegar. Jussier Formiga e Wilson Reis são notáveis nomes brasileiros, além de outros como Chico Camus, Louis Smolka e até Patrick Holohan.

O problema é que, claramente, falta uma ponte entre o meio da tabela e o topo da montanha. O carrossel sempre circular entre os mesmos homens, pois a porta não é aberta para os novatos. A não ser quando é preciso carne fresca.

Então, do nada, para não cair na mesmice, repetimos a situação de Horiguchi. Assim como aconteceu com Cariaso e John Moraga.

Sinto que o UFC apostava todas suas fichas em um arriscado John Lineker e agora que este se foi, toda a divisão perdeu o chão. Está na hora de reconstruir.

Os moscas já são estigmatizados como insignificantes. Não providenciemos mais munição.

  • Renato Rebelo

    Sigo achando que era melhor esperar o John Dodson ou arranjar superlutas contra pesos galos aleatórios – como fez o Anderson Silva num ponto da carreira. Cortar promessas – caras que precisam de um tempo maior de maturação- pela raiz sem dó nem piedade é o pior dos cenários.

    • Lucas Rezende

      Uma super luta talvez fosse a saída perfeita para o Mighty Mouse aumentar a fama enquanto deixa a divisão se desenvolver.

      • Marcio Rodrigues

        Se as pessoas ja não tem muito interesse em ver DJ defender o cinturão, por que teriam em ve-lo em uma superluta? Aliás, contra quem seria essa “superluta”!?

        • Lucas Rezende

          Uai, porque o rival dele pode ser alguém que possui essa popularidade que ele carece, como Urijah Faber ou Renan Barão.

          E aí com uma boa vitória, o cara pode ser tornar mais notório, por tabela.

          • Marcio Rodrigues

            Em compensação se perder…
            Acho que essas lutas poderiam acontecer sim, mas não como “amistosos” e sim pra valer, com todos na categoria dos galos. DJ já disputou o cinturão, Dodson já venceu TJ, prova que eles nao estavam em desvantagem nos galos. Os moscas não tem lutadores suficientes. Depois de vencer o Horiguchi, DJ pegará Dodson, depois Benavidez, depois Dodson de novo…e assim vai.
            Bom, de qualquer forma a divisão já foi feita, e acho que não da pra desfazer. Pra mim foi um erro.

          • Lucas Rezende

            Discordo, Márcio.

            Peso mosca é uma categoria que necessita existir. Seu exemplo de TJ e Dodson é verdadeiro, mas em comparação eu lhe mostro as derrotas de Jonhson e Benavidez para Dominick Cruz e a ressurgência de um ex galos, como o Wilson Reis ou o Chico Camus nos 57kg.

            A diferença de um galo para um mosca é mais gritante do que você imagina.

            Como disse no texto, o problema não é a divisão, mas o modo como ela é gerenciada. Parece que caiu na mesmice, se acostumou com os mesmos caras circulando o top 5 e não se importou em desenvolver os prospectos, aí os arremessam para os leões sem prepará-los antes, o que resulta em disputas de cinturão desiguais, como as de John Moraga e Chris Cariaso.

            Quanto às super lutas, a derrota é um risco em qualquer confronto. Se DJ se apresentar bem e perder, entenderemos que é porque estava numa categoria acima. Caso vença, será visto como um grande feito, acho uma situação excelente.

            Nick Diaz vendeu caro a derrota para o Anderson Silva em uma categoria acima da sua. Tirando as palhaçadas, acredito que a maioria concorda que ele deixou uma impressão positiva, não?

            O mesmo se aplicaria ao Mighty Mouse.

          • Marcio Rodrigues

            Se a diferença é grande então Lineker (o menorzinho dos moscas) vai sofrer rsrs…
            Meu único problema é com a quantidade de lutadores. Como ja disse, acho que não da pra desfazer, então o jeito é melhora-la mesmo. Mas ainda acho que não existe demanda de lutadores de qualidade para essa categoria, pelo menos por enquanto.
            Abs!

          • Lucas Rezende

            O Lineker é, de fato, um peso galo pequeno, mede 1,57.

            Não fosse pelas repetidas gafes com o peso, não deveria ter subido.

            Abração, cara.

          • Hugo F. Camargo

            Justo pela diferença gritante de tamanho das categorias que não acho que seria interessante colocar o campeão de uma categoria pra lutar com alguém da de cima… Se ele perder, sepulta de vez o interesse do público não só nele, como em toda categoria. O caminho não é casar superlutas…

        • Nkr

          Ele teve uma conversa com o Tj Dilashaw para uma super luta. Mais um capítulo desse sonho do Tj de achar que bate em todo mundo! kkkkkkkkk

    • Dan Mendes

      O UFC não tem interesse neste tipo de superluta. Se o Demetrius perde desvaloriza o cinturão. Além disso não teria impacto uma “superluta” o envolvendo.

      • Filipe C.

        Já eu sou a favor dele fazer umas lutas na categoria de cima, poderia ser até mesmo igual ao Anderson, nem que fosse pra pegar um TOP 15 – 8 dos galos, e deixar a categoria de baixo ir se embolando.

    • Ranilson

      Se o Lineker não ficasse garoteando na pesagem, estaríamos analisando a sua possibilidade de vitoria

      • Renato Rebelo

        Verdade! Mt lamnetável…

    • William Terres

      Porra, exatamente. Dava pra encaixar Maldonado x Rampage de co-main event e deixar o DJ de molho até o Dodson voltar, e pavimentar o caminho do Horiguchi com mais duas ou três lutas. Lembrando que antes da luta contra o Gaudinot ele era o 14° do ranking…

    • Hugo F. Camargo

      Também acho que seria melhor, mas não achei tão ruim o casamento dessa luta.

    • Jonas Angelo

      Que tal uma superluta com o (agora) peso-galo John Lineker?
      Ótima ideia, não?! hehe

    • William Amaral

      DJ vs Faber

    • will

      Essa categoria foi um erro do ponto de vista econômico. Não há lutadores suficientes e nem interesse do público. As lutas são legais, mas não justifica o investimento. Eu subia todo mundo pros Galos e fechava o boteco!

      • Bart Simpsons

        Eu discordo completamente que foi um erro do ponto de vista econômico. Sabemos como Dana White age, será mesmo que ele já não tinha fechado as portas dessas divisão no caso de não haver lucros? Talvez não haja lucros suficentes se você colocá-las para ser o main event de algum evento numerado do Ultimate, mas com certeza complementam bem os cards, assim como acontece com Ronda Rousey, que sempre atua de co-main event de um evento onde tem um cinturão do masculino em jogo. As lutas são excelentes e os fãs hardcore adoram ver os guris lutando

  • bedotRJ

    O certo seria botar o Demetrious Johnson prá fazer uma super-luta no peso de cima, mesmo que não valesse cinturão. Anderson Silva fez isso contra o Irvin e contra o Forrest Griffin (contra o Bonnar foi um pouco diferente). Podiam jogar o cara contra Assunção, Faber ou Mayday, dando mais uma luta prá que o Horiguchi se credenciasse melhor e ganhasse mais experiência.

    • bedotRJ

      off-topic: Bader vs Cormier anunciada nesse minuto.

      • bedotRJ

        Confirmaram também Faber vs Edgar prás Filipinas em 16 de maio.

      • Lucas Andrade

        Vai queimar um possível subida do Bader na categoria, acho que não era o momento.

  • Ramon Reis

    Eu gosto do DJ, mas um campeão lutar duas vezes seguidas com top 10, em vez de fazer uma luta na categoria de cima a o meu ver é falta de vergonha na cara.

    • Lucas Rezende

      O cara não tem culpa, né. Luta com quem é colocado na frente dele.

      • Ramon Reis

        Quando o Anderson lutou com o Griffin ele tinha 5 defesas de titulo, e o DJ tem agora cinco defesas, tudo bem não é culpa dele, mas ninguem penso em fazer ele ter uma luta na categoria de cima.

  • Dan Mendes

    Não consigo pensar o vacilo do Lineker, poderia ser ele.

    Obs.:É claro que ele poderia ter lutado mais desgastado e perdidos as duas últimas lutas, mas…

    • Lucas Rezende

      Tudo estava preparado para que fosse o Lineker, menos o próprio.

      • Dan Mendes

        Verdade verdadeira.

  • Naldyn Mesquita

    Concordo com a ideia de que super lutas devem ser o melhor caminho… Mais tenho grandes esperanças que no TUF Brasil 4, alguns bons pesos galos desçam de categoria e façam barulho nessa divisão… Oremos!

  • Ramon Reis

    Eu achava que a luta mais mal casada do mundo era Durinho vs Thompson, mas essa dai cara … nem no boxe tem uma luta mais mal casada.

  • Leonardo Neves

    Acredito que o japa tem condições de fazer luta dura contra o rato

    • Lucas Rezende

      Sem dúvida, mas não machucaria pegar um top 5 antes.

      • Hugo F. Camargo

        Aí se ele perde, ficam sem um desafio pro campeão que motive mais o público que alguma revanche. Salvo a disparidade do cenário, mas semelhante de certa forma com a maneira que arquitetaram os últimos passos do McGregor. Vai pelo cinturão sem enfrentar nomes de peso que estão atrás do cinturão (a maioria também já tendo perdido pro campeão). Por esse lado, essa luta faz sim sentido já agora.

        • Lucas Rezende

          Mas se o cara perder pra alguém do Top 5, que chance teria diante do campeão?

          McGregor bateu o Poirier, ao menos, que era o quinto da categoria, na época.

  • Felipe Lemes

    Esqueceu de citar o campeão olímpico e o grande nome ..Henry Cejudo..invicto no profissional e futuro e breve contender…
    Se eh fosse lutador..essa seria minha categoria..(teria q engordar 3kg)..

    • Lucas Rezende

      Esqueci nada, Felipão. Mencionei ele no texto.

    • victor

      O grande problema e q o Henry cejudo tem o mesmo problema do lineker… Ele não bate o peso… Esta complicado, acho q o UFC tem q tentar fazer com q alguns galos venham para os moscas, seria uma opção pra mudar o panorama na categoria.

  • Ranilson

    Se o Lineker, não ficasse garoteando na pesagem…….Estaríamos analisando sua possibilidade de vitória.

  • Maxsupremo

    Essa categoria é um erro, UFC cagou em criá-la, não devem ter estudado a categoria, a maioria é um monte de peso galo cortando peso,por mim subia esse povo todo de categoria! ia enriquecer demais o peso galo.

  • Rodrigo Tannuri

    Eu, até agora, estou esperando o UFC olhar pra essa categoria. Parece que os “olheiros” da organização pouco se importam em reforçar a divisão. Isso é uma pena, porque sou muito fã desses pequenos notáveis. Sei que o grande público não curte, mas eles têm valor. Aliás, não é só os mocas que precisa aumentar o elenco. Acho as divisões femininas bem vazias também. De fato, Horiguchi será queimado, mas, no atual cenário, esse duelo é justo. Em contrapartida, o Scoggins era outra promessa que chegou, chegando no UFC, teve tempo pra se firmar e, infelizmente, caiu. Ainda acho que Benavidez e Dodson são os reais adversários pro DJ. Por falar nele, esse sim é um campeão de verdade. É completo, dedicado e bota o cinturão pra jogo de forma constante. Sou muito fã dele.

    • William Amaral

      O Scoggins é o futuro dessa categoria.

  • Hugo F. Camargo

    Acho que é o que dá pra fazer no momento atual na categoria. É o que temos!
    E olha que a situação não é tão simples pro campeão em enfrentar alguém que não fez a “ponte” entre revelação e desafiante com credenciais, pois quem vai pelo cinturão nessas circunstâncias entra com um peso muito menor… O Demetrius Johnson que coloque as barbas de molho, pois esse japônes é encardido e sabemos como é o mma. Se não estiver em um dia bom, pode sim ser surpreendido.

  • Stive Ribeiro

    O atual campeao do jungle peso mosca faria uma bagunça nessa categoria o tal do nildo katchal .

    • Lucas Rezende

      Gosto muito dele. Certeza que até o final do ano o UFC contrata.

  • Walber Silva

    O dana tinha que forçar o Lineker a ficar nesta categoria! rs

    • Renato Rebelo

      Ele tentou, mas o Lineker não conseguiu. Não bater o peso quatro vezes – e na última ficar cinco pounds acima é sacanagem

  • Netto Santos

    Off-topic: Anderson Silva cai no exame antidoping pós-luta… E agora? Será que o Spider se aposenta depois dessa? Se fizer isso que triste vai ser ver uma carreira tão brilhante acabar assim.

  • Charles Sansaloni

    Essa faria muito sentido daqui 2 vitórias do Horiguchi. Hoje não vende, não tem apelo e nem sentido. Esperar o Dodson seria melhor opção ou até dar mais alguém pro Formiga e depois casar DJ x Formiga.

    Com certeza vai ter texto, mas… Flagrado dia 9, limpo dia 19 e flagrado dia 31? Só eu não to entendendo que ciclo é esse?

    • Renato Rebelo

      Das duas uma, Charles. Ou o ciclo se manteve durante td esse tempo – e no dia 19, por um acaso, o teste foi feito num horário que o tempo de meia vida da droga tivesse passado- ou ele parou de tomar e voltou logo em seguida. Tem que ver se as drogas eram as msm

      • William Amaral

        Tava pensando. Se ele estava mesmo usando, quem gerenciou a inserção dessas substâncias no corpo dele? Acho muito estranho isso. Ser pego no dia da luta não seria mais burrice do que trapaça?

        • Renato Rebelo

          Ou erro de cálculo msm. O metabolismo do cara muda. O que sai com X dias pode ter demorado mais a sair. Só supondo, claro..

          • William Amaral

            Pode ter mudado, mas acho que caso houvesse o intuito de trapacear, haveria uma margem de segurança pra nada dar errado, sei lá. Não entendo do assunto o suficiente. Assim que sairem quais substâncias foram encontrada no exame pós-luta, pesquisarei.

  • Natan Machado Fauzi

    QUE OS DEUSES DAS LUTAS BEM CASADAS PROTEJAM HENRY CEJUDO!

  • mazzaropi

    O tal carrossel acontece em todas as categorias… A verdade nua e crua é que o UFC precisa de um remodelamento emergencial e a maioria das pessoas trata com desdém a categoria dos pequeninos… kkk!

    • mazzaropi

      Liniker teve sua, sei lá, 6ª ou 7ª chance quando merecia demissão… Se não se reinventar não será poupado. Eu escuto as pessoas falarem tão bem dele que acredito que tudo que passou foi falha de si e de sua equipe… No MMA moderno o profissionalismo faz a diferença…

      • mazzaropi

        Se não se reinventar na nova categoria… claro.

  • Luis Felipe Fabricio

    Muita mancada queimar o Japa, poderia casar o DJ com o Eddie Wineland ou o Iuri Marajó nos galos pra dar um tempo pra aparecer um contender nos moscas.
    .
    Enquanto nos pesados não tem luta de título, nos moscas tem demais, o UFC deveria investir pesado nessa divisão, DJ é o campeão mais ativo, daria um ótimo retorno ao UFC se tivesse mais popularidade.

  • Diego Cavera

    Não se esqueça do menino Ray Borg haha, acho uma baita promessa que vai se desenvolver se deixarem.

  • Andy

    Creio que Cejudo e talvez o irmão do Anthony Pettis vão dar uma embolada nessa divisão.

    Pelo menos eu troço pra isso , né?

Tags: , ,