Demian Maia: a duas lutas
de se eternizar no MMA

Lucas Rezende | 29/06/2017 às 20:10

Vejam vocês o rumo para onde a carreira de Demian Maia se enveredou à tardia marca dos 39 anos de idade.

Enquanto existem combatentes se aposentando, há tempos aposentados ou que já deveriam ter se aposentado, Demian laçou uma disputa de cinturão que significa bem mais do que simplesmente uma conquista pessoal.

Após nada menos que sete triunfos consecutivos, compensando carência de marketing pessoal com grappling inegável dentro do octógono, Demian Maia deixou notáveis como Jorge Masvidal, Carlos Condit, Matt Brown, Gunnar Nelson e Neil Magny estirados pelo caminho que enfim lhe levou à Tyron Woodley.

Disputa essa, que não terá tempo para criar assim tanto suspense, pois campeão e desafiante pisarão na jaula um mês após o anúncio oficial do embate. Quase nada para 25 minutos que podem essencialmente mudar a vida de Demian, se optarmos por decidir que ele soube do duelo ao mesmo tempo que nós, civis.

O Escolhido é ativo. A defesa contra Demian será sua quarta aparição em um ano, desde que tomou, na marra, a cinta de Robbie Lawler. Tem mãos pesadas, wrestling eficiente e se possui alguma falha seria em um condicionamento físico prejudicado pelos músculos demasiado inflados.

Masvidal: o último teste do mochileiro

Ponto fraco que pode, e deve, ser explorado pelo brasileiro, que apesar da vantagem clara à longo prazo, deve ter consciência da zebra que será através dos assaltos iniciais.

A motivação, obviamente, é não se conquistar o primeiro cinturão do UFC de sua carreira nesta que possivelmente será sua segunda e última oportunidade.

A última, quando ainda se apresentava na categoria de cima, no infame combate contra Anderson Silva, em 2010.

Mais de 7 anos para que a história se repetisse.

Além do mais, se vencer, Demian assinará seu nome na história do esporte, no Brasil, como único brasileiro campeão dos meio-médios, no UFC. Feito que se só ameaçou ser conquistado por Thiago Pitbull, mas este terminou dominado por ninguém menos que Georges St-Pierre.

Aliás, por falar nesse tal de GSP, Dana White anunciou que o canadense observará de perto o futuro da categoria, pois o antigo manda-chuva está ávido para recuperar o cinturão que vagou em 2013.

Georges e eu conversamos uns dias atrás em Las Vegas. Georges está dizendo que quer voltar a lutar. Nós vamos resolver isso. Nós estamos falando sobre Tyron Woodley e Demian Maia. Esses dois lutarão em breve. Isso vai liberar o campeão dos meio-médios para enfrentar Georges St-Pierre pra retornar e tentar recuperar o cinturão.”, explicou o patrão.

GSP deve voltar no UFC 217 (em NY)

Portanto, de uma hora para outra, o contido, cortês e por vezes apagado Demian Maia pode não só fazer história se derrotar Tyron Woodley, como terminar eternizado se, por ventura, estiver destinado a ser o primeiro homem a derrubar Georges St-Pierre desde a desbancada de Matt Serra.

Tudo bem que será o Rush afastado há quase quatro anos, vindo de vitória nada dominante sobre o hoje devastado Johny Hendricks, mas o legado segue intacto, com ambos revezes para Matt Hughes e Serra devidamente vingados.

A aura intocável que parecia impossível de penetrar desde que GSP se afastou decidiu dar mais uma chance para um dos dois entre Tyron Woodley e Demian Maia. Caberá a quem quiser mais.

Que tal? É pouco em jogo para o quase quarentão?

Além da pressão de um Brasil de campeões escassos unida à sua própria jornada pessoal, Demian está a dois combates de terminar a carreira como lenda do esporte. Tudo isso efetivando estratégia não muito avessa à de Royce Gracie, nos primórdios do MMA.

Seria um fim poético para um dos maiores puristas do jiu-jitsu que já pisou no octógono.

  • Luiz Guilherme Volpato

    Torcendo muito pelo Maia!
    Tem técnica para finalizar ou amassar Woodley e o enferrujado GSP.
    Força Maia!!!

  • Hyuriel Constantino

    Que tuas palavras se realizem, nobre colunista. haha…

    • Eduardo Kovasc

      Vc postou bastante msgs garantindo que sim…olha lá hein, não vá me decepcionar. Ficaria feio…

  • Saulo Henrique

    E que Deus abençoe seu texto e se torne realidade.

  • abner albuquerque

    cara quero muito que o demian termine a carreira com essa cinta, uma das carreiras mais bonitas na historia do mma, merece muito.

  • Show de bola Rezende! Torcendo muito pelo Damião!

  • William Oliveira

    Esse é um cara que merece tudo isso. A torcida aqui vai ser total do início ao fim e independente do resultado tenho orgulho de ter assistido e comemorado cada vitória desse exemplo de lutador que é o Demian. A maior parte do caminho já foi percorrido, e há alguns passos está a glória eterna, bora Demian!

    • flavio israel

      Pois é cara, já imaginou o Damião finalizando o Woodley e depois GSP hahaha, na torcida por esse grande exemplo de lutador!

  • Weslei Alvarenga

    Depois de que ele foi confirmado para o cinturão no octógono mesmo ( coisa nada confiável, diga-se de passagem ), eu tinha uma grande aposta que esse TS seria a ultima de sua carreira, se aposentar como campeão. Mas depois dessa configuração, estou bem na dúvida se ele ganhar, irá topar pro maior pagamento de sua vida.

  • Eric Correia Lima

    Ele tem que ganhar essa cinta, nem que seja para ficar com ela por uns 4 meses e perder na primeira defesa. Aliás, o Demian merece lutar contra um cara grande como o GSP, fazer um dinheiro.

  • Joadson Carvalho

    Independente do resultado, vai fazer mto casca grossa suar pelos olhos com essa carreira memorável! Mto aprendizado com esse cara. Oss, Demian!

  • KRS Porlaneff

    Rezende, se me permite uma correção, houveram mais dois manolos que chegaram perto de ser o primeiro campeão brasileiro da WW. Lá nos primórdios do UFC, bem antes de GSP VS Pitbull, Pat Miletich venceu Jorge Patino (AKA Macaco) e Dedé Pederneiras, em sua primeira e segunda defesa de cinturão, respectivamente.

    Torcendo muito pelo Demian. É merecedor, é um raro purista e um cara com um respeito gigantesco pelo esporte.

    • William Oliveira

      De fato, mas na época essa divisão era chamada de leves, o Newton foi o primeiro campeão meio-médio.

      • Lucas Rezende

        Exato.

      • KRS Porlaneff

        Não interessa o nome, interessa o peso limite.

        Da mesma forma que o Hendo, por exemplo, pode falar que era campeão WW do PRIDE só porque a categoria tinha esse nome mas o limite era até 83kg mas ele nunca vai ser reconhecido como campeão WW de MMA porque nunca conquistou um cinturão até 77kg.

        Tem ligas de MMA que chamam a categoria até 66kg de peso galo e até 61kg de peso mosca, tem liga que chama a categoria acima de 120kg de super heavyweight, tem liga que chama de megaton… nome é nome e cada um dá o nome que quer, e peso é peso e aí não tem o que mudar, 77kg é 77kg não interessa o nome que tem.

        • William Oliveira

          Eu discordo, o primeiro lutador a receber o cinturão peso meio-médio foi o Newton, então o Pat não pode falar que já foi campeão dessa categoria, é assim que vejo, mas entendo o que quis dizer.

  • fabiojbm

    De fato seria poético o final de carreira. Só concerto o “primeiro homem a desbancar GSP desde Matt Serra”. Ele levou a vitória pelos juízes doidos mas foi espancado pelo Hendricks. Saiu do octógono amassado e perdido até nas palavras. Mas ainda sim tem nome e seria um grande final de carreira para o Demian.

    • Igor Bittencourt

      Se ele teve a mão levantada no final não conta como derrota

    • Asisz Marco

      nao exagera tbm, espancado somente para vc, a luta foi parelha e podia ir para qualquer um

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    E se o Demian for o campeão eu não duvido nada que mesmo montado em uma montanha de dinheiro, um tal de Conor McGregor o subestime e peça uma luta contra ele…

    • magnuseverest

      Conor ou GSP, seria um grande prêmio,atualmente o Irlanda tá na ativa e venderia mais.
      Mas espero que o Irlanda lute com Nurma,e destrave a outra categoria.

  • Leandro Mendes

    Um dos melhores textos que já li aqui, destaco ainda o final:”Seria um fim poético para um dos maiores puristas do jiu-jitsu que já pisou no octógono.”

  • Daniel Galisa

    Minha torcida é toda do Demian. Torço para que seu timing em catar a perna do Woodley seja perfeito, pois sabemos do poder dos golpes do campeão, e honestamente quanto menos tempo em pé no cage com ele melhor.

  • Lucas Corrêa Braz

    Demian é o campeão que o Brasil merece! Determinado, resiliente, bom caráter! Já é ídolo e se fosse americano ou canadense teria estátua em praça já !
    Mas estamos no Brasil então boraaaa torcer mais dois pescoços porraaaaa!

  • Wadson

    Belo bem da humanidade Demian maia tem que ser campeão. Vai ser uma puta freada nesses excessos de ‘trash-talk’, ‘money fights’, caras que conquistam cinturão e já falam em categoria de cima e outros ‘excessos’ no UFC.

  • Lucas Santana

    Na torcida total pelo Maia, merece tudo e mais um pouco esse cara.

  • Bruno Siqueira

    Sensacional o texto Lucas. Não só por ir de encontro com tudo o que penso do Demian (e vivo babando ovo no Fórum), mas pela argumentação e principalmente pela beleza na conclusão.
    Detalhe que nem precisou entrar nos detalhes dos números de record. Mas como sou tarado por comparação numérica, aí vai:

    – Só de subir no octógono o Demian já empatará com o Tibau (suspenso) e Diego Sanchez (sem luta marcada) no 2º posto de lutadores com mais lutas no UFC, atrás apenas do Bisping (sem luta marcada), Mir (suspenso e semi-aposentado), Tito Ortiz e Jim Miller (que lutará no UFC 2013);
    – Se ganhar empatará com o Conde como os maiores vencedores do Ultimate;
    – Se emplacar uma finalização empatará com o Royce como os caras que mais fizeram os adversários batucar (ou dormir).
    – Mesmo se rolar uma decisão unânime, ele ficará junto do Frankie Edgar
    e do Jon Fitch nesse quesito, apenas atrás do GSP.
    – Por fim, se ganhar será o 2º campeão mais velho da história do evento, atrás apenas do Randy Couture.

  • Leandrinho

    Só acredito nessa luta na hora que entrarem. Alguma coisa me diz que o maluco vai se machucar só pra adiar e enfrentar o damian mais velhoi

  • Carlos André

    Parabéns pelo texto impecável.

  • Marcelo

    GSP parado há um tempão. Tá certo que vai ser uma money fight, mas acho meio sacanagem com os outros atletas darem a disputa do cinturão pra quem está parado. Não sabemos como ele está, se terá gás, se terá ritmo de luta. Deveria ter pelo menos uma luta antes. Mas dinheiro nunca é demais, né?

Tags: , ,