Colunistas: Teorias para Silva / Promessas / Belfort

admin | 06/02/2015 às 14:57

Nessa edição de “Colunistas Respondem”, tentaremos sanar as dúvidas dos leitores Bruno Torres, Leonardo Neves, Bernardo Oliveira, Laerte Viana e Jader Araújo sobre os tópicos “Teorias sobre o Spider”, “Demian x LaFlare”, “Promessas″ e “A decisão de Belfort” – respectivamente.

Vamos lá:

RENATO_1

Renato Rebelo: Brunão, deixe-me entender. Então, a gente joga o maior nome da história do MMA debaixo do ônibus para alavancar um produto que só será exibido no maior mercado do mundo (os EUA – aquele que financia cerca de 80% das operações do UFC) pelo Fight Pass (sistema ainda com pouca adesão) e, consequentemente, matamos as possibilidades Anderson Silva x Vitor Belfort 2 ou Anderson Silva x Chris Weidman 3 no Maracanã ou até de Anderson Silva x GSP (maior luta da história do MMA pra mim)? Em nome de um reality show que nem dá tanta audiência assim na madrugada do domingo brasileiro, vendemos ao fã médio (mundialmente falando) a impressão de que os até então mais íntegros campeões são trapaceiros e, de quebra, descredibilizamos o esporte como um todo? Seria mesmo um plano genial… Dana White manteve o Anderson no TUF para diminuir os prejuízos colossais que Rede Globo, Budweiser – entre outros patrocinadores- teriam. E, acredite em mim, caso a contraprova do exame antidoping dê positivo, ainda há a possibilidade de Rodrigo Minotauro, Lyoto Machida ou algum outro figurão assumir seu posto. Sobre provar a inocência de forma fraudulenta, dá uma sacada na minha última resposta (aqui em baixo).

REZENDE

Lucas Rezende: Como eu já falei no meu texto dessa semana, acho uma enorme oportunidade perdida. Poderíamos ter tido Urijah Faber vs Frankie Edgar e terminamos com Maia x LaFlare, que nem acredito ser a melhor luta desse card. Não vejo como esse evento lotará o Maracanãzinho, uma vez que o Rio é a cidade mais habituada a receber os melhores cards nacionais e ainda assim não vinha sequer lotando a HSBC arena, nem quando tínhamos José Aldo encabeçando. Acredito que será o pior rendimento do Rio de Janeiro até hoje. E espero que sirva de lição para a próxima vez.

CARRANO

Lucas Carrano: E aí, Laerte, tudo bem? Bom, realmente estes são realmente três bons nomes para se apostar. Até o momento, no entanto, as expectativas com o trio são moderadas e eu diria que, pelo menos a priori, eles têm potencial para figurar entre o top 15 ou até top 10 de suas divisões no médio prazo. Entre eles, quem vejo mais perto de tal objetivo é o Thominhas, porque está em uma divisão hoje menos profunda que os demais e vem fazendo um caminho, digamos, mais correto – a famosa “escadinha” de adversários, na qual o nível vai aumentando a cada desafio. É bom lembrar que por pouco o produto da Chute Boxe não queimou a largada e foi direto lutar contra Urijah Faber, mas, pelo bem de seu desenvolvimento, a meu ver, essa luta não saiu do papel – por vontade do norte-americano. Quanto aos demais, acho que Cara de Sapato passou justamente pela situação que mencionei, pegou um desafio duro (Patrick Cummins) demais logo em sua luta de estreia nos meio-pesados (e sua estreia “real” no UFC, já que só havia feito até então a final do TUF). Já o Warlley é, também sob meu ponto de vista, o mais talentoso dos três. Ainda assim, mesmo com tanta inspiração, ele deu mostras de que pode estar precisando de rodagem, que pode vir também de novas experiências em seus camps – fazendo alguns treinamentos em outros lugares e trazendo novas armas para seu jogo. Além disso, ele migrou para a divisão de meio-médios, onde acredito vai se criar bem melhor do que nos médios (sua categoria do TUF e da estreia no UFC contra Márcio Lyoto).

CAPPELLI

Fernando Cappelli: Jader, sempre causa polêmica esse lance de preferir enfrentar fulano a ciclano. O Belfort já teve de adiar duas vezes a disputa de cinturão por causa do Weidman, e provavelmente tentou usar o fato de ser o ‘principal lesado’ nisso tudo para ter alguma autonomia de escolha caso fosse obrigado a enfrentar outro adversário que não fosse o campeão. O carioca tem 37 anos, já está em contagem regressiva na carreira e ‘cheio de dedos’ por uma chance de ouro como esse titleshot nessa altura do campeonato. Como vinha se preparando tecnicamente para enfrentar um wrestler, o Romero seria uma das saídas mais funcionais para não desperdiçar o tipo de trabalho feito na Blackzilians até então. Além de ter essas características semelhantes às do campeão, o cubano é bem ranqueado, mas é menos experiente que o Lyoto, que é ex-campeão e tem bagagem de sobra em lutas de grande porte no UFC. Além disso, o Dragão é canhoto e tem aquele jogo muito elusivo, que necessitaria de uma gama muito maior de adaptações técnicas e táticas por parte do Belfort. Sempre vai ter gente falando que o Fenômeno ‘fugiu da raia’ contra o Machida, mas pelas próprias circunstâncias, não sei se a recusa pegou tão mal assim.

RENATO_2

Renato Rebelo: Leo, de nada adianta o UFC pressionar a NAC. A comissão só é responsável pela coleta dos exames e pela entrega dos mesmos ao laboratório particular. Nesse caso, falamos do Sports Medicine Research and Testing Laboratory, em Salt Lake City. Essa instalação é filiada à WADA e conduz mais de 30 mil testes por ano com equipamentos no estado da arte. Sabendo que é o próprio SMRTL que divulga os resultados, a ação corruptora teria que ser muito mais abrangente. Qualquer ruído de informação num esquema dessa magnitude botaria abaixo um órgão governamental (NAC), o próprio UFC e um dos laboratórios mais renomados do mundo. Ou seja, riscos infinitamentes maiores do que uma suposta recompensa.

  • RicardoVivas

    Correção: Cara de Sapato estreou nos meio-pesados. Acho que Warlley perdeu o gás cedo na última luta dele.

    • Laerte Viana Venâncio Alves

      Correção 2: Se não me engano, o Warlley está na divisão dos meio médios já, e não do medios. Me corrija se eu estiver errado, Rs.

      Valeu por responder, Lucas. Abraço.

      • Lucas Pereira Carrano

        Laerte, a pressa, como sempre, é inimiga da perfeição. Dia duro por aqui, só peço que desconsidere qualquer confusão nas categorias.

        Abraço

        • Laerte Viana Venâncio Alves

          Haha, tranquilão.

          Valeu!

  • Matheus Araujo

    Warlley já não está nos meio-médios?

    • Renato Rebelo

      Corrigido!

  • RicardoVivas

    Eu não discordo do Belfa optar pelo Romero no lugar do Dragon não… como explicado, faz mais sentido na questão camp/estratégia.

  • Luiz Guilherme

    Se não estou enganado o Romero é canhoto.
    Ah..q pergunta essa da teoria do doping eim..vou te contar, pessoal ta com criatividade boa

    • Fernando Cappelli

      É sim, Guilherme. Na verdade pensei uma coisa, escrevi outra. Erro meu. Corrigido
      Abraço!

  • Naldyn Mesquita

    Não sei pq, mais levo muita fé no Carlos Diego Ferreira.O Serginho Moraes, depois daquela luta dele com Neil Magny, me mostrou que poderia dar trabalho na divisão dos meio médios (apesar da idade)

    • Naldyn Mesquita

      ah, não podemos esquecer do Sr. Burns (não o dos Simpsons, mais o Gilbert Durinho) rs

      • RicardoVivas

        Sim, sim, esse aí tá prometendo, essa luta contra o Thomson pode definir muita coisa. O Renato Moicano também fez uma boa apresentação!

        • Naldyn Mesquita

          verdade… mais pra ele falta ainda mais lutas internacionais… tá meio cru ainda…

          • Gabriel Carvalho II

            Eu também gosto muito do CDF e acho que ele ganha do Poirier

      • Laerte Viana Venâncio Alves

        Acho que o Durinho e o Serginho precisam evoluir em alguns aspectos. O chão deles dispensa comentários, mas o jogo em pé, por exemplo, fica devendo bastante, na minha opinião. To curioso para ver como o Durinho vai se apresentar contra o Thomson.

        • RicardoVivas

          Isso é verdade, agora, já na final do TUF o Serginho bambeou o Mutante umas duas vezes.

        • Naldyn Mesquita

          Durinho menos que o serginho, contra o andreas Stahl, ele mostrou grande evolução em pé. O serginho tá treinando na Bangcoc brasileira (curitiba) deve tá ficando com o muay thay afiado tbm..

  • Isabella Kida

    Eu com certeza preferia ver
    Urijah Faber vs Frankie Edgar aqui no Rio, mas
    infelizmente como no texto dessa semana o Lucas disse, talvez não estejamos
    preparados pra isso. Vamos de Maia
    x LaFlare pra ver no que dá, mas com certeza não vai lotar estádio 🙁

    • Naldyn Mesquita

      Com certeza não lota nem o vestiário…

    • Lucas Rezende

      Na esperança de que o evento proporcione lutas boas, no mínimo.

  • Lucas Natan

    Só eu achei que o Renato foi desnecessariamente irônico na primeira pergunta? A não ser que eu esteja vendo chifre em cabeça de cavalo, penso que, se o pessoal do site considera que a pergunta não é muito pertinente, deviam não respondê-la, ao invés de usar um tom desagradável…

    • Renato Rebelo

      Lucas, o próprio autor da pergunta a classificou como absurda ao pedir um comentário. Não estou ironizando o cara – algo que jamais faria- mas sim a teoria (que não foi bolada por ele). E julgo a resposta necessária sim pq é mt válido entender pq algo que parece absurdo realmente é absurdo.

      • Lucas Natan

        Não disse que a pergunta era desnecessária. Quis dizer que, no caso de vc ter sido irônico, era melhor não ter respondido.

        Mas valeu por responder, por tirar a dúvida e desculpa qualquer coisa.

    • Malk Suruhito

      Só você…

  • will

    Vocês não acham que o Anderson pode ter feito isso de propósito pra escapar do contrato com o UFC? Ele quer se aposentar desde a 1° luta com o Weidman, mas o Dana ameaçou de forma velada. Lembram?

    • Naldyn Mesquita

      Dificil… se essa luta rendeu pra ele 2 milhões e meio( sem contar patrocínio, participação em programas e etc), quanto valeria uma luta dele com o gsp num estádio em curitiba?

      • will

        É verdade, mas ele já tem muito dinheiro. A pressão dos filhos pode falar mais alto que dinheiro.

    • Malk Suruhito

      Nenhum lutador é obrigado a lutar contra a vontade. Ele recebe por luta e o contrato é para impedir que entre estas lutas contratadas ele lute em outra franquia. Era só ele dizer “aposentei” e ir para casa.

      • will

        Não há uma multa por não lutar? Sei não hem… esses contratos são feitos por lutas, se o lutador se recusar teria que pagar pela recisão, não? Eu não sei como funciona, estou apenas perguntando.

        • Malk Suruhito

          Pelo que eu sei ele faz um contrato para fazer X lutas, após esta, está liberado do contrato. Se ele não faz, não recebe o cachê da luta, e se tiver o cinturão, o perde e consequentemente todos os benesses do mesmo. Se ele não luta, não recebe, se não recebe, como paga as contas, entende? E dentro deste contrato, ele só pode fazer aparições ou competir em outras franquias, se o contratante permitir (como foi o Barnett lutando no Metamoris ou no Bon-Ba-Ye no Japão agora a pouco tempo).
          Posso estar enganado, mas obrigar alguém a entrar num cage contra outro lutador contra a vontade, desconheço.

  • anderson silva

    Rony jason tb tem muito potencial

  • anderson silva

    Serginho moraes, renato moicano

  • Leonardo Neves

    Discordo do Belfort pelo simples fato dele ser desafiante e não estar apto a escolher desafiantes

  • Felipe Soares

    Belfort, nego! Esquece a falação! Corta a internet da feiticeira!

    E Pau no Cristiano Uidemar!!!

  • Bronx

    Lyoto enfrenar o Fenômeno é brincadeira, aí vai virar bagunça o UFC!

  • Bart Simpsons

    1 – Teoria da conspiração para o Spider alavancar o TUF? Definitivamente, creio que não. São muitas coisas a perder por conta de apenas um programa que como dito, nem dá tanta audiência assim.
    2 – Concordo com o que respondeu Lucas Rezende. Eu não sei onde o UFC tira que os fãs brasileiros não pagariam para assistir luta de gringos. Faber vs Edgar seria do caralho. E sobre Demian vs LaFlare como main evento, eu preferia muito mais Gilbert Durinho vs Josh Thomson, pra mim vai dar muito mais emoção.
    3 – Thominhas é um talento incrível. Me admirei muito ao estar olhando um grupo de MMA no facebook dia desses, e lá tinha muita gente que não conhece o Thominhas ainda. Me admirei pq lá tem caras que são fãs de MMA no hardcore, não são fãs de só acompanham os mais famosos lutadores ou só de vez em quando assistem uma lutinha. Acho Thominhas um moleque muito talento, com boxe incrível, diferente do que caras oriundos muay thai assim como ele costumam apresentar..
    4 – Cappelli, não há dúvidas de que Belfort está certo em não aceitar a luta contra Lyoto, mas o que pegou muito mal e que por isso tem muita gente chamando o cara de arregão é pq ele pediu um oponente, quando o oponente foi dado, ele disse que não queria mais. Durinho veio a publico alegar que o fato de Lyoto ser canhoto era o que mais digamoos incomodava, no entanto ele disse que vitor aceitaria luta contra Romero e Rockhold, e ambos não são canhotos? O Romero até pode ter o jogo parecido com o do Weidman, mas o Rock não. O grande lance foi esse, pedir e não aceitar depois. Belfort perdeu a chance de ficar calado, tinha que ter ditodesde o inicio que ia esperar o weidman e pronto.
    5 – Renato Rebelo tem total razão sobre o assunto de dar negativo a contra prova de Anderson para que o UFC saia beneficiado, assim como o proprio Anderson, agora que toda essa história é muito entranho, isso é, ainda mais quando estamos falando de algo tão grandioso, principalmente financeiramente falando como foi esse retorno do Anderson.

    • RicardoVivas

      A questão pra ele querer o Romero é porque ele também é wrestler!!

      • Bart Simpsons

        E o Rockhold? Rockhold não é wrestler, e é canhoto ainda por cima, algo que ele deu como desculpa não enfrentar Lyoto.
        Romero é wrestler, mas Vitor disse que não queria enfrentar um canhoto, acontece que o Romero é canhoto também.

  • João Washington

    O problema do Belfort é esse discurso contraditório. Não aceitou enfrentar o Lioto porque havia se preparado para um destro e o Dragão é canhoto, mas, aceitaria a luta com Romero que também é. Quando AS era o campeão e disse que não queria enfrentar brasileiros Belfort reclamou, pois era o principal desafiante ao título. Porém, quando surgiram boatos de uma possível luta com Lioto, se não estou enganado, The Phenom disse que não gostaria de enfrentar compatriotas a não ser pelo título. Ora, onde está, nesse caso, o profissionalismo pregado por ele? Sabemos que o próprio Víctor casou uma luta entre dois amigos no TUF. Essa é a questão. Apesar disso, gosto muito do Belfort e o considero um dos melhores e mais perigosos strickers de todos os tempos, além de ter um ótimo jogo de chão.

  • ANDRÉ

    Sobre a primeira pergunta https://www.youtube.com/watch?v=3GFDfaxADRk
    ( brincadeira .. rs )

Tags: , ,