Atacando de Joe Silva: lutas a casar pós-UFC 183

Renato Rebelo | 02/02/2015 às 00:05

Com o UFC 183 nos livros, chegou a hora desse pretensioso jornaleiro que vos fala vestir o chapéu de “matchmaker”.

Mantendo os pés no chão, dispensando confrontos improváveis e ignorando atletas já comprometidos, cheguei aos seguintes casamentos para os principais destaques:

NUM1Anderson Silva x Georges St-Pierre

É dada a largada para o festival de achismos do tio. De imediato, Anderson Silva tem duas batalhas pela frente. A primeira – e a mais inglória- será dentro de casa. Conseguirá o Spider dizer não a seus amados filhos – que o querem longe do octógono- outra vez? O lado emocional do cara parece cada vez mais aflorado e uma hora ele vai ceder. Tem também o TUF Brasil 4, que o alugará por meses a fio. Sendo assim, é tranquilo concluir que, em caso de retorno, ele não será de bate-pronto. Considere, também, a sua falta de interesse – por mais que, às vezes, dissesse o contrário-, de mergulhar novamente na divisão até 84kg – e excluímos Vitor Belfort, Chris Weidman, Lyoto Machida e cia da conversa. Então, o que resta ao ex-campeão? Mais superlutas, ora. Existe a chance delas serem grandes e festivos engodos (se forem contra Michael Bisping, Rich Franklin, Rampage Jackson, etc), mas a motivação financeira aponta para outra direção. GSP x Silva provavelmente seria a maior luta da história do MMA. O fator impeditivo sempre foi a vontade do canadense, que via o duelo como desigual do ponto de vista físico. Com Anderson próximo dos 40 e, principalmente, após ver seu cliente Nick Diaz equilibrando o duelo com o brasileiro, Georges pode mudar de ideia. Seu retorno ao certame está previsto para o meio de 2015 – tempo suficiente para Anderson relaxar e convencer a família. É só manter o Aranha fora da final do TUF Brasil (ou acelerar o retorno do canadense com a oferta de um estádio lotado)…

NUM2Tyron Woodley x Carlos Condit 2

O Escolhido encontra-se num verdadeiro limbo. Sabe-se lá por que o UFC negou, numa só tacada, o title shot a Rory MacDonald – o casando com Hector Lombard– e a revanche a Johny Hendricks – que pega Matt Brown. Consequência: temos um campeão avulso, sem desafiantes (lembrando que Nick Diaz perdeu e GSP sequer voltou a treinar). Mas e Woodley? Bom, ele foi dominado por Rory há pouco mais de seis meses e ainda está sem crédito pra desafiar Robbie Lawler. Diria que só tem três opções: 1- esperar uma eternidade. 2- matar alguém bem menos ranqueado no peito. 3- fazer um tira teima com Carlos Condit, seu vizinho na lista dos 10 mais que saiu derrotado do primeiro encontra entre eles por lesão no joelho.

NUM3Al Iaquinta x Nate Diaz

Terceira vitória consecutiva do nova-iorquinho, segunda sobre adversários expressivos – Ross Pearson e Joe Lauzon. Acho que o vice do TUF 15 merece uma moralzinha, não? O irmão Diaz mais novo seria seu primeiro desafio dentro do top 15 e, a julgar pelo que vimos contra Rafael dos Anjos, pode nem ser a tarefa mais difícil da carreira de Iaquinta. É só uma questão de convencer o californiano a assinar na linha pontilhada.

NUM4Thales Leites x Gegard Mousasi

Invicto há mais de quatro anos, o produto da Nova União já mandou pro jaz cinco cabeças em seu retorno ao UFC. Tim Boetsch quase azedou a sopa, é verdade, mas terminou roncando graças ao katagatame mais justo da categoria – quiçá do MMA. Chegou a hora, portanto, de adentrar o covil dos leões – local onde a sobrevivência é improvável e as cicatrizes garantidas. Havia casado Gegard Mousasi com Tim Kennedy em minha última coluna mas, admitindo que o retorno do milico americano é tão improvável quando Vitor Belfort matar o iraniano/armeno/holandês no peito pelo cinturão interino, mudo de voto. Boa sorte, Thales!

NUM5Thiago Pitbull x Dong Hyun Kim

Mais de três anos depois, o desafiante de Georges St-Pierre no UFC 100 está de volta ao ranking da categoria até 77kg. E a conquista não foi mamão com açúcar. Jordan Mein vinha dominando o Pitbull até receber um taco de baseball na linha de cintura… Enfim, vamos tratar de futuro com esse duríssimo e popular veterano. Que tal uma medição de forças com o Stun Gun? Desde que foi nocauteado por Tyron Woodley, o Coréia não deu mais as caras. De repente, alguém com o currículo de Alves seria a injeção de ânimo necessária para tirar Kim do sofá.

Me ajudam com as estreias de Kelvin Gastelum e John Lineker nos pesos médio e galo (respectivamente), amigos?

Abraços.

  • Mikeias Filipe

    Gastelum vs Urijah Hall 2
    John Lineker x Iuri Alcantara – Em um card no Brasil

    Quanto ao Belfort, põe ele contra o Edir Macedo, Pastor x Bispo, o perdedor vai pro inferno. Iria vender PPV pra cacete. Haha!

    • Malk Suruhito

      Eu li “Urijah” e fiquei uns 30 segundos tentando lembrar quando é que foi que o Velasquinho tinha lutado contra o California Kid….

    • Leonardo Neves

      Vc é meu mais novo ídolo. Kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Ayrllys Allan

    Anderson e GSP arrepia só de imaginar.
    Maior ppv da história com absoluta certeza.

  • Felipe

    Algumas perguntas Renato: da onde surgiu essa previsão de retorno do GSP? O empresário dele não acabou de dizer que ele não tem plano algum de voltar a lutar? E pq o retorno do Kennedy é tão improvável? Confesso que estou desatualizado. Obs: Mousasi X Anderson seria uma bela luta, estilisticamente.

    • Laerte Venâncio

      Também não entendi essa do retorno do Kennedy ser improvável. Haha

    • Renato Rebelo

      Fala, Felipe. O Kennedy é mais “feeling”. O cara sempre foi muito ativo e, pelos posts em redes sociais, parece que tá passando por uma fase meio “depressiva”, de reavaliação da carreira. Semana passada ele postou uma foto com uma legenda do tipo “Serei um lutador pra sempre, não importa se for na jaula ou em outro lugar”. Claro, posso estar enganado, é só uma impressão. Sobre o GSP, já não é mais uma questão de “se” e sim de “quando” – e não há nenhuma luta que mais acrescente pro seu legado do que essa, nem a contra o Lawler. Na coletiva de imprensa pós-UFC 183, o Dana ainda soltou que antes de ligar pro Diaz, ofereceu a luta pro GSP, que não foi contra a possibilidade, só disse que não teria tempo hábil para estar em boa forma.

    • will

      Mousasi x Anderson?! Meu filho, você não assistiu a luta ontem? O Mousasi não iria ficar parado tomando soco e fazendo gracinha não! Ele iria espancar o Anderson como Nunca Antes Neste País! A última luta do Anderson em alto nível foi contra o Sonen(2º luta). De lá pra cá só vem dando vexame. Demorar 5 round pra vencer um lutador meia boca que nem o Diaz é uma piada. A ficha de vocês está demorando a cair hem!

      • Malk Suruhito

        O Anderson bate é justamente quando atacam ele. Foi justamente isso (e o Thales, e o Demian, etc) se negaram a fazer contra o mesmo e foram lutas consideradas abaixo da média. Agora, quando o adversário vai para cima…

      • Bart Simpsons

        Will, will, meu brother. Permita-me discordar de você mais uma vez. Não que eu ache que o Mousasi não pudesse ganhar do Anderson, mas também não acho que o Anderson não possa ganhar do Mousasi. Como já te respondi em outro comentário, querer tirar parâmetro por essa luta contra Nick é um absurdo. E digo mais, mesmo que Anderson esteja na “boca” dos 40 anos, com ‘queixo duvidoso” como você falou em outro comentário (o que eu discordo), fora de ritmo e com muitas outras coisas, ninguém em sã consciência vai entrar pra trocar porrada de qualquer jeito com um dos senão o maior striker que o MMA já viu, mesmo o oponente sendo um striker tb tão talentoso como é o Gegard.
        Sobre a última luta de alto nível de Anderson, depois de Sonnen ele ainda brincou com Stephan Bonnar. Tomou um cruzado de Weidman por conta de um erro técnico nas esquivas, na outra lesionou a perna. Então, única luta de Anderson que não foi em alto nível foi esta última, envolvendo toda a situação que ocorrera, não é fácil de entender os motivos. Uma dica: espere pelo menos a próxima luta dele (se é que vai haver) para tirar conclusões reais.

      • Pedro Duarte

        Pera, você tá falando do Spider ou do Shogun? Porque só posso interpretar esse seu comentário como birra mesmo. O Mousasi é um ótimo striker e perigoso ao extremo, mas não tenho porque acreditar que um cara que empata com Keith Jardine e inclusive tomou caldo do Jacaré em pé é essa coca toda pra “espancar” o Anderson como você está falando. Seria uma ótima luta, e o Mousasi obviamente tem chances, mas o brasileiro é mais técnico, rápido e elusivo.

      • Felipe

        Olha, quando eu digo em casamento de lutas penso num matchup que proporcionaria bom entretenimento. Não na facilidade que o Anderson teria pra bater no adversário. Também acho que o Mousasi, na atual fase do Silva, atropelaria, mas independente disso seria um bom casamento.

  • Naldyn Mesquita

    Cara, vou discordar em alguns pontos…

    Silva x Mousasi seria o maior duelo de trocação de todos os tempos…

    O thales eu casaria com o Tim Kennedy que ta de bobeira por aí tbm…

    O lineker eu daria pro Joe soto que tá sem par desde a surra pro TJ

    O Pit bull, por questão de gosto, queria ver com o gunnar nelso… ia ser legal a trocação deles..

    Al iaquinta x Myles jury tbm seria uma luta boa de se ver…

    Kelvim Gastelum x Nate Marquadt faz sentido pra mim..

    • Marcelo Silveira

      Boas escolhas

    • Pedro Duarte

      Todas boas escolhas, com exceção da escolha pro Thiago. O Jordan Mein está acima do Nelson nos rankings, isso sem contar que o brasileiro é veterano e tem somente uma chance de voltar as cabeças. Acho que a escolha do coreano faz mais sentido mesmo.

    • Spider vs Cro Cop… Catchweight…

  • Deivis Chiodini

    – Anderson Silva: Não acredito que AS vá querer enfrentar os tops da categoria. Se a grana falar muito alto, uma super luta com GSP, caso ele volte. Mas tem outras opções de veteranos que são um bom main event pra PPV sem valer cinturão (pelos nomes e não pela forma atual), como Hendo, Bisping ou Rich Franklin.
    – Tyron Woodley: Não vejo muitos outros nomes senão enfrentar Carlos Condit de novo. 
    – Al Iaquinta: Jorge Masvidal é um bom nome. Outra opção é colocar de frente com Gleison Tibau
    – Thales Leites: Pra mim, Gegard Mousasi seria o casamento mais sensato.
    – Thiago Pitbull: Aqui sobram opções. Rick Story ou o vencedor de Ellenberger x Koscheck são bons nomes. Se acharem que Pitbull merece alguém mais bem qualificado já, Dong Hyun Kim ou Saffiedine seriam boas lutas.
    – John Lineker: Pra mim tem que receber um bem ranqueado já nos galos pra ver como se comporta em cima. Mizugaki ou Caraway são bons nomes.
    – Miesha Tate: Sarah Kaufmann ou Bethe Correia seriam boas lutas para casarem Tate.

    – Nick Diaz: Se ele resolver ficar nos médios, é bom dar uma aliviada pra NIck. Costas Phillipou ou Tim Boetsch. Se voltar pros meio médios,Tarec Saffiedine ou Dong Hyun Kim
    – Kelvin Gastelum: Mais um tubarão no tanque. Que tal Tim Kennedy pra o receber nos médios?
    – Ian McCall: Será que Kyoji Horiguchi pode se tornar um top? McCall pode ser usado como um bom teste
    – Sara McMann: Alexis Davis me parece ser um bom confronto

  • Rodrigo Tannuri

    Anderson x Gegard Mousasi
    Woodley x Rick Story
    Iaquinta x Jorge Masvidal
    Thales x Tim Kennedy
    Pitbull x Stephen Thompson
    Gastelum x Ildemar Marajó
    Lineker x Matt Hobar

  • ANDRÉ

    Renatão, tem uma coisa que não sai da minha cabeça… me corrigi se eu tiver falando besteira mais oque você acha de segurar essa luta, SPIDER vs GSP para o UFC 200 ano que vêm?

    • Renato Rebelo

      Acho que, se rolar, terá que ser antes. Até lá, mt água já terá passado debaixo da ponte e, em esporte com tantas variáveis em jogo, os caras não podem se dar ao luxo de planejar tão à frente assim.

  • MarceloCego

    joh lineker x cody garbrandt seria excelente, lineker com vantagem na técnica e o cody na envergadura.. ambos iriam trocar até um cair

  • diego rizzo

    Anderson x Michael Bisping (infelizmente)
    T WOOD x Rick Story (é o jeito)
    Al Iaquinta x Jim Miller
    Thalles Leites x Mousasi
    Thiago Pitbull x Demian Maia/Ryan LaFlare
    Derek Brunson x Brad Tavares
    John Lineker x Bryan Caraway
    Ildemar Marajó x Caio Monstro
    Marreta x Louis Taylor
    Rafael Sapo x Trevor Smith

    • Renato Rebelo

      Bisping já tá casado com o CB Dollaway – e tem o Shogun na fila-, monstro!

  • Pedro Duarte

    Lineker sobe com condição de desafiante número um dos moscas, então o UFC já poderia joga-lo aos tubarões e casa-lo contra um Top 10 (Acho que seria um lutão coloca-lo contra o Wineland). Uma vitória já o deixaria na porta de um TS, até porque se trata de uma categoria rasa e sem muitas perspectivas após a lesão do Cruz.
    Sobre o Anderson, temos que lembrar que se existe sentido nos rankings, ele ainda é o primeiro da categoria. Portanto, ou entra na competição ou abre mão de vez dessa condição pra buscar somente lutas vendáveis. O que não cola é ser considerado o melhor da divisão e cogitar lutas contra Bisping, Le ou Franklin. GSP realmente faz todo sentido pelo histórico de ambos, mas fora isso, ou entra de cabeça na busca pela cinta ou vai curtir férias eternas com a família mesmo.

  • Thiago Arruda

    Anderson Silva vs. GSP seria épico demais. Mas acho que GSP não vai aceitar a luta em abril, quando é a final do TUF. Por isso vou de Anderson Silva vs. Gegard Mousasi. Além do mais, imagina a final do TUF com Shogun vs. Minotouro e Silva vs. Mousasi. Caraca, que evento!

    A última luta do Condit foi contra o Woodley, não ficaria legal eles lutarem de novo agora. Eu vou de Tyron Woodley vs. Rick Story.

    Rapaz eu gostaria muito de ver Nick Diaz vs. Myles Jury. O Iaquinta ficaria com o Masvidal, já que Ben Henderson vai lutar contra o Thatch.

    Thales Leites vs. Kelvin Gastelum daria uma excelente luta.

    Já o Thiago Pitbull eu casaria com o Tarec Saffiedine.

    John Lineker vs. Michael McDonald ou Eddie Wineland.

  • Júlio César

    Se o Anderson só fazer super luta seria uma boa Anderson Silva x GSP, mas se ele quiser ter o cinturão de volta o Mousasi seria uma ótima luta, muita trocação.
    O Woodley poderia enfrentar novamente Carlos Condit, mas seria um ótimo duelo dele contra o Benson Henderson se continuar na categoria.
    O Al Iaquinta pode enfrentar o campeão entre Adriano Martins x Rustam Khabilov.
    Thalles poderia enfrentar o vencedor de CB x Bisping ou Yoel Romero q ficou fora do combate contra Jacaré ou até mesmo o Tim Kennedy.
    O Pitbull poderia enfrentar Gunnar Nelson ou Hyun Kim.
    Pra estreia do Gastelum na nova categoria poderia ser o Brad Tavares ou o Mark Muñoz q são os q estão mais abaixo do ranking.
    Pro Lineker seria uma boa o Takeya Mizugaki ou Francisco Rivera ou até mesmo o Iuri Alcântara.
    E a Miesha contra Bethe seria um lutaço.
    Oq acha do casamento dessas lutas meu amigo Renato?

    • Renato Rebelo

      Excelentes, meu amigo!

    • Naldyn Mesquita

      Marreta x Vitor Miranda tbm seria uma boa

      • Júlio César

        Seria uma boa luta, porém o Miranda tem luta marcada, acho que o adversário dele deve sair na luta de Eddie Gordon x Chris Dempsey, oq seria um lutaço Marreta x Gordon

        • Naldyn Mesquita

          Putz, verdade, só vi agora…

  • will

    Essa luta ficaria feia pro Anderson. O GSP botaria o Anderson pro chão com extrema facilidade. O Canadense é uma máquina no auge da carreira contra um cara de 40 anos com um queixo duvidoso. As outras lutas eu gostei. Liniker é rua ou ser espancado nos Galos, nenhuma opção é boa. Kelvin Gastelum é outro que vai ser espancado nos Médios. Melhor perder a barriga e voltar pra onde estava.

    • Seria maneiro o que eu disse acima: Spider vs Cro Cop no catchweight… Tipo 100kg, eu acho.

      • will

        Meu Deus! Cadê os direitos humanos?! Maria do Rosário, socorro!

        • Superluta. Catchweight.Pedindo DH pro Cro Cop? Acho que nem rolaria KO nessa luta. Palpite: Decisão por pontos.

    • Douglas Machado

      Cara, nao boto fé que o GSP, conseguiria derrubar a Lacraia, como tb nao boto fé que ele conseguiria anular o negrão;…. essa luta apostaria facil no AS,

    • Bart Simpsons

      Will, as vezes você faz grandes comentários, às vezes parece que simplesmente parece querer comentar qualquer coisa sem se ligar nos fatos:
      1 – GSP, uma máquina no auge da carreira? O cara estava uma máquina, estava no auge da carreira, mas isso foi há 2 anos atrás. Num esporte como o MMA, de evoluções grandes em tão pouco tempo e de tão alto nível, tanto tempo assim é um tanto complicado. O que pesa a favor de St Pierre é que ele sempre foi um cara atlético e bem cuidado;
      2 – Queixo duvidoso? O cara só foi nocauteado pelo Weidman. Aaaah, e agora ele disse que foi nocauteado nos treinos. Rá meu amigo, muita diferença do dia do treino para o dia da luta. Imagine quantas vezes o nosso caro Wanderlei Silva já deve ter sido finalizado nos treinos pelo caríssimo companheiro Werdum? E o nosso amigo Werdum, que sempre era espancado nos treinos por Wanderlei Silva, fora nocauteado apenas por Junior Cigano. Já dizia o ditado “treino é treino e luta é luta”.
      3 – Lineker é ser espancado nos galos ou é rua? Pra começo, Lineker foi campeão de dois eventos no Brasil na categoria pesos galos, o Nitrix e o Jungle Fight. Você pode me dizer que o ufc tem nível mais alto, eu lhe responderia que isso é verdade, no entanto o que Lineker evoluiu nesses anos também foi algo bem grande. Lineker é talentoso, bate mais forte até do que muitos galos, ganhar cinturão eu não sei, mas vai fazer barulho na categoria de cima. Aaaah, só pra encerrar, se você imagina a comparação de tamanho, o atual campeão dos galos, Dillashaw, só tem 1.73 de envergadura contra 1.70 de Lineker. Definitivamente, dá sim pra brigar lá em cima.
      4 – Sobre Gastelum, realmente o negócio vai ser tenso lá na MW. Acho que dá pra chegar num top 10, afinal sou mais ele do que um cara como CB Dollaway, mas também é só. Se enfrentar caras como Thales, Mousasi, Luke e o top 5 da MW, seria uma das maiores surpresas all time.

      • will

        Cara, o Anderson é um cara de 40 anos, com 40 lutas nas costa, com 5 filhos pequenos e uma perna quebrada! Qualquer pessoa sensata e com bom coração está torcendo pra se aposentar e curtir a família dele. Vocês não, querem jogar o cara pras piores feras do reino animal e eu é que sou o vilão? Ele não precisa provar mais nada pra mim, foi o maior na época dele.

        • Bart Simpsons

          Olha aí viu, você sabe ser um cara sensato quando quer, é um cara inteligente. Esse comentário sim, você tem razão quando fala que o cara poderia se aposentar e curtir a família, pq ele não precisava mais provar nada pra ninguém. Eu tb torço por isso, que ele pare de uma vez, não quero ver um cara que sou muito fã sucumbir a alguns adversários e os haters virem com aquele mimimi de sempre quando se trata do Spider. Agora, se o cara quer lutar, que seja com os leões. Ele ainda tá no topo do ranking, ainda é considerado um gigante, então tem que encarar caras da mesma posição, caras dignos, não um monte de frango só p dizer que continua lutando e vencendo.
          Vamo lançar a campanha #AposentaSpider… ehuehuehuehe

  • Rafael Conto

    As duas primeira estão iguais as do sherdog… Tá ficando profissa demais o sexto round…
    Parabéns…

    • Renato Rebelo

      “Arrogant mode on” – As duas primeiras do Sherdog estão iguais às minhas hahaha

  • William Amaral

    Nick Diaz x Jordan Mein

  • Rafa FriAll

    Al Iaquinta x Tony Ferguson seria uma boa. Ambos vem de sequencias de vitórias, estão evoluindo muito e disputando uma chance de entrar no Top 10.

    • Bart Simpsons

      Seria uma luta muito boa mesmo, mas melhor deixar mais pra frente. Deixa o Iaquinta entrar pelo menos no top 15. hehehe… será uma lutaça entre esses dois que você citou.

      • Rafa FriAll

        Sugeri pq os dois estão na boca pelo TOP 15.

    • Renato Rebelo

      Seria msm. Só não considerei pq o Ferguson tá casado com o Yancy Medeiros

      • Rafa FriAll

        Não sabia.

  • Bruno Tanuri

    Anderson tem que parar com essa mania de nao querer lutar com quem é uma possível ameaça a ele na categoria dele. Lyoto e Jacaré seriam a melhor escolha para ele que quer disputar o cinturao novamente. Da mesma categoria, temos ainda mais dois nomes que poderiam dar uma boa luta gegard mousasi e o Rockrold. Mas o que ele deveria mesmo fazer é o que o Nick Diaz fez, subiu de categoria e enfrentou um verdadeiro desafio.. para com essa de meu amigo isso e aquilo e chama o JJ p luta, por que se enfrentar o St. Pierre é uma opção vamos logo na que todos querem ver. Thales vs Hendo antes da aposentadoria do Banguela… Lineker subindo de categoria vai ser difícil, mas como ele esta na boca do cinturão eu entregaria um top 10. Tyron Woodley eu colocava com o Condit, pois a primeira luta estava bem boa até a lesão do condit.

    • Hugo F. Camargo

      Na atual etapa da vida do Anderson Silva, todos esses nomes são reais desafios: Belfort, Jacaré, Machida, Kennedy, Mousasi, Rockhold. Antes de se provar contra um desses, é loucura imaginar uma terceira luta contra o Mr. Chris “Contusão-Oportuna” Weidman. Jon Jones então, totalmente fora de questão. Uma coisa é o Nick ter aceitado uma luta contra o ex-campeão da categoria de cima, que está voltando de uma contusão que talvez o impossibilite de ser sombra do que já foi, com quase 40 anos. Outra, bem diferente, é ser esse cara em final de carreira e subir para enfrentar o #1 P4P do mundo, jovem e em seu auge. Essa luta não faz mais sentido, nem nunca mais fará.

      • Bruno Tanuri

        Perfeito hugo, porem mesmo no auge o Anderson sempre bateu nessa mesma frase que nao lutaria contra o JJ e lutaria contra o St. Pierre. Lembro que antes de perder o Weidman, ele ainda disse que achava uma luta contra o Cung Lee válida…. ai é foda!!! Numa epoca dessas me da mais saudades do pride, onde nao tinha essa frescura… botava p lutar um GP e ia ter q enfrentar quem tivesse pela frente… Temos um outro exemplo muito bom no UFC chamado Dan Henderson, que sem pestanejar enfrenta lutadores maiores e mais pesados que ele ( fedor, Cormie, shogum )

        • Hugo F. Camargo

          Bruno, vejo essa recusa dele em lutar com Jon Jones,naquele momento em que ainda era o lutador mais dominante em atividade, mais como um indício que realmente já estava disposto apenas a fazer mais uma grana altíssima em um combate que ele considera lucrativo e de pouco risco. Atualmente, Jon Jones é o GOAT, e nem por isso vejo ninguém “forçando” ele a desafiar o Cain Velasquez. Sempre falam em inserir ele nos pesados “pouco a pouco”, pra proteger o campeão, embora ele também sofra as mesmas críticas sobre ser naturalmente da categoria de cima. Aposto contigo que o Jon Jones, quando subir, vai ter uma trajetória semelhante a do McGregor: adversários escolhidos a dedo para que ele possa vencer e dar show, se sentir bem na categoria para só então ser jogado aos leões. Esperem Jon Jones x Struve, Napao, Hunt, Nelson,Overeem etc.. ou algum novo pesado jovem que tenha surgido até então e devidamente hypado por Dana White com o auxílio de Joe Rogan. Nada de já subir encarando Velasquez, Miocic, Cigano, Browne…

          O Pride era outra época, já superei. rs
          Não tem como comparar. Até por que era um evento com o suquinho liberado e muita luta freak. Adorava, claro! Até por que o Pride era o maior evento da época e onde estavam quase todos os lutadores que a gente realmente queria ver. Mas sinceramente, não dá para comparar com o momento atual do UFC, que é o auge da força e atletismo do mma até então… Vale lembrar que o Sakuraba só não foi maior do que já é justamente por essa prática do Pride em casar lutadores de 77kg com pesos pesados.

          • Bruno Tanuri

            Acho que o proprio JJ já cogitava lutar contra o campeao dos pesados a tempos, se nao me engano antes da 2a luta do Cigano x Velasques o JJ já cogitava lutar na categoria, e mesmo qua acho dificil de acontecer, ele já ganhou ponto com todo mundo. O Anderson sempre cogitou enfrentar o St. Pierre quanto ao mesmo tempo negava poder enfrentar o JJ… por que disso? simples… um é maior e mais forte, o outro é menor e mais fraco. O Anderson perdeu a chance de ser elevado ao patamar de Lenda! assim como Wand foi, Royce foi, Hendo foi, Couture foi…. quando vejo um cara tao talentoso quanto ele negando um combate contra o JJ só me faz sentir mais falta do Carson.

          • Hugo F. Camargo

            Sinceramente: se você comprou essa que o Jon Jones toparia uma luta subindo de peso já com o campeão dos pesados, reconsidere talvez que sua opinião tá muito baseada no subjetivo, que é o gosto por um lutador e antipatia por outros.
            Pelo mesmo motivo citado por você (um ser mais forte que o outro) que o Jon Jones quer escolher a dedo os adversários dos pesados caso venha a subir. Saca só essas duas declarações dele no início do ano (seguidas da minha tradução de improviso):

            1 – “To be honest, I would fight Cain Velasquez in a heartbeat. I really would.”
            (“Pra ser sincero, eu lutaria contra o Cain Velasquez em um piscar de olhos. Papo sério”)

            2 – “I really don’t even want to talk about heavyweight anymore. I’m making weight pretty good at light heavyweight, and when I do go to heavyweight, it will be something me and Dana White talk about. And we’ll have the right opponent, and it will be for the right purse.”
            (“Eu realmente não quero nem falar sobre peso pesado mais. Eu corto peso muito bem nos meio-pesados e, quando eu for mesmo para os pesados, será algo que eu e o Dana White conversaremos a respeito. E será o oponente certo, e será pela $bolsa$ certa.”)

            Primeiro, como é natural do seu comportamento bipolar (pra dizer o mínimo), ele já manda uma declaração deixando a entender que não teme ninguém e que luta qualquer um de qualquer categoria do mundo. O mesmo cara que negou a luta contra o Chael Sonnen, estando preparado para lutar na mesma data de qualquer maneira. Causou o cancelamento do evento todo. Não tinha lesão, não tinha nada. Só que não aceitou. O fato dele ter vencido depois com sobras é irrelevante.
            Enfim, depois de declarar que luta com o Cain num piscar de olhos, ele fala que não quer fala sobre subir de peso e que ficará muito tempo na sua categoria. E aí já vem o Jon Jones que conhecemos, escorregando em contradição e dizendo que só lutaria nos pesados quando combinar direitinho com o patrão a grana (até aí tudo bem) e o adversário “justo”. Peraí, mas não era ele que enfrentaria qualquer um? Pois é.

            Acredite quem quiser. Eu continuo achando que não é uma boa nem para o Jon Jones nem para o UFC jogar ele aos tubarões já de início, arriscando o legado de um talento nato que é ainda é jovem e pode escrever história se tiver a vida gerenciado mais ou menos no jeito “Don King” de ser.

            Respeito sua opinião e seu nostalgismo, nada pessoal, ok? Apenas acredito mais em ações do que em palavras. Ainda mais se tratando de lutador…

            Abraço!

          • Hugo F. Camargo

            Ah, só um detalhe: eu ou você gostando ou não do Anderson não vai mudar o fato que ele já é lenda. Isso é indiscutível.

          • Bruno Tanuri

            Nesse caso do JJ o que eu vi foi na primeira declaracao uma acao dele, e nas outras uma acao orquestrada por uma assessoria de imprensa que por se tratar de JJ deve ter vindo da Nike. o que eu queria dizer é que o JJ nunca apontou para o Chris Weidman, e sim para o Velasques e Cigano. Eu duvido muito que o Dana vá deixar acontecer o confronto de 2 campeoes, nao tem por que queimar uma estrela atoa. Vide o caso do Aldo e Petis, onde a luta ia acontecer, dai o Pettis virou campeão e tudo mudou de figura…. por isso que o GP é o mais justo pois se quiser entrar vai enfrentar todo mundo q tiver pela frente e nao tem chororo de venda de PPV ou qualquer coisa…. infelizmente agora nada disso vai fazer mais sentido, com esse problema de doping acho muito dificil ele voltar a lutar novamente. so nos resta torcer!

  • Carlos Montalvão

    Silva x GSP é uma boa, mas o canadense não tem bolas pra aceitar isso (não tem como não lembrar do Nick Diaz zoando o cara na coletiva do The Time Is Now haha). Faria:

    Anderson Silva x Tim BEBÊ CHORÃO Kennedy
    Tyron Woodley x Carlos Condit 2
    John Lineker x Eddie Wineland/Mitch Gagnon
    Miesha Tate x Alexis Davis

  • Weslei Alvarenga

    O Anderson tem 4 opções : Se aposentar por influencia dos filhos, pegar o 2º bloco do top 15 dos médios, subir pros meio-pesados ou superlutas.
    Pro Thales é uma boa o Mousasi ou o Chorão Kennedy.
    Seria interessante pra mim ver Iaquinta x Masvidal, desde que o Iaquinta aceite lutar em Abril pra substituir o Henderson.
    E pra mim a luta perfeita de estréia do Lineker nos galos, é contra o Joe Soto, um ex-desafiante recente na categoria, já tem nome e é do tamanho do brasileiro ( Soto pra mim é peso mosca, ele é pequeno ao lado do já anão Dillashaw )

  • bedotRJ

    – Anderson vs GSP: cogitada há tempos, especialmente pelo staff do Anderson, essa luta nunca me despertou interesse que não fosse no formato de uma superluta valendo o cinturão dos médios. Como ambos deixaram de ser campeões, a luta só poderá ser mesmo no formato do que chamo de “amistoso de luxo”. Mais ou menos como foi a luta contra o Diaz. Se o Anderson insistir nesse tipo de disputa, contra lutadores de categorias inferiores, ficará meio claro que ele não almeja mais nada no peso-médio. O foco será encher o bolso e buscar a aposentadoria com os menores riscos físicos e materiais possíveis. Sou contra. Gostaria que o Anderson mantivesse uma pegada de competição na carreira, enfrentando alguém da sua categoria antes de ganhar um novo title-shot. Vale o Philippou, o Kennedy e o vencedor de Bisping vs Dollaway. Quanto ao GSP, sem obstáculos: volta pegando quem estiver com a cinta dos meio-médios. E se começar a achar que a turma da 77kg tá muito grande, ainda dá prá buscar o cinturão dos leves.

    – Woodley vs Condit 2: acho que não faz muito sentido uma revanche da última luta do Condit. Também não vejo assim tão poucas opções para o Woodley, por mais que ele seja o nº 3 vindo de uma vitória sobre o nº 4. Ele está 5-2 no UFC, com duas sequências de 2-1. Pode pegar outro top10 que venha de vitória sem que isso seja injusto. Há várias possibilidades: Matt Brown, se vencer o Hendricks, ou Demian, se vencer o LaFlare. Quanto ao Condit, que tá numa sequência 1-3, já deveria estar numa posição mais baixa no ranking. Se fosse prá ele fazer uma revanche, acho que faria mais sentido contra o Nick Diaz. Outra opção seria o Saffiedine, que também vem de derrota. E talvez até alguém de fora do ranking, como o Lorenz Larkin que estreou muito bem na 77kg. Condit precisa melhorar o currículo recente.

    – Iaquinta vs Nate Diaz: gostei desse casamento. Diaz tá em 14º no ranking, tem nome, mas vem de derrota. É uma opção interessante prá testar esse novo Iaquinta que vem babando nas últimas 3 lutas. Outra opção, caso o UFC prefira preservar o Diaz prá algum main-event de Fight Night, seria o vencedor de Adriano Martins vs Khabilov (o russo é rankeado em 15º). Quem sobrar, além de entrar no ranking, poderia ser jogado aos leões na sequência.

    – Thales vs Mousasi: perfeito. Na minha opinião, o Thales deveria passar Kennedy, Bisping e Dollaway, ocupando a 8ª posição no ranking. Uma luta com o Mousasi, que tá em 7º, seria até óbvia.

    – Pitbull vs Dong Hyun Kim: como é ex-contender e ganhou de um rankeado, o Pitbull deve figurar no próximo ranking. Kim tá rankeado (em 10º), mas vem de derrota. Prefiro que o Pitbull pegue algum outro que venha de vitória, podendo ser o vencedor de Demian vs LaFlare ou o vencedor de Ellenberger vs Koscheck. O Kim pode pegar o Saffiedine ou o próprio Jordan Mein.

    – Gastelum nos médios: de 5 lutas na WW, essa foi a segunda que o Kelvin teve problema com peso. Acho que ainda não seria a hora de um ultimato prá ele subir pros médios. Caberia mais uma chance, que poderia ser contra o Condit ou contra o Gunnar Nelson. Mas caso ele seja mesmo obrigado a subir, não veria necessidade dele pegar um rankeado. Talvez um ex-contender como Alan Belcher ou alguém que venha numa boa sequência como o Caio Monstro, Magnus Cedenblad ou Derek Brunson.

    – Lineker nos galos: esse tem que subir mesmo, na marra. Qualquer um dos rankeados no top10 seria ótimo prá ele. Priorizando quem venha de vitória, um duelo brazuca contra o veterano Johnny Eduardo me parece uma boa opção.

    • Carlos Montalvão

      St-Pierre tá gigante, não sei se conseguiria cortar para os leves não hehe, seria mais negócio se aventurar pra cima no 84

      • bedotRJ

        Atualmente, o físico dele é ideal mesmo para os leves. Ele tem boa envergadura, mas é relativamente baixo, apenas 1,77cm. Com essa estatura, mesmo na categoria dele, só os caras com muito punch estão conseguindo se manter no topo. O GSP tem todas as outras armas, mas não tem punch. Tenho cá prá mim que uma das coisas que o levou a dar uma parada na carreira, além da pressão pelos resultados, foram as porradas duras que ele estava recebendo de caras nitidamente mais fortes – ele começou ate a lançar suspeitas sobre a ‘limpeza’ desses atletas. GSP derrotou Condit, Diaz e Hendricks com as armas e o talento de sempre, mas começou a sair com a cara bem amassada. Acho que ele notou uma queda na superioridade atlética que tinha quando enfrentava a linha de frente anterior (Hughes, Serra, Fitch, BJ). Por isso que o ideal seria baixar pros leves, que é onde lutam hoje a maioria dos atletas com o biotipo similar ao dele.

  • Pedro Duarte

    Aliás, se sair a confirmação de Mayweather x Pacquiao, as chances de GSP x Anderson acontecer aumentam consideravelmente. O duelo entre os boxeadores seria facilmente uma das lutas mais vendáveis de todos os tempos e vai ofuscar tudo o que o UFC tem a oferecer. Em pleno momento de expansão e mesmo com um 2015 aparentemente promissor, seria uma facada certeira no peito do Uncle Dana ver o quanto de atenção o boxe pode trazer reunindo esses dois. E pra fazer frente, só GSP x Anderson mesmo. Acho que o chefão venderia até a mãe pra fazer essa luta acontecer.

  • Davi Sean Ribeiro

    Pra mim faria
    Silva vs Moussassi
    Ia quinta vs Cerrone
    Leites vs vencedor da próxima luta de Romero
    Pittbull vs erick silva

  • Hugo F. Camargo

    Anderson Silva deve se aposentar. Não tem mais a motivação suficiente para estar ali no octógono e enfrentar meses de privação em camps. Aliado a isso, alguns fatores:

    1 – A lesão não foi realmente testada. Tá bem? Aparentemente, sim. Mas chutar contra Nick Diaz não atesta tanto assim. Pra quem considerou a última luta um “teste’ para deixa-lo à vontade, repensem. Ele topou o desafio por não querer se aposentar com aquela lesão, e enfrentou alguém que mesmo na melhor noite não poderia inventar um nocaute ali. Luta segura, mesmo para os que consideram a exibição do Diaz melhor que o esperado.

    2 – A idade chegou. Junto com ela, o fantasma da aposentadoria e o receio de ter o mesmo fim que vários campeões, que por alongar demais a carreira acabaram encerrando suas histórias gloriosas em meio à derrotas por nocaute em situações que não aconteceriam antes. Taí o Iceman e mais alguns outros para assombrar a decisão de Anderson Silva de continuar. Podem ter certeza que tanto Anderson Silva como seu time pensam nisso, não é só a questão da família (embora isso também influencie, e muito).

    3 – Não tem para onde correr. A categoria tá dura e quase todos top 10 seriam testes duríssimos. Cinturão, esse ano, nem pensar. Ainda mais contando que o campeão, devido suas lesões, vai lutar quase de dois em dois anos e vai ficar sempre por isso mesmo. Alguém acredita em Anderson Silva ainda lutando com 42 anos? Eu não. Alguém acredita em Anderson Silva enfrentando Jacaré, Machida ou Belfort? Eu também não. Não faz sentido lutar contra CB Dollaway, César Mutante, Bisping ou Muñoz também…

    Então é isso. Obrigado, Anderson Silva! Amado ou odiado, você com certeza proporcionou a todos os fãs de MMA momentos especiais que não se repetirão. Aposente-se e vá curtir sua família. Great times are coming.

  • Junior

    Não duvido do Anderson disputar o cinturão antes do Belfort, Dana normalmente não reage bem á negativas, anotem…

    • Bruno Goes

      Também não duvidaria. Acho que o maior empecilho pra isso acontecer é mesmo a vontade do Anderson, como o Renato falou no texto. Certeza que se o Anderson tivesse respondido ao Joe Rogan que seu próximo passo seria buscar o cinturão, o careca já estaria marcando essa luta, e passando o Belfort pra trás.

  • Rodrigo Purgato

    Sinceramente, relutava em acreditar, mas o último UFC me deixou com a pulga atrás da orelha, em relação a lutas combinadas… O que foi aquilo? Para quem tirou gigantes (comparados ao Diaz) pra nada, como Griffin e Bonnar, aquela omissão em acabar logo com aquele paspalho me deixou absurdamente intrigado. De toda forma, analisando friamente, teria cenário melhor para aposentadoria? Acho que não. Estou fielmente acreditando que sábado, foi a ultima apresentação do Spider no UFC. Não que eu duvide do tal telefonema do mais velho Kalyl, mas será que essa conversa não rolou antes do contrato ser assinado por ele e Diaz, que por ventura recebeu um caminhão de dinheiro pra aceitar fazer o show? Não sei. Thales para o Mousasi acho um pouco demais, o armênio está num patamar bem mais alto, talvez o vencedor de Muñoz x Carneiro seria mais apropriado. Do mais, concordo com tudo. Para o Lineker uma pedreira para testa-lo: Bryan Caraway e para o Gastelum (decepcionado) Brad Tavares.

  • Naldyn Mesquita

    Pro marreta, eu daria o vitor miranda… ia chover canelada na luta.

  • Natanael Lima

    Gastelum X Lineker pela meio-pesado.

  • Yuri David

    Casa aí Jon Jones x Anderson Silva pelo posto de GOAT depois da luta contra o Johnson. Ah, esqueci, o Anderson é brotherzão dele. Tsc tsc.

    Mas falando sério essa postura de desafiar nego de 77 kg que tem uns 15 kg a menos, 10 cm de altura a menos e uns 10 de envergadura também é ridículo. Existe divisão de peso por um motivo. Ou o Anderson baixa pra 77 de uma vez ou isso de desafiar nego mais fraco é ridículo.

    Sorte que o GSP é um cara sensato e nunca vai aceitar essa loucura na 84 kg. O Anderson tem tamanho pra lutar de 93…

  • Natan Machado Fauzi

    Venho observando ultimamente a negligência que muitos estão tendo em enxergar os novos talentos, muitos estão escondidos na sombra do passado glorioso do Spider, mas se limitam reconhecerem José Aldo que com apenas 28 anos está próximo do recorde do aranha, Renan Barão com 28 anos também que tem total possibilidade de retomar a cinta, o taxado de inconpetente por nossos conterrâneos John Lineker que tem apenas 25 anos e que pra mim tem um potencial enorme como lutador (Frustrar um grande dominante do Footwork na grosseria não é pra qualquer um, “se liga Barão hahah”), e poderia citar mais alguns fora do evento como Marlon Moraes, Irmãos Pitbull e etc. Infelizmente o nosso querido Spider está ofuscando essas feras e o culpado no final de tudo é a parcela do público que não tá dando recnhecimento a quem merece, como prova disso temos os mais de 2 milhões que Spider ganhou no UFC 183 sem sequer disputar a cinta, agora me respondam: Quando que o nosso querido Scarface chegou perto disso como #2 p4p? e pra piorar digo mais, o bolso do manauara tá visando uma bomba de dindin em PPV e não é graças ao povo brasileiro e sim a um Loirinho marrento diretamente das periferias de Dublin, ACORDA BRASIL, DESAPEGA DOS BRINQUEDOS VELHOS QUE A COLEÇÃO NOVA TÁ IRADA!

  • fernando cunha

    voces falao do gps e desacreditam o velho spider ignorao seu passado e a sua carrera se por ventura o spider voltar eu sei o quanto ele vai treinar e superar seus medos esim um forte candidato a buscar seu cinturao de volta se or acaso ele retornar acreditem nos atletas brasilheros seus paga pau do caralho

  • Maldonado Pepey

    Lineker vs faber (substituindo assunção)
    Gastelum vs Caio monstro

Tags: ,