Há males… Lesão de Koch possibilita duelo épico no Rio

Renato Rebelo | 31/08/2012 às 07:30

Primeiramente, imagino que deve ser devastador para um atleta de 23 anos, no auge da forma física, perder a chance da vida por uma lesão no joelho que ainda pode o deixar de molho por um bom tempo.

Sinceramente, me solidarizo com o duro Erik Koch.

Agora, deixando o politicamente correto de lado, o card do UFC Rio III acaba de ganhar um dos duelos mais aguardados dos últimos anos – e José Aldo, de quebra, o maior desafio de sua dominante carreira.

Para você que ainda não está ciente da bomba que estourou na madrugada desta sexta-feira, Kock sofreu um acidente treinando e foi forçado a passar o posto de desafiante do cinturão dos penas para Frankie Edgar.

Quem é fã de MMA e tem a possibilidade de estar presente na HSBC Arena no dia 13 de outubro – sem terminar casamento, perder o emprego ou deixar filho desamparado-, vale o esforço.

Esqueçam coisas efêmeras como presente da namorada, roupas novas, alimentação, conta de telefone, condomínio e prestação do carro… Isso tudo pode ser pago depois.

Junte salgadíssimas centenas de reais e presencie ao vivo um dos melhores ‘’line-ups’’ dos últimos tempos, que culmina com um forte candidato a combate do ano.

O degolador da Nova União contra o coração de leão de Nova Jersey. Para mim, Aldo leva vantagem na trocação e no jiu-jítsu. Edgar leva no wrestling e no gás. Boxe técnico x muay thai agressivo, esquiva e jogo de pés x potência e precisão, quedas plásticas x defesa de quedas eficaz, campeão x ex-campeão.

Estou conseguindo esconder minha empolgação? Espero que não.

Korean Zombie levou uma furadinha de fila de leve, mas, nesse caso, é compreensível. Dana White, vingativo que só ele, ainda aproveitou a oportunidade para dar mais uma cutucadinha sutil em Jon Jones e Greg Jackson.

Obviamente, nossas últimas semanas foram duras aqui no UFC. Aí, eu venho ao escritório hoje e sou informado que o Erik Koch está machucado. Mas o Frankie Edgar, sendo o guerreiro que é, se prontificou e aceitou a luta – disse o careca.

Lutas dos sonhos geralmente ficam na nossa imaginação ou acontecem tarde demais. Que bom que Aldo x Edgar é uma exceção. Não sei por que, mas, independente do resultado, já sinto cheiro de revanche no ar…

Tags: , , , ,