Colunistas Respondem: Dos Anjos x Pettis / Jon Jones

admin | 09/01/2015 às 17:03

Nessa edição de “Colunistas Respondem”, tentaremos sanar as dúvidas dos leitores (as) Michelle SouzaMiqueias Filipe, Maximiliano Luz, Gleydson Silva, Tiago Paiva e William Amaral sobre os tópicos “Psicológico dos lutados”, “Brock Lesnar”, “Dos Anjos x Pettis″, “Empresários”, “Imagem de Jones” e “Talento fora do UFC” – respectivamente.

Vamos lá:

ALEXANDRE

Alexandre Matos: Olar Michelle. Quer tc? Sua pergunta é ótima, como de costume. Todos estes comportamentos que você citou são deploráveis. A maioria aí é coisa de bandido, não de atleta profissional. Doping é coisa de trapaceiro. São atos que deveriam ser banidos não só do esporte, como da sociedade.Respondendo à sua pergunta, acho que a psicologia é algo que todo mudo pode se beneficiar, mesmo quem não tenha comportamento anômalo. Já fui paciente, pretendo voltar a ser e acho que seria saudável a lutadores que cometem esse tipo de coisa, mas também para os que levam suas vidas dentro de um padrão aceitável de comportamento. Todo mundo tem problemas e a psicologia pode ajudar na força mental de um lutador, na autoconfiança, no autocontrole e em outros aspectos.

CARRANO

Lucas Carrano: Fala, Miqueias. Tudo bem? Primeiramente, bela contextualizada, meu velho. Quase não deixou nada pra que eu fale. hahahaha. Brincadeiras a parte, eu diria que entre todas as dezenas de vezes em que nos vimos em meio ao burburinho sobre a volta de Lesnar ao octógono nunca houve outra cujas chances fossem tão altas. E isso se dá pelos seguintes motivos: 1) existem todos os indícios partindo do próprio Brock, conforme você mesmo já descreveu. 2) seja para compensar o rombo de 2014 ou para abafar os novos escândalos, o UFC anda atirando para todo lado (conforme pudemos notar no UFC Tonight desta quarta-feira) e a volta do Gigante Albino é uma tacada mais do que certeira. Quanto à segunda parte de sua pergunta, vejo o Lesnar como uma contribuição razoável esportivamente, mas excepcional do ponto de vista comercial. Que o cara vai vender feito pão quente, não há dúvidas, e sob qualquer circunstância isso já seria ótimo para a organização, o que dirá após um ano fraco de vendas de PPV como 2014. Já no que diz respeito a sua participação dentro do octógono, beneficia o Gigante o fato dele entrar em uma das divisões menos profundas. Apesar disso, é improvável que ele faça frente aos tops da categoria, mas ainda assim pode render alguns duelos interessantes (mesmo que com certa irregularidade na balança vitórias/derrotas) contra membros do Top 10 e outros lutadores de nome forte.

RENATO

Renato Rebelo: Gleydson, fera, obrigado por participar. Aqui no Sexto Round, o Alex Davis, empresário de mais de uma dezena de atletas do UFC, já disse que, pelo fato do evento ser tão soberano no mercado, o poder de alavancagem com Dana White e sua trupe é muito pequeno. Em outras palavras, é complicado barganhar para atender os caprichos dos atletas onde a competição é apenas entre empregados – e não empregadores. Pense da seguinte forma. Por que jogadores de futebol ganham tanto dinheiro? Ora, com tanta demanda e tantos clubes brigando no mercado, se um não topa pagar o preço X, outro certamente mata no peito. Por isso é tão importante um cenário de competição entre as empresas. Voltando ao cerne da questão, o maior “produto” do MMA são os atletas, certo? Portanto, é lógico que o cara que representa o Anderson Silva, o GSP ou o Brock Lesnar será tratado com muito mais carinho pela empresa na hora de botar um estreante lá ou pedir sobrevida a outro representado, por exemplo. De todo modo, considerando que a atuação dos empresários ficará ainda mais limitada com a chegada da Reebok – já que um dos trabalhos dos caras era arranjar patrocínio-, acho que a atividade deles entra em xeque à medida que os atletas se impõe (pedindo lutas em entrevistas e redes sociais, por exemplo), aprendem a falar inglês e buscam uma assessoria jurídica para assinar contratos – foi o que o Júnior Cigano fez há alguns anos.

REZENDE

Lucas Rezende: Fala, William! Para responder sua pergunta, eu dei uma olhada no plantel dos principais eventos do mundo e, para você ver como essas divisões são rasas, só achei três nomes. Nos pesados, o único mesmo fora do radar que poderia fazer barulho no UFC seria o atual campeão do Bellator, o russo Vitaly Minakov. O rapaz tem 29 anos, invicto em 14 combates e é faixa-preta de judô e grão-mestre em sambô, sem falar que treina com Greg Jackson. Falando dos meio-pesados e correndo o risco de soar repetitivo, eu acredito no potencial do próximo desafiante ao título do Bellator, Liam McGeary. O inglês é invicto, nunca foi para a decisão e é faixa roxa do Renzo Gracie. Acho que entraria no Top 10 do UFC. Além do Liam, temos o kickboxer Tyrone Spong – que se recupera de fratura similar à sofrida por Anderson Silva– atualmente sob o teto do World Series of Fighting. O cara já treina na Blackzillians além de ter nível mundial no muay thai e kickboxing, pena que não luta MMA desde 2013. Caso desenvolvesse um pouco de defesa de quedas e jiu-jitsu defensivo, seria um enorme problema para qualquer meio-pesado.

PARANHOS

Felipe Paranhos: Sinceramente, não acredito que mude muita coisa para o UFC. Os americanos estão acostumadíssimos com astros bad boys. Suas peripécias, inclusive, são prato cheio para a mídia não especializada — o que acaba atraindo, queira ou não, a atenção de não fãs para o esporte. Basta ver que, em noticiários estadunidenses em que o MMA é relegado a último plano, como o tradicionalíssimo SportsCenter, da ESPN Internacional, a notícia do exame do Jon Jones entrou na escalada e foi o principal destaque. A curto prazo, até existe a mancha. Mas tudo isso atrai público, e o evento é bem maior do que um atleta — por maior que ele seja. Imagina quantas manchetes Bones ainda arrancará em veículos nos quais o MMA não entra. É evidente que o UFC está preocupado em não fazer o doping do Jones ganhar novos capitulos. Mas a cortina de fumaça criada pelo anúncio de um possível Weidman vs Silva 3 e os eventos planejados para as próximas semanas vão ajudar a minimizar o estrago. E aí, sobra o verdadeiro clima de reality-show que será criado com a recuperação do Jones. E isso vai acabar sendo, adivinha, bom pro Ultimate.

CAPELLI

Fernando Cappelli: Fala, Maximiliano, tudo certo? Dedé apenas deu uma opinião, ele não deve ter nada contra o Pettis. Acho que o lance de ‘jogo casar’ vai ser relativo nessa luta. O Rafael tem se mostrado sólido no striking e vem credenciado por atuações de gala nesse sentido, mas é exatamente aí (em pé) o ponto mais mortífero do Pettis. Em princípio, a tática baseada em neutralização seria o passo mais seguro para o carioca. Mas o instinto de luta atual de Dos Anjos é muito mais propício a ele querer peitar o campeão no striking do que tentar definir no jiu-jitsu, como fazia há alguns anos. Aí é que está o grande atrativo para deixar muita gente ansiosa – inclusive eu – ao pensar neste combate. Dos Anjos vai encarar um cracaço, um dos gênios do MMA moderno. Pettis está em naquela fase rara em que é difícil visualizá-lo derrotado. É o grande favorito, mas o brasileiro está no auge técnico e motivadíssimo. Quanto ao lance de ‘casar jogo’ de forma geral, pode atrapalhar qualquer um, não só tops. O MMA é um esporte multimodalidades, então não tem muito como fugir de lutadores com características muito diferentes entre si.

  • Renato Rebelo

    Sei que ele perdeu (contestadamente) pro Quinton Jackson em 2014, mas acho que o King Mo seria um top 10 bacana no UFC. Evoluindo, de repente, beliscaria até o top 5. Sem contar que o bicho é uma máquina de soltar pérolas hehe

    • renan

      A Categoria logo mais sofre por falta de desafiantes.. de repente até seria um candidato a disputa de cinturão…mas afinal,Renato,vc sabe pq o King Mo não foi pro UFC após o fim do Strikeforce…rolou treta? valeu

      • Renato Rebelo

        Ele foi flagrado no exame antidoping com drostanolona, suspenso por nove meses e, em seguida, chamou publicamente o comissário de seu julgamento na NSAC de “racist bitch”, pq o cara vez uma pergunta rotineira. Na época, acharam melhor liberá-lo do contrato.

        • renan

          Vixe,que fita errada…não tinha como se dar bem mesmo..uma pena…seria um bom ganho pro ufc, tem cara de ser bem vendável ,principalmente pela personalidade do rapaz.

        • Era uma comissária. Ficou ainda pior pro King Mo.

        • will

          #eu_não_mereço_assistir_king_mo.

        • diego rizzo

          Que falta faz um Thiago Silva numa hora dessas, irmãos. Thiago contra Rampage, King Mo, Dan Hendo, Maldonado, Ovince, Shogun, Minotouro e etc, daria lutas empolgantissimas, pelo menos pra eu que sou fã dele. Uma pena ter cabeca pequena, pois talento, o ”rei da marra” tinha. Concordam?

    • Lucas Rezende

      Meu problema com o King Mo é que ele perdeu duas vezes pro Newton e só pegou cachorro morto desde então.

    • will

      E os direitos humanos? #KingMo_não_merece_ser_espancado!

    • André Guilherme Oliveira

      No peso pesado tem o Smealinho Rama, o Steve Mocco e o Alexander Volkov. Pro meio-pesado tirando os ja citados, não lembro de ninguem.

      • Lucas Rezende

        Mocco é complicado, o cara é wrestler de nível olímpico, mas não sei se vai vingar. Já tem 33 anos, também. Rama é um bom prospecto, mas ainda é bem jovem, pode acabar no UFC, mesmo.

        Volkov é interessante, mas como o Vitaly o desbancou, dei preferência para o outro russo, haha.

        • Rafa FriAll

          É capaz de vingar por ser na categoria dos pesados, onde o nivel técnico é menor e os atletas costumam lutar até os 40 anos.

    • Rodrigo Tannuri

      Sério, Renatão? Acho que o King Mo possui um hype absurdo. Ele até tem qualidades, mas já era pra ter a cinta do Bellator. Como personagem, ele seria interessantíssimo pro UFC. Eu não curto o linguajar e modos dele, mas a galera curte. Agora, no ringue, não acho que ele conseguiria se dar bem. Não acha que ele é pequeno comparado aos demais?

    • Dan Mendes

      Eu já pensei assim, mas hoje em dia, acho que não. O cara perdeu 2 vezes para o Newton e para o Rampage. Não foi um raio que caiu.

  • Maxsupremo

    Olha esse Alexandre querendo Bate Papo da Uol com a mina huahauhauha

    Minha pergunta ficou por último 😀

    • will

      He he he… “Quer tc?” Como assim?

    • Ramon Reis

      Explica ai o que é TC.

      É teclar?

    • E rolou uma edição errada ainda por cima! Era pra ser “Olar Michelle. Quer tc?” ahaha

      • Ramon Reis

        Ô Karay o que é TC?!!!!!!!!!!!!!

        • É o que você já disse que era: “quer teclar”.

          • Ramon Reis

            Obrigado (Karay!!!!!!!!!!),

      • Junior

        kkkkkkk

    • Dan Mendes

      Alexandre entregou a idade neste momento.

    • Rafa FriAll

      Só faltou ele fechar com “Alexandre 20pegar deixa a sala”

  • William Amaral

    Obrigado, Lucas!

    • Lucas Rezende

      Disponha!

  • will

    A chance do Rafael é agora! Ele, e ninguém, tem jogo pra vencer o Khabib. É vencer o Pettis agora e depois perder o cintural pro russo. É melhor cenário possível pro Rafael.

    • Pedro Papini

      Concordo, o russo tem o jogo que o Gil tentou fazer com o pettis, é só ver se ele faz isso por 25 minutos

      • will

        Acredito que sim. Fisicamente ele muito superior aos outros da categoria. É o Cain dos Leves.

  • Vasmir Becker

    Vixe, sou fã e torço pro Dos anjos, mas creio que será igual Jones x Glover…

    • Bart Simpsons

      Ô louco! Comparação absurda essa daí. Só pra começar a conversa, o Glover nunca tinha enfrentado nenhum top 5 sequer e foi direto encarar o Jones…. enquanto isso, Rafael dos Anjos tirou pra nada simplesmente o até outro dia campeão da categoria e que antes da luta contra o brasileiro era o #1 da LW, Benson Henderson.

  • marco antonio

    Trocar com Pettis realmente não é coisa boa pra nenhum peso leve,mas com a evolução que o dos anjos tem apresentado,acredito sim que ele possa trocar de igual pra igual com o americano,claro que vai ter que ir pro “in faith” mesmo,se querer ficar trocando na longa ou contra atacando,acho muito difícil pro brasileiro.Mas vi outro dia em algum lugar ele dizendo que o jogo era não deixar o campeão respirar,que ia pressionar do inicio ao fim,então é esperar pra ver.
    Acredito que o jogo mais seguro seja mesmo o clinche e a pressão na grade,como o Gil fez,é claro que sem menosprezar o Jiu do Pettis,mas que sinceramente,nem se compara com o do Rafael,ele não vai ser tão tolo de deixar o pescoço ou braço esticado dentro da guarda do campeão.
    Rafael do Anjos está na melhor fase da sua carreira e mais uma vez entra como azarão,mas dessa vez nem tanto e tem todas as armas para “chocar” o mundo do MMA.
    Chocar aqueles que não apostam nele,porque pra mim não será surpresa nenhuma,sei não,mas o senário é o melhor possível,parece que o universo está conspirando a seu favor .

    • Nelson Junior Ticaum

      Vai precisar de mta “faith” pra trocar 5 rounds com o Pettis… Foi mal, não aguentei… hehehehe Mas apesar do Melendez ter sido afobado, mostrou um caminho, pois anulou o Pettis enquanto seu jogo funcionou. O problema é que terá de ser perfeito por 25 minutos, pois o Pettis já mostrou que não deixa oportunidade nenhuma passar, seja em pé pu no chão.

      • marco antonio

        DuViDo QuE DuRe 25 mInUtOs PrOfSsOr

      • Filipe

        Não precisa ser em 25 min. mas pelo menos em 15 e sobreviver os outros 10 🙂

  • Rodrigo Tannuri

    Pensei que o Lucas também fosse mencionar o Volkov. Ele também poderia ser uma boa adição, nem que seja apenas pra compor a categoria.

    Sobre o Dedé, não sei vocês, mas percebo que ele não curte muito o Pettis. Essa não é a primeira vez que ele vai contra o americano. Foi político em elogiar o Dos Anjos, que realmente é muito bom e tem chance de surpreender, mas a treta entre o americano e o Aldo parece ter tirado o treinador do sério. A parada é séria!

    • Lucas Rezende

      Para compor a categoria, sim, mas a pergunta era sobre possíveis postulantes ao título, por isso dei preferência ao Minakov, que o venceu.

  • Jonas Angelo

    Alexandre, sobre o preparo psicológico, falou muito bem, ótima explicação. Em todos os esportes o acompanhamento com um profissional de psicologia seria interessante e fundamental, quem tem um está um passo a frente dos demais em termos emocionais, motivacionais e psicológicos. O próprio Anderson Silva começou há pouco tempo e recomenda, e olha que a força mental do cara já é rochosa por si só. Mas ainda há muito preconceito e desconhecimento acerca, então é mais fácil ignorar, além do custo que também aumenta, visto que a organização não bancaria.

  • Dan Mendes

    Tenho um pergunta a fazer pro Alexandre Matos: ( ou alguém que manje de luta olímpica), mas nunca consigo fazer por que não utilizo muito o Facebrucson.

    O que falta para os Wrestling de auto nível da Russia, Irã, Turquia, Bulgaria etc. Invadirem em massa o MMA? É dinheiro? Reconhecimento? Mercado? Se não der para responder aqui vou tentar fazê-lo na rede social.

    • Falta o MMA ser mais conhecido na Europa, por exemplo. De modo geral o povo ainda não liga muito.

      • Dan Mendes

        Mas a possibilidade de ganhar muita grana não atiça os caras?

        • MMA paga muita grana pra quantos no mundo?

          • Dan Mendes

            Não sei, mas acredito que para mais que a luta olimpica.

          • Nesses países, eu te diria que é quase certo que não. Wrestlers russos (esses certamente), iranianos, turcos, etc. ganham salários e conseguem mais patrocínios porque a luta olímpica tem mais visibilidade que o MMA por lá.

          • Dan Mendes

            Será? Pezão que nem é campeão tem uma Ferrari, por exemplo.

            Aldo, que um dos campeões mais impopulares faz quase meio milhão por luta sem contar patrocínios e Connor. Os patrocínios chegam a esse nível lá?

          • Todo mundo que eu conheço que volta da Europa (sem ser da Inglaterra) chega dizendo que ninguém sabe que MMA existe.

          • Dan Mendes

            Lutadores ou pessoas “normais”?

  • Michelle Souza

    Alexandre,muito obrigada!!!
    Sua resposta como sempre foi muito esclarecedora.
    =)

  • mazzaropi

    Vou responder as perguntas…

    1. Os problemas são inerentes ao ser humano. Em todas as profissões existe o bom e o mau. O que acontece é que qunado o lutador é bom e faz cagada alguém passa a mão na cabeça… O ideal é deixar claro uma política educacional do esporte clara pela empresa e pelas instituições governamentais… Entretanto, na esfera judiciária as leis estão aí para serem executadas…

    2. O personagem Brock Lesnar atrai dinheiro…

    3. Empresário forte é aquela imagem marcante no filme Jerry Maguire. O cara cuida realmente do seu atleta e não age apenas pensando em dinheiro…

    4. Não sei responder…

    5. Danifica. Jones é um lutador fantástico, mas não é o maior de todos os tempos… Fedor é.

    6. Rafael dos Anjos evoluiu demais… Merece tudo que está conquistando. Pettis é demais, mas é possível vencê-lo sim… Rafael é o cara pra isso!

  • Bart Simpsons

    Sem Anderson SIlva, Anthony Pettis talvez seja hoje o cara mais impresível do UFC. É um cara que trabalha muito bem os chutes, principalmente nas costelas e na cabeça, além de ter um bom jogo de chão. Mas assim, eu acho que o Rafael Dos Anjos está um cara mais completo. É um cara que está com um bom boxe, sabe trabalhar melhor as combinações entre socos e chutes, as joelhadas voadoras foram golpes surpreendentes em suas últimas duas lutas, uma lá no queixo do Benson e outro lá no peito do Nate, além de os low kicks do Dos Anjos estarem excelentes, são verdadeiras chicotadas (Nate Diaz sofreu com aquelas patadas). O jiu jitsu do brasileiro então nem se fala, o cara foi recentemente congratulado com o terceiro dan da sua faixa preta. Sabemos que em muitos casos faixa não quer dizer nada, afinal o faixa transparente, Jon Jones, finalizou o Vitor com uma americana, mas isso é algo que ocorre na hora da luta, aqui como analisamos a teoria, então vantagem total para o brazuca. A evolução do Rafael algo impressionante, o cara se transformou de um lutador de jiu jitsu no MMA para um verdadeiro lutador de MMA,
    Luta é luta, quando a porta do cage fechar, o bicho vai pegar, mas analisando tecnica e teoricamente, na minha opinião, Dos Anjos favorito para essa disputa de cinturão.
    #WarDosAnjos, mais um cinturão para nós, brazucas.

  • Fernando

    Alguém sabe dizer por onde anda o Josh barnett?

    • Renato Rebelo

      Na msm, recusando lutas e esperando a vida passar…

      • Rodrigo Tannuri

        Esperando a vida passar soa como a morte. Seu maldoso kkkkk

        • Renato Rebelo

          Hehehe não foi a intenção

    • Lucas Rezende

      Tá vivendo a vida louca, jogando muito Magic!

  • Iago Silva

    Lucas, você não acha que o britânico Michel Paige tem chances de pintar como revelação não? Não me lembro se ele luta nos médios ou meio-pesados, mas seria uma adição interessante pra qualquer uma dessas categorias. Longilinio, boa envergadura, se movimenta bem, além de ser um excelente striker. O que você acha?

    • Lucas Rezende

      Pode ser, sim, mas ele é meio-médio, Iago!

  • Rafa FriAll

    Só acho que o UFC deveria ser ousado e ressuscitar o grande Heath Herring para a categoria dos pesados…só acho!!!

  • Quer TC foi foda..rsrsrsrs

  • Lucas Sousa

    Caraca Alexandre,como o tc rendeu comentários.

  • Malk Suruhito

    Acabo de ler que o Schaub quer recepcionar o Lesnar e falou em aposentar ele de vez do MMA. Sinceramente, pela bolsa até eu queria lutar contra o Lesnar, mas acho que se marcarem esta luta, a Ronda Rousey vai ficar viúva…

  • Milena

    E a mina esnobou o Alexandre Matos!!!!

Tags: , , ,