Por que o MMA precisa de mais Donalds Cerrones

Felipe Paranhos | 06/01/2015 às 21:33

Dois dias após dominar Myles Jury no UFC 182, Donald Cerrone aceitou enfrentar Ben Henderson no Fight Night 59, que acontece no dia 18, duas semanas após sua última vitória.

Esse é corajoso.

Cerrone bicando Jury no final

Cerrone bicando Jury no final

Em pouco menos de 4 anos, Cerrone vai fazer a 17ª luta no UFC — uma média de um combate a cada 84 dias. Pra se ter uma ideia, veja quantas vezes cada leve do top-10 do Ultimate lutou nos últimos 48 meses.

1. Khabib Nurmagomedov | 9
2. Rafael dos Anjos | 11
3. Donald Cerrone | 16
4. Gilbert Melendez | 6
5. Benson Henderson | 11
6. Edson Barboza | 9
7. Eddie Alvarez | 6
8. Myles Jury | 7
9. Bobby Green | 11
10. Josh Thomson | 5

Por essas e outras, Cerrone é tudo o que os fãs de MMA querem de seus lutadores preferidos. Menos escolha de adversário — alô, ex-campeão dos médios —, mais vontade de entrar na porrada.

Afinal, trata-se de uma modalidade de prize fighting. Luta-se por dinheiro, e quanto mais se luta, mais se ganha.

Eu estava no meio do caminho pra casa quando Dana me ligou dizendo algo como ‘não é que eu realmente queira que você aceite a luta… Mas eu tenho uma oportunidade pra você'”, contou Cerrone ao MMA Fighting.

Bendo atacando Cerrone

Bendo atacando Cerrone

Entendo que os hábitos do Cowboy sejam caros, mas quantos outros atletas têm gastos exorbitantes em sua vida pessoal?

Quantas estrelas do UFC bancam festas mundo afora com o dinheiro que ganham? Num universo de 500 lutadores, há muitos outros cujo custo de vida é alto.

Ainda assim, ninguém se dispõe a fazer o que faz Cerrone. A decisão de substituir Eddie Alvarez na luta contra Bendo é a prova maior disso.

Não é que ele aceitou enfrentar um Vinc Pichel da vida com 13 dias de antecedência, depois de encher a cara de Bud Light por duas noites consecutivas.

Ele assinou para enfrentar Ben Henderson, ex-campeão da categoria. Vejam bem: Cowboy está a uma luta — ou a uma nova contusão de Khabib Nurmagomedov — de um title shot.

O cara poderia tranquilamente esperar um pouco, tomar mais uns engradados, relaxar durante dois meses e só se ligar novamente em MMA quando Rafael dos Anjos tentasse tomar o título de Anthony Pettis em março.

(Vale lembrar que Bendo já bateu Cerrone duas vezes – no WEC 43 e no WEC 48– tendo sido, inclusive, o único homem a lhe finalizar em 32 lutas profissionais).

Mas não. O sujeito pegou outra luta.

Quem já acompanhou um camp sabe como um lutador sofre e como o combate é o clímax físico e psicológico do corpo, que foi levado ao extremo durante três meses.

É por isso que o ‘sim’ de Cerrone é uma temeridade a longo prazo, mas é também, sem dúvida, digno do mais profundo respeito de quem gosta de esporte.

Acho que eu poderia descansar como qualquer outro lutador, sentar e esperar. Mas eu não sou qualquer outro lutador”, disse o Cowboy.

Não é mesmo.

  • Marcelo Siedler

    A pegadinha com o AS é desnecessária, contextos totalmente diferentes. Agora se quiser “ter exemplos” tem vários por aí escolhendo lutas

    • ilton souza

      Pelo contrário, a referência implícita vem bem a calhar, não existe coisa mais chata do que ver o AS, um dos maiores de todos os tempos, o lutador mais foda em habilidades, todo momento negando luta, não tomando posição.

      • Rafa FriAll

        Isso vindo do cara que disse uma vez que era só bater o peso e cair para dentro.

    • Rafa FriAll

      O campeão é o unico lutador que não deve escolher lutas. E AS é o mestre em escolher lutas ou ficar enrolando para defender seu cinturão.

      • Marcelo Siedler

        Rafa vou discordar, não sou advogado de ng mas penso que o AS lutou contra TODOS desafiantes da divisão dele, com quem ele não lutou? Teve umas quantas vzs que ele se fez pra pegar o Sonnen e tal mas não seremos ingênuos que tinha era negociação no meio, e se formos considerar o momento atual (já que o post é de ontem) o cara tá com 40 anos e tem muito campeão que está sempre palpitando sobre adversário, inclusive seu “sucessor” mas com ctz citar outros n tem o mesmo. Um abraço.

    • Felipe Paranhos

      São diferentes mesmo. O contexto do Anderson era MUITO mais confortável, e ele dizia que queria enfrentar o CUNG LE ou o RICH FRANKLIN. Piada, sobretudo pra um cara apontado por tanta gente como maior da história e tal.

      • Marcelo Siedler

        Felipe discordo, o AS falou cung le (ou foi o Joinha pensando no retorno $$ dessa luta ?) mas como eudisse lutou contra todos contenders da divisão e lutou pelo menos 2 x por ano de 2006 à 2013 sem deixar a fila parada o que está bem difícil de acontecer com os campeões atuais do ufc. Pode n gostar das declarações dele e do discurso falso, eu tb n gosto e com essa parte eu concordo com as críticas, mas isso n tem nada a ver com o cenário proposto do Cerrone e discordo também do cenário mais confortável, o Cerrone é franco atirador e n tá nem aí pro que vem pela frente. é claro quesinto falta de ver atletas mais “tradicionais” lutando com mais frequencia no UFC e volto a frisar que só achei a referência desnecessária e velha. Agora quando ele parar de lutar vai faltar de quem falar. []’s

  • Marcelo Siedler

    E se o camp é duro esse aí nem faz camp, sai de uma luta pra outra heeh

  • João

    Durante as vitórias do Cowboy, vi muita gente subestimando ele, inclusive os jornalistas aqui do site. Dizendo que ele nunca teria uma chance de Title Shot e desvalorizando as vitórias dele, como se não fossem nada. Bom texto.

    • Renato Rebelo

      Opa, cite nomes! Que a chance de title shot não existia em dezembro (eu disse isso) era verdade. Tinha Khabib na frente, Rafael x Nate (ambos já o venceram convincentemente) e o campeão o nocauteou no primeiro round. Isso não é subestimar, é constatar fatos. No momento, as chances de title shot, inclusive, são menores ainda pq ele será zebra contra o Bendo – que já o venceu duas vezes e tá treinando há meses. Nada disso, no entanto, diminui o baita lutador, baita personagem e baita coração que esse cara tem. Virou um dos meus lutadores favoritos.

      • Diego Cavera

        Cerrone é foda demais, um dos meus preferidos tbm, a parte técnica, sempre empolgante, luta direto, as as atitudes, eu ao contrário de muitos simpatizo com o lance das caçadas e rodeios, pelo menos aqui no interior é quase uma tradição, fora as extravaganzas, esportes radicais, coleção de motos, o cara é doido, já pegou a Britney Palmer( ainda que a minha preferida seja a Jade Bryce hehe), mas é bem possivel o tiro pela culatra, uma preparação bem adequada pra um adversário tão dificil, mas ele nem liga mesmo, mas vai ser um lutão, e pela primeira vez vou torcer contra o Bendo, pela circunstância.

      • João

        Entendo a sua opinião, só acho que no MMA não funciona assim. O cartel e as últimas derrotas não importam se o cara vem de uma boa sequência de vitórias assim como o Cerrone vem fazendo. Vai ser bem difícil passar pelo Ben Henderson, mas se o Cowboy conseguir acho difícil não receber o title shot.

        • Renato Rebelo

          João, discordarmos, mas entendo e respeito sua colocação. MMA é ponto de vista e, no final das contas, vc pode mt bem estar certo e eu errado = )

    • will

      Ele fraco mesmo. Só ganhou de barangas. Perdeu pro Nate, Pettis e pro Rafael. E o Khabib arrebenta esse coitado sem dificuldade.

  • Rodrigo Tannuri

    Com essa escolha, Cerrone, a meu ver, mandou bem e mal. Bem, porque, sem dúvida, ganhou ainda mais moral com os fãs e com o UFC. Ele realmente luta com qualquer um e a qualquer hora. No entanto, pra sua carreira, não creio que a escolha tenha sido boa. Sim, sabemos que ele é fominha, mas creio que ele repita o erro de 2011. Na ocasião, estava enfileirando a galera e parou em Nate Diaz, consequentemente, perdendo a chance de lutar pelo cinturão. Agora, o cenário é o mesmo ou até pior, já que podemos dizer que há sim uma freguesia. Esse momento de confiança (Cowboy em alta e Bendo em baixa, após ser nocauteado), até pode ser um fator interessante, mas o ex-campeão não deve ser ignorado, afinal é um dos maiores de todos os tempos da divisão ou até mesmo o maior. Eu, particularmente, gosto de ambos, mas não consigo torcer contra o Bendo. Preferia vê-lo contra o Alvarez, mas, felizmente o evento foi salvo. Aliás, mesmo antes da mudança, o co-main event já era a verdadeira luta principal desse show.

    • will

      Pense pelo lado positivo. Uma vitória do Bendo põe ele na fila do cinturão de novo. Também gosto dele, acho um lutador completo

    • Felipe Paranhos

      Acho difícil que o Cerrone tenha aceitado essa luta sem uma grande garantia — seja financeira, seja esportiva.

  • Matheus

    Cerrone é o cara! Não tá nem ai pra própria imagem ou carreira. Só quer sair na mão e recolher o cheque. Respeito!

  • Rafael Cunha Caroline Reis

    Esse é o cara!

  • Guest

    Rafael é o PRIMEIRO do ranking!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • emelianenko

    Cerrone mesmo já disse que o mais importante pra ele não é o cinturão , acho que o lance dele é lutar e pegar o cheque, ganhou ainda mais meu respeito aceitando essa luta porém acho que ele vai deixar o TS escapar das suas mãos , por mais que o Bendo venha um pouco abalado por ter sofrido aquele nocaute pro Dos Anjos acho que ele consegue amarrar o Cerrone e levar uma vitória por UD .

  • Italo Soares

    Jon Jones caí no teste antidoping para Cocaína,o quanto isso poderá prejudicalo?
    e a categoria,o que afeta nela??

    • Renato Rebelo

      Texto do Lucas Rezende sobre o assunto no ar amanhã, irmãozão!

      • Rodrigo Muringa

        Renatão, logo de cara o que fica nítido é o tratamento diferenciado que Dana está dispensando a Jon Jones, pegando bem levinho com o campeão. Isso pode abrir um precedente muito perigoso para o esporte. Mas amanhã a gente explana mais!! abs

        • Renato Rebelo

          Concordo em partes, irmão, mas amanhã a gente leva esse debate pro texto do Rezende hehe. Abs.

    • mazzaropi

      Eu adianto… Se a comissão fizer vistas grossas e não punir Jones mostra o quão pífia é profissionalmente, mas se agir corretamente, punindo, julgando coerentemente, Jones como primário não terá agravantes, porém perderá o título para o novo campeão da categoria Cormier…

      Gustaffson ou Jonhson podem ser os futuros desafiantes ao cinturão e Jones mais tarde poderá entrar na disputa novamente depois da limpeza.

      • mazzaropi

        A Comissão estará numa sinuca de bico, pois ainda tem o caso do Wand numa aparente insolubilidade… Pra quem não acompanhou o caso Wand que se negou a fazer teste antidopagens e foi banido do esporte. Wand foi banido mesmo sendo primário e Sonnen pego pela segunda vez não foi… Pau que bate em Chico não bate em Francisco!

      • Leo Ferreira

        Sabe o que vai acontecer? NADA, não vai mudar absolutamente nada, já sabiam desde 23 de dezembro e se algo sério fosse acontecer, Cormier teria disputado a cinta contra Gustavão sábado passado. É revoltante, mas é a realidade. Só que o que mais revolta é a postura do UFC, se a politica de comportamento que eles impõe aos lutadores fosse aplicada com seriedade, afinal, se o exemplo tem que vir de cima, ele deveria perder o cinturão e ficar afastado por no minimo 12 meses e poderia até disputar o cinturão no dia seguinte ao termino de sua suspensão… Mas é a aquela historia, o dinheiro fala mais alto que qualquer postura ética, lei e o escambau…
        Isso mostra que o lutador pode usar a droga que for, só não pode ser testado positivo no dia da luta e foda-se o resto…

  • Thiago Arruda

    Se eu fosse o Dana, msm se Cerrone perder, dava o TS a ele, só por essa mitagem

    Cerrone, na minha opnião, merece mais um TS do q o Khabib, tomara q vença

    • Felipe Paranhos

      Eu também daria. Mesmo que depois do Khabib. Mas garantiria a chance.

  • Rafael Conto

    Quando foi que o AS escolheu lutas?? Contra GSP ou Jones?? Ai não vale certo??
    Quero ver se o Cerrone fosse o campeão e iria se expor desse jeito, acho que ele conhece o limite dele e sabe até onde ele consegue chegar na categoria, claro que tem o meu respeito, mas são assuntos diferentes…

    • Felipe Paranhos

      Anderson e seu empresário plantaram, algumas vezes, o desejo de enfrentar gente como Cung Le ou Rich Franklin, que obviamente seriam destroçados pelo campeão. Se isso não é escolher adversário, não sei o que é.

  • Não entendo essa mania quase patológica que alguns colunistas de MMA tem de alfinetar o Anderson, eu hein.

    • mazzaropi

      Puro recalque… kkk!

      • Junior

        Eu não acho o Anderson essa coca-cola toda que vendem ele, pra mim nunca foi o maior do esporte como declaram por aew, mas que ele e o Belfort tem uma turma recheadaa de haters na imprensa de MMA tem muito, ah se tem…heehe

    • will

      O Anderson é um cara família, talentoso e com a cabeça no lugar. Apesar disso não acho que seja o melhor. Realmente ele é muito perseguido.

    • Felipe Paranhos

      Cara, não sei os outros colunistas a quem você se refere, mas eu critico todo mundo que eu acho que tá errado. Brasileiro ou estrangeiro. O Anderson é um monstro. Mas as atitudes que acho bobas eu critico, ué. Que que tem?

      • Olá Felipe, devo dizer que seu texto é excelente, o personagem perfilado é ótimo, Donald Cerrone é um dos caras mais divertidos de se ver lutando no MMA atual, só achei, como muitos aí nos comentários, que a menção velada ao Anderson Silva foi desnecessária, muito comum a vários entendedores das artes marciais mistas, sobretudo no Brasil, onde a implicância com o cara é maior. Jon Jones recusou uma luta com um adversário infinitamente inferior, dando assim o primeiro cancelamento de um evento do UFC, e não houve nenhuma referência ao seu nome, não sei se é prática recorrente sua, até porque não li ou não lembro de outro texto seu, mas essa é a minha visão do assunto, que que tem?

  • mazzaropi

    Eu admiro caras assim, ao mesmo tempo fico pensando na importância do descanso curativo de lesões e recuperação general da saúde…

    • Antigamente(até a época do PRIDE e DREAM), existiam campeonatos que os caras lutavam 3x numa noite. Época boa que não volta mais. No mais, War Cerrone.

  • Bart Simpsons

    Se o Cerrone realmente ligasse para o cinturão, ele aceitaria o pedido de Cerrone para lutar no UFC 186. Seria muito melhor, pq é o seguinte, se o Cerrone ganhar do Bendo, o Khabib vai continuar na frente dele para disputar o cinturão, o cowboy vai continuar tendo que esperar a vez do russo. Benson é um adversário perigoso, pode fazer o cowboy se distanciar do título. Já se ele enfrentar o russo, o adversário é mais complicado, mas uma derrota pelo menos seria para o adversário certo, uma vitória e o cowboy será o proximo a lutar pelo cinturão. O cowboy tá confiante, ele quer enfrentar benson, vencer, e depois pegar o russo, mas o tiro pode sair pela culatra. Agora, sabemos que o cowboy quer é dinheiro, então foda-se esse papo de cinturão, ele quer uma luta todo mês.

    • will

      Não existe a menor possibilidade dele vencer o Russo. E o Bendo é favorito. O Cowboy ta certo, tem que lucrar enquanto ta na mídia.

      • Bart Simpsons

        Esse negócio de menor possibilidade é bem papo furado, isso não existe. Pode ser complicado p Cerrone, isso é, mas se ele ligasse p cinturão, era essa luta que importaria.
        Sobre Bendo ser favorito, eu não teria tanta certeza. Bendo perdeu o cinturão perdeu o cinturão para Pettis, depois venceu uma luta contra Josh Thomson, um dos maiores garfos da história, depois venceu o Rustam Khabilov, luta que o russo encontrava-se lutando bem, estava no momento até melhor do que o Benson na luta, mas vacilou e foi finalizado. Por último o Benson foi tirado pra nada pelo Rafael Dos Anjos. Enquanto isso, o Cerrone venceu suas últimas 6 lutas, sendo que entre eles teve Edson Barboza, Jim Miller, e mais recente passou o carro em Eddie Alvarez e Myles Jury, dominando estes dois últimos completamente. Então, mesmo tendo perdido já duas vezes para o Benson, dessa vez a história é completamente diferente.
        Lembrei da trilogia Wanderlei Silva vs Rampage Jackson. Wanderlei venceu as duas primeiras quando vivia seu auge no pride. Depois, quando teve a terceira, a situação era completamente diferente, Wanderlei já estava decadente, inclusive a derrota para Rampage na época foi a quarta nas últimas 3 lutas (wand ainda perderia para rich franklin depois, alcançando 5 derrotas em 6 lutas), enquanto Rampage vivia grande fase, inclusive a vitória contra Wand chegando a ser a sétima em 8 lutas. Os números das duas situações (wand vs rampage e benson vs cowboy) não são comparáveis, mas as situações em si sim.

      • Bart Simpsons

        Só analisando tecnicamente, O Cerrone é bem melhor striking do que o Bendo. No jogo de solo eles se equivalem. O que o Benson poderia levar vantagem era no seu jogo de luta olímpica, mas essa vantagem o Eddie Alvarez também poderia se aproveitar dela e não conseguiu quedar o cowboy nenhuma vez. Além da fase do cowboy estar muuuuito melhor do que a do Benson. Como eu disse no comentário anterior, dessa vez se o benson quiser sair com a vitória vai ter que lutar demaaaaaaais,

  • Vitor Torre De Avila

    Completamente sem importancia….
    Mas o Cowboy é patrocinado pela Budweiser não? Tava com as garrafinhas tomando na ultima Press Conference inclusive….Acho que não ia tomar Bud Light não…..kkkkkk

  • Bart Simpsons

    Sobre a piadinha com Anderson Silva, poderia colocar também “.. alô campeão cheirador de pó da LHW…”

  • Andre Nishimura

    ídolo !!! … sem mais !!!

  • Lero

    Ta ótimo para o Cowboy, já treinou bem e fez um sparring maneiro de três rounds com o Jury.

    Tem cheiro forte de Spiderzete aqui nos comentarios do Sexto Round.

    • Jonas Angelo

      Para alguém que se declarou ‘”Fedorzete” recentemente, soa meio incoerente, não acha?

      • Lero

        O senhor pode falar mal do Fedor se quiser; Eu vou dormir igual de tranquilo nas noites. Agora as spiderzetes aqui no site estão precisando uma creme para a irritação.

        • Jonas Angelo

          Entendi a sua crítica meu caro, mas convenhamos que Spider está mais na Vitrine do que Fedor, e aí está a a grande diferença.

          • Junior

            Anderson tá ativo e o povo brasileiro em geral é especialista em depreciar seus ídolos, eu acho que o Anderson foi um pouco supervalorizado principalmente pela rede Globo que declarava ele como o maior lutador da história,e isso ele não é, ele é dos maiores sim, ponto. mas ao mesmo tempo que o brasileiro é passional positivamente também é negativamente, bastou o cara perder 2 lutas, uma na qual ele quebrou a perna, todos os feitos dele foram pro lixo pra alguns, isso que é triste no Brasil.

        • hahahahahahahaha

        • will

          He He He …. Fedorzete é um nome terrível!

  • Malk Suruhito

    Tirando a parte de amar participar de Rodeios, o Cerrone é realmente foda.
    Quanto a parte do “ex-campeão dos médios”, lembro sim do Anderson ter se negado a lutar contra o Sonnen novamente e o Weidman, e preferir lutar com o Cung Le e GSP. Só que ele lutou com o Sonnen as 2x, lutou com o Weidman e perdeu, ou seja, “escolha” mesmo não houve.
    Jon Jones também não queria lutar com o Glover, nem fazer revanche com o Machida e o Gustaffson. Acabou lutando com o Glover, Gustaffson tá na fila até agora e o Machida cansou de esperar. Mas nunca vejo ninguém falando que o Jones escolhe suas lutas. Anderson não tem culpa se os Tops da categoria dele eram menos Tops que as do Jon Jones…

    • Felipe Paranhos

      O Gustafsson não enfrentou o Jones porque era interessante segurar o sueco como futuro desafiante, não porque o Jones quis.

      • Malk Suruhito

        Jones declarou após a luta que achava bobagem revanche, pois ele tinha vencido claramente, o que fez inclusive o Gustafsson sair do Fairplay que ele estava para desafia-lo mais ainda. E ele pediu o Glover, que ele antes mesmo disse que não via nada demais “um Rampage com mais graping”.
        Não digo com isso que o Jones correu de alguma luta, mas disse com quem queria e com quem não queria lutar.

      • Marcelo Siedler

        Na verdade o sueco se machucou quando da revanche e só aí entrou o Cormier, não foi para segurar o sueco.

  • Junior

    Ele não quer saber de ranking, TS, gerenciamento de carreira e essas coisas, ele sobe lá, troca umas porradas e pega uma grana pra curtir a vida, nesses tempos de MMA tão sério, é bom ter essas figuras carismáticas como o Cowboy
    E ele vai vencer Bendo, podem escrever.

  • Franklin Stein

    Excelente texto!! e apesar das estatísticas do estilo de vida, desejo vida longa e próspera ao Cowboy!!

  • William Amaral

    Dana White, mude a luta principal!! rs

    McGregor x Siver não dura nem um round, pow. Precisamos de 5 rounds de Cerrone x Bendo

    • Cerrone já deve virar o fio em 3 rounds, imagina em 5 hahaha

      • William Amaral

        Será que a resistência dele vai cair mt? Tô apostando no coração do cara pra que haja uma luta empolgante… De qualquer forma, se ele tiver mesmo essa dificuldade, deve partir que nem um louco pra definir, o que também me agrada.

        • Acho que vai cair sim, mas apostar no coração do Cerrone é sempre válido. A parada é que ele não vai lutar contra um bunda mole qualquer. Eu já apostaria no Henderson em condições normais, com os dois em camp completo.

  • André Guilherme Oliveira

    Cerrone mandou bem demais com essa. Ganha mais fãs, notoriedade, respeito com os seus empregadores e a chance de se vingar do Bendo.
    Agora, o que me intriga é o seguinte, vindo de uma luta aonde não sofreu muitos danos, o normal é a suspensão de 15 dias sem contato, isso conta somente como recomendação ou é algo a ser cumprido pelos atletas ?
    Alem disso, fazer um segundo corte de peso no mesmo mês, ele deve entrar bem mais leve que o Bendo ou é capaz até de não bater o peso, o que isso implicaria para ele ?

  • Impossível alguém que acompanha MMA não ser fã desse cara..
    Exemplo de lutador
    Nunca o vi chegando numa luta mal preparado ou acima do peso
    Pega qualquer pedreira quando for e nunca faz luta ruim

    Showrrone

  • Jorge Anderson Winchester

    falou mal de AS a galera pega ar…
    Cerrone dentro do 8 é mito! se não fosse as escolhas fora do 8 ele seria unanimidade!
    ps: uma pena que essa luta é 80-20 pro Bendo…

  • Malk Suruhito

    Numa época em que lutadores vem a público reclamar que recebem pouco do UFC, tendo alguns inclusive iniciado um processo múltiplo, Cerrone dá um recado e exemplo a todos: Cheio de dívidas e precisando de grana, ao invés de chorar e pedir mais dinheiro, ele pede mais trabalho. E dá conta de tudo que jogaram para ele de forma primorosa.
    Este acho que é mesmo o maior exemplo do Cerrone citado no texto: que os outros lutadores corram atrás de mais lutas e mais bonus do que simplesmente de uma maior bolsa.

    • will

      E a segurança do trabalhador? E o bônus de hora extra? E o adicional noturno? Insalubridade? Periculosidade? O contra cheque do Cowboy deve ser alto esse mês !

    • Felipe Paranhos

      Nem sei se ele continua precisando de grana. E se de fato algum dia ele esteve mesmo cheio de dívidas. O Cowboy é um brincalhão.

  • will

    É inacreditável como a comissão atlética americana permite que um cara lute 2 vezes em um mês! E a integridade física de atleta? É um esporte em que o risco de morte é alto. Esse rapaz pode apagar no meio da luta e morrer com um golpe traumático! Ele é um ser humano e não um galo de briga. Cadê a Mario do Rosário numa hora dessas?!

    • Raphael Seiji

      Will, você é a figura mais hilária do 6R, disparado HAHAHAHAHAHAHAH

  • Fernando

    Vou discordar do texto e da maioria aqui. Para mim o Cerrone mandou mal e Dana White foi pior ainda só em propor a luta. Apesar do Cowboy ser um cara “brigador”, um ‘showman’ que adora lutar, é danoso demais para o atleta passa por um período de corte de peso com duas semanas de intervalo, sem tempo hábil para se preparar, para traçar uma estratégia de jogo, para se recuperar.

    Analogamente, no futebol, houve uma discussão parecida. Diego Tardelli, que estava na seleção brasileira, viajou do outro lugar do mundo (Cingapura), com uma diferença de fuso de 8h, para jogar as quartas-de-final da Copa do Brasil. Este saiu como “herói”. Jefferson, goleiro da seleção que estava com Tardelli, fez a mesma viajem, não jogou pelo seu time, o Botafogo, e saiu como “vilão”.

    Vejo uma tendencia de raciocínio parecida aqui. O fato de o Cerrone aceitar uma luta num tempo tão curto para sua recuperação não deveria fazê-lo de um “lutador CORAJOSO” ou herói, ainda mais em detrimento de outros lutadores que não aceitariam uma luta nessas condições. Creio que muito mais que reputação, a saúde do atleta é mais importante.

    O UFC, na figura de de seu presidente, age de forma irresponsável e leniente com a saúde de seu atleta. A organização flerta com o Circo, com o lucro pelo lucro. Dai decorre aquela discussão: MMA hoje é esporte ou entretenimento/business? – Indiscutivelmente, business. Afinal, todo esporte é entretenimento mas a recíproca é falsa. O show tem que continuar, mas não a qualquer preço.

    • Lucas Rezende

      Curti seu ponto de vista, Fernando!

  • Fernando Reporta

    Vou discordar do texto e da maioria aqui. Para mim o Cerrone mandou mal e Dana White foi pior ainda só em propor a luta. Apesar do Cowboy ser um cara “brigador”, um ‘showman’ que adora lutar, é danoso demais para o atleta passa por um período de corte de peso com duas semanas de intervalo, sem tempo hábil para se preparar, para traçar uma estratégia de jogo, para se recuperar.

    Analogamente, no futebol, houve uma discussão parecida. Diego Tardelli, que estava na seleção brasileira, viajou do outro lugar do mundo (Cingapura), com uma diferença de fuso de 8h, para jogar as quartas-de-final da Copa do Brasil. Este saiu como “herói”. Jefferson, goleiro da seleção que estava com Tardelli, fez a mesma viajem, não jogou pelo seu time, o Botafogo, e saiu como “vilão”.

    Vejo uma tendencia de raciocínio parecida aqui. O fato de o Cerrone aceitar uma luta num tempo tão curto para sua recuperação não deveria fazê-lo de um “lutador CORAJOSO” ou herói, ainda mais em detrimento de outros lutadores que não aceitariam uma luta nessas condições. Creio que muito mais que reputação, a saúde do atleta é mais importante.

    O UFC, na figura de de seu presidente, age de forma irresponsável e leniente com a saúde de seu atleta. A organização flerta com o Circo, com o lucro pelo lucro. Dai decorre aquela discussão: MMA hoje é esporte ou entretenimento/business? – Indiscutivelmente, business. Afinal, todo esporte é entretenimento mas a recíproca é falsa. O show tem que continuar, mas não a qualquer preço.

    • Marcelo Siedler

      Muito boa análise

  • Fernando Reporta

    Vou discordar do texto e da maioria aqui. Para mim o Cerrone mandou mal e Dana White foi pior ainda só em propor a luta. Apesar do Cowboy ser um cara “brigador”, um ‘showman’ que adora lutar, é danoso demais para o atleta passa por um período de corte de peso com duas semanas de intervalo, sem tempo hábil para se preparar, para traçar uma estratégia de jogo, para se recuperar.

    Analogamente, no futebol, houve uma discussão parecida. Diego Tardelli, que estava na seleção brasileira, viajou do outro lugar do mundo (Cingapura), com uma diferença de fuso de 8h, para jogar as quartas-de-final da Copa do Brasil. Este saiu como “herói”. Jefferson, goleiro da seleção que estava com Tardelli, fez a mesma viajem, não jogou pelo seu time, o Botafogo, e saiu como “vilão”.

    Vejo uma tendencia de raciocínio parecida aqui. O fato de o Cerrone aceitar uma luta num tempo tão curto para sua recuperação não deveria fazê-lo de um “lutador CORAJOSO” ou herói, ainda mais em detrimento de outros lutadores que não aceitariam uma luta nessas condições. Creio que muito mais que reputação, a saúde do atleta é mais importante.

    O UFC, na figura de de seu presidente, age de forma irresponsável e leniente com a saúde de seu atleta. A organização flerta com o Circo, com o lucro pelo lucro. Dai decorre aquela discussão: MMA hoje é esporte ou entretenimento/business? – Indiscutivelmente, business. Afinal, todo esporte é entretenimento mas a recíproca é falsa. O show tem que continuar, mas não a qualquer preço.

  • joão otávio

    Donald “the legend” Cerrone

  • Raphael Seiji

    Eu seria capaz de apostar uma grana no Cerrone, por que eu acredito que o tiro saiu pela culatra foi pro lado do Bendo.

    Explico: nem precisa falar que a confiança do Cerrone está nas nuvens, né?! Ao contrário, pessoalmente, eu vi o Bendo perdendo 3 de suas últimas 4 lutras (foi presenteado com um garfo homérico contra o Thomsom). Pra mim, o Ultimate estava entregando o Alvarez pro Menino Lobo se reposicionar na categoria.

    Mas Cowboy Cerrone irá mandá-lo pra divisão de cima depois dessa…

    • will

      Pensa comigo, se o Bendo ganhar essa luta ele volta pro topo da divisão e apaga essas últimas derrotas. O Bendo é melhor e vai ganhar essa luta. O Cowboy é muito limitado pra ele.

      • Raphael Seiji

        Na minha opinião, não existe limitação do Cowboy para com o Bendo. Massssss, aguardemos…

  • Bruno Conde

    O Cowboy é foda. Saiu um vídeo muito legal com ele contando tudo que passa pela cabeça dele da chegada no ginásio até a luta:

    https://www.youtube.com/watch?v=vFX0bfaEvsQ

  • Andy

    Cerrone é o cara.

Tags: , ,