Pensando alto: a análise informal do UFC FN 58

Renato Rebelo | 21/12/2014 às 04:58

Chega de UFC por 2014.

O último evento da maior franquia de MMA do mundo no ano vigente esvaiu-se no ginásio José Correia na noite deste sábado.

Nele, dois notórios ex-campeões retornaram à coluna da esquerda sem precisar dar trabalho aos jurados.

Além da dupla, domínio brasileiro em Barueri – enfraquecido apenas pelos reveses de Elias Silvério e Márcio Lyoto.

Bom, cortando o papo furado, eis a minha humilde leitura do que rolou de mais relevante:

LYOTOLyoto Machida x CB Dollaway

Lyoto é como Romário: só precisa de meio palmo de espaço para marcar. Ligado na fita, Dollaway garantiu que aplicaria pressão constante para não deixar o carateca raciocinar. Acontece que dito é mais fácil que feito e, na primeira medição de distancia, pronto: uma bicuda no figueiredo pôs o Doberman na posição fetal. Detalhe: o gringo acertou zero golpes (centésima vez que isso acontece na história do UFC!). Lyoto reúne ferramentas demais para aventureiros e/ou jovens em ascensão lhe usarem como escada. Me xinguem à vontade, mas ainda o vejo como o cara mais técnico da divisão e, consequentemente, a maior ameaça ao campeão. O próximo passo, no entanto, é dos mais traiçoeiros…

Impressionante! Estarei pronto quando você estiver”, tweetou Luke Rockhold.

BARAORenan Barão x Mitch Gagnon

Pra começar, achei o ex-campeão bem mais tímido que de costume. Seria a tal perda da áurea de invencibilidade? Não quero levar essa bela vitória ladeira abaixo, mas Gagnon, que é basicamente um grappler, incomodou demais com simples combinações de mão. A todo momento, Barão engajava em “tiroteios” (definição de Dedé Pederneiras entre rounds) e engolia golpes desnecessários por pura falta de movimentação. Olhando o copo meio cheio, no entanto, o cara é virtualmente impossível de ser posto pra baixo e, uma vez lá, brilha. Gagnon, faixa-preta com quatro finalizações em seis aparições no UFC, foi presa fácil para o lendário katagatame da Nova União. Em suma, ótimo resultado que, pelo menos na minha boca, não deixou o gostinho de que o cinturão está pronto pra ser recuperado…

Dillashaw, tenho dois presentes pra você: minha mão direita e minha mão esquerda. Vou acertar sua boca pra você parar de falar besteira”, desabafou Renan.

CUMMINPatrick Cummins x Antônio Cara de Sapato

Ver um campeão mundial absoluto de jiu-jítsu (na faixa-marrom) montado por rapaz que jamais vestiu um quimono é cena deveras chocante pra mim. Mas a diferença física gritou. Além do mais, Cummins, pra quem o julga erroneamente pela estreia súbita contra Daniel Cormier, já foi considerado um dos melhores wrestlers dos EUA em duas categorias (até 96 e 120kg). O “folkstyle” (estilo da luta olímpica americanizado – baseado em controle de posições) – aliado à defesa de finalizações, claro- prova, de novo e de novo, ser o rei dos mares (leia-se chão) no MMA. Sem o controle do meio-campo, Sapato recorreu a uma pá de leg locks, mas esbarrou no tempo que o banguela passou com Gustavo Pires, faixa-preta responsável pela Gracie Barra em Mission Viejo. No mais, foram 122 golpes aterrissados contra 14 – além de quatro quedas e seis passagens de guarda.

Eu senti muita diferença na força e, na real, já sabia que isso já podia acontecer. Vou conversar com meus treinadores, mas vamos descer pra 84 (kg)”, disse o paraibano ao Combate.

RASHIDRashid Magomedov x Elias Silvério

O que “campeão daguestani de combate mano a mano”, descrição de Magomedov por Brian Stann na transmissão com áudio original, quer dizer, não faço ideia – só tenho certeza que jamais me inscreveria em tal torneio. Brincadeiras à parte, o tempo de resposta, velocidade e movimentação do cara que treinava boxe com a equipe olímpica russa simplesmente engoliu o enorme e estático Xuxu. Engraçado que, contra Rodrigo Damm e Tony Martin, Rashid não mostrou a fluidez e leveza que tirou a invencibilidade do companheiro de Demian Maia – especialista em muay thai. A American Top Team deve estar lhe fazendo bem…

ERICKErick Silva x Mike Rhodes

Nas últimas semanas, o americano repetiu, feito papagaio, que surpreenderia muita gente neste sábado. Realmente, surpreendeu. Não esperava que o campeão meio-médio da RFA fosse sobreviver apenas 54 segundos à pressão do Índio. Erick, por sua vez, fez o que 10 entre 10 apostadores esperavam dele. Só duas coisinhas: 1- pela representatividade do adversário, nada de oba oba, pelo amor de Deus. 2015 é ano de trabalhar, trabalhar e trabalhar. Se puder lutar de três em três meses para correr atrás do prejuízo, ótimo. 2- o UFC também poderia ser menos 8 ou 80 com Erick – que é um produto bastante interessante. Que tal alimentá-lo com algum ocupante do meio da tabela – entre Takenori Sato e Matt Brown, por exemplo?

Foi exatamente como eu esperava. Eu e meu time treinamos exatamente isso. Nem deu tempo de cometer algum erro. Agora, só quero descansar”, clamou o vencedor.

Outros resultados:

Daniel Sarafian nocauteou Antonio dos Santos Jr. no R2
Marcos Pezão nocauteou Igor Pokrajac no R1
Renato Moicano finalizou (mata-leão) Tom Niinimaki no R2
Hacran Dias venceu Darren Elkins por decisão dos jurados
Leandro Issa finalizou (mata-leão) Yuta Sasaki no R2
Tim Means venceu Marcio Lyoto por decisão dos jurados
Vitor Miranda nocauteou Jake Collier no R1

Abraços.

  • Epa

    hahaha o Hand to Hand ali do Magomedov, é uma arte marcial Russa que é usada pelas forças especiais Russas “Spetsnaz”, é um estilo de luta muito usado no Leste Europeu e Ásia Central. Quem acompanha MMA Russo sabe o quanto este estilo de luta rende bons lutadores por lá.

    • Rodrigo Carvalho

      Ok, mas aquela guarda baixa e o gás do brasileiro foram somando bônus até o inevitável acontecer.

    • Renato Rebelo

      Opa, obrigado pelo complemento, Epa!

    • will

      Estou convencido que é a velocidade dos golpes e não a força que fazem um campeão. Impressionante a velocidade do russo!

  • Epa

    Aliás, alguém tem números do histórico de lutas de Russos nos eventos Brasileiros do UFC? eu tenho a impressão que eles venceram 70, 80% das lutas em solo Brasileiro. Acho que nenhum país (nem mesmo os lutadores dos EUA) se saem tão bem contra Brasileiros. Dói admitir, mas, Brasileiro é freguês de Russo

    • mazzaropi

      Russos são fodas e ponto final!

    • Renato Rebelo

      Pauta bacana, hein!?

  • Laerte Viana Venâncio Alves

    Boto muita fé no Cara de Sapato, mas acho que ele vacilou muito na tática. Claramente faltou um jogo em pé para ele. Realmente não da para entender querer ficar quedando um wrestlers da qualidade do Cummins. Também acho que colocaram uma pedreira demais logo na “estréia” do cara. A diferença de tamanho pesou muito também, tava na cara que ele iria descer pros médios depois dessa. Boa sorte para ele, tem grande futuro na organização.

    Ah, e que nocaute do Vitor Miranda. Comemorei demais, o cara merece.

    • thiago

      Em pensar que o Daniel Cormier nocateou Cummins sendo classificado de gordinho e baixinho! Vou apostar meu dinheiro na vitória de DC sobre Jon Jones.

  • Caio Abreu

    acho que o cara de sapato lutou apenas 40 segundos, o cara troca com um striker feito o vitor na final e aterrisar 14 golpes na luta seguinte, não dá pra enteder e esse negócio de fazer guarda com wrestler é complicado tbm por mais jujiteiro que o cara seja, eu vejo ele com um bom boxe boa envergadura e chão excelente. pra mim sentiu a pressão dessa luta e fez a estratégia errada.

    • Renato Rebelo

      Quando não se controla o meio-campo, ferão, só existe duas alternativas. Resistir bravamente pra tentar lutar em pé – caso bem sucedido dos atletas da NU- ou fazer guarda e tentar uma bote ou uma raspagem. Como vemos, a segunda opção é uma baita furada…

      • Ramon Reis

        Eu achei a luta muito mal casada, cara de sapato com 5 lutas de MMA, sem experiencia nenhuma pegar um wrestler de calibre olimpico – Se bem que os dois são pouco experientes – Para mim foi mais um caso de lutador mal gerenciado, tipo o Erick silva eo Do Bronx.

        A derrota foi boa para ele baixar um pouco a bola, e ve que ele não é lá tão bom.

        No intervalo dos rounds o Dorea não parava de gritar, o Dedé passava as instruções e o Dorea falava mais alto que ele.

  • Paulo Chancey Junior

    Amigo, Renato!

    Dois comentários! Primeiro, Lyoto é sem dúvida o mais técnico da categoria e só perdeu para o Weidman por falta de iniciativa. Enfrentar qualquer Top 5 sempre será difícil, mas será que o Luke Rockhold seria esse bicho todo? Acho que o jogo dos dois não casam, melhor para o Lyoto!

    O segundo comentário se refere ao Erick Silva. Concordo em gênero, número e grau que o produto da XGym deve ser alimentado com um Top 15 por exemplo. Mas, o citado Matt Brown foi testado recentemente!

    Abraço!

    • Marcelo Silveira

      Ele quis dizer e entre um e outro na posição do ranking na o matt Brown

    • Renato Rebelo

      Eu acho sim o Rockhold esse bicho todo, Paulão. E sobre o Brown, foi o que o amigo Marcelo disse. Nem tanto ao norte, nem tanto ao sul. Não precisa ser um Takenori Sato, mas tb não precisar ser um Matt Brown

  • Eraldo Junior

    Renato você tinha cantado a pedra sobre o cara de sapato, porem tanto ele quanto o pessoal da equipe dele parecia não querer acreditar, e foi preciso ele ser sucumbido e amassado por Cummins para entender que a real categoria dele é a dos Médios! Já Lyoto continua talentoso e letal como sempre, e mesmo depois de nocautear Evans, Bader, Munoz, entre tantos outros ainda assim continua sendo subestimado por alguns e o resultado o Dollaway sentiu na pele… Já o Barão também achei bastante tímido e mais lento do que nunca! pelo menos a defesa de queda dele continua impecável, ele vai ter que melhorar mais muito para vencer Dillashow e quem dirás o Cruz que se movimenta tão rápido como um pulma! Forte abraço e estarei aguardando pelo podcast!

    • Filipe

      Namoral, minha opinião : Lyoto e Barão tinham a OBRIGAÇÃO de vencerem esta luta. Qualquer resultado diferente do ocorrido os colocariam ladeira a baixo. Barão foi oque mais me surpreendeu negativamente: Cansando, tomando “tiroteio” e não combinando quase nenhuma vez. Torço muito pra ele se recuperar e mostrar EVOLUÇÃO, pois, contra o TJ , Cruz e Assunção, lutando assim, não achará literalmente nada!

      • mazzaropi

        Filipe grande amigo, isso não existe “tinham a obrigação”… Ninguém tem obrigação quando a premissa no MMA é eternamente 50% de chances pras partes… Lyoto tem experiência, mas o grande lance do MMA é a renovação (e ele mostra que os novos tem que treinar muito mais se quiserem vencer)… Lyoto não só venceu como toda luta vem melhorado, realmente é um grande lutador!

      • Ramon Reis

        Barão cansou?
        Ele tomova e entrava nesses tiroteios desde que era o todo poderoso dos galos.

        • Malk Suruhito

          Fala isso então pro pessoal que começou a ver ele agora, hahaha…

    • Dan Mendes

      Antes da Luta, Cara-de-Sapato, já tinha dito que pretendia descer para os Médios.

  • Gustavo krt

    Lyoto é uma máquina. Acho que ele será campeão novamente; principalmente se vencer mais uma luta e o cinturão mudar de mãos. Acho q ele superaria o Vítor e tbm o jacaré.
    Muito bom ver o Erick vencer…o cara merece. Todo o card foi otimo , só não vi a luta de barão… Cochilei no sofá. Rsrs..mas acordei antes do dragão lutar. Kk
    Já o cara de sapato, acho q ficou meio evidente q jiu jitsu não casa com wrestling. Ultimamente temos visto uma ascensão meteórica do wrestling no MMA. Passou a ser como era o jiu jitsu nos primórdios do MMA. A elite do esporte atualmente são wrestlers. Precisamos evoluir o nosso wrestling tbm…os russos estão em evolução constante… E estão chegando pra ficar.

  • mazzaropi

    Não vi as lutas, mas gostei do comentário do Rebelo sobre o refinamento técnico do Lyoto…

    Excelente texto como de sempre!

    • Renato Rebelo

      Obrigado, Mazza

  • Davi Sean Ribeiro

    Renato Moicano 😮

    • Renato Rebelo

      Tirou onda pra quem pegou a luta com 10 dias de antecedência

    • Nilo Júnior

      Performance da Noite.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Sapato é obrigado a descer pra 84kg, mesmo o Pat não sendo um “mosca-morta”. Curti muito o Brodinho e o CB mostrou que está um nível abaixo, o limite dele é pegar o fim da fila dos Top 10.

    • Natan Machado Fauzi

      Mano CB lutou com o Lyoto dos 84k, ele tá muito bem na categoria, chutes arrasadores, procure ver como estava a costela do Weidman no fim da luta com Lyoto, acho que o caminho das pedras pro carateca é o plexo.

  • Natan Machado Fauzi

    Lyoto tem o direto de encontro excelente, mas ele mais uma vez evidênciou a potência de seu chute é mais do que anormal levando em conta técnica, precisão e potência, acho que se na luta do Weidman ele investisse nos chutes no plexo a história poderia ser diferente (óbvio que chutar muito contra um All American é perigo), até porque Lyoto pode usar chutes com evasão, acho que dá pra traçar um novo caminho para a cinta e mais adaptado ao peso.

    • Raphael Seiji

      Concordo 100% contigo, Natan. Coisa linda de se ver aquele mawashi geri entrando limpo com a potência como foi.

      E outra, Machida disse que cometeu um erro na perda de peso na luta contra CW, Weidman lutou uns 4 kgs. mais pesado, pois o Dragão não recuperou o peso corretamente. Nessa luta contra CB, já dizia se sentir como um médio e deu pra ver que já está mais “encorpado” pra categoria.

      • will

        Isso aí é desculpa do Lyoto. A verdade é que o Weidman é um cavalo e não adianta chutar, socar ou tacar pedra nele. O cara não vai cair. Nocautear o Weidman está fora de questão. O certo seria bater e sair numa movimentação alucianada pra ganhar nos pontos.

        • GLN Silva

          Se pudesse pegar uma cadeira e jogar nas costas dele, mesmo assim o cara iria sair ileso…kkk

      • Natan Machado Fauzi

        Sempre torcerei pro dragão!

    • GLN Silva

      Na luta contra o CW o Machida acertou um chute, mas o cara tem casco. Além disso, na segunda tentativa o Campeão tentou segurar a perna. Depois disso o Karateca não tentou mais…
      Também acho que o Machida pegou pilha com o treinador do CW e tentou fugir do seu estilo. Quantas vezes vocês viram o Lyoto fazer aquela troca de golpes louca?

  • Thiago Arruda

    E a globo hein? Mostrou o card principal inteiro e ao vivo

    • Renato Rebelo

      Verdade, rapaz. Ótima novidade, não?

      • Thiago Arruda

        Cleber Machado ainda peca nos nomes de alguns golpes, mas vem melhorando

        • Carlos Montalvão

          Não deve ser fácil narrar futebol, automobilismo, MMA, vôlei e tudo que é tipo de esporte e saber todas as regras e termos de cada esporte, tem que dar um desconto pro cara, ele narra esporte de A a Z hehe

          • Thiago Arruda

            Hahaha, tem razão, merece um desconto

      • Francis Couto Falbo

        os intervalos entre as lutas ta muito demorado a 1 luta começo as 22:00 e a ultima pra lá das 4 da madruga.O ufc ta judiando

    • will

      E eu tendo que aguentar o Minotauro no Combate. Se soubesse tinha mudado de canal.

  • David Leucas

    Sei não viu, a vitoria do Lyoto foi brutal, mas não deu pra mostrar essa tal de “reinvenção” que ele tava propondo pro prorpio jogo, ele foi o Lyoto de sempre aniquilando uma adversario inferior tecnicamente, mas que não foi capaz de vencer Weidman… Acho que para termos confiança numa novo title shot, terai q ser testado com um Rockhold da vida…

    Barão lutou? nem vi, valorizou demais o vcanadense que de trabalho demais, muito sufoco contra um lutador unilateral.

    • Felipe Lemes

      A estratégia que o Dollaway entrou no cage, era típico para pedir um KO..
      cedo ou tarde, ele receberia um contra ataque…
      O que me incomoda, é ele (Lyoto) não atacar, caso o adversário não venha a seu encontro..

  • Felipe Lemes

    a paralisação do Jr. Alpha, vai virar pauta no PodCast..

    acredito que poderia continuar a luta, levando em consideração que chute baixo, o lutador faz o mesmo movimento com a mão.

    • Fabricio Alves

      O que o Alpha fez pode ser considerado como uma desistência verbal.

    • Carlos Montalvão

      “Dedo o cara tinha mais nove” SILVA, Wanderlei. 2014.

      Ele devia ter tentado colocar no lugar ou disfarçado até acabar o primeiro round, o jeito que ele pediu pra parar a luta se enquadra como desistência verbal, quase igual o Cro Cop fez contra o Cigano.

      • Malk Suruhito

        Exatamente. Ele pediu para parar e depois disto conseguiu colocar no lugar e pediu para voltar. É igual ao cara dar os três tapinhas e quando o juiz chegar falar “Eu acho que eu aguento mais um pouco”

  • gustavo

    E ai Felipe paranhos ainda acha q o gagnon não merece ser nem ranqueado ?

  • Marcelo

    É quando você vê o Lyoto lutando com Muñoz, Dollaway, Couture, que você vê que o que caras como Weidman conseguiram fazer com ele e evitar de tomar um nocaute não é tão fácil assim. Muita gente desvaloriza o Lyoto pela falta de agressividade, mas ele é top, ainda acho que ele pode melhorar o game plan dele e ser campeão, porque não falta qualidade.
    E é incrível pra mm que ele tenha sido campeão dos meio-pesados, ele desceu e parece menor que todos os outros médios que ele enfrenta.

    • Renato Rebelo

      Concordo 100%, Marcelão!

  • Luciano Andrade

    Erick Silva vs Rory MacDonald no Canadá está nos planos do UFC!

    • Fabricio Alves

      Você quer assassinar o Erick?

      • will

        Erickfóbico! E os direitos humanos?

  • Leonan santana

    kkkkkkkkkkk Jamais participaria de tal torneio quase me matou aqui!

    • Renato Rebelo

      Cê tá louco? Prefiro evitar a fadiga!

    • will

      Esse torneio tem nome. Chama-se: Mortal Kombat !

  • Kaio Teixeira Lima

    Lyoto Machida fez o que dele eu esperava. Passou o carro e transformou o “doberman” em “lassie”. CB falou, falou e falou, não em tom provocativo, mas a verdade é que até ele mesmo sabia que a chance de vitória dele era de quase zero. Quando a luta terminou, comentei em um grupo de MMA do qual participo que, esperava agora por Lyoto vs Rockhold,e aí rapidamente o americano mandou o recado. A categoria MW realmente está pegando mais fogo do que nunca.

    Renan Barão estava realmente mais lento, mas quanto a parte de ficar nos “tiroteios”, isso já vem desde quando era o “todo poderoso” da BW. Aliás, ainda aguardo que ele volte a ser o “todo poderoso” e dominante da BW.
    Patrick Cummins deixou uma má impressão para os fãs menos hardcore quando foi “atropelado” por Daniel Cormier, mas os fãs hardcore sabem que o problema nessa luta é que Cummins pegou um monstro. Na noite de ontem mostrou que tem que ser um pouco mais respeitado e que “Cara de Sapato” deve agora tentar o que todo mundo já havia comentado anteriormente, descer para a MW.
    Elias Silvério conseguiu resistir a alguns socos do russo, conseguiu acertar alguns bons golpes, os low kicks funcionavam bem, mas uma hora o golpe entrou e o queixo não aguentou. Pelo que lutou, não merecia um TKO como resultado, mas como MMA não tem dessa de justiça, já era.
    A luta de Erick Silva foi tão rápida que nem deu tempo dele mostrar se a cirurgia e os treinos na Jacksons MMA realmente serviram para alguma coisa. Katagatame nele.

  • Bart Simpsons

    Lyoto Machida fez o que dele eu esperava. Passou o carro e transformou o “doberman” em “lassie”. CB falou, falou e falou, não em tom provocativo, mas a verdade é que até ele mesmo sabia que a chance de vitória dele era de quase zero. Quando a luta terminou, comentei em um grupo de MMA do qual participo que, esperava agora por Lyoto vs Rockhold,e aí rapidamente o americano mandou o recado. A categoria MW realmente está pegando mais fogo do que nunca.

    Renan Barão estava realmente mais lento, mas quanto a parte de ficar nos “tiroteios”, isso já vem desde quando era o “todo poderoso” da BW. Aliás, ainda aguardo que ele volte a ser o “todo poderoso” e dominante da BW.
    Patrick Cummins deixou uma má impressão para os fãs menos hardcore quando foi “atropelado” por Daniel Cormier, mas os fãs hardcore sabem que o problema nessa luta é que Cummins pegou um monstro. Na noite de ontem mostrou que tem que ser um pouco mais respeitado e que “Cara de Sapato” deve agora tentar o que todo mundo já havia comentado anteriormente, descer para a MW.
    Elias Silvério conseguiu resistir a alguns socos do russo, conseguiu acertar alguns bons golpes, os low kicks funcionavam bem, mas uma hora o golpe entrou e o queixo não aguentou. Pelo que lutou, não merecia um TKO como resultado, mas como MMA não tem dessa de justiça, já era.
    A luta de Erick Silva foi tão rápida que nem deu tempo dele mostrar se a cirurgia e os treinos na Jacksons MMA realmente serviram para alguma coisa. Katagatame nele.

    • will

      É muito mais fácil finalizar do que trocar. Não entendo o porquê os brasileiros estão filalizando tão pouco no UFC. Veja o Toquinho, só tem uma finalização e dá certo todas as vezes. O Barão poderia ter finalizado no 1º round, mas prefere o caminho mais difícil! O Érick foi inteligente.

  • Bart Simpsons

    Ah, o cara de sapato pode fazer uns treininhos com o “Toquinho”. Aaaaaah, se fosse o “Toquinho” ali pegando pé do Cummins, o americano ia ficar uns bons dias sem nem conseguir andar.
    Daniel Sarafian venceu e conseguiu um “gás” no Ultimate. Sarafian tecnicamente é um bom lutador, mas na hora da luta parece que esquece disso e tenta resolver tudo na força bruta, e nesses movimentos de força bruta, ele acaba se abrindo muito para lançar os golpes e com isso leva muito golpes arriscados, uma hora o queixo não aguenta e aí ele acaba como nos tempos de bellator, sendo “TKOzado”.
    Márcio Lyoto mostra a cada luta que esse apelido de “Lyoto” não é nenhum pouco merecido.

    • Renato Rebelo

      Disse no Twitter que, se fosse o Toquinho naquele momento, era boa noite e boa sorte.

      • will

        Será? Aquele Cummings é um cavalo. Duvido que o Toquinho tivesse força pra torcer um cara grande daquele.

      • Bart Simpsons

        hahahaha… certinho.

  • Fabricio Alves

    Esse comentario que eu vi no mmafighting.com foi genial kkkkkkkkkk:

    “CB’s liver aged 20 years from that kick”

    • Renato Rebelo

      Heheheh boa!

  • Kaue Macedo

    Eu tava presente la no evento, e foi emocionante quando o ginásio INTEIRO começou a cantar “o campeão voltou” pro Renan Barão, a torcida brasileira é realmente uma das melhores do mundo inteiro.

  • Luiz Henrique

    Só tem dois jeitos de vencer um bom wrestler: na trocação, ou colocando-o de costas no chão trabalhando o ground n’ pound (oque é bem mais difícil). O Cara de Sapato confiou demais no Jiu Jitsu e pior: focou demais em poucas finalizações. Pra mim ele tem um boxe superior, tinha que procurar o nocaute desde o primeiro round.

  • Carlos Montalvão

    Achei uma luta atípica do Renan, talvez por falta de confiança depois de perder pro Chicken Little, talvez por ter perdido parte do foco tendo o pai (?) internado no hospital, não respeitou as instruções do Dedé, tomou vários golpes bestas, mas quando sentiu o cheiro de sangue, foi lá e botou o Gagnon no lugar dele. Vou parar de palpitar em lutas do Barão, toda vez que aposto uma coisa ele faz outra totalmente diferente, quando eu falo que vai ser um atropelo (Gagnon ou Dillashaw) ele vai lá e tem trabalho pra vencer, quando falo que vai ser uma luta equilibrada ele simplesmente destrói o adversário (Faber/Wineland) hahaha.

    Lyoto surpreendeu, parece que depois que ele percebeu o erro que cometeu contra o Weidman, a velha chama do Dragão acendeu, ele disse que tinha se reinventado, falou a semana inteira que ia nocautear o Doberman e foi lá e fez. Muito bom. Quanto ao Rockhold, o bicho tá voando e às vezes não sei se encaro ele como um lutador abaixo do nível de qualquer brasileiro top dos médios, como na luta contra o Belfort, ou vejo ele como um risco real e tenho medo dele mandar umas estilo contra o Phillipou ou Bisping. Acho que é uma luta mais arriscada pra Machida mas acho que dá brasileiro, se o Lyoto manter essa “nova-velha forma” de lutar, é o cara pra buscar a cinta, muito mais que o Jacaré, Anderson ou o próprio Belfort. Acreditava num nocaute dele, mas lá pelo final da luta, no quarto round via contragolpe.

    Destaque pro Moicano que estreou de última hora, sem pressão nenhuma e deu um seminário de MMA.

    E não sei como um cara do tamanho do Hacran Dias consegue lutar tão mal, tão feio assim, sem contar que a algumas semanas atrás deu uma entrevista criticando o Ricardo Lamas, reclamando do jogo amarrão dos wrestlers e ontem o cara sobe lá e me faz justamente o MESMO jogo rude que dias atrás tava reclamando. Não consigo apoiar um cara desses.

  • Danilo Lopes

    Comentários rápidos:

    Lyoto vs Rockhold já!

    Dorea é o pior corner de MMA que consigo me lembrar de ter visto.

    Barão levou um atraso incrível em pé e de um lutador muito fraco. Não sei como teve coragem de chamar o TJ depois da luta. Se entrar nesse ritmo, apanha feio de novo. Barão ta claramente sentindo o peso dos cortes. Tá na hora de subir pros penas. Imagino o ridículo que não passaria numa luta contra o Dominick Cruz, lutando estático e sem precisão nos golpes, desse jeito.

    Qual será o próximo felizardo que enfrentará Erick Silva? rs. Brincadeiras a parte, esse sim tem um talento da pesada. Se mudasse de ares, ganharia muito pra sua carreira.

    Moicano me impressionou muito. Mais do que Pedro Munoz e que o Thominhas. Tem futuro!

  • Erick Silva é um cara super valorizado, não tem nada de mais serve apenas para ilustrar posters. Não se cria no UFC não.

  • Rodrigo Tannuri

    Já era esperada uma mitada do Lyotinho, mas não é que o cara surpreendeu? Que precisa, que técnica! Ele é um profissional de encher os olhos. Gosto bastante de ver lutadores que são atletas. Infelizmente, muitos esquecem desse lado. Confio muito no carateca e acho que ele passa o carro na categoria toda. Contra o Weidman, acho que pode ter melhor sorte, vide o que rolou no primeiro encontro.

    E o Barão, hein? Sinceramente, não gostei. Ok, venceu, mas me decepcionou. Até gosto do Gagnon, mas o brasileirinho tinha que mostrar vida. Não senti firmeza alguma. Acho que a doutrinada do TJ está sugando o garoto. Mentalmente, ele está consumido e, no octógono, não apresentou nada de novo. E olha que ainda tem o Dominick de volta…

    Parabéns a Cummins e Magomedov! Curto muito ver gringos não ligando pra pressão do “Uh, vai morrer!”. Até pouco tempo, Cummins foi tirado pra freak pela galera, mas, aos poucos, está mostrando que pode dar muito trabalho nos meio-pesados. Tomara que siga nesse caminho, porque a divisão precisa de novos rostos. O russo foi russo. Adoro essa raça! Os caras são porradeiros natos e competitivos ao extremo. Gosto do Cara de Sapato e do Elias Silvério, mas não têm como ficar triste com a derrota de ambos.

    Eu curto muito o Erick Silva. A gente sabe que lutando no Brasil e contra adversários de nível duvidoso, ele vai passar o carro brutalmente. Com essa mudança total na carreira, ainda acredito que ele possa dar ênfase na parte física e buscar um lugar ao sol nos meio-médios, porque técnica e fome de vencer ele tem de sobra. Só falta aprender a dosar a energia e ser mais estrategista.

  • Rodrigo Tannuri

    Que os fãs do Sarrafo me desculpem, mas se tem um brasileiro no UFC que é superestimado, esse brasileiro é ele. Muita mídia e pouca bola. Retrata bem os “TUF Brasil: em busca de lutadores pra preencher cards no Brasil”. Um ou outro apenas se salvam.

    Vibrei muito com o The Rock brasileiro, vulgo, Marcos Pezão. Não tomou conhecimento do Diego Cavalieri do MMA, que está fazendo hora extra na organização.

    O UFC sacaneou o Moicano. Um dos bônus de performance da noite deveria ser dele. O cara apareceu de última hora e brilhou. Por outro lado, o Niinimaki vive um inferno astral. Depois da estreia, quando venceu sobrevivendo ao chão do Rani, o finlandês não acertou mais nada. Uma pena! Fui enganado 🙁

    Não sei se acontece com vocês, mas Hacran “Hype” Dias e Marcio Lyoto (tira esse apelido, que você é moleque!) me cansam…

    • will

      Esse Marcio Lyoto é um fanfarrão mesmo!

  • will

    Gostei desse russo Rashad, mais duro que goiaba verde! O Barão parecia um peso-pesado contra um peso-galo. O cara fica plantado tomando porrada limpa na cara e não se move! Se pegar o Cruz vai ser um massacre. O Lyoto é o lutador que evolui e está sempre melhor. Também gostei do Érick, parece que ele evoluiu.

  • Gefferson Nesta

    Também vi o Barão diferente, mas acredito que tenha sido uma luta cautelosa pra ele pois ele não poderia perder de forma alguma, e vi também ele com uma certa raiva no olhar já esperando o microfone de Jon pra mandar esse recado ao TJ.

  • Jonas Angelo

    Renato Moicano MONSTRÃO!!!

    Atropelou o Ninimaki!!!

  • Luiz Guilherme

    renato, no próximo podcast, debate essa duplicidade de corner, dedé e dorea. acho que não ta dando certo. O dorea ta atrapalhando as instruções do dedé na luta do cara de sapato (como já tinha acontecido na luta do cigano). Veja no intervalo do primeiro para o segundo round, o dedé querendo falar e o Dórea “respira, respira”

  • Natan Machado Fauzi

    Renatão e galera do sexto round, a MW tá tão cabulosa que merece até uma postagem exclusivamente falando sobre sua situação, 3 duelos de titãs sem falar do spider.

Tags: