O UFC não pode se dar
ao luxo de esperar GSP

João Vitor Xavier | 10/05/2017 às 21:01

Luke Rockhold não foi o primeiro a expressar sua raiva com o atual estado da divisão dos médios. Mas sua ameaça de entrar em greve e o convite aberto para que outros atletas da categoria façam o mesmo pode e deve preocupar o UFC.

A verdade é que desde que Michael Bisping se tornou campeão dos médios, a divisão está uma bagunça.

Colocá-lo para defender o cinturão contra Dan Henderson foi bizarro, para dizer o mínimo. A luta com Georges St. Pierre tampouco faz sentido.

E a notícia de que GSP só estará pronto para lutar em outubro parece ter sido a gota d’água, ou o fósforo no barril de gasolina em que se encontram Rockhold, Yoel Romero (desafiante número um), Gegard Mousasi (sem contrato no momento) Robert WhittakerAnderson Silva (que já ameaçou se aposentar).

Enquanto o UFC não colocar um título interino ou se não fizerem Bisping lutar com um desafiante, eu não vou aceitar nenhuma luta. E acho que o resto da divisão deveria fazer o mesmo. Qual é o ponto disso? Sem caras como eu, Romero, Mousasi ou Whittaker? Eu acho que todos deveriam bater o pé e dizer “f…se” ao UFC. Coloque um título em disputa ou então “f…se”, não há mais divisão”, esbravejou Rockhold ao programa “The MMA Hour”.

Deixar o cinturão inativo por um ano, enquanto o campeão está saudável e pronto para lutar é uma besteira. Ainda mais porque o retorno de GSP não trará números do nível de Conor McGregor.

É bom lembrar que o canadense nunca ultrapassou a marca de 1 milhão de vendas em pay-per-view quando foi atração principal de um evento – o UFC 129 teve 800 mil vendas, enquanto no UFC 100, ele defendeu o cinturão meio-médio contra Thiago Pitbull no co-main event.

Encarada, teve. Luta, está difícil…

É claro que a perda de grandes astros ajuda GSP a ter cartas na manga nas negociações com o UFC. Sem Brock Lesnar, Conor McGregor, Ronda Rousey e com o retorno ainda incerto de Jon Jones, St. Pierre se configura como uma esperança de dias melhores para o Ultimate.

Porém, ceder à sua vontade e esperar para colocar o cinturão dos médios em jogo apenas em outubro pode ser algo perigoso. A minha impressão é que as intenções de Rockhold são apenas a ponta do iceberg.

É fato que há muita gente insatisfeita com o jeito como o novo UFC faz negócios. É claro que seria diferente, afinal, o pessoal da WME-IMG contraiu dívidas monstruosas para pagar os US$ 4 bilhões pedidos pelos irmãos Fertitta para comprar o Ultimate.

E os acionistas, entre eles Sylvester Stallone, Serena Williams, Ben Affleck e Tom Brady, querem o retorno do investimento.

Assim, o novo UFC tem feito cortes em seu pessoal e investido em casamentos de lutas que lhe darão retorno financeiro imediato. Com isso, o mérito esportivo parece estar em segundo plano. Casar GSP contra Bisping é um claro exemplo disso.

Agora deixar que St. Pierre dite totalmente o rumo da história ao colocá-lo, como desafiante, no controle do rumo de um cinturão inativo por um ano enquanto seu campeão está saudável é perigoso demais.

A maioria do top-10 dos médios não tem luta marcada no momento, incluindo aí os já citados Rockhold, Romero, Whittaker, Silva e Jacaré. Se eles decidem seguir a sugestão do ex-campeão, a divisão para.

E os reflexos disso podem chegar mais para baixo, onde há gente irritada nos leves com as mordomias de McGregor.

Já imaginou uma greve geral no UFC? E tudo por causa de GSP….

  • Alisson Passos

    Que bom seria se os lutadores adotassem esta postura realmente! Quem diria que eu sentiria falta dos irmãos Fertitta. Não que não houvesse lutas sem sentido, elas ocorriam ocasionalmente, mas não tanto quanto nós últimos tempo! Tá virando Rizin Ocidental!!!

  • Nelson Junior Ticaum

    Apenas um adendo meio off topic: parece que casaram Jones VS Cormier para o UFC do final de julho….
    Nao sei se isso eh bom ou ruim, pois ao msm tempo que eles conseguem um astro de volta, eles tem um evento q deve render ppv e provavelmente o Jones pra lutar novamente apos alguns meses, podendo bancar o GSP ateh outubro….
    Veremos os proximos capitulos…

  • Hyuriel Constantino

    Se pararem os Médios e os Leves, o UFC sofrerá o baque e terá que reformular seu modo de casar lutas.

  • Nelson Junior Ticaum

    O Scott Coker deve ta babando no ouvido dessa galera dos leves e medios….

    • Renato Rebelo

      Mousasi já trabalhou pra ele no Strikeforce e tá sem contrato. Deve tá rolando um xaveco msm…

      • Nelson Junior Ticaum

        Deve ta igual o diabinho no ombro dos lutadores, ala Hermes & Renato com o Away de capeta no elevador:
        “Assina aquela recisao ali cara… vem com nois cara… tem o patrocinio que quiser cara… eu sou do mal mermu cara….”

        • Gabriel Kalinowski

          kkkkkkkkkkkkkkkk… “Da um chute na bundinha do Dana White ali cara, que assim tu me faz feliz cara” kkk
          Muito boa.. kkkk

  • Renato Rebelo

    Dana White certamente leu a coluna do JVX. Bisping x GSP desfeito. Dana anunciou!

    • Nelson Junior Ticaum

      Soh acredito vendo…. Dana disse que Jones nao ia estrelar main card… jones vs cormier em julho… A palavra do careca n anda valendo mta coisa…

    • franquiaoi

      See you soon, boy…

  • Luis Coppola

    Excelente texto, o cara aceitar fazer coletiva e encarada e depois só falar que estará pronto só no final do ano é uma arregada monstra. Cinturão parado um ano pra esperar qualquer desafiante não tem lógica alguma, que casem em breve Bisping x Romero.
    #ynuevo
    #seeyousoonboi

  • Carlos Felix

    Acho incrível como os caras do MMA tem disposição para manchar o legado.
    GSP estava em casa, aposentado, viajando, podre de rico. Resolve voltar e faz uma cagada dessas.

    Se Romero x Bisping realmente acontecer e Romero for campeão. Será que GSP vai ter coragem de encarar o Cubano? Se não, vai ser uma das maiores arregadas do MMA.

  • Lorenzo Fertitta

    Alguns meses atrás, GSP deve ter dito: querem ver eu voltar arregaçando todo mundo na Middleweight? Taí, prometi e cumpri!

Tags: , , ,
Instagram