Tim e Faber: transformando limões em limonadas

Renato Rebelo | 04/12/2014 às 21:30
Faber e Cruz se acertando

Faber e Cruz se atingindo

Em entrevista recente ao Sensei SporTV, Urijah Faber – que de bobo só tem a cara- deu uma porradinha em Dominick Cruz, ex-campeão da categoria até 61kg.

O Califórnia Kid chegou a tal ponto após elogiar os carrascos José Aldo e Renan Barão e deixar claro que, para ele, a rivalidade termina no octógono.

A exceção, claro, é o Dominator.

Pra quem não lembra, os desafetos já se enfrentaram duas vezes (uma vitória para cada lado) e protagonizaram a única temporada ao vivo do The Ultimate Fighter americano – o joelho de Cruz, infelizmente, impediu que fosse tirada a teima dos tempos de WEC.

Acontece que, na atual conjuntura, o produto da Alliance MMA é o tíquete dourado de Faber – pra fora do limbo.

Este é um cara que realmente não gosto. Dominick Cruz é um idiota. Quero colocar meu punho no seu queixo pelo menos mais uma vez antes de me aposentar”, disse.

Assunção preferiu não citar nomes após bater Caraway

Assunção preferiu não citar nomes após bater Caraway

Pensem comigo.

O loirinho segue sendo um dos atletas mais populares do plantel do Ultimate, mas duas derrotas acachapantes para Renan Barão e o fato de ser companheiro de equipe do campeão, TJ Dillashaw, representam um bloqueio e tanto para uma nova ascensão – e o cara já tem 35 anos.

Agora, caso Cruz, que, recentemente, pôs um ponto final em quase três anos de inércia trucidando o bem ranqueado Takeya Mizugaki, maloque o cinturão de TJ em 2015, tudo muda para Faber.

Vejo dessa forma: as palavras ríspidas direcionadas a Cruz acabam atingindo mesmo Raphael Assunção, que pode ser novamente bypassado por uma rentável rivalidade.

É seguro dizer que a campanha midiática de Faber está apenas começando – e, para sua alegria, ela ainda é endossada pelo próprio alvo:

Agora que estou de volta, quero pegar esses Alpha Fails (Alpha Falha – trocadilho com Alpha Male) um a um”, mandou Cruz assim que bateu Mizugaki.

"Stoolgate"

“Stoolgate”

O outro caso que compartilho com vocês é o do milico Tim Kennedy.

Na última edição do podcast de Chael Sonnen – que contou com a presença de Michael Bisping-, o ex-Strikeforce foi aconselhado por ambos a “parar de chorar e voltar a lutar”.

A afiada dupla se referia ao fato de Kennedy ainda reclamar uma barbaridade sobre a derrota para Yoel Romero em setembro.

Relembrando: o cubano terminou o segundo round semi-nocauteado e teve, por erro de julgamento do árbitro, 22 segundos a mais para descansar no banquinho…

Kennedy, que, inclusive, acenou com a possibilidade de se aposentar – tamanha a frustração pelo resultado negativo-, respondeu com trovoadas:

Acho que não devo me preocupar com o que o Chael Sonnen diz. Afinal, está vindo de um dopado aposentado. Talvez, ele esteja tentando promover uma luta no Metamoris e, nesse caso, eu o apagaria com felicidade”.

Enfrentar Sonnen no submission e, em seguida, migrar pro peso-meio-médio (ambas possibilidades boladas por Kennedy) representaria uma baita guinada na carreira.

E assim, pessoas pró-ativas vão moldando o próprio destino…

Abraços.

  • João Guilherme

    Quero estar aqui, vivo, quando o atleta Brasileiro deixar de ser “vida loka” (Luto com qualquer um) e aprender que pra frente é que se anda, tomar McGregor, Sonnen, Lesnar, etc. Como exemplo de desvendadores de Title Shot.

    • Renato Rebelo

      Fala, João! Acho que o problema não é nem ser “vida loka” (no sentido de encarar qq desafio, ser “macho”), e sim falta de pró-atividade msm. Tem mts fatores envolvidos – que vão da timidez genuína, passando pelos conceitos tradicionais de muitas artes marciais (que não se aplica num esporte carregado pelo entretenimento) chegando na inabilidade de se desapegar do manual do politicamente correto (que corrói tantas carreiras por aí). Têm que os caras sairão no braço invariavelmente!

  • Matheus

    Cara, tem razao. Se o Assunção tivesse chamado o Faber após vencer o Caraway, duvido que ñ tinham dado. Se vencesse o Faber, tb duvido que ñ dariam o title shot. Ele mataria dois coelhos de uma vez. Campeão tem q bater qq um né?

    • Renato Rebelo

      Esse é o meu ponto, Matheus. Lembrando que o Faber já finalizou o Raphael, então até o enredo da revanche estaria ali!

      • Yuri David

        Ele tinha que falar que ele já tinha vencido o campeão! Como ele não disse isso!?!

      • Bruno P.

        O problema é que ele pode nao ter falado isso já tentando saltar direto para o title shot.. só que ao invés de ter mais uma luta, pode ser que ele precise de pelo menos mais duas até conseguir o que quer..

      • will

        O ideal seria ele provocar o TJ. Por exemplo, chama ele de Pokemon no Twitter ou coisa assim. Renato, vire assessor de imprensa desse povo!!!

  • Raphael Seiji

    Aposto minhas fichas nas três situações: Cruz x Faber 3, Sonnen x Kennedy no Metamoris e Kennedy no meio-médio (que seria uma ótima opção, ao meu ver)

  • Rafa FriAll

    Entendo o fato do Assunção ser um cara retraido, não querer entrar em polemica, porem ele não precisa de ser um Conor ou Sonnen para colocar seu nome no bolo. Imaginem se ele ao ser perguntado sobre os planos futuros tivesse dito que foi o ultimo a vencer o campeão e que seria justo ser o proximo? Ou algo ao estilo Dodson, “eu lhe concedo a revanche”…seria demais, nada desrespeitoso, continuaria sendo o bom moço e estaria mais proximo do que ele está.

  • Jonas Angelo

    Concordo contigo Renato. Mas acho que isso passa (e muito) pela personalidade do lutador. E aí, quando são praticamente impelidos (seja por headcoach, ou pelo próprio apelo da situação) a fazer o trash talking, acaba virando um shit talking. Como Barão dizer que o Dillashaw “se cagaria de lutar no Brasil”, como o Aldo passar da conta e brigar com Mendes, entre outros exemplos.

    Acho que existem muitas vias para se promover o evento e promover as lutas. Lyoto, por exemplo, não utiliza o recurso do Trash Talking, e segue sendo prestigiado. O próprio “infame” Wanderlei Silva também era bem prestigiado. O próprio AS, passou a falar só depois de algum tempo, já como campeão, e ainda assim era bem avesso à imprensa.

    Então, claro que o Trash Talking inteligente promove, e promove muito bem o lutador e o espetáculo, mas se ele não for inteligente (como McGregor e Sonnen) corre o risco do tiro sair pela culatra.

  • Gefferson Nesta

    Cara, essa questão ai do Raphael Assunção é foda, se o cruz bater o TJ ai que o Raphael não disputa essa sinta mesmo. Digamos que o Cruz vença e vença bem, o Faber já largando essas alfinetadas.. ai ou o UFC manda Barão ou manda o Faber ou até mesmo o TJ dependendo do caso. Então o Raphael acho que o coitado nunca vai disputar esse cinturão, e até quando ele vai continuar mantendo esse sequencias de vitorias? Ainda tem isso, Ta FODA pro Raphael ! Até gosto do Kennedy mas sempre achei ele muito chato, ô cara chato! Ele tem é que parar de reclamar de tudo, salarios,lutas e outras chaticesses e procurar ganhar as lutas pra vê se um dia disputa um cinturação do UFC.

    • Jonas Angelo

      Acho que depois da luta do Barão (caso ele confirme sua vitória), vão casar ele com Raphael ou Faber. Lembrando que o Assunção vem dessa sequência de 7 vitórias, mas só bateu Dillashaw dos Tops.

      Cruz trucida Dillashaw. Dillashaw terá que esperar depois disso, para lutar contra um dos 3: Barão, Raphael e Faber. Lutará com o que “ficar para trás”, desses 3.

      Resumindo: o Top 5 dessa divisão é um bolo louco!!! haha

      • Gefferson Nesta

        Será que Faber pega barão novamente já que ele perdeu duas sendo uma por DU e outra por nocaute. Não sei não acho pouco provavel que o UFC marque esse combate. Seria mais interessante uma luta contra o Assunção, ai sim. Depois que o Cruz bater o DJ o UFC marcaria ele contra o Faber ai deixariam o Barão com Assunção pra pegar o vencedor da luta entre Faber e Cruz… Isso é o que eu acho! ehehhehehehehhe!

  • João Marcelo Ecco

    uma lágrima caiu quando o assunção falou “luto com quem o ufc quiser” by rebelo

  • will

    O Rafael devia ter pegado o microfone e dito que é “reptiliano”! Ou talvez dito que é 90% alienígena. O importante é falar alguma coisa. Ficar calado é o pior negócio nesse ramo.

Tags: ,