Gastelum e as regalias de um eterno azarão

Lucas Rezende | 19/11/2014 às 15:50

Apertando o Juggernaut

Kelvin Gastelum fez de novo. E fez parecer fácil.

O mais jovem campeão do TUF 17 finalizou Jake Ellenberger – no UFC 180 do último sábado – ainda no assalto inicial sem maiores dificuldades.

Ele, assim, estabeleceu seu lugar entre os melhores nas profundezas dos meio-médios.

Claro, é fácil dizer que Ellenberger não se encontra em grande fase – após derrotas sonoras para Robbie Lawler e Rory MacDonald – como se isto minimizasse o triunfo de Kelvin.

Mas isso não é contratempo, pois Gastelum está acostumado a interpretar o papel do azarão. E ele lhe cai bem.

Tal e qual um gordinho na aula de educação física, Kelvin foi o último a ser escolhido por Chael Sonnen no TUF, mas derrubou os principais nomes daquela edição em sua trajetória.

Desde o superestimado Bubba McDaniel até Josh Samman – favoritíssimo para chegar à final.

Sem falar do temido Uriah Hall, o Homem Ambulância – de quem o mancebo afanou o título do reality show e, de quebra, espatifou sua aura intransponível construída ao longo do programa por mandar seus adversários para o hospital.

Ele merecia o hype por causa das coisas malucas que ele fez dentro da casa, mas ninguém nunca o pressionou como eu o fiz durante toda a temporada. Todos pensavam que ele venceria, mas obviamente, eu acreditava que eu venceria.”, disse Kelvin, sobre Hall.

Todos amam uma boa história de Davi e Golias.

Ainda assim, não passava de televisão, não é verdade? Nenhum daqueles oponentes era de real alto nível para comprovar as habilidades de alguém.

Quatro combates depois, Kelvin enfileirou Brian Melancon, Nico Musoke e veteranos de respeito como Rick Story e o já citado Ellenberger. Inflando seu cartel impecável que já soma uma dezena de triunfos, mais os quatro dentro da casa do TUF.

Tudo isso em quatro anos de carreira profissional, vale ressaltar.

“Não quero ir para uma luta pensando que eu sei como derrotar meu oponente. Quero alguém que eu não saiba como derrotar, para que eu possa trabalhar para poder derrota-lo”. O mote do menino prodígio.

Blitz no Homem Ambulância

Blitz no Homem Ambulância

Apelidado de “Mini Velásquez” pelo estilo irrepreensível e carregado na luta olímpica – além da herança genética mexicana – Kelvin carrega imensa responsabilidade para um lutador que acaba de realizar seu quinto combate pelo UFC, mas ainda é visto com desconfiança acerca de suas habilidades.

Cabe a ele aceitar a alcunha como uma honra, não como um fardo.

Especialmente diante de seu próximo desafio, já divulgado somente três dias após sua performance na Cidade do México. O teste definitivo: Tyron Woodley (na co-luta principal do UFC 183, estrelado por Anderson Silva e Nick Diaz).

Wrestler de punhos pesados, Woodley é o terceiro colocado no ninho dos 77kg e reergueu-se do abafo sofrido por Rory MacDonald com um rápido nocaute sobre Dong Hyun Kim.

Então apesar de tantos suspeitarem dos feitos de Kelvin, me parece nítido que o UFC vê algo de especial no garoto. A rapidez com que o anúncio de seu combate seguinte foi publicado fortalece essa teoria.

Vejam bem, Gastelum pode iniciar 2015 como um top 5 da categoria, na companhia que recentemente aterrissou com louvor em terras mexicanas. E como de costume, montado em sua zebra de estimação.

Cenário perfeito para o aventureiro que nada tem a perder e adora encontrar um jeito de quebrar a cara dos mais céticos.

Arriscado, concordo. Mas como mais a história de Kelvin Gastelum se desenrolaria?

  • Ayrllys Allan

    Prevejo uma boa luta contra o Woodley, mas acho cedo já jogar ele na ponta do funil. Ele é um cara que puxa muito o jogo pra zona de conforto, uma luta mais agarrada, bem ao estilo Velasquez, só golpeando em uma linha segura. Só que do Woodley pra cima só tem cara complicado de se amarrar. um mais liso e técnico que o outro na trocação.

    Porém não da pra negar que alguém com 23 fazendo esse estrago todo, mereça sim uma chance de ir mais adiante.

    • Lucas Rezende

      Talvez de Ellenberger para Woodley tenha sido um salto grande demais, mas como eu disse, essa é a história da carreira do Kelvin.

      • Jonas Angelo

        Exato, Lucas. O rapaz mostra potencial. Se vai ganhar ou não do Woodley é outra história, e mesmo se perder, não terá perdido nada de fato. Ainda tem muito pra evoluir. Belo texto.

        • Lucas Rezende

          Concordo e valeu pelo apoio, Jonas!

  • will

    Quem irá dar um choque de realidade no medíocre Gastelum? Qualquer um do top 5.

    • Lucas Rezende

      Ou será que é ele quem vai chocar você, Will?

      • will

        Eu nunca acreditei muito nele. É bom lutador, mas não vai longe. Anota aí.

    • Felipe Oliveira

      Se é necessário um top 5 de uma das divisões mais complicadas do UFC para vence-lo, acredito que dificilmente esse lutador pode ser chamado de “medíocre”.

      • will

        Palavras fortes geram polêmicas e irritam o interlocutor. Aprendi com o McGregor.

        • Bart Simpsons

          Putz! Aprendeu com McGregor. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Jorge Nojikoski

    Eu deveria ir com o Woodley, mas sei la, vou de Cain Velasquinho.

    • Lucas Rezende

      Tá ficando complicado de duvidar do moleque!

  • Fernando

    Compartilho, em princípio, da idéia de que não há marmelada nos combates do UFC, mas essa última luta do gastelum foi um tanto quanto estranha. Na prática, se houver, apenas os envolvidos poderiam saber confirmar algo do genero. Mas e aí senhores do 6R, nenhuma impressão a esse respeito ??

    • Lucas Rezende

      Achei que o Ellenberger cometeu um erro técnico ao tentar derrubar o Kelvin com o suplê, deixando as costas expostas.

      Gastelum tem um mata-leão muito rápido e justo, McDaniel, Samman e Melancon foram vítimas da mesma finalização antes do Ellenberger. Não vi marmelada, não, cara.

    • Jonas Angelo

      Nico Anfarri levantou essa bola (furada) no Blog do Guga Noblat. Foi lá que você viu?

  • Matheus

    Esse mlk tá com pinta de campeao (um dia nao hoje). O cara sempre acha um jeito de ganhar!

  • Dênnys Dias

    Eu acho que ele vai cansar o Woodley,que as vezes sofre pra carregar toda aquela massa muscular do meio pro final dos combates,e pode acabar achando mais uma finalizaçao ou uma decisao por abafa de preparo fisico.Mas sempre respeitando a mao poderosa do Woodley,que na minha opiniao,eh um lutador superestimado.Pode ser que ele me prove o contrario mais pra frente…mas nessa estou com o carismatico azarao “Velasquinho”.

    • Bart Simpsons

      Concordo com você. Woodley bate pesadão e trabalha muito forte no início da luta. Mas a medida que a luta passa, seu rendimento vai caindo absurdamente. Eu tb tive essa impressão de que o Woodley estava sendo superestimado, principalmente depois de ter tirado o Condit pra nada, mas aí veio a luta com Rory McDonald e, o pupilo de St Pierre mostrou que as coisas não são bem assim como tavam pensando. Woodley é excelente lutador, mas calma, muita calma.

  • Felipe

    Fico imaginando se não estão fazendo com o Gastelum o que pretendiam fazer com o Gunnar Nelson. Caso o islandês ganhasse do Rick Story, provavelmente dariam um top5 logo em seguida. Confio mais no Gastelum que no Nelson, entretanto.

    • Lucas Rezende

      Nelson também é um excelente lutador, perdeu pro Story, mas vários gigantes sofrem derrotas para depois voltarem ainda mais fortes. Vamos ver quem o Gunni pega na próxima.

      • Tonny Varela

        e o Story nao eh pouca coisa não , venceu grandes nomes , luta dura pra qualquer um , só o Demian tiro ele pra nada ..

  • Rodrigo Tannuri

    Está aí um lutador que não pode ser chamado de superestimado. Mesmo jovem, o Gastelum já mostrou que tem talento e está provando que merece ser bem respeitado. O adversário que o subestimar, será surpreendido. O Ellenberger pagou pela boca, mais uma vez. O fato do Story ter sido o único a lhe dar trabalho mostra que o Horror também deve ser levado a sério. Eu, particularmente, sou fã dos meio-médios. Curto muito o estilo do Mini Velasquez. Tem Wresling, tem Jiu-Jitsu e está dando ênfase na trocação. Ele pode até perder pro Woodley, o que não é demérito, que ainda possui muito tempo pra evoluir e chegar ao ouro. O futuro desse garoto é grandioso. Uma das poucas jóias que o TUF vem revelando. Gosto dele de graça.

    • Bart Simpsons

      Compartilho facilmente sua opinião Rodrigão. Esse moleque realmente é uma jóia, é o futuro do UFC. Para quem diz que Rory McDonald é o futuro e que o pupilo de St Pierre dominará a categoria por muito tempo futuramente, ta aí um tal de Kelvin Gastelum que pode acabar com essa graça.

    • Lucas Rezende

      Derrota não é demérito, mesmo. Como falaram no podcast, até o St-Pierre perdeu pro Matt Hughes e, pasmem, pro Matt Serra, antes de virar o campeão dominante que foi.

  • Raphael Seiji

    Palma, palma! Não priemos cânico! Entendo que o UFC está jogando o Gastelum na fogueira… inflamado pela postura de Kelvin não se isentar da “responsa” de enfrentar lutadores duros e melhor rankeados na categoria. Veremos quem irá dar cabo nessa sequência do Gastelum… pessoalmente, pensei que seria Ellenberger e agora penso que Woodley irá barrar o Velasquito.

    Maaaas, negar que esse moleque é um dos grandes nomes da categoria (pensando a média prazo) é loucura!

    • Renato Rebelo

      Penso o msm. Ainda terei que apostar no Woodley na próxima

  • Caio Abreu

    Cara a história de gastelum entra no contexto do último texto do nosso amigo Renato Rebelo, em que o mesmo fala sobre autoconfiança, o cara ser o último escolhido no seu TUF conseguir a vaga pra final, e depois vencer o bicho papão da parada é coisa de quem não tem medo de encarar desafios, woodley é duríssimo, mas na minha opinião Kelvin já tem pela pouca idade e pelo cartel condições reais de conseguir a vitória, a sua frase fala muito sobre o seu futuro o cara gosta de trabalhar duro gosta de se testar, diferente de lutadores que se põe em situação de conforto.

  • Gefferson Nesta

    Ótimo texto, faz refletir o quão grande esse muleke pode ser não só na categoria como no UFC de forma geral, sei que ainda é cedo pra isso, mas se as coisa continuarem dando certo pro jovem Gastelum acredito que ele alcance ares maiores que o do proprio Cain. Tornando o maior ídolo latino do evento.

    • Lucas Rezende

      O UFC tá procurando intensamente alguém para vender a marca pro mercado latino. Velásquez é um excelente nome, mas se contunde demais. Gastelum pode ser o próximo.

      Além de outros caras que tão chegando agora, como o Augusto Montaño, que já é querido pelos mexicanos e fez uma boa estreia.

      • Jonas Angelo

        Muito loco esse Montaño. Uma mistura de Javier Bardem (Onde os Fracos não têm vez) com o Cavalo de Fogo. haha

      • Gefferson Nesta

        Verdade.

  • William Amaral

    Acho que ele ainda não está preparado e o vejo perdendo pro Woodley em três rounds. A forma como o Jake deixou que ele revertesse a posição, no momento que precede à finalização, me deixou chocado pela facilidade. Achei mais erro do Ellenberger do que mérito do Kelvin, embora o ache um ótimo competidor.

    • Renato Rebelo

      Confesso que fiquei igualmente chocado, fera. No papel o Jake é um wrestler (folkstyle – baseado em domínio de posição do solo) mais condecorado.

      • William Amaral

        Foi estranho. Parece que a pressão baixou pela força que ele fez pra derrubar e aí ele ficou meio que paralisado. Deixou o Gastelum reverter e sequer tentou se defender do mata-leão. Como vocês falaram no podcast, o Ellenberger precisa de umas férias.. rs

  • Guest

    O velasquinho veio pra incomodar. Venceu um desacreditado (até o momento) Story que se confirmou como top depois de abater uma das maiores promessas da categoria.

    Jake não é mais a nata da categoria, mas com certeza é um lutador de alto nível (triste derrocada do mesmo). Não pode desmerecer, um garoto de 23 anos com 11 lutas profissionais passou o caminhão e jogou a mercadoria em cima de um dos mais casca grossa do maior evento de MMA do mundo.

    Tem que lutar na sua zona de conforto contra o Woodley, tomando MUITO cuidado com os punhos. Se entrar a mão do Woodley como entrou a do Story… É melhor fazer uma reserva do mesmo quarto que Shogun ficou depois da luta contra o Hendo.

    UFC percebeu que Velasquez é muito inconstante para ter o peso de carregar a bandeira mexicana sozinho. Gastelum é uma solução para adentrar nesse mercado.

    E o melhor: é um lutador ativo. 5 lutas num período de 1 primavera e meia (fora as do TUF).

  • O velasquinho veio pra incomodar. Venceu um desacreditado (até o momento) Story que se confirmou como top depois de abater uma das maiores promessas da categoria.

    Jake não é mais a nata da categoria, mas com certeza é um lutador de alto nível (triste derrocada do mesmo). Não pode desmerecer, um garoto de 23 anos com 11 lutas profissionais passou o caminhão e jogou a mercadoria em cima de um dos mais casca grossa até 77kg do maior evento de MMA do mundo.

    Tem que lutar na sua zona de conforto contra o Woodley, tomando MUITO cuidado com os punhos. Se entrar a mão do Woodley como entrou a do Story… É melhor fazer uma reserva do mesmo quarto que Shogun ficou depois da luta contra o Hendo.

    UFC percebeu que Velasquez é muito inconstante para ter o peso de carregar a bandeira mexicana sozinho. Gastelum é uma solução para adentrar nesse mercado.

    E o melhor: é um lutador ativo. 5 lutas num período de 1 primavera e meia (fora as do TUF).

  • Bart Simpsons

    Eu aposto no Gastelum novamente, assim como apostei nele contra o Ellenberger. Na luta contra Rory McDonald, Woodley mostrou que sente dificuldades quando trabalha sob pressão, e pressão é uma coisa que Kelvin Gastelum gosta de fazer. Além disso, Woodley é um cara explosivo, que trabalha muito forte no início da luta, mas a medida que a luta passa, seu rendimento cai demais. É como se fosse um Belfort dos meio médios fazendo essa comparação do fator rendimento ao passar da luta.
    Kelvin Gastelum manterá sua invencibilidade, manterá seu cartel perfeito. Torcerei muito por isso, ainda mais porque seu Tyron Woodley “pipocou” para Hector Lombard.

  • Tonny Varela

    engraçado como esse cara ganhador do tuf e ganhou todAS ate agora nao tem 1% do Hype do eterna promessa Erik Silva , gosto do mini Cain , mas na proxima vão joga um top 5 pra ele eu acho , dai vamos ver ate onde ele vai.

Tags: ,