Ainda Shogun: como seria a recepção nos médios?

Renato Rebelo | 12/11/2014 às 21:33

A um passo do precipício (leia-se fim de carreira melancólico), Maurício Shogun surpreendeu.

Ao invés de forçar a barra pedindo Rogério Minotouro na final do TUF Brasil 4, o curitibano deu a entender que uma importante mudança – pedida por fãs e jornalistas há pelo menos dois anos- sairá do papel:

Agora vou descansar, curtir minha família e depois pensar nos proximos passos, TUF Brasil, talvez uma mudança de categoria, mas sigo em frente porque vencer é facil, mas seguir na batalha e dar a volta por cima é que fazem de alguém um verdadeiro lutador”, escreveu no Facebook.

UFC Fight Night Combate: Shogun vs Saint Preux

OSP liquidando a fatura

Mesmo que o diagnóstico do ocorrido no último sábado em Uberlândia seja pra lá de preocupante (recheado com “fui pego”, “erro técnico”, entre outras tapadas de sol com peneira), se o ex-campeão do Ultimate der esse passo pra fora da zona de conforto na qual ainda reside, eu, romântico assumido, enxergarei um (mínima) luz no fim do túnel.

Digo isso porque Shogun tem apenas 32 anos e não apresenta longo histórico de lesões, cirurgias complexas e nem mesmo absorveu grande quantidade de danos na carreira (lembrem-se que, de 2002 a 2011, era ele que amassava os outros e não o contrário).

Mas, Renato, apenas uma mínima luz no fim do túnel? Sim, do tamanho de um átomo.

Afinal, uma dietinha extra e a desidratação de cinco a 10 quilos não farão com que todo o talento que Deus lhe deu se manifeste – apenas garantirão um pouco mais de esforço.

E esse é o cerne da questão.

Como um ícone do MMA, acostumado a carregar ouro na cintura, pode se contentar com a mediocridade (ser mediano – ganhar uma e perder outra)?

Às vezes tenho a impressão de que os resultados negativos incomodam mais a nós, seus fãs, do que ao próprio indivíduo.

O bom e velho (Foto: Susumo Nagao)

O bom e velho (Foto: Susumo Nagao)

Do contrário, porque raios ele ainda não fez as malas e varou esse mundão de meus Deus atrás de treino?

Estaria eu escrevendo este texto se Shogun tivesse passado os últimos anos ao lado de Rafael Cordeiro, Fabrício Werdum, Renato Babalu, Rafael dos Anjos, Lyoto Machida e cia em Los Angeles?

Enfim.

Bater 84kg pela primeira vez é, ao menos, é fugir do ambiente comum.

Até por que na categoria devastada por Jon Jones, Shogun vive situação parecida com a de Michael Bisping no peso-meio-médio: não há pra onde correr.

A notícia triste é que, olhando pra baixo, a selvageria é ainda mais intensa.

Pergunte a si mesmo. Hoje em dia, Shogun seria franco favorito contra algum dos listados abaixo?

1- Chris Weidman
2- Vitor Belfort
3- Ronaldo Jacaré
4- Lyoto Machida (mais adaptado à nova realidade)
5- Luke Rockhold
6- Yoel Romero (wrestler)
7- Tim Kennedy (grappler)
8- Gegard Mousasi

Alguém avise ao Shogun é que se mudar para 84kg é uma ideia MUITO ruim. É um tanque de tubarões por aqui e todos nós o engoliremos”, mandou o sempre ácido Tim Kennedy no Twitter.

É claro que Kennedy, milico malandro, aproveitou-se da situação para matar três coelhos com uma só cajadada.

1- ganhou manchete na maioria dos site que cobrem o esporte, 2- provocou Shogun para obter uma resposta (que, provavelmente, não terá) e 3- se pôs à disposição para receber o famoso ex-campeão na nova categoria (melhor alternativa possível para ele, que habita uma espécie de limbo desde que foi nocauteado por Yoel Romero).

De todo modo, Shogun me parece sofrer um problema crônico de motivação.

Se a estreia no maior evento do mundo (performance esquecível contra um Forrest Griffin muito inferior tecnicamente) ou a primeira defesa de cinturão (surra visceral aplicada por Jones) não o alavancaram, tenho minhas dúvidas se um Kennedy da vida acenderia o fogo chuteboxer.

A essa altura do campeonato, é mais seguro crer que nem a sunga branca da Bad Boy impedirá o irmão mais novo de Murilo Ninja de virar escada.

Infelizmente.

Abraços.

  • Lucas Wilniski

    Eu duvido que ele corte peso e desça para 84 kg.Não porque ele acredita que não consegue cortar (mesmo ele afirmando), mas porque ele acredita muito que irá conseguir se recuperar.Espero que essas derrotas consigam mostrar que ele precisa mudar, e urgente, para o Dana White força-lo a parar de lutar.

  • Dênnys Dias

    “De todo modo, Shogun me parece sofrer um problema crônico de motivação.”

    Exatamente a minha opiniao!Ele nao quer deixar o aconchego da familia pra ir atras de um treinamento mais adequado,que possibilitaria uma evoluçao como lutador.Ele prefere ficar por aqui acreditando que suas derrotas foram coisas normais que acontecem nas lutas…realmente isso eh da luta,mas no caso dele isso nao se encaixa.Acho que essa mudança de peso pode funcionar mais como uma motivaçao do que qualquer outra coisa,visto que o peso-medio tem muito mais talentos que o meio-pesado.Quem sabe um Shogun x Bisping,pro Conde falar muita besteira e “despertar” o chuteboxer adormecido?Caso resolva ficar na atual divisao,nao vejo outra luta a nao ser contra o Minotouro.Luta pra nostalgico nenhum botar defeito…ja pros “novos” fãs,nem tanto.

  • Renan

    Muito bom texto,argumento,Renato.
    Shogun não seria um top 5, talvez um top 10,e dependendo do jogo do adversário perderia pra alguém abaixo do ranking, de repente um Mark Munoz que tá lá embaixo hj(só pra dar um exemplo),não seria um jogo tão bom pro shogão. É que caso ele continue nos meio pesados não vejo mais muita perspectiva, pra um cara que sempre fez luta principal e co-principal , a coisa ficou feia.. e tem mais aquela, shogão nunca vai se dar bem caras com envergadura maior que a dele, e parece que o que mais vem aparecendo nos meio pesados,são caras desse biotipo físico, enfim, acho que deveria descer,se aventurar,não vai disputar cinturão,mas de repente dá uma respirada,proporciona algumas vitórias,derrotas e se aposenta.,pq aquele shogão que vai treinar nos eua,fazer uma dieta forte, treino específico de força e potência com preparadores físicos de nome,pode nunca vir a aparecer.

    • Renato Rebelo

      Obrigado, fera. Pois é. A situação é pra lá de desconfortável.

  • Dan Mendes

    Shogun seria favorito contro o Chris Weidman, fácil.

    • Jonas Angelo

      Sério, Dan?

      • Dan Mendes

        Claro que não. Só queria ver a reação da galera. rsrs

    • mazzaropi

      (polta que pariu… kkk)

    • Dan, você e o Bart Simpson têm que mudar essa foto do avatar, nunca sabemos quando é opinião ou ironia.

      rsrs

      • Dan Mendes

        Ah mas neste comentário ficou claro que era brincadeira.

  • Thiago Kuhl

    Cara…. me aperta o coração ao ler isso… Sábado senti a mesma tristeza que na segunda luta do Minotauro contra o Mir… ok foram lutas diferentes… mas o sentimento foi o mesmo.
    Dito isso, me parece ser a hora de começar a me despedir de outro ídolo, aconteceu já com BJ, mas parece que com Shogun será mais difícil.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Fiquei realmente chateado com a atuação/falta de do Maurício. Mirko, Fedor e Shogun são meus três lutadores preferidos (aqueles que, se eu pudesse levar um dvd de lutas com as apresentações de apenas três pra uma estadia de 10 anos numa ilha deserta, levaria). Não acho que a coisa mais sensata seja baixar de categoria, na 84kg têm muito mais talento no Top 10 do que na 93Kg. É baixar a cabeça, treinar duro, se renovar e voltar a ter o braço erguido. Só que eu não boto fé…

  • Rodrigo Tannuri

    Péssima, simples assim. Concordo com o Kennedy, que de bobo não tem nada. Se nos meio-pesados, categoria que vive um momento de declínio, o Shogun já vem sofrendo, nos médios, divisão que vive sua melhor fase, a tendência é ser trucidado. Não coloco mais fé, infelizmente. O próprio Shogun largou de mão a carreira, então não será eu quem vai passar a mão na cabeça ou defendê-lo. Tem que conviver e aceitar as críticas sim. É uma pena, mas a realidade está clara.

  • Yuri David

    O negócio é que hoje em dia o Shogun não tem mais físico de me meio-pesado. Teve, outrora, mas o esporte evoluiu e ele não tem mais.

    Das suas ultimas lutas apenas o Lyoto, Sonnen e Dan Henderson tinham o seu tamanho e todos eles são peso-médios nos padrões atuais. Sonnen teve um incursão catastrófica pelos meio-pesados, só vencendo o Shogun. Lyoto desceu e o Dan Henderson também – este batia 90 kg na pesagem.

    A categoria esta repleta de caras muito maiores, mais fortes e com envergaduras boçais de mais de 2 metros.

    Definitivamente não é o lugar pro Shogun. Tem que descer.

    • Bruno Medeiros

      Eu concordo plenamente com você! Se analisarmos a evolução do esporte, o que mais podemos destacar é o o tamanho dos atletas em suas respectivas categorias, e as estratégias, que cada dia estão mais refinadas.

      No caso do Shogun, de fato acredito que a mudança de categoria pode equilibrar aos demais lutadores no quesito de tamanho, e no mais, e ter esperança de que o mesmo retome a motivação o que outrora fez com muita eficiência.

  • mazzaropi

    Pago pra ver o sunga branca na 84… kkk!

    duvido.

  • Bruno P.

    A unica coisa que acho é que cortando peso ou não, ele se manterá na mesma sequencia… ganhando de um fraco, perdendo de um mais ou menos..

  • Jonas Angelo

    Gostei do texto Renato. Acho que realmente além de descer ele precisa de algo a mais, mas descer já é um bom começo. Para figurar num TOP 10 dos Médios é bem possível, para um TOP 5 já é bem mais difícil, mas não tão difícil quanto o TOP 5 (que pode ser também um TOP 6) dos Meio-Pesados:

    Alexander Gustafsson
    Daniel Cormier
    Anthony Johnson
    Rashad Evans
    Phil Davis
    Glover Teixeira

    A divisão dos Médios está bem equilibrada, mas ainda dá pé pra ele, agora a dos Meio-Pesados tá cascuda demais, não há nem chance mais de dar Samba.

  • diego rizzo

    Ele entra favorito:
    CB Dollaway
    Tim Boetsch
    Michael Bisping

    Luta equilibrada:
    Gegard Mousasi
    Dan Henderson (o que nao deve ocorrer)

    Contra os outros, seria zebra contra todos. Do Kennedy pra cima, é difícil acreditar no Shogun. Uma pena, pois eh meu maior ídolo no MMA

    • Não acredito que contra o Mousasi seja equilibrada, acho que o Shogun leva.
      Acho que ele passa o Kennedy tb.

      • Jonas Angelo

        Eu coloco ainda o Romero nessa conta, David. Daí pra cima o caldo já engrossa. hehe

        • Então, rapaz. Pensei em por o Romero também, mas a motivação dele está alta, um grande diferencial contra o Shogun!

          • Jonas Angelo

            Faz sentido David, não havia pensado por esse lado.

        • Bart Simpsons

          Acho que tem muita gente que subestima o romero, mas ele é um cara perigosissimo. Tem um wrestling de primeira linha, tem muito gás, é muito forte e bate pesadão, mão de marreta mesmo. Seu ponto fraco é o queixo que já se mostrou não muito confiavel. Acho que ele entraria favoritissimo contra o Shogun, infelizmente.

      • Malk Suruhito

        Mousasi não sofreu na mão do Hunt quando este era pedreira, porque sofreria agora com o Shogun??

  • Raphael Seiji

    Tim Kennedy foi bem esperto ao não deixar de ser verdadeiro (pois, assim como eu, ele deve crer realmente numa mudança de categoria) e já fazer um lobby pela luta.

    Na minha opinião, Shogun seria trucidado mesmo na categoria dos médios. Ganharia de nomes como Costas Philippou, Mark Muñoz, Tim Boestch… Já está claro, muito bem por sinal, que o que tem de ser mudado é a mentalidade do Shogun, falta-lhe compromisso com o atual momento de sua carreira. Parabéns pelo texto, Renato.

    • Renato Rebelo

      Obrigado, meu velho!

  • Gefferson Nesta

    Cara, o Shogun é um dos caras mais foda que já vi na vida e acredito que é como vocês mesmo disse Renatão ele não aparenta se importar com que esta acontecendo, essa questão da mediocridade (ser mediano – ganhar uma e perder outra)? Aparentemente só tem afetado a nós fãns, pois eu não consigo entender como uma lutador diz querer voltar ao topo e ser novamente campeão e não busca mudanças em sua rotina de treino. Vimos tantos e tantos outros lutadores perderem e buscarem as mudanças e os resultados foram positivos em diversos aspectos . É complicado de entender como fãn e aparentemente simple de perceber as mudanças a serem feitas. Mas acredito que não vai mudar muita coisa não!

  • Sidra

    O empresário do Shogun escreveu no Sherdog que, se o Maurício continuar com ele no camp de São Paulo, não luta mais de 93 kilos. Eh fazer um catchweight de 195 e rumo pras 185 libras. Sei lá, to achando que vai rolar um Rich Franklin em 195 libras na final desse TUF, mesmo esquema que fizeram com o Belfort quando ele veio pro UFC de novo… Agora, se o Shogun perde pro Franklin…. a coisa vai ficar feia.

  • will

    Dano cerebral seguido por Parkinson aos 40 anos. Essa é a recepção que ele vai ter nos médios. Shogun, vai pescar. Curtir a família. Você não precisa provar mais nada pra ninguém.

  • Neylon

    Se o Shogun resolver parar hoje, continuaríamos fãs como sempre fomos. Minha preocupação é a imagem que ele está deixando a essa geração que não viu o monstro chutando cabeças do Pride…

  • Lucas Corrêa Braz

    O melhor seria o shogun se entupir de churrasco e cerveja, e travar a batalha dos aflitos contra o Overeem nos pesados. Que acha Renato? Ah e so para medir a relevância do Shogun, é só ver a quantidade de tópicos e comentários rolando.
    Abs

    • will

      Ia perder fácil pro Overrem!

  • Biro Biro

    Shogun é o cara mais injustiçado pelos seus fãs no MMA! Criou-se um mito de que o cara não treina, é preguiçoso e que possui um talento natural. Lembro que o ex jogador de basquete Oscar Schimitd disse certa vez, mais ou menos isso: “ Que não acreditava em talento sem esforço, como se a pessoa nascesse com um dom, isso não existe! Talento é um misto de determinação e muito treinamento.”
    Não sei se concordo com o Oscar, pois já vi casos que me fizeram pensar o contrário, mas se existe talento natural, Shogun com certeza não é um deles! Veja esse vídeo dele quando ele tinha 15 anos:
    http://www.primeiroround.com.br/noticias/item/376-video-antigo-no-youtube-mostra-maur%C3%ADcio-shogun-adolescente.html#
    Este garoto de péssimo nível, de trocação bisonha no vídeo, seria campeão do Pride, oito anos mais tarde. Óbvio que o garoto deve ter treinado feito um condenado e conseguiu superar boa parte de suas deficiências técnicas, mas não todas. O modo como Shogun tentou encurtar a distância na última luta, não era algo novo, ele já havia feito isso em outras lutas, a diferença é que dessa vez o
    adversário soube capitalizar em cima desse erro técnico.
    Ao contrário de que os fãs pregam, Shogun nunca foi um primor de técnica na trocação! Revejam suas lutas contra Cyborg, Kazuhiro Nakamura e Mark Coleman, foram lutas onde o garoto do vídeo deu as caras de novo!
    Shogun se destacava no Pride por ser um dos primeiros a mesclar grappling com trocação de forma satisfatória! Em lutas onde ele estava tomando atraso na trocação, ele quedava e castigava o adversário no ground’n’pound. Foi assim nas lutas contra Cyrelle Diabaté e Rogério Minotouro.
    As shogunzetes criaram um semi-deus que nunca existiu! É quem sofrem com
    isso é o próprio Shogun, que hora é vítima de um otimismo exagerado, hora é vítima de um pessimismo exagerado!
    É prematuro para dizer que seu “Queixo” foi embora, o cara foi nocauteado por dois caras que tem dinamites nas mãos. Não acho que ele deve se aposentar, o cara é novo tem 32 anos, e também não acho que ele precisa baixar de peso. Criou-se uma cultura no MMA que baixar de peso é sempre a solução para tudo.
    Tenho saudades das categorias de peso do Pride Fc, eram poucas é com um intervalo racional entre elas. Ter 8 categorias de peso masculinas, sendo quatro delas separadas por apenas 4.5 kg é ridículo! Isso desvaloriza o cinturão e impossibilita lutas interessantes entre adversários de tamanho semelhantes. Diversidade de tamanho dentro de uma divisão de peso é essencial, lógico que feito de maneira racional. Não dá para colocar um Peso Leve contra um Pesado, mas dá para colocar um Peso Leve contra um meio médio! Todo mundo da mesma altura e peso tira a essência do vale tudo.
    Shogun falou no programa Agora é tarde da band, que estava pesando 106 kg. E antes que alguém diga que ele estava gordo, eu vi a entrevista, ele estava forte e não gordo. A barriguinha saliente que ele exibiu em algumas lutas não foi por preguiça ou por ser pequeno para a categoria, foi por ele ter errado na hora de tentar recuperar o peso perdido para bater o limite da categoria.
    Shogun tem 1.85 m de altura e pesa 106 kg, ele tem o mesmo tamanho do Cain Velasquez. Se estivesse em seu lugar, ganharia massa muscular, força e migraria para os pesos pesados. Nos pesados ele teria a vantagem de ser mais ágil que seus oponentes.
    A única coisa que concordo, é que ele precisa ir para os EUA se aperfeiçoar. Veja o caso do Vitor, o quanto o cara evoluiu indo para lá!

    • Jonas Angelo

      Faz bastante sentido também.

    • Bart Simpsons

      Discordo completamente de você nesse final que voce diz que o Shogun poderia subir para os pesados. Cara, eu sempre fui gordinho, desde os tempos que jogava bola até o quando comecei a treinar muay thai, que é onde estou até hoje, junto com jiu jitsu e MMA. Como eu disse, eu sempre fui gordinho e tive a mobilidade de caras mais leves, sempre estive acostumado e adaptado ao meu peso. Por outro lado, amigos que eram magros e engordaram com o tempo, relacionado a futebol que eu estava falando, os caras nunca mais conseguiram render o que rendia quando magros, os caras não conseguiram se adaptar com sua nova forma. A mesma coisa aconteceu com amigos no muay thai, tb no jiu jitsu e no MMA, os caras que foram ficando mais fortes e mais pesados, simplesmente não conseguiram mais ter o rendimento que antes. É assim que acontece, assim como tem caras que quando emagrecem acabam perdendo força, resistencia, essas coisas, tipo o que aconteceu com roger gracie, tb acontece quando o cara tentar ficar mais forte, simplesmente o corpo não se adapta. Velasquez é peso pesado natural, assim como hunt… hunt hoje em dia tem pouca mobilidade, mas voce pega um video da cara quando tinha seus 30 anos, o cara era pesado e se movimentava e golpeava como cara mais leve. Melhor para o Shogun não seria descer de categoria, mais sim se dedicar mais aos treinos e de forma correta. Esse negocio de treinar sendo o proprio mestre não dá certo, precisa treinar com um cara especialista, como rafael cordeiro por exemplo, mas se não quiser ir pra lá, espera agora p ver como o cigano ficou depois dos treinos na nova uniao e, se o cara mostrar suas melhorias, coisa que eu acho que vai acontecer na moral, vai fazer um camp lá com pederneiras

  • Andre Fausto

    Ótimo texto Renato, concordo plenamente com o que vc expôs. Inclusive a indireta mandando-o treinar.

  • só pra corrigir

    Até por que na categoria devastada por Jon Jones, Shogun vive situação parecida com a de Michael Bisping no peso-meio-médio: não há pra onde correr.

    O Bisping é peso médio.

  • will

    O problema dessas viúvas do Pride é não enxergar o óbvio! Shogun não era isso tudo que imaginavam. No UFC o buraco é mais embaixo. Ficou evidente que ele é apenas mediano no UFC.

  • Gabriel Guimarães Calefi

    Por mais que a categoria dos médios hoje seja uma das mais assassinas que tem, Weidman, Lyoto, Belfort, Jacaré, Moussassi, Anderson, Kennedy, Romero, Luke, Hendo…. com o Shogun seria só mais um assassino, não apresentaria larga vantagem contra esse top 10 de dar inveja a qualquer categoria, mas também não ficaria para trás, acredito que ele seria mais um assassino nesse ranking. Acho que ele deve sim mudar de categoria, afinal, quem ele enfrentaria essa altura do campeonato nos meio pesados?

  • Bruno

    Se ele quer descer de peso e fará o TUF, então poderá enfrentar o Anderson…

Tags: ,