Presente de Wanderlei macula passado glorioso?

Lucas Rezende | 12/11/2014 às 14:50
10675783_862150863819610_1322220949744131599_n-1

Ideia que pouco durou

Que fim de carreira os céus reservaram para Wanderlei Silva.

A lenda do Pride – célebre pela agressividade voraz e instinto assassino – agora naufraga num redemoinho de pataquadas que apenas serve para distanciar cada vez mais nossas lembranças do querido selvagem de outrora.

Elaboro.

De presença confirmada na pré-festa do Bellator 131 – o season finale da décima primeira temporada do evento – na segunda, Wand foi constrangedoramente removido do compromisso ainda terça por estar preso por contrato com o UFC.

O que ainda levanta a questão: como o Bellator não apurou isso antes de fazer o anúncio?

Encoleirado, o Cachorro Louco não tem para onde correr. E não só por causa de Dana White.

É preciso lembrar que Wand também foi banido de lutar em solo americano pela Comissão Atlética de Nevada (uma vez que as demais comissões do país acatam a decisão da NSAC) após ter fugido de um teste antidoping surpresa.

Escravidão agora? Como assim, não posso trabalhar então, Dana? Você não manda em mim. O que é seu está guardado. Já chega”, escreveu no Twitter.

bellator-mma-royce-gracie-wtf

Embaixador Royce foi anunciado mês passado…

Wanderlei se juntaria ao seleto grupo de foragidos do UFC que buscaram um espaço no Bellator, como o par responsável pelo prato principal do Bellator 131 – Tito Ortiz e Stephan Bonnar – além de Royce Gracie – embaixador da organização – e outros como o ex-campeão Randy Couture.

Pensando bem, Wanderlei seria uma válida adição ao elenco do Bellator, ainda que só como enfeite. Embora o momento seja um tanto inoportuno, estampar a face de um ícone do esporte em sua organização nunca é associação nociva.

Isso porque este foi apenas o último capítulo de uma longa espiral problemática.

É evidente que a série de desventuras macula o legado de Wanderlei enquanto lutador. E como foi difícil conseguir essa proeza.

Wand x Sonnen extra-oficial

Wand x Sonnen extra-oficial

Em meio à peleja com Chael Sonnen em pleno TUF Brasil 3, fugas de testes, vídeos polêmicos, desavenças com o UFC e o castigo instituído pela Comissão, a batalha épica contra Brian Stann na Saitama Super Arena, em março de 2013 – última vez que vimos Wanderlei em ação –, agora parece distante e insignificante.

Quando muitos desejavam que Wand houvesse pendurado as luvas logo após o combate – encerrando sua carreira em um clímax poético –, ele permitiu a deterioração de sua imagem a cada novo tropeço extra-octogonal.

E apesar do ditado insistir em dizer que não existe publicidade ruim, a queda na popularidade do ídolo foi sentida e repercutida mundo afora.

Passeando por seções de comentários de sites internacionais e nacionais, não é difícil distinguir os dois polos opinativos da situação.

Wand é banido, mas Vitor Belfort pode lutar pelo título”, diz um, ácido. “É o que dá quando você morde a mão que te alimenta”, reage o segundo, quanto à tentativa falha de migrar para o Bellator. “É uma droga ver Wanderlei assim depois de tantas lutas clássicas”, lamenta o terceiro.

Este balanço é importante para que percebamos as várias versões de Wanderlei Silva que existem dentro de um só. O injustiçado que ele prefere pregar ser, e também a sonsa vítima de um cenário criado por ele mesmo. E as pessoas percebem ambos.

Mas antes só existia um. O brigador bem-humorado, sempre disposto a dar um novo espetáculo brutal para agradar seus seguidores.

O atual é uma triste casca do antigo, que nos abastece com estripulias constrangedoras, testando a lealdade e a paciência de quem o acompanha.

E a dúvida pulula: quantos mais deslizes Wand cometerá até que suas atitudes no presente sobrepujem as glórias do passado?

Para muitos, a balança já pesa para o lado ruim.

  • William Amaral

    Com certeza!! A mesma galera que acha que Shogun, Minotauro e Minotouro são horríveis, acha que o Wand é somente um trapaceiro. Para o público médio, o que vai ficar são os últimos 3 anos (de Anderson x Belfort pra cá). O passado não existe para o grande público.

    • Lucas Rezende

      No caso do Wand, o problema nem é só com os novos fãs, mas também com o pessoal que o acompanhou quando ele tava no auge, mas tá cansando de ver o cara se afundar em besteiras frequentemente.

      • William Amaral

        Sim, mas os antigos ainda se lembrarão dos bons momentos, mas a massa não quer saber o que ele foi e a única visão que tem dele é que fugiu de antidoping (aliás, muitos nem sabem o que aconteceu, só sabem que ele foi banido), que perdeu pra Leben, em poucos segundos, e para Franklin, no Brasil. As vitórias mais recentes (Le e Stann), infelizmente, não são tão lembradas.

    • Jonas Angelo

      Sim, para muitos a coisa funciona assim mesmo. E não vejo isso como algo assim tão abominável, se soubermos separar as coisas. Os caras que você citou realmente já foram muito bons, e isso é inegável, como é inegável a necessidade de conhecermos esse passado e sabermos discernir isso. Mas é fato também, que pessoas que continuam suas carreiras estão sujeitas a perder o status de ídolo à medida em que seus desempenhos caem(entre outras coisas), além do que é complicado querer exigir que todo mundo conheça tudo, ou seja, a geração mais nova certamente vai idolatrar Jon Jones, Aldo e Demetrius, por exemplo, isso é inevitável. Acho que nem 8 e nem 80: nem podemos crucificar o público atual por não idolatrar os ídolos de outrora, nem eles podem jogar trajetórias inteiras no limbo por julgamentos frágeis.

  • Danyel P Lorenzo

    Como venho dizendo, o Wand precisa urgente de uma assessoria de imprensa ao invés de um editor de vídeos.

    • Lucas Rezende

      Hahaha, é verdade!

      • Danyel P Lorenzo

        Olha ai Lucas, oportunidade heim !!! rs rs rs

    • Marcio Valle

      Concordo com o Danyel, uma Assessoria de Imprensa nessa altura do campeonato com uma bela gestão e crise e imagem. Não adianta tampar o sol com a peneira e ficar martelado “ele pode, foi e é uma lenda”. Não dá pra passar a mão na cabeça com base no passado de uma pessoa. O presente conta muito mais para o futuro do que o que já foi.

  • Jonas Angelo

    Wanderlei trilhando o caminho do Pelé…

    • Lucas Rezende

      Calado, Wand também é poeta.

  • Matheus

    Wanderlei tá atirando pra td quanto é lado. Até entrar em grupo do whatsapp pra garantir apoio ele tá. Nunca vi um sujeito fazer tanto escarcel para tentar se eximir da culpa que tem no cartório

    • Lucas Rezende

      Muitíssimo bem lembrado, Matheus! Essa história do Whatsapp beirou o patético.

  • Bart Simpsons

    Muito triste ver Wanderlei Silva fazendo esse papelão. Não dá para culpar os fãs que não se recordam mais do passado brilhante, afinal nem o próprio Wand se preocupou em cultivar esse ponto da sua carreira.
    Me lembrei agora que no programa Sensei Sportv estava passando um quadro chamado “mancha no cartel”. Para quem não viu, mostrou caras que derrotaram super lutadores no passado, mas que não conseguiram alcançar a mesma glória dos derrotados. Mostrou o único lutador que derrotou José Aldo, que hoje ele trabalha na polícia e luta em torneios amadores de MMA. Mostrou o único cara que derrotou Junior Cigano antes dele ser campeão do UFC, mas que até hoje nunca conseguiu sucesso no MMA. Enfim, lembrei que, tudo isso que Wand vem fazendo, não existe “mancha no cartel” maior do que essa.

  • Cauã Albuquerque

    Acho que é resultado das pancadas que ele levou na cabeça.

  • Rodrigo Tannuri

    Texto perfeito, Lucas. A cada novo vídeo do Wand, minhas reações são de espanto e alegria, porque é um verdadeiro freakshow. Que fim pífio pra uma carreira gloriosa! O próprio faz questão de se humilhar e isso é muito triste. Não dá uma bola dentro. Conseguiu sair como vilão e nem teve uma despedida digna. Se é que se despediu mesmo… Enfim, a nebulosidade é intensa. Você definiu bem: de vítima, ele não tem nada. Como diz o Sheik: vergonha, vergonha, vergonha!

  • Eduardo Sanguinetti

    Poisé,

    Mas apesar de todas estas última “cagadas”, para aqueles que
    acompanham o Wand das antigas.. que viram lutar no pride.. ou que apenas
    conhecem a pessoa que ele é. Para todos estes nenhuma destas recentes rateadas vai denegrir a imagem do cachorro
    louco, e nem tirar os milhares de créditos que ele tem.

    O Cara é realmente uma boa pessoa, um guerreiro e um
    excelente lutador E profissional. Com certeza ele fez umas merdas por aí, não
    só para o publico, mas principalmente pra ele (as consequências estão aí..).
    Mas pra alguém que é profissional a mais de 10 anos isso não representa nada do
    que ele é, fez e ..representa..

    Infelizmente quem, sim, esta prejudicando a própria imagem é
    o Shogun, que ainda não percebeu que independente das qualidades e técnicas dele como lutador, se ele não treinar e se
    focar como os adversários estão fazendo, ele não vai ser capaz de vencer
    nenhum. Nem nos 84 nem no 93… ;/

Tags: ,