Dos pés à cabeça: St. Preux e Shogun se analisam

Renato Rebelo | 06/11/2014 às 20:03

Derrotados em seus últimos compromissos, Maurício Shogun e Ovince St.Preux buscam reabilitação neste sábado, no Fight Night de Uberlândia.

É sabido que um, apesar dos 2,03m de envergadura, é grappler especialista em controle no solo e finalizações pouco ortodoxas (“von flue choke” e kimura modificada, por exemplo), enquanto o outro aposta suas fichas no muay thaizão tradicional.

De todo modo, pedi para OSP e Shogun se analisarem e contarem pra nós o que aprenderam com os resultados negativos para Ryan Bader e Dan Henderson (respectivamente).

Confira:

  • Natan Machado Fauzi

    Ainda espero a volta de Shogun, queria que se ele voltasse com os sangue nos olhos fizesse uma épica luta com Anthony Johnson, quem sabe né…

  • Jonas Angelo

    Traduzindo o que St. Preux disse: Vou amarrar, amarrar, amarrar, e se der vou amarrar mais um pouco; ele cansa e eu finalizo. haha. Shogun, “pelamor dos meus filhinhos”, SEJA INTELIGENTE FIÃO! Não deixa o cara ficar 3 rounds te amarrando, nós estamos necessitados disso! haha

    • Achei interessante o St. Preux dividir a luta em três situações, em pé, na grade e no chão. Geralmente só se fala em chão e em pé. Por mais que conhecemos os estilos de se encurtar a luta, de uns tempos para cá vem se falando muito também dessa forma de jogar no clinch. Chato pra caralho, mas cada vez mais presente.

      • Jonas Angelo

        Verdade David, bem observado. Inclusive temos visto isso cada vez mais, sobretudo contra lutadores que não conseguem (ou não sabem, ou não tem capacidade, ou se cansam) impedir isso. Vide Glover e Mineiro, para citar os casos mais recentes. Capelli poderia nos ajudar com esse caminho das pedras, fazendo um texto sobre. hehe.

  • Rodrigo Tannuri

    Encaro essa luta como decisiva pro nosso Shogun. O negão tem jogo pra surpreender. Sinceramente? Não ficarei chateado se ele amarrar. O cara não pode negar o seu feijão com arroz, apesar de ser bem perigoso em pé. Se ele tem recurso, que use. Cabe ao Shogun treinar pra evitar isso. E olha que a gente vem pedindo profissionalismo há tempos. Aliás, o OSP é um bom representante dessa nova geração. Os meio-pesados precisam de caras novas.

    • Jonas Angelo

      Rodrigo, também não tenho nada contra os caras que amarram lutas, está na regra, é permitido e faz parte do jogo, acima de tudo. Mas tenho contra quem não faz nada pra impedir isso, sobretudo sabendo que vai rolar.

  • William Amaral

    Shogun PARECE bem focado e bem informado sobre o OSP. Acho (e torço para) que ele vem com uma pegada diferente depois de sofrer o nocaute brutal pro Hendo. Previsão: Shogun KO R1

  • Pedro Duarte

    Minha sensação antes de cada combate do Shogun é muito parecida com a que sinto antes do Minotauro lutar. Medo de ver uma lenda perdendo seguidamente para lutadores medianos em um fim de carreira melancólico. O caso do curitibano é ainda mais triste, pois o cara é relativamente novo e fica aquela impressão de que poderia estar fazendo muito mais dentro do octagon. Enfim, estou pessimista pois acho que o jogo do St.Preux deve anular o Shogun. Se perder essa, infelizmente, deve-se considerar pendurar as luvas pois até uma aventura nos médios seria mau negócio para o brasileiro.

Tags: , ,