De olho no vice: os
pontos altos do Bellator 176

Luiz Fernando Ferreira | 08/04/2017 às 20:46

Pela segunda vez em 2017, o cage circular de Scott Coker marcou presença em solo europeu.

O Bellator 176 foi à cidade de Turim, Itália, para a disputa do título na divisão dos médios – em evento que ainda contou com lutas de kickboxing no pós-card.

A luta principal, entre Rafael Carvalho e Melvin Manhoef, tinha o intuito de passar a limpo o primeiro encontro, que terminou com uma vitória polêmica na decisão dividida a favor do brasileiro.

O reencontro, portanto, não deixou qualquer tipo de dúvidas. Com um nocaute espetacular do campeão, Manhoef, que tinha chances de se tornar o campeão mais velho da história do Bellator (40 anos), deitou no cage de forma memorável.

O co-main event ficou por conta de um duelo feminino entre a musa Anastasia YankovaElina Kallionidou. A russa manteve a sua invencibilidade no MMA, reforçando ainda mais o status de promessa que o Bellator deposita nela.

Vamos aos principais destaques de mais uma edição do Bellator.

Para não deixar dúvidas

No Bellator 155, a primeira defesa de título do brasileiro Rafael Carvalho, além de monótona, foi marcada por uma luta nada inspiradora e com resultado polêmico contra Manhoef.

A revanche havia sido marcada para dezembro do ano passado, no Bellator 168, mas uma lesão do campeão adiou o reencontro.

Pois bem, nesta tarde em solo italiano, a dupla de strikers finalmente se reencontrou e deu fim à rivalidade com final bem mais empolgante.

O combate até começou nada animador,parecido com o primeiro, com poucas ações e sem emoções. Com o campeão pressionando o desfiante, os três primeiros rounds foram marcados por muito clinch e algumas quedas, mas sem qualquer tipo de ‘dinamismo.

No quarto round, Rafael Carvalho mostrou a sua estrela de campeão. Com um lindo chute na cabeça do veterano, aplicou o nocaute mais bonito de sua carreira.

Sem perder desde 2011 (única derrota na carreira), Rafael confirma a sua segunda defesa de título nos médios e acumula a sua 14º vitória no MMA.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em

Russa invicta

co-main event trouxe o duelo em peso casado entre Anastasia Yankova e a grega Elina Kallionidou. O combate começou com uma “blitz” da russa, que logo de cara aplicou vários socos até parar no clinch.

O primeiro round teve esse roteiro, vários socos desferidos de Yankova para cima de Elina e, no final, as duas lutadoras paravam no clinch. Nos minutos finais, a russa conseguiu quedar Kallionidou e manteve a luta no solo até o final do round.

Os dois últimos rounds foram marcados pelo clinch, sempre com a russa um passo a frente da grega. Elina teve algumas boas oportunidades, mas Yankova conseguia sair dos momentos de maior perigo de Kallionidou.

No final, Anastasia Yankova foi declarada vencedora na decisão unânime dos juízes laterais. Essa foi quinta vitória da russa em suas cinco lutas no MMA.

A “queridinha” do Bellator aos poucos vai aumentando as expectativa de e tornar uma futura estrela da organização (já são três triunfos no evento).

Menção honrosa

Não poderia passar batido a finalização relâmpago na luta de abertura do card . No duelo entre Mihail NicaSamba Coulibaly, o romeno precisou de apenas 35 segundos para aplicar um belo anaconda choke (triângulo de mão) no francês.

Outro resultado:

Valeriu Mircea derrotou Djamil Chan por decisão majoritária

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Manhoef canhão de vidro, é impressionante os videos antigos dele nocauteando os caras a esmo, mas a resistência não colabora, embora esse chute tenha sido muito bem encaixado.

    Essa Yankova não vi a luta, mas é só rosto bonito, aproveita que a categoria não tem tantos nomes logo tá disputando o cinturao vago. Acho que o Bellator podia contratar a Mackenzie já que ela tem dificuldades com o peso.

    • Luiz Ferreira

      Mackenzie seria uma excelente contratação! UFC está de olho nela.

      Sobre o Manhoef, muitas batalhas….acho que a hora dele já chegou….ficar tomando nocautes brutais como esse, aos 40 anos….é um pouco de loucura.

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        Muita loucura mesmo, aliás nem sabia que ele tinha 40, mas tá bem em decadência.

  • Luiz Ferreira
    • Idonaldo Gomes Assis Filho

      kkk caiu que nem contra o Lawler

  • Jorge Nojikoski

    Djamil Chan é uma grande decepção…

    • max

      Na verdade o oponente que é muito bom mesmo, o Mircea deu trabalho na luta com o Goiti, chegou a aplicar knockdown. Tanto que ganhou uma outra chance no Bellator.

      • Daniel Piva

        Embora tenha sido finalizado no primeiro round, o Mircea fez uma boa luta contra o Goiti. Agora conseguiu uma importante vitória. É novo e vai incomodar ainda.

        • max

          Verdade, muita gente desmerece o Mircea por ter perdido pro Cody Mckenzie, mas ele pegou a luta em cima da hora e no peso de cima. Ainda assim, o cara deu um pau no Mckenzie até ser finalizado.

  • Daniel Piva

    A luta em si não foi boa, mas o nocaute aplicado pelo Rafael foi espetacular.

Tags: , , , ,