Receita do Cappelli: como Aldo freou Mendes no RJ

Fernando Cappelli | 27/10/2014 às 20:00
UFC 179: Aldo v Mendes 2

Mendes pronto pra cruzar de canhota

Quase três anos depois, José Aldo e Chad Mendes curaram o soluço de muita gente com o lutão do UFC 179.

Tira-teima do encontro de janeiro de 2012, o novo desafio entrou instantaneamente para a lista de melhores do ano, e com méritos de sobra.

Se no primeiro desafio o striking de Mendes era mais ralo que sopa de convento, o norte-americano provou de vez que tem de ser respeitado neste quesito.

Ele adicionou características sólidas ao repertório trivial de quedas, ou seja, pedradas em formato de diretos, cruzados, uppers e overhands de direita, que têm sido lapidadas gradativamente como marcas registradas.

Além disso, mais uma marca registrada chamou atenção: os cruzados de esquerda colocados no final das sequências funcionaram como ‘contrapés’ mais que indigestos.

Poucos chutes, muitos socos. Postura de luta com pés fincados na lona e centro de gravidade baixo. Era clara a preocupação de Aldo para não ser surpreendido pelos shots (bote às pernas ou quadril) constantes no carro-chefe do norte-americano.

Mas o culhão de Mendes em trocar golpes francos contra um dos caras mais incisivos do esporte deu nova (e épica) dinâmica ao desafio.

Esquerda, volver!

Chad Mendes Knockdowns Jose Aldo UFC 179

Canhota de Mendes derrubando Aldo

O bom e velho boxe foi o fiel da balança nos momentos de maior emoção, com algumas peculiaridades.

Contragolpes com a mão da frente (da postura de luta) são emblemáticos em qualquer modalidade de striking. Até os mais experientes sofrem com golpes do tipo, pela simplicidade, velocidade e possibilidade menor de telegrafar movimentos.

No MMA, que usa luvas pequenas e os lutadores tendem a usar movimentos mais amplos para gerar potência, a coisa fica ainda mais séria. Duas variações básicas de contragolpes com cruzados de esquerda ocasionaram knockdowns, um para cada lado.

Jose Aldo Drops Chad Mendes UFC 179

Canhota de Aldo derrubando Mendes

No primeiro, Mendes usou a cobertura (dois antebraços colocados na vertical na frente do rosto) para bloquear um upper de Aldo, e imediatamente soltou o soco de esquerda no maxilar do oponente.

O golpe mais desequilibrou do que desnorteou, mas garantiu grande momento ao desafiante.

Precisão e velocidade impressionantes na ação vieram pouco depois, com outra paulada de esquerda, desta vez executada por Aldo.

Após pendular lateralmente para escapar de uma sequência de golpes retos do adversário, o campeão soltou o golpe recuando – o que tirou um pouco a força do movimento -, mas garantiu Mendes na lona do octógono mais uma vez.

Pepita

Jose Aldo Hurts Chad Mendes After the Bell UFC 179

No terceiro assalto, a manobra mais refinada do combate. Aldo esperou o soco de esquerda de Mendes e disparou um cruzado de direita de encontro, por cima do golpe do oponente: knockdown.

Técnicas deste tipo são mais arriscadas por exigirem precisão cirúrgica na inclinação do tronco e cabeça, que desvia milímetros do ataque adversário e fica exposta por alguns instantes.

A potência é duplicada pela colisão e o peso todo do corpo empregado no soco, com o leve deslocamento da posição para ajudar no ângulo de ataque.

Considerações Finais

Chad Mendes Takes Down Jose Aldo UFC 179

Queda solitária de Mendes

Mendes conseguiu equiparar habilidades em pé com um dos golpeadores mais letais do esporte, mesmo que para isso tenha sacrificado demais a execução de algumas quedas providenciais para impor seu estilo.

Mostrou-se um desafiante de respeito, e logo mais pode ser indicado no seleto panteão dos ‘wrestlers de mão dura’, ao lado de nomes como Dan Henderson e Johny Hendricks.

Aldo atingiu o ápice como lutador. Frio, preciso, adaptável, veloz, explosivo. Uma das principais virtudes do campeão foi ter aprendido o jogo em pé já com todos os ‘cacoetes’ adaptados ao MMA, pensando nas possibilidades e transições para o grappling.

Tanto ofensiva quanto defensivamente. No UFC 179, mais uma lição de timing e confiança, sem dúvida.

  • Cauã Albuquerque

    Fernando, que belo texto. Parabéns! Aldo não pode relaxar, se parar Mendes em algum momento irá passá-lo. A evolução do Mendes só tende a aumentar. Não vejo adversário pra fazer frente a ele se não o campeão, e isso não é imediatismo, em vários grupos e acho que até no sexto round eu tenho falado que o Mendes evoluiu muito e já é o Cigano dos penas.

  • Dan Mendes

    Que texto Phueda! Mais uma contratação a peso de ouro do Renato. rsrs

    Cappelli, você acha que faltou instinto assassino para o Chad quando ele aplicou a o Knockdown no 1R?

    Sobre o lance das quedas as quedas do Chad são dificultadas por que ele é menor e mais leve que o Aldo. Sei lá…

    • Fernando Cappelli

      Fala, Dan,
      Então, ali no primeiro knockdown, o Aldo logo levantou e partiu pra pancadaria de novo. Pareceu mais um desequilíbrio. O cruzado entrou limpo, mas ele não acusou o golpe diretamente.

      Sobre as quedas, deu pra ver que o Chad estava preocupado em clinchar apenas nos momentos certos, pra não levar outra joelhada como a da primeira luta. Acho que virou um tipo de ‘trauma de guerra’… rs!

      abs

  • Renan Trigueiro

    Caramba, que texto maneirissimo. Parabéns Cappelli!

  • Pedro H

    Ótimo texto! Quem você acha que pode trazer problemas a aldo de de novo?

    • mazzaropi

      Connor, claro!

    • Fernando Cappelli

      Cub Swanson tem aquele lance com ar de mal-resolvido com o Aldo desde a luta no WEC. Conor é o ‘bola da vez’ pelo blablablá todo.

  • Renato Rebelo

    Seja muito bem-vindo de volta, meu querido amigo!

    • Fernando Cappelli

      Obrigado, meu camarada! Sempre tô por perto… hehehe

  • Juan

    Excelente texto. Análises desse tipo são sempre muito interessantes.

  • Rafael Cunha Caroline Reis

    Só passando para deixar os parabéns! Baita texto!

  • Leonardo Neves

    Cadê os anunciantes do sexto round? Não é possível que não enxerguem a importância desse site para quem é fã de MMA. Já adicionei aos meus favoritos no Chrome faz tempo.

    • Wilker Fonseca

      Anunciantes podem até serem bons pra pagar o ganha pão. Mais fodem com o desing da pagina cara!

  • Leonardo Neves

    Eu por aí que o Aldo tem chutes fortes, mas depois de um mal conectado ou defendido ele perde o ímpeto. Foi isso que aconteceu. No segundo round o Mendes defendeu o chute e sorriu pro Aldo acenando negativamente com o dedo indicador, dali em diante o Aldo só seu mais um chute, – muito leve por sinal. Esse Aldo que lutou com o Mendes nocautea o Edgar e o Swanson. Pode anotar! Se o ufc coloca Gregor e Aldo na mesma jaula, pode preparar o canudo pro irlandês passar os próximos meses comendo por ele.

    • Yuri David

      Contra o Gregor o Aldo vai poder soltar o jogo sem medo de ser quedado. Vai chover low kick. Dai vamos ver se o irlandês e tudo aquilo que ele fala.

      • Natan Machado Fauzi

        Vai lançar o Logotipo do “Gelol” como patrocinador na bermuda.

    • André Guilherme Oliveira

      Lançar low kick pra cima de wrestler All-American da NCAA é pra poucos amigo, se ele ja ta defendendo, pra marcar o tempo e catar é moleza. Melhor jogar seguro né

  • Michelle Souza

    O time de feras está crescendo e quem ganha somos nós leitores e fãs de MMA.
    Parabéns, Fernando!

  • Yuri Yamaura

    Era o que tava faltando aqui pra ficar perfeito. Matérias esmiuçando os detalhes técnicos das grandes lutas. Parabéns pelo texto, sensacional.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Belo texto, ótima análise.

  • Natan Machado Fauzi

    Acho que apagar aldo no soco é tarefa práticamete impossível ao considerarmos:1.A categoria não tem fama por possuir lutadores mão de pedra natos(Lineker,Dodson) leves, o que dificultaria um pombo sem asa com sonífero. 2. Nosso sistema nervoso é encarregado de proteger nossa integridade, e um mecânismo que citei no primeiro ponto que é o nocaute apagão se dá devido ao fato de o soco entrar sem ser visto, simplificando o corpo apaga como medida de defesa a impactos surpresa, esse fato aliado a um lutador com tamanha concentração de Aldo se encontra práticamete fora de cogitação.

    • Natan Machado Fauzi

      Capelli mandou muito bem ostentando seu conhecimento científico das artes marcias de trocação, alto nível!

    • Cauã Albuquerque

      Então quer dizer que se vc enxergar o golpe ele não vai te nocautear?

      • Natan Machado Fauzi

        As chances são muito reduzidas, mas é claro que vai atordoar isto é fato.

    • Bart Simpsons

      Na moral, nunca vi isso em lugar nenhum. Até aonde eu ja vi, o corpo apaga devido ao balançar do cerebro quando tu toma uma pancada, principalmente em algumas areas, como o queixo. Já vi varias materias explicando essa mesma situação, nunca vi nenhuma explicando essa tese que você colocou.

  • Yuri David

    Muito legal esses textos mais técnicos. Podiam pensar em fazer um ‘Killing the King’ do Jack Slack na versão brasileira.

    • Renato Rebelo

      Hehe vou sugerir ao Monstro do ABC paulista.

    • Nilo Júnior

      Jack Slack aliás anda meio estrelinha no Twitter.

      @JackSlackMMA:
      “Not sure I can be bothered to write a Shogun article… too depressing.”

      • Renato Rebelo

        hahahaha

  • Hélio João Ziggiatti Silva

    Texto à altura da luta, excelente!

  • Jonas Angelo

    Cara, que excelente texto, parabéns!

  • Cara, alguém faça um gif daquele momento que o Aldo deu uns 4 ou 5 jabs impedindo o Chad avançar..rs..

  • Paulo Melo

    Excelente texto ! Bem detalhista e explicativos !
    Interessante que eu estava vendo uma entrevista do Pedro Rizzo, e ele disse que estavam treinando muito para evitar os overhands do Chad , e realmente conseguiram né ? O(s) único(s) overhands mais significativos que entraram foram do Campeão ! Os do desafiante passavam as vezes “tirando tinta” pois Aldo se abaixava , parecia que realmente o treino deu certo e Aldo “previa” quando o golpe estava por vir
    Os lowkicks do Chad estavam entrando , mas nisso se vê a diferença da potência , os do Aldo que entravam balançavam mais o desafiante , até que num certo ponto pareceu que o desafiante “pegou a manha” de reduzir o impacto e/ou defender os chutes , ai o Aldo recuou um pouco nesse aspecto .
    Fica mais difícil quedar alguém que está com muito gás , as tentativas do Chad foram frustradas , uma coisa que achei interessante é que o Chad corria muito perigo quando tentava quedar , pois Aldo “girava” ao redor se posicionando para golpear enquanto Chad estava abaixado , ou seja mais um quesito de treinamento bem executado , pois acredito que a defesa de queda ideal é que o defensor gaste menos energia possível ( adequando muito bem a técnica ) já vi isso na luta do Spider com o Sonnen , só que acredito que o Aldo esteja à frente do Spider nesse quesito .
    No mais , Chad abrilhantou muito a vitória do Aldo , foi uma luta espetacular !!!

  • Neil Magny

    PQP! Nem li mas já vim comentar, o Cappelli é foda demais.
    Faz uma leitura absurda da trocação.

  • Fabio Gyuru Konder

    Texto sensacional !!! Analise perfeita !!!

  • Flavio Bueno

    Texto incrível!!!!!Acho que merece uma apresentaçao sobre quem é vc? Digo isso pq nunca li um texto com tantos detalhes técnicos. Parece uma aula!!!Parabens a vc e sexto round!!!!

  • will

    Na minha opinião o Mendes lutou completamente errado. Ele devia ter usado o wrestling pra cansar o Aldo nos primeiros rounds. Lá pelo 4 e 5 rounds ele devia ter ido pra cima com tudo pra nocautear. Mas ele preferiu lutar em pé e se lascou. Faltou inteligência.

    • Fácil amarrar o Aldo, hein!!.
      O melhor que ele conseguiu foi dar um ou dois pisões quando estava em clinche. E lembre-se como foi a primeira derrota dele para o Campeão.

  • Thiago Rocha

    Meu, que legal que o Capelli está aqui. Fiquei chateado quando o Casca Grossa parou, foi uma perda do alto nível das análises marciais.
    Agora, com ele no Sexto Round, o site, que já era o melhor, ganha o máximo de qualidade que poderia ser possível.
    Parabéns a equipe, sobretudo ao Rebelo, que trouxe um “Hall da Fama” para agregar ainda mais conhecimento técnico ao site!

    • Renato Rebelo

      Tive sorte de conhecer esses caras tão competentes, meu amigo. vamos crescendo aos poucos = )

  • Este Knockdown foi tão lindo que se tivesse sido dentro do tempo da luta diriam que foi armado, pois o Chad esperou ele dar.

  • Wilker Fonseca

    Quantos detalhes cara, Analise mais que excelentes!

Tags: , ,