Pensando alto: a análise informal do UFC 179

Renato Rebelo | 26/10/2014 às 03:42

Pela primeira vez desde que o UFC aportou no Brasil, tivemos um pay-per-view carimbado pelos gringos.

Placar final: seis a cinco eles.

Felizmente, nosso solitário cinturão não se foi e, de quebra, José Aldo e Chad Mendes nos brindaram com a mais emocionante luta por título já vista na categoria até 66kg (sim, posso estar sendo imediatista).

Cortando o leriado, segue a minha humilde leitura do UFC 179 – testemunhado, in loco, por 12 mil pessoas no Maracãnazinho:

ALDOChad Mendes x José Aldo

Intuições furadas à parte, como evoluiu Chad Mendes! O outrora wrestler unidimensional hoje se move na ponta do pé (como seu companheiro TJ Dillashaw), troca de base constantemente, entende que jogando na curta distância evita os low kicks – questionavelmente a maior arma do rival- e tem mãos hábeis o suficiente para prover a Aldo a luta mais tensa de sua carreira. Com isso dito, o americano levou dois knockdowns, foi montado e esteve muito próximo de perder os sentidos (mais de uma vez). A trocação no estado da arte de Aldo – que alia velocidade estonteante com potência rara para categoria- é insumo que destoa demais no MMA. Colocá-lo de costas pro chão nos primeiros 15 minutos, então, é missão para o agente Jason Bourne (armado, claro). Em outras palavras, ferrolho segue inviolado e, francamente, não será mais nessa categoria. Não que ele seja invencível, mas Frankie Edgar, Cub Swanson e Conor McGregor, entre outros, simplesmente não podem com esse inquedável striker com nível para incomodar no K-1 Max. Não sem a (pesada) ação do tempo.

Acho que meu reinado tá completo. Tem o rei, o príncipe e agora o bobo – esse cara que chegou agora e tá falando um monte de bobagem”, respondeu o pouco misterioso campeão quando perguntado sobre seu próximo adversário.

DAVISPhil Davis x Glover Teixeira

Como alguém ainda tem a pachorra de negligenciar a importância do wrestling no MMA? Davis, campeão da NCAA, veio ao Brasil portando apenas seu pão com manteiga – e, claro, a envergadura que Deus lhe deu- e cobriu dois de nossos mais talentosos representantes: Glover Teixeira e Lyoto Machida. Vistoso ou não, o jogo do Mr. Wonderful é dos mais indigestos da praça – até porque o cara sabe que é limitado e não mija fora do pinico. Não tem jeito, temos que aceitar pra doer menos – ou calçar mais frequentemente as sapatilhas de luta olímpica.

Não me chamem de matador de brasileiros, por favor, sou um homem cristão. Na verdade, só tem um brasileiro com quem eu gostaria de lutar: Anderson Silva”, mirou alto o vencedor.

MALDONADOFábio Maldonado x Hans Stringer

Alguém aí falou Maldonado versus Alexander Gustafsson em janeiro? Brincadeiras à parte, nosso querido Caipira de Aço, sujeito homem por assumir bronca que não era sua contra Stipe Miocic, chega à quarta vitória consecutiva na categoria – que, convenhamos, não é das mais profundas. Isso significa que ele, que já era top 15, avança algumas casas. Sobre a luta, pra variar, o primeiro round foi doado com muito carinho. Normal. Se não começar perdendo, não é Maldonado. A chave para a vitória foi a grosseria – românticos chamariam de raspagem- que o colocou por cima do holandês no segundo round. Daí pra frente, foi só amassar o bife e partir pro abraço do seu querisíssimo ex-colega Anderson Silva.

O Hans tem mais lutas do que eu, mas eu tenho mais experiência. Eu tomei um golpe no começo, mas me recuperei. Na verdade, eu gosto de apanhar um pouco. Faz a vitória ter um gosto melhor”, mandou o Balboa do interior.

ELKINSDarren Elkins x Lucas Mineiro

30 a 27 Mineiro? Sério? Pela sistema de pontuação vigente, marquei 29-28 Elkins – e é exatamente por isso que precisa-se, urgentemente, espaçar mais a pontuação. O império do 10 a 9 permite que um vareio seja igualado a cinco minutos de abraços afetivos contra a grade. Elkins levou dois rounds e saiu parecendo o Slot pedindo chocolate. Mineiro, por sua vez, saiu de rosto limpo, mas foi alvo da própria hesitação. Por que diabos o chuteboxer não avançava (wrestler caminhando pra trás não entra em queda!) quando Elkins sentia seu poder? Enfim, derrota amarga para o brasileiro, que jamais havia perdido lutando com 66kg.

Não acho que lutei o meu melhor. Não foram exatamente meus rounds mais excitantes, mas pude controlar ele e o desgastar no clinch”, disse Elkins.

DARIUSHBeneil Dariush x Carlos Diego Ferreira

Primeiro, noto um claro sinal dos tempos: Roberto Gordo e Rafael Cordeiro no corner do iraniano enquanto americanos auxiliavam o brasileiro radicado no Texas. No mais, o gringo dominou o meio-campo – além do muay thai detalhista de Cordeiro ter pago dividendos. Ferreira, além de jogar quase 10 minutos com o olho direito fechado, viu um instinto natural lhe atrapalhar. Digo isso porque o guardeiro, ao invés de brigar contra a queda, em alguns momentos, confiava no feijão com arroz e se dava mal. Guarda no MMA, infelizmente, é luxo pra poucos. Luta morna, mas a superioridade de Beriush, que acaba de apagar mais um invicto do mapa, gritou. 30 a 27.

Eu estava muito nervoso, pra ser honesto. Ele estava muito forte. Sempre que ele me acertava, eu pensava ‘esse cara é muito forte, tem muito poder'”.

Outros resultados:

Neil Magny nocauteou William Patolino no terceiro round
Yan Cabral finalizou Naoyuki Kotani no segundo round
Wilson Reis finalizou Scott Jorgensen no primeiro round
Andre Fili venceu Felipe Arantes por decisão dos jurados
Gilbert Durinho finalizou Christos Giagos no primeiro round
Tony Martin finalizou Fabricio Morango no primeiro round

Abraços

  • abner albuquerque

    Coração quase sai pela boca quando o Aldo levou aquele knockdown no primeiro round.Que luta.

    • Renato Rebelo

      Rapaz, da onde eu tava pareceu mais desequilíbrio que knockdown.

      • will

        O golpe pegou em cheio, mas o Aldo não sentiu e praticamente “kikou” de volta. O momento mais tenso foi o 4 round.

      • mazzaropi

        É que você estava vendo lá do quintal… kkk!

        (Não foi apenas um knockdown não, mas vários golpes muito bem conectados!)

      • Rafael Cunha Caroline Reis

        sinceramente, eu vi novamente a luta hoje e tive a certeza que o aldo escorregou.

    • Thaian Macêdo Cavalcante

      Não lembro de nenhum knockdown, mas de um escorregão, sim. Coração quase sai pela boca durante toda a luta… E que luta!

      • mazzaropi

        Torcedor passional é soda… kkk!

    • cê [e louco, rapaz!! Na hora que estava pra começar pensei em deixar para assistir depois de saber o resultado, que luta!

  • Yuri Yamaura

    Atuação de gala do José Aldo. Ao contrario das previsões, chegou forte também no quinto round. Passou com louvor pelo maior teste que de sua carreira. Destaque também para a ótima atuação do Wilson Reis, apesar do Jorgensen já não ser mais aquele.

  • William Amaral

    Duas perguntas:

    1) A tática do Chad, de parar na frente do campeão e tentar trocar de igual pra igual foi a melhor? (Creio que ele deveria ter gerado a dúvida no Aldo, fintando entradas de queda pra golpear.)

    2) Achei o Glover muito mais lento do que em outras apresentações (mesmo no início da luta). Foi impressão minha ou isso ocorreu de fato?

    • will

      A melhor tática pro Mendes era ser humilde e tentar botar o Aldo pro chão. Assim como o Weidman fez contra o Anderson. Lutar em pé contra o Aldo é suicídio! A luta acabou no primeiro round. Foi salvo pelo gongo! Depois foi só administrar.

      • Jonas Angelo

        Will, discordo de você cara, o Chad tomou tanta porrada, mas tanta porrada, e estava tão inteiro ao final da luta que fiquei muito assustado. O Aldo não administrou nada na minha visão, tomou porradas pesadas do Chad, correu riscos (necessários), tomou uppers que caras que estão administrando lutas não tomam. Mas venceu, e brilhantemente. Mas ele percebeu lá pelo terceiro round que Chad não ia cair de jeito nenhum, mas não teve receio de ir pra cima.

        • will

          Ele caiu desacordado no fim do 1 round. Foi KO clássico, mas o tempo tinha acabado. Mendes foi pra luta de chão apenas uma vez. Devia ter feito um jogo de isometria para cansar o campeão. O único ponto fraco do Aldo é o desgaste físico e o Chad não aproveitou isso. Em vários momentos eu vi o Aldo recuando, administrando e tomando fôlego. Se ele tivesse ido com tudo pra cima no 2 round poderia se cansar e perder a luta. Achei brilhante a frieza dele. Eu quase morri do coração!

    • Dan Mendes

      1)Chad em nenhum momento ficou parado na frente do Aldo, ele se movimentou bastante e tentou entrar em queda, porém foi refutado até o 4R

      2) Glover sempre foi “paradão” isso foi até discutido no podcast. O problema é que o Glover disputou a cinta sem ter enfrentado adversários Tops.

      • Bart Simpsons

        COncordo plenamente com as duas respostas, principalmente essa segunda, onde voce diz que “… o glover disputou a cinta sem ter enfrentado adversários tops”.

      • William Amaral

        Ele só tentou entrar em queda quando estava em situação (muito) ruim em pé e no último round, quando parecia fazer parte da estratégia bater no Gn’P, assim como fizeram Hominick e Lamas. Fora isso, ele veio para trocar e foi repelido pelo melhor lutador.

        Glover era mais ágil pelo que me lembro. Concordo que ele foi pra cinta de forma precipitada, até pela falta de desafiantes, mas ele mais parecia o Rampage, em fim de carreira, nessa luta. Glover sempre lutou plantado, mas era mais ágil. Pelo menos essa foi a minha impressão.

    • mazzaropi

      1. Chad foi fantástico!

      2. Glover foi anulado pelo wrestling…

  • will

    José Aldo mostrou ontem que, além de ser o melhor lutador peso por peso da atualidade, ainda tem muita estratégia. Chad Mendes terminou o round 1 desacordado. Qualquer lutador desavisado iria com tudo no 2 round pra definir o nocaute. Aldo foi muito frio, percebeu que era arriscado, respeitou o adversário e preferiu levar a luta na segurança. Um mostro! Parabéns Aldo!

  • Flavio Aldo

    Primeiro Parabéns pelo texto,Pra mim a melhor luta do Aldo dos últimos Anos isso sim foi uma verdadeira guerra estou emocionado até agora,Será que chegou a hr do Aldo subir de categoria?depois da quela apresentação de ontem ñ vejo muita gente nos penas cm Disposição suficiente pra destronar o Aldo ñ

    • will

      De jeito nenhum! O Aldo precisa colocar o McGregor no lugar dele. Precisa dar outra aula de MMA e consolidar seu reinado como “melhor peso por peso do mundo”. Palavras de Jr Cigano!

    • Dan Mendes

      Acho que seria bobeira ele subir agora. Além de nível ser muito maior ele perderia a chance de fazer uma bolada contra o Connor.

      • Renato Rebelo

        Concordo com o Dan!

    • Renato Rebelo

      Obrigado, fera.

  • Dan Mendes

    “Acho que meu reinado tá completo. Tem o rei, o príncipe e agora o bobo da corte” Frase genial do Aldo!
    Parece que ele esta aprendendo além de lutar como o capeta se promover. 😀

    Phil Davis lutou muito bem e achei o jogo dele muito bonito, muito técnico…

    • Kaue Macedo

      Também achei o jogo do Phil Davis muito boni…zzZZZzzzZZzzz

    • Jonas Angelo

      Também achei lindo o jogo dele…para o ADCC. hehe. Para o MMA acho bastante eficiente, mas não bonito,

      • mazzaropi

        É como o Carlão Barreto disse sobre a maneira como o Phil Davis luta, pode não ser bonito, mas vence lutas… (E isso é o que importa realmente!)

    • Renato Rebelo

      Só um obs, fera, essa frase é do baixinho hehehe

      http://www.youtube.com/watch?v=_-NaCHHWwgA

      • Dan Mendes

        Ué, o Connor usou frase do Ali e não foi genial?!

        • Renato Rebelo

          Sim! Não há problema algum em usar boas frases, só salientei que a frase genial não foi criada por ele. Assim como fiz quando o McGregor mandou “não só nocauteio, mas escolho o round”. Sou jornalista e estou condenado a dar créditos hehehe

          • Dan Mendes

            A Aldo foi ainda melhor por que não EUA quase ninguém sabe que Romário existe.

          • mazzaropi

            Perfeito. Você age com ética!

  • Michelle Souza

    O que foi aquele luta?
    Um teste pra cardíaco. Sem sombra de dúvida o maior teste do Aldo.
    Chad ainda foi desonesto enfiando o dedo nos olhos de Aldo por três vezes e o juiz apenas advertiu verbalmente.
    O melhor de tudo o cinturão continua em território brasileiro.
    Parabéns, Re! Excelente texto.

    • Renato Rebelo

      Mt obrigado, querida = )

  • Rafael Cunha Caroline Reis

    Phill Davis é um fanfarrão, ótimo lutador mas o jogo é muito chato e horrível para assistir, espero que perca 2 seguidas e seja demitido. O Aldo foi sensacional, senti falta dos chutes baixos, o notório não vai conseguir nada com ele. Baita texto Renato!

    • Renato Rebelo

      Valeu, irmão!

    • Bart Simpsons

      p ser demitido normalmente precisa perder 3, além disso o davis é muito bom lutador, um dos tops da categoria pq tem jogo chato, mas muito eficiente, além de a cada luta mostrar cada vez mais evolução. Enfim, acho que esse seu desejo de que ele seja demitido, nao vai chegar,a nao ser que colocassem p ele o gustafsson, o cormier e o jon jones, nao necessariamente nessa ordem, mas era a unica forma dele perder 3 seguidas, e olha que ainda assim, nao teria tanta certeza de que essas 3 derrotas pudessem acontecer, pq como eu disse, o jogo dele é chato, mas muito eficiente, ainda mais com esse gás foda que ele tem, quase incansável, além de muita força

      • Rafael Cunha Caroline Reis

        Vejo ele na mesma situação do Jon fitch. É óbvio que é muito bom lutador e um dos tops da categoria, realmente não vejo outros ganhando dele na categoria, mas enfim com 2 derrotas acho que ele passa no Rh.

  • Maykon Douglas

    Cara eu acho que faltou QI de luta pro Lucas Mineiros, teve momentos que ao invés de avançar ele acabava hesitando, e outas vezes o brasileiro recuava até ficar parado na grade, facilitando o jogo do americano. O que mais me doeu, é ver o Mineiro dizendo, numa entrevista pós-luta, que ele venceu a luta, como ele vai evoluir se ele acha que o jogo dele não foi frustado pela luta olímpica do americano.

  • Maykon Douglas

    O Main event serviu, com todo o respeito, pra calar a boca de muito nego que falou, antes da luta, que o Aldo iria “passar o carro” , que o americano só tinha nocauteado “galinha morta”, por isso duvidavam da evolução do Money, e o que vimos, foi simplesmente a luta mais dura da carreira do Aldo, nem o Edgar deu esse trabalho todo pro Aldo.

  • joao neto

    Aldo Perfeito!! Mas e o Glover? Muito passivo,tudo bem o Phil Davis e fora de serie no Wrestling,mas e o Jiu jitsu do Glover? O Adversario virar de costa depois de ser quedado.e tudo o que um Wrestling do calibre do Davis quer. (vide cigano vs cain),Nao quero ser injusto amigos,mas sempre avalio humildemente o nivel de chao de um lutador,apos ele estar c as costas no chão,não estou dizendo que ele finalizaria um monstro igual ao Davis dentro de sua guarda,mesmo porque nem o (vinny pezao) conseguiu,mas que levasse pelo menos perigo,para forçar o Davis desistir do chão, o Davis passava a guarda dele como manteiga,(treinar so no que somos bons e facil,o dificil e nas situaçoes ruins),Infelizmente na opiniao desse leigo o Glover subestimou o Davis no chão.essa critica e por gostar muito do Glover e ver aquilo.Abraço…

    • Fabricio Alves

      Davis não é nem um monstro. ele apenas faz aquele anti-jogo chato do chatissimo Fitch. Joguinho horroroso!

      • Bart Simpsons

        Horroroso, mas preciso, e isso que importa. Horroroso foi o brasileiro, pq o mundo inteiro sabia que esse era o jogo do Davis, mas só o Glover parecia nao saber, e sofreu isso durante toda a luta.

  • Jonas Angelo

    Cara, a luta do Aldo valeu por todas as decepções da noite. Brilhou, simplesmente brilhou e ainda nos surpreendeu ao tirar o McGregor para “bobo da corte”. Porém, não posso deixar de expressar aqui algumas coisas que venho percebendo há tempos. 1º Como bem citado pelo grande Renato Rebelo (excelente análise!): quando nossos talentosos lutadores vão aprender a lidar com Wrestlers? Sério, fico extremamente indignado quando um cara como Lucas Mineiro ou Glover tem todo um camp para conseguir meios de prevenir pelo menos 50% desse jogo e não o fazem. Phil é Wrestler de primeiríssima e Elkins eh enjoado? Sem dúvida, mas pra tudo há um antídoto, ainda mais num esporte. Acho que tá mais do que na hora de se ligar que MMA não é só boxe, BJJ ou Muay Thay. Vejo caras com grande potencial perdendo por essa razão. 2º Está escancarando o que a falta de gás e preparo físico pode trazer ao atleta numa luta. O cara pode ser muito melhor, mas se ele não tiver físico eh uma perda considerável jah. Magny estava inteiraço ao bater Patolino, que já estava entregue. Sertanejo e Mineiro (putz mineiro, anda pra frente meu querido!) exaustos. Glover então, nem se fala. Coloco aqui nesse bolo também a famosa tática do “botar pressão”, quantos caras (principalmente wrestlers ganham suas lutas prensando contra a grade e os adversários quase que passivos, sem poder se defender disso?). Algumas coisas (e digo isso não só por esse evento) precisam ser revistas nessas preparações com urgência. 3º Glover, bora treinar Muay Thay? Cara, olha quantas e quantas brechas no jogo do Davis e do Jones existiram para joelhadas e cotoveladas, mas o cara não tinha a técnica pra usar, pra incomodar, pra surpreender. Isso só incrementa ao jogo dele, só ajuda. Enfim, desabafei. haha

    • joao neto

      Nao adianta Jonas,chega a dar raiva..rs a maioria dos brasileiros do ufc,vão bem quando estão na area de conforto,precisam mudar essa mentalidade,lembro que apos o vitor (estalar) o Braço do Jones e ele sair de tipoia,ele procurou uma academia colocou o Kimono e disse a seguinte frase: “Estou animado para cuidar da minha fraqueza”,mesmo tendo finalizado o vitor,rsrs isso e mentalidade de Campeão. abraço..

    • Marcelo

      Eu acho que não tem muito como aprender a lidar com o wrestling, a maioria dos wrestlers praticam o esporte desde criança e têm estilos de luta diferentes, não acho que existe uma fórmula secreta pra neutralizá-los. Alguns lutadores brasileiros vão saber lidar, outros não vão e eu achava que o Glover era um dos que sabia, mas não foi nem de perto o caso e o Glover é um cara bom no wrestling e muito bom no BJJ, o que mostra o nível de grappling do Phil Davis e também existe o fator talento ali. . É a mesma coisa com todo o preparo que os americanos tem no BJJ, assim mesmo nenhum atleta vai querer ir pro chão contra um Fabricio Werdum por exemplo.
      Não sei se o Glover estava despreparado, eu acho que seria incrível ele entrar contra o Davis que é wrestler puro sem ter se preparado pra isso, se foi o caso, foi estúpido por parte do mineiro, mas eu não acho que foi isso não.
      Um brasileiro que sabe enfrentar os wrestlers é o José Aldo, mostrou qual é ontem, passou sufoco em alguns momentos, mas sempre teve uma resposta, a defesa de queda dele é fantástica, não é infalível, mas é talvez a melhor do UFC e ele não passa aperto por muito tempo, sempre acha uma saída e aí eu acho que é pelo fato do Aldo ser um lutador de talento mesmo.

      • Jonas Angelo

        Sim Marcelo, concordo que não exista uma fórmula pronta pra isso. Mas pelo menos um pouco disso dá pra tirar, não acha?

        • Marcelo

          Aí que tá. O Glover não é um cara com deficiência na defesa de quedas. Você disse que o brasileiro se concentra só no boxe, no jiu e no muay thai, mas o Phil Davis evitou de todo jeito levar a luta para o chão contra o Vinny, justamente por causa do BJJ, mas pelo jeito ele não precisou respeitar o jiu do Glover. É disso que eu estou falando, nós não vamos ganhar deles usando wrestling vs wrestling. O Aldo vence as suas lutas usando muito boxe e muay thai, ele solta jabs, combinações, ele castiga quem se aproxima dele e isso dificulta também as quedas. Se ele fosse fácil de se segurar na grade, ele seria amarrado também, mesmo com a defesa de quedas excelente dele.
          O Glover nessa luta não mostrou jiu jitsu, nem boxe e nem muay thai e pra mim esse é que foi o problema.

  • Maykon Douglas

    Luta da Noite: Aldo vs Mendes
    Frase da Noite: O reinado está completo. Tem o rei, que sou eu (Aldo), tem o príncipe, que é o Chad, e agora temos o bobo da corte (McGregor).hahahahaha

  • Júlio Arão

    Eu também confesso que fiquei com o coração na mão ao assistir a luta do Aldo, parecia até que era meu pai ou meu irmão que estava lutando, de tão nervoso que fiquei.
    Realmente o Aldo é um CAMPEÃO, pois sempre nas adversidades ele consegue ser frio, estratégico e inteligente (embora muitas vezes parece q vai pro tudo ou nada).
    Admiro muito também a visão de luta do Dedé Pederneiras, ele consegue analisar bem round a round e tentar prever (muitas vezes acertadamente) o que o outro lutador pretende fazer nos rounds seguintes….

  • mazzaropi

    1. Mendes está de parabéns! Que luta! Mostrou a todos que Aldo pode sangrar e existe a probabilidade de um dia perder até… (Nunca pensei que existiria isso por incrível que pareça!)

    2. Glover foi anulado completamente, parabéns pro Davis!

    3. Não existe lutador mais carismático que o Maldonado! Como sempre faz lutas homéricas, passionais ou sei lá o que… kkk! Show!

    4. Realmente não qual é a do Mineiro, pois perdeu uma ótima oportunidade de nocautear… (Puxou o freio de mão a luta toda! Como será campeão assim? Me Explica?)

    5. Neil tratorizou o Patolino. Neil usou a longa distância e capitalizou… Usou a estratégia e suas potencialidades ao seu favor.

    6. Perdi as lutas do começo… Depois comento.

  • Icaro Marinho

    Renato, será que vocês do Sexto Round poderiam fazer uma análise da possível luta entre Conor vs Aldo ?

    • mazzaropi

      Eu faço pra você.

      Aldo fará uma luta para não perder e o Conor virá pra cima babando, pois consegue chamar os holofotes pra si… Como sempre será uma luta dura, mas pela primeira vez chegará uma adversário realmente diferente na categoria. Pode ser apenas minha impressão, mas parece-me que o Conor já está na mente do Aldo incomodando…

      Não apostarei em ninguém, pois Aldo pra mim é fenomenal e Conor caso ganhe não seria nada estranho pelas lutas que vem fazendo…

      Simples e objetivo!

      • Bart Simpsons

        Eu ainda acho que o Conor precisa enfrentar alguns adversarios, só enfrentou o Dustin Poirier de mais bem rankeado. ENfim, acho o irlandes muito bom lutador, mas sinceramente, nao o vejo ainda sendo esse oponente todo p melhor lutador P4P da atualidade do UFC (e não é de hoje).

    • Renato Rebelo

      Nós faremos, meu camarada, pode ter certeza. É só nos acompanhar = )

      • Dan Mendes

        Pode ser que esta não seja a próxima luta do Aldo. Como as coisas estão se desenhando pode ser que ele pegue o vencedor de Frank Edgar e Cuba Swanson

  • Rodrigo Tannuri

    Eu já esperava que os gringos se destacassem nesse evento. Aliás, o inicio dele foi bem promissor, mas depois tivemos algumas lutas bem chatinhas.

    Aldo x Mendes II – Lutão! Parabéns aos dois envolvidos. Parecia um choque entre dois Cavaleiros de Ouro. Ambos dando golpes na velocidade da luz. Fiquei muito feliz em ver a evolução do Chad. O americano me impressionou e chegou a ter vários bons momentos no duelo. Que poder! Não sei como o Aldo não caiu com aqueles uppers. Aldo é monstro! O cara simplesmente virou o diabo ao receber as dedadas nos olhos e um chute nos países baixos. Mandou muito bem e mostrou ter boa uma absorção de golpes, porém foi bastante acertado e de forma perigosa. Adorei o discurso à lá Romário no final.

    Davis x Glover – Fui surpreendido, mas fiquei bem feliz com o resultado, até porque adoro wrestlers. Davis pode ser unidimensional, mas é muito bom e eficiente no que faz. Não é qualquer um que vem ao Brasil e supera Lyoto e Glover. Aliás, o carismático americano se moveu bastante. Sua postura foi muito boa. Glover sabia da capacidade do oponente no Wrestling, alertou pros double egs, mas esqueceu do clinch. Essa derrota foi bastante pesada pro Maguila do MMA. O desafio a Anderson foi um dos pontos mais interessantes do evento, pelo menos pra mim.

    Elkins x Mineiro e Magny x Patolino – Aconteceu o que temíamos. As promessas sucumbiram aos rivais estrategistas e mais experientes. Condicionamento e inteligência devem ser mais explorados. O MMA não é só força e fator local.

    Me recuso a considerar o Maldonado como bom lutador. Nada contra ele. O cara é um figurão, tem seu público e tal, mas, numa boa, essa luta foi muito estranha. É freak até comemorando kkkkk Morango mandou muito mal. O cara chegou a dar um certo trabalho pro Miller, mas foi presa fácil pro talentoso Tony Martin. Não tem nível pro UFC! Yan foi outro que me decepcionou. O Kotani é tão fraco, mas tão fraco, que tem que ser liquidado em um round. Já Durinho e Reis estão de parabéns. O primeiro mostrou a que veio e o segundo mostrou garra e técnica pra passar pelo sempre duro Jorgensen.

  • Cauã Albuquerque

    Foi um lutão. Como eu já prévia, Mendes evoluiu demais. Poderia ter vencido o Aldo sim. Mas o brasileiro tem um queixo que puta q o pariu

  • Alexsandro Holdefer

    Primeiro gostaria de dar os parabéns pelo excelente texto.
    Incrível a luta do Aldo! Maravilhosa.. como já dito em outro comentário, pareciam cavaleiros de Ouro lutando com velocidade e força sobre humanas.
    Agora tenho que me render ao Maldonado.. Sendo justo, a primeira luta dele que vi foi aquele atropelo contra o Glover.. Pensei comigo ser um péssimo lutador, só mais um! Agora, com todas as lutas do Caipira de Aço na memoria posso dizer que sou muito fã desse cara.. Não por ser um grande lutador, mas por perceber que guando ele entra no Cage, não importa se vai perder ou vencer, vai sempre lutar com o coração! Fico muito feliz quando pessoas com mais conhecimento que eu de MMA (pessoal do sexto round) também valorizam um cara que luta pela família! Porque isto é Maldonado, um cara que toma porrada e se levanta sempre que tem o minimo de condições, não importa a situação!

    • Fabricio Alves

      Maldonado é mito, mas eu temo pela saude mental dele. O cidadao toma muito dano.

    • Renato Rebelo

      Valeu, irmão!

  • Flavio

    “Colocá-lo de costas pro chão nos primeiros 15 minutos, então, é missão para o agente Jason Bourne (armado, claro)”kkkkkkkkkk! Parabens pelo belo texto. Errou feio quanto ao Glover ganhar facil…rsrs…tb errei e perdi uma graninha!!!

    • Renato Rebelo

      Haha obrigado. Faz parte = )

  • Fabricio Alves

    A luta do Glover e do “Fitch” mostra o imenso gap existente entre eles e o Jon Jones.

  • Bart Simpsons

    Perfeito o texto sobre o Aldo.
    Cara, Aldo mostrou pq é o melhor p4p do UFC, excelente trocação, defesa de queda em dia, o gás tá bom, além de ter mostrado mais duas novas qualidades: a recuperação rápida e o bom queixo, algo que Aldo nunca tinha deixado que nós observássemos.
    Mais uma coisa, assim que acabou a luta, vi muitas pessoas dizendo que se Chad quase venceu Aldo, imagina se fosse o McGregor. Cara, o jogo vai ser completamente diferente. Nessa luta, contra o Chad, Aldo tinha que se preocupar em trocar porrada e defender-se das quedas, já contra Conor, vai se preocupar apenas em trocar porrada, e francamente, Aldo também é o melhor striker do UFC, então duvido muito que o “bobo da corte” consiga obter o mesmo sucesso que Chad conseguiu em causar tanto perigo ao atual campeão. A unica vantagem que McGregor tem é a envergadura, mas algo que acredito que o “campeão do povo” nem vai sentir muito.
    Sobre PHIL DAVIS, vou repetir, é um cara chato, além de muito subestimado pela maioria das pessoas. Falei varias vezes que se o Glover nao nocauteasse logo, o Davis iria amarrar ele a luta inteira, e muita gente dizia que antes da primeira tentativa de queda, o glover ia descer a mao no americano. Phil Davis tá de parabéns, fez o jogo certo, como foi dito aqui na materia, o cara não “mija fora do pinico”, e tá com o preparo físico super em dia, acho que o melhor da categoria meio pesado. glover por sua vez foi muito apatico, o cara parece que não veio com a estrategia montada, além disso, todo mundo sabia o que Davis ia tentar fazer, só o Glover que parecia não saber. Enfim, o Glover é muito limitado, p mim, nem merecia ainda ter disputado cinturao com Jon Jones, e acho que essa luta mostrou isso, mas ontem ele passou da conta.

  • Bart Simpsons

    Gilbert Durinho e Wilson Reis, duas atuações espetaculares também.
    lUcas mineiro e Felipe Sertanejo, p mim, foram as duas decepções da noite.
    Diego Ferreira enfrentou um adversário duro, mas achei ele também meio apático. NO entanto, ainda acredito muito nesse moleque, acho que ele tem um grande potencial e futuramente pode dar trabalho na categoria.
    Patolino, não cheguei a achar uma decepção, achei normal. muita gente acha o patolino um grande lutador, que ele é o novo anderson silva, enfim, ele até é bom de trocar porrada, mas isso é MMA. Não tem boa defesa de quedas, não tem jiu jitsu nem p se defender (e olha que eu pensei que ele fosse querer evoluir muito nessa area depois que perdeu a final do tuf p leo santos, com aquele katagatame), preparo físico continua ridiculo desde os tempos de TUF (e olha que ainda vi comentarios de que quem achava isso era louco, patolino apenas finge que está morto para dar confiança aos oponentes e assim conseguir se aproveitar). Talvez seria até bom ver se o melhor agora nao seria descer de categoria, não sei se é impressão minha, mas o patolino parece que tem sempre aquele corpo ali e corta pouquissimo peso.
    Phil Davis foi o melhor jogo da noite, pura inteligência. Além de combinar que Glover foi muito apatico, só ele que parecia nao saber que esse era o jogo do americano.
    José Aldo, sem comentários, simplesmente monstruoso, melhor P4P do UFC (já há algum tempo). Um mito, concordo que não tenha mais ninguém nessa categoria que possa vencê-lo, e depois de arrebentar o “bobo da corte”, é hora de subir e buscar novos ares, numa categoria de maior competitividade. Como ele mesmo disse, quer ser campeao em duas categorias p assim entrar de vez para a historia do UFC.

Tags: