Cris Cyborg campeã do
Ultimate: agora vai?

Lucas Rezende | 30/03/2017 às 16:31

Eu avisei no final de 2014 que não acreditava que o duelo Cris Cyborg x Ronda Rousey fosse um dia sair da dimensão dos nossos sonhos para a realidade. 2014, quando Ronda ainda era o principal, e praticamente o único, nome do MMA feminino no UFC.

Mais de dois anos depois, Rowdy foi brutalmente destronada por Holly Holm e veementemente negada em sua segunda chance, por Amanda Nunes, agravando ainda mais os problemas emocionais e técnicos, também, que Ronda já apresentara após a primeira sova recebida.

A essa altura, é seguro dizer que ninguém mais acredita em Ronda x Cyborg. Pois não só é difícil acreditar que Rousey retornará, quanto também está cada vez mais claro que Cris não tem mais o menor interesse, sequer capacidade, de bater o limite de 61kg do peso galo.

Além do mais, a especulação sobre a competividade do combate parecer ter ido para as cucuias agora que as falhas de Ronda estão escancaradas para o mundo. Convencida, Cris já convidou Ronda até para uma luta de pro-wrestling:

Eu tenho minha parceira de time Gabi Castrovinvi, e agora tudo que Ronda Rousey precisa é de uma parceira para podermos competir no Royal Rumble“.

Isso são más notícias? Bom, talvez somente para Ronda Rousey, que pavimentou o caminho para o MMA feminino no UFC e agora sai de cena com suas orelhas tão fartas, seu osso roído e o rabo entre as patas.

GDR não convenceu muita gente…

Para o restante das mulheres, é glorioso ter noção de que não precisam mais temer o judô e a chave-de-braço imperdoável (e tem a sombra da loira).

Para Cris Cyborg, então, significa, acima de tudo, liberdade. Agora com duas vitórias devastadoras no UFC, assim como todas as de sua carreira, verdade seja dita, a brasileira pode brilhar em sua categoria de fato, agora devidamente inaugurada dentro do octógono.

Por mais que Cyborg tenha ficado de fora da disputa inaugural, que acabou sagrando Germaine de Randamie como a primeira campeã peso-pena da história do UFC, é fato que esse acessório dourado provavelmente acabará em volta da cintura de Cristiane Justino, mais cedo ou mais tarde.

Ela não tem que querer lutar comigo. Ela tem que lutar comigo. Eu sou a número 1. Sou campeã mundial há 10 anos. Ela já sabe que quando defender o cinturão, a próxima luta será comigo.” Cyborg arrematou para o MMA Junkie.

É apenas uma questão de marcar a data. Cyborg mostrou tanta vontade que até anunciou ter abandonado o título do Invicta FC para se concentrar na caminhada dentro do octógono (Megan Anderson, campeã interina, ficou com o trono). O problema é que a holandesa não está tão ávida assim para encontrá-la.

Se Holly Holm acha que as deduções de ponto foram a razão dela ter perdido, e está tentando mudar o resultado para empate ou no contest, ela deveria aceitar a oferta que eu sugeri.” Germaine avisou, insinuando uma revanche contra A Filha do Pastor.

Sem falar na possível lesão na mão de De Randamie, sofrida durante o confronto, que pode requerer cirurgia, deixando-a de molho por ainda mais tempo. Cyborg, que prefere se manter ativa, já avisou que não vai aguardar.

Essa não sou eu. O UFC tem que lidar com isso. Eu só tenho que continuar treinando. Se ela precisa fazer cirurgia nas mãos, é claro que o UFC tratará disso”.

Pode ser arriscado, mas se a carreira de Cyborg até aqui serve de parâmetro, acredito que mais um combate enquanto De Randamie resolve sua nada mole vida, trará mais soluções do que problemas.

Por mais quanto tempo será possível que esse imbróglio continue?

Na opinião de Dana White, deve ser muito mais rentável ter uma campeã nocauteadora e falastrona como Cyborg do que uma moça que nem sequer deveria ter vencido o cinturão não fosse outra performance decepcionante de Holly Holm.

No mais, parece que os obstáculos estão diminuindo para que Cyborg alcance o título. Soa bastante como uma questão de tempo e mais nada, agora. Vamos acompanhar.

  • Valdeir Porto Freire

    Resultado da luta Cris Cyborg x Germaine de RUNdaime: Cyborg por homicídio no R1.

    • Ecson Ntchiquisse Langa

      kkkkkkkk.hhehehehehehehehe maldade!!!!!

  • Renato Rebelo

    Duvido mt que a GDR tope, mas esse poderia mt bem ser o co-main de Aldo x Holloway, né…

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Uma derrota da Cyborg pra qualquer garota do mundo seria uma zebraça no MMA, não vai ser a Randamie que vai ganhar dela, pode tentar dar várias desculpas, mas é a luta a se casar.

  • Renato Rebelo

    Falando em Cyba, olha com quem a moça está no momento…
    https://instagram.com/p/BSRQ3eohzhG/

  • Hyuriel Constantino

    Germanie tem que deixar de arrego e topar logo a luta. Ela não vai pavimentar revanche contra a Holm nunca!

  • Tairon de Oliveira
    • Silas K

      Sem corte de peso?? A Cyborg pesa tranquilamente uns 78kgs, para lutar no peso pena ela tem que cortar muito peso também.

    • Leo França

      Problemas depressivos? kkkkkkkk tenta cortar 11 kg em uma semana, e depois se recuperar saudavelmente

      • Tairon de Oliveira

        Foi o que ela alegou como justificativa pro uso de diuréticos.

  • bedotRJ

    Luta pró-forma da Cyborg pelo cinturão + outra defesa bem sucedida da Amanda Nunes = primeira luta da história do UFC a simultaneamente tornar brazucas milionários. Aposto que a Amanda não arrega.

    • Fernando Batista Lima

      Amanda não topa. Só quer ser campeã da categoria de cima se a Cyborg não estiver na parada. Ela já disse isso.
      Mas como você disse, talvez a grana certa pode tornar isso possível.
      Ainda assim não vejo interesse do UFC nessa luta. Não vejo Amanda ficando milionária dessa forma.

Tags: ,