Sem bruxa, 2015 será um ano histórico para o UFC

Renato Rebelo | 29/09/2014 às 22:12
tumblr_maqekutkd91rn52uc

Ápica (negativo) de 2012: o cancelamento do UFC 151

Dana White costuma vociferar que 2012 foi o pior ano de sua vida profissional.

Tal afirmação deve-se às hordas de cards desfigurados pela maldita bruxinha do MMA – que invade treinos e talha ligamentos e ossos de atletas.

Segundo o careca, 2014 não chega a ser tão ruim quanto, mas também não foi um mar de rosas.

Com Anderson Silva, Nick Diaz, Georges St. Pierre entre outros campeões de audiência fora de combate, o UFC tentou, com muito improviso e criatividade, não sucumbir à crescente demanda.

A necessidade de fechar o ano com chave de ouro – leia-se duas disputas de cinturão no UFC 181 de dezembro-, inclusive, era tão grande que o pobre Johny Hendricks, redondo feito Júpiter, precisou apressar – e muito- seu retorno.

Felizmente, alguns casamentos arrasadores de quarteirão não foram simplesmente desfeitos – apenas adiados.

Isso me leva a crer – entendendo que o grosso da renda dos caras provém da receita com o sistema pay-per-view– que 2015 será um dos períodos mais rentáveis da história do Ultimate.

Diria até que 2010 – melhor ano fiscal da empresa- pode comer poeira.

Lembrando que, nesses 12 meses, 8,9 milhões de pacotes foram vendidos – com destaque para Rashad Evans x Quinton Jackson (1 milhão), GSP x Dan Hardy (770 mil), Brock Lesnar x Shane Carwin (1,06 milhão), Brock Lesnar x Cain Velásquez (900 mil) e GSP x Josh Koscheck (785 mil).

Pensem comigo.

Só em janeiro, já temos em mãos dois Megazords: Anderson Silva x Nick Diaz e Jon Jones x Daniel Cormier.

Em fevereiro, tudo indica que Vitor Belfort e Chris Weidman finalmente trocarão gentilezas.

Olhando mais à frente – e entendendo que a economia americana está reaquecendo pra valer após anos de austeridade-, surgem outras boas possibilidades:

O retorno de GSP tão alardeado por Dana White em cada coletiva de imprensa.
A sequência de Anderson Silva, que acaba de declarar que não sossega antes de recuperar seu cinturão – ou ao menos tentar
Jon Jones versus Alexander Gustafsson II – caso Bones passe por Cormier
Conor McGregor realizando sua profecia de lutar num estádio lotado
Cris Cyborg x Ronda Rousey. A brasileira estreia em dezembro na categoria até 61kg e, caso vença, cruzará tranquilamente a ponte que separa o Invicta do UFC
José Aldo x Anthony Pettis – caso ambos vençam mais um ou duas lutas cada
Jon Jones no peso pesado. Com a suspensão de Anthony Johnson, o campeão até 93kg só tem dois reais desafios na categoria. Se passar pelo primeiro, repito, em janeiro, provavelmente fará o segundo antes do meio do ano. Caso sobreviva, não é loucura imaginar uma subida de peso

angelines-fernandez

Take it easy, minha sonhora!

Obviamente, se eu tivesse rodas, seria um caminhão e tudo isso depende da boa vontade da nossa querida Dona Clotilde.

No entanto, como dizia o bom e velho Winston Churchill: “O pessimista vê dificuldade em cada oportunidade; o otimista vê oportunidade em cada dificuldade”.

Obs: esqueci de alguma grande oportunidade em termos mercadológicos para 2015, pessoal?

Abraços.

  • João Marcelo Ecco

    TJ. vs Dominick, mas não seria algo grande… eu acho

    • Adriano

      Dominick vencendo, tem duas lutas grandes: a revanche contra Faber e a luta tão esperada contra o Barão. Pode ser o melhor ano da história dos pesos-galos

    • Renato Rebelo

      Seria para nós, fãs hardcore. Pro público médio, tb acho q não.

  • Adriano

    Dominick x Dillashaw? No mínimo será a maior luta peso-galo da história…

    • Lucas Lima

      Acho q cruz vs barão venderia mais… mas enfim seria um lutão!

  • JPOliveira91

    Se o GSP voltar mesmo, talvez uma disputa de cinturão com ele no fim do ano.

  • Renato, talvez um Barão vs Dominick mais para o segundo semestre de 2015, se o Dominick recuperar o cinturão, obviamente.

    Não consigo pensar em nenhum combate de grande poder mercadológico para os pesados. Um abraço!

    • Lair Rodrigo

      No pesado so teria duas lutas boas, Cain x Jones. E se o werdum ganhasse, Werdum x Cain 2, o que eu acho muito dificil o werdum ganhar.

  • Só de ler ja fiquei ansioso!
    Além disso tudo ainda vai ter mais uma categoria valendo o cinturão dourado,
    quem sabe não surge mais uma Rondinha na nova categoria das moças.

  • Renato Rebelo

    Pessoal, pra reforçar: minha definição de luta grande é um main event sem card pesado o apoiando (como o UFC 178) capaz de bater 500, 600 mil pacotes vendidos.

  • Dan Mendes

    Jogando um balde água fria:
    – José Aldo x Anthony Pettis, não vai acontecer por que Aldo não vai subir, Pettis dificilmente vai enfileirar adversários nos leves e mesmo que essa luta aconteça não tem por que acreditar que venderia muito PPV (500 mil +);

    – Cris e Ronda é improvável; é pouco provável que a Cris bata o peso sem morrer + Não ser pega no Antidoping + esperar a fila da Ronda (Cat, Bette, Talvez Gina, sem falar em Hollywood) Seria mais provável esta luta em 2016 e até lá a Ronda pode pendurar as luvas;

    – Anderson x Nick, vai decepcionar muita gente em vendas a não ser que montem um puta card com lutas importantes para a categoria;

    – Anderson disse que vai correr atrás do cinturão, difícil de acreditar ele não gostava de luta pelo cinturão nem quando era dono de um;

    – GSP voltar também não acredito em 2015 Rory deve se tornar campeão da categoria. Acredito mais que ele possa voltar e pegar o Anderson, e olha que não acredito nisto também.

    Não sou pessimista, mas é a realidade.

    • joao motta

      Amigo vc n é pessimista, vc é agourador profissional!

    • Renato Rebelo

      – Aldo sofre cada vez mais com as pedras nos rins. A desidratação extrema q ele faz pra bater 66kg nunca esteve com os dias tão contados
      – 1- Cris classificou, semana passada, seu corte pra 61kg como “melhor impossível” 2- ela assinando, fura a fila instantaneamente (é o que todos nós queremos ver) 3- Acha, com toda essa grana e gama de oportunidades, que a Ronda penduraria as luvas com 29 anos?
      – Anderson x Diaz vender pouco? Difícil. Nos EUA, nego tá em polvorosa com essa luta (é só acessar os foruns).
      – Não dizem que o ser humano só dá valor ao que tem quando perde?
      – White já disse umas 15 vezes que o GSP volta assim que sarar do joelho bichado – e que ele estava começando a treinar quando o lesionou

      Só tentando trazer um pouco de otimismo de volta ao tópico hehehe. Abração, Dan!

      • Dan Mendes

        1 Já respondi ao Bart por que não acredito que o José não subiria de categoria, vou acrescentar apenas uma pergunta: Você acha mesmo que Pettis x Aldo venderia mais de 500 mil pacotes mesmo sem um grande card?

        2 Cris classificou que morreria se tentasse bater 61kilos em qual mentira devo acreditar? Lutador sempre fala que esta tudo bem antes da luta…Se perguntasse para o Barão ele diria a mesma coisa.

        3 O Dana já disse que ele teria que lutar no mínimo 2 vezes para poder disputar a cinta. Se a Cris luta com a Ronda vende PPV pakas, nível UFC 100. Se ela vence a judoca, não tem luta dela que ira vender bem, o UFC não tem por que apreçar essa luta, pois

        • Renato Rebelo

          Fala, Dan:

          1- Pettis x Aldo, se trabalhado da forma certa – admitindo que ambos fariam cada mais uma ou duas luta antes- com co-main de apelo (nao precisa ser card td), sim.

          2- Ela disse que morreria no momento em que achava viável uma luta em peso casado com a Ronda. Ou seja, tentou forçar uma barra (via Tito Ortiz – o pior mensageiro possível) e o UFC não mordeu a isca. Mas isso já tem quase dois anos. Ela tá com luta até 61kg marcada pra dezembro (no Invicta 8) e, inclusive, já começou o corte. Segundo ela, tá td ótimo

          3- Não entendi o q quis dizer. Ele quem?

    • Bart Simpsons

      José Aldo já revelou várias vezes que até gostaria de subir, já que tem dificuldades na perda de peso, e só ainda não subiu por causa de Dedé. Não sei se em 2015 vai acontecer, mas a tendência é a dificuldade do Aldo ser cada vez maior e, uma hora ele vai subir. Concordo com você quando diz que Pettis não vai enfileirar adversários. Se ele não perder para Melendez, provavelmente seu próximo adversário será o “carrapato” khabib, aí eu acho que esse cinturão já era.
      Sobre GSP voltar em 2015, eu tb creio que ele não retornará, mas discordo quanto a Rory McDonald ser o futuro dono do cinturão. Creio que Robbie Lawler vai vencer a próxima disputa de cinturão e, vai permanecer alguns anos como o dono do mesmo.

      • Dan Mendes

        Jose diz que quer subir, mas na hora H peida. Na última luta disse que subiria, depois disse que não iria abrir mão do cinturão dos penas, depois disse que queria luta em peso casado…mimimimi.

        Pelo tamanho a categoria dele é a dos penas, ele tem dificuldade de bater peso por que a dieta dele não esta correta o “OFF” não é adequado. Alias, bater peso é um problema na Nova União.

        • Bart Simpsons

          Primeiro que, Aldo ainda não subiu por conta de Dedé, que não quer que isso aconteça, pelo menos não neste momento.
          Em segundo, os caras dos pesos leves podem até ser maiores, mas a vantagem acabou aí. Aldo é muito forte para a categoria dos penas, isso já é um fato comprovado, e não falo de mais forte tecnicamente ou de outro fator, estou falando no fator força mesmo. E sobre o fator técnica, lá nos leves existem mais caras técnicos e completos do que nos penas, mas José Aldo tem técnica superior a todos eles, aliás, Aldo é o melhor p4p do UFC já há um bom tempo.
          Agora falando em dieta, diga-me quantas vezes você já fez dieta na vida amigão? Então há um problema generalizado em todo o UFC, porque isso não é uma exclusividade de José Aldo e nem só da Nova União. Barão, Aldo, Hector Lombard, J, Hendricks, Anthony Johnson, Jon Jones, Shogun, e mais recentemente o próprio Ben Henderson também admitiu ter a mesma dificuldade, isso sem citar mais nomes por aí afora. Só p terminar, problema da Nova União pq? Aldo tem dificuldades para bater o peso, mas sempre bate, o que aconteceu com Renan Barão foi algo completamente natural, coisas que acontece até mesmo com quem não está se submetendo a uma rigorosa dieta, ele deu azar foi de estar dentro de uma banheira. Dudu Dantas nunca deixou de bater o peso, pelo menos não até aonde eu me lembro, então não entendi o porque dessa declaração de que é um problema da Nova União, nunca vi ninguém lá fazendo igual o John Lineker por exemplo.

  • Dan Mendes

    Respondendo a “esqueci de alguma grande oportunidade em termos mercadológicos para 2015, pessoal?”

    -Gina Carano pode ser contratada
    Ai será mais do que vender PPV teria a maior publicidade espontânea da história do UFC, o UFC seria vinculado em mídia onde jamais aparecerá e conhecido por pessoas que nunca se interessaram pelo evento.

    -Comier pode descer para os médios.
    Parecer que esta hipótese é ventilada e o “Mike Doce” disse que seria tranquilo.

    -Nurma x Pettis ou Melendez no Russia.
    Se essa luta pode acontecer na Russia fazer lembar guerra fria e filme Rocky, os caipiras iram comprar a rodo.

    -Holly Holm x Ronda
    A boxeadora pode triturar as adversárias inclusive Cris Cyborg quem ela já desafiou, e pela NOME, talento, beleza fazer uma luta absurdamente rentável para o evento.

    Acho que é só

    • Lucas Lima

      Cormier descer pros médios? vai ter q ficar igual ao Yoel, trincado na musculatura viu?!

      • Lucas Lima

        acredito seriamente que o DC possa ganhar do Bones…

        • Dan Mendes

          Também acredito e torço para que isso aconteça.

      • Dan Mendes

        O Daniel já lutou com 83-84 kilos.

    • Renato Rebelo

      Só a Gina que, a medir por “ela é a pessoa mais difícil com quem já lidei na minha vida” do Dana WHite, me parece bem distante. De resto, faz bastante sentido.

      • Dan Mendes

        Nunca acreditei que eles fechariam estou só levantando hipótese.

    • Cauã Albuquerque

      Holm não é ninguém. Vai perder logo na estreia, pode anotar. DC tem grandes chances de bater Jones.

  • Marcelo Silveira

    Muito bom e muito engraçado o post. Penso que nenhuma luta dos galos pra baixo vai contribuir para esses números que o Renato Rebelo comentou. 2015 promete. Falta acontecer alguma novidade boa para os pesados (será que McGregor não tem um amigo irlandês mais gordo pra apresentar pro DW?). Abraço!!

    • Renato Rebelo

      Muito obrigado, Marcelo! Tb acho que não. Cruz x Dillashaw sem card carregado não vendem mt.

  • Rodrigo Tannuri

    Acho que a tendência é sempre termos uma ótima expectativa. Como torço pra que não ocorram contratempos envolvendo esses grandes planos do UFC! Sobre as categorias mais leves, acho que o retorno do Dominick pode dar uma alavancada nos galos e contribuir com alguns números. Ele contra Faber, pela terceira vez, Barão e Dillashaw são lutas que despertam muito interesse. Até mesmo aqueles que não curtem os levinhos estarão minimamente interessados. Quem sabe outras promessas não surjam do nada? Agora, o que me preocupa são os meio-pesados e pesados. Ótimas coisas podem e devem acontecer nos leves, meio-médios, médios, penas, galos e moscas, mas, nos dois carros chefes, o último que ficar apague a luz.

  • Raphael Pinheiro

    Levanto uma bola que ainda não foi citada: Ben Henderson citou esta semana que fará uma luta de despedida dos leves e subirá para o welterweight, por ter compleição física maior do que a maioria dos seus pares atuais e não estar mais tão disposto a sofrer com o corte de peso. Um recomeço do Smooth nos meio-médios seria interessante também, não? Já pensaram num duelo com Carlos Condit?

    • Renato Rebelo

      Grande Raphael, na quarta, o Lucas Rezende escreverá um texto sobre essa subida do Ben Henderson. Não sei a opinião dele, mas, pra mim, é furada!

      • André Guilherme Oliveira

        Acho que vai ser igual o Nate ou o Sanchez. Ele é grande para os leves e pequeno para os meio-medios.

  • Luiz Guilherme

    tem tudo mesmo! so acho que o JJ não irá se mudar para os pesados..acredito ate que pode se testar em cima, como o anderson andou fazendo, mas vai vê que la o buraco é mais em baixo.

  • Malk Suruhito

    Ronda e a própria Cat Zigano (principalmente após todo este drama que ela passou ultimamente) não estaria na lista? Se ela vence a Ronda, sai até um filme biográfico…
    P.s.: Amo a Cat!!

  • Cauã Albuquerque

    Aldo não vai subir! A cada luta as coisas ficam mais difíceis pro Aldo e a fila dos penas está grande. Sem falar que ele com tantos excelentes atletas na categoria será difícil o Aldo manter a cinta até o fim do próximo ano. Podem me criticar mas essa é a realidade.

    • Bart Simpsons

      Aldo ainda vai continuar com esse cinturão no mínimo até os seus 30 anos. Não vejo nada ficando difícil para o Aldo, vejo ele dominado os seus adversários com a mesma facilidade de sempre. O fato dele não nocautear, não quer dizer que não esteja passando o “carro”, é algo que aconteceu com St Pierre nos últimos anos, que não nocauteava, mas ganhava a maioria de suas lutas de forma bem tranquila. Os penas até tem bons atletas (não tantos como você citou), Edgar, Swanson, Mendes e agora o McGregor, no entanto, tirando o McGregor, Aldo já passou por todos, depois de passar pelo irlandês, vai ter “varrido” a categoria. Se ele não subir, só restará ficar na categoria e ficar vencendo os oponentes, até que um dia alguém consiga enfim tirar o seu reinado. Nos pesos leves, Aldo pode até ser menor, mas é muito forte para os penas e, bateria de frente com os leves nesse quesito, além da sua qualidade técnica ser superior a qualquer um da categoria de cima, aliás, maior do que qualquer um do UFC.

  • Gabriel Castelani

    Acho que JJ nao sobe por enquanto aos pesados! Isso ja nao faz sentido! Algum tempo atras ele declarou que gostaria de enfrentar VELASQUEZ, mais acho que Gustafsson, deu um choque de realidade no campeao! Quando alguem, com alcance suficiente te acertar, isso machuca ! Os treinos com Overrem é um termometro, por enquanto fico com a mensagem de que, nos treino o holandes feriu ao campeao! Ainda mas com as carnes de pescoso, Comier, Gustafsson, AJ(?), o proprio GLOVER, (sem a lesao no 1 round como seria aquela luta???)Hoje ja nao vejo a confianca de tempos passados para subir!!! Só faria sentido subir para enfrentar o campeo, e acho que ele nao passaria nem do CIGANO! O proprio WERDUM seria jogo muito ruim pro BONES!

  • Ruan

    Esqueceu do que irá atrais mais público em 2015: a volta de Renzo Gracie haha,

    • Renato Rebelo

      Só se for no Metamoris, contra o Sakuraba hehe

      • Ruan

        Hoje ele reiterou que depois do Metamoris, vai lutar no UFC haha. Mesma ladainha desde 2010.

        • Renato Rebelo

          Como diria Silvio Santos: “Só acredito…

        • Dan Mendes

          Já que é assim a volta do Mestre Arona o/

  • will

    Será que esse excesso de lesões não é em função do treinamento mal feito e de cortes de peso extremos? O treino desses caras é quase uma luta, não entendo o porquê de se desgastarem assim.

    • Renato Rebelo

      Claro, Will! Culpar a bruxa do MMA (ou seja, o acaso) é, na real, uma brincadeira.

    • Bart Simpsons

      As vezes é um acidente, tipo o que aconteceu agora recentemente com Jon Jones, mas as vezes realmente é um treino mal feito, tipo foi o caso na última lesão de Vitor Belfort (senao me engano).
      Eu treino muay thai, jiu jitsu e MMA, e com a minha ainda pouco experiência, mas já posso garantir que em boa parte das vezes, um treino de muita técnica é muito mais importante do que um treino daqueles bem loucos. Já treinei com alguns outros professores antes de estar na minha atual equipe, tb já assisti vários professores dando aula e, observo que muitos deles observam que seus alunos/atletas possuem dificuldade técnica, mas no lugar de tentar corrigir aquele erro, tentam é suprir isso com raça, força e brutalidade. Raça, garra, tudo isso são coisas que ajudam na hora da luta, mas se você também não aliar a uma boa ténica, não vai te garantir não. Um grande exemplo foi a luta entre Woodley vs Rory MacDonald. O Woodley tem muita força e explosao, enquanto o Rory consegue aliar muito bem essa vontade de vencer com sua excelente técnica, assim como Myles Jury, que consegue também unir muito bem essas duas coisas.
      Eu sou um fanático por treino técnico, gosto muito mesmo.
      Concordo com você, Will, não entendo porque alguns lutadores se desgastam tanto, principalmente quando já está bem próximo da luta.

      • will

        Pois é, o treino deles é como se fosse uma luta mesmo. Os caras ficam arrebentados depois do treino. Pra que isso? Não precisa apanhar pra treinar reflexo. É o mesmo com o treinamento militar de elite, os caras debilitam o cara e acham que isso vai tornar-los mais forte. Só melhora o lado pscicologico, mas o físico vai pro espaço. Olha esse “Crossfit”, por exemplo, é um absurdo uma pessoa normal fazer isso. Não tem nexo e provoca lesões. Técnica é repetição e não pancada.

  • João Maurício V Madureira

    O sexto sentido esta apurado. Ossss

  • João Vitor

    Tem Dan Henderson contra Bander que vai ser bom oalém do Barão contra o Dominick que deve acontecer e acho que pode rolar um Anderson Silva vs Belfort II

  • mazzaropi

    Estive analisando possíveis alinhamentos cósmicos e cheguei a conclusão de porra nenhuma… kkk!

Tags: ,