Wand e o fator político de sua aposentadoria

Felipe Paranhos | 22/09/2014 às 21:42
Rampage, que também deixou o UFC reclamando do pagamento (e embolsou U$16 milhões em sua passagem), apoiou Wand

Rampage, que também deixou o UFC reclamando de dinheiro (e embolsou U$15,2 milhões em sua passagem), apoiou Wand

Foi como protagonista de um vídeo melancólico que Wanderlei Silva encerrou sua impressionante carreira no MMA.

Na última sexta, o veterano publicou um vídeo no qual se dedica a atacar o UFC por supostamente ter sugado sua vontade de lutar.

Com direito a trilha dramática, o ex-campeão do Pride atacou Dana White e o Ultimate de explorar os atletas para ganhar fortunas e até, vejam só, culpou a organização pela irresponsabilidade coletiva que culminou no desmaio de Renan Barão um dia antes do UFC 177.

Não quero julgar as motivações de Wanderlei para criticar seus chefes, até porque tenho certeza de que o jogo de interesses é muito mais complexo do que o atleta e a organização podem pintar, mas me recuso a bater palmas para o lutador diante de um caso em que há uma óbvia tentativa de inverter os valores e virar a mesa de um jogo no qual o brasileiro estava queimadíssimo — provavelmente de maneira irreversível.

Ora, senhores. Em primeiro lugar, a trajetória de Wand no UFC, como todos sabemos, não foi o que se esperava dele quando veio do extinto Pride — certamente para continuar ganhando muito dinheiro, e não a mixaria sobre a qual se refere.

Parte disso foi compensado pelo combates incríveis que travou e que lhe renderam cinco prêmios de luta da noite.

Continuo: não nos esqueçamos de que Wanderlei, o único lutador brasileiro a comandar dois TUFs — e que, com a mais absoluta certeza, não ganhou pouca grana para isso —, terminou como vilão a exibição do programa que dividiu com Chael Sonnen.

Veja bem, com Chael Sonnen.

Cada vez mais rejeitado pelo grande público e até pela maioria dos fãs de MMA, Wanderlei teve seu nome estrepitosamente vaiado no TUF 3 Finale, numa marca que nenhum outro lutador brasileiro conseguiu em seu país.

Uma façanha que ele conquistou sozinho, com sua polêmica passagem no TUF — inclusive, fazendo o contrário do que um dia pregou sobre lutas entre amigos — e com a tentativa de vestir o manto de herói brasileiro contra o americano do mal.

wanderlei-silva-acerta-golpe-em-brian-stann-em-vitoria-no-ufc-japao-1362292462875_1920x1080

Triunfoa sobre Stann cimentou cartel de Wand no UFC: 4v e 7d

Nada disso foi feito pelo UFC.

Também não foi o UFC que o fez fugir do exame antidoping surpresa pelo banheiro de sua academia.

Não foi Dana White quem assumiu ter usado uma substância proibida num período em que ele já tinha luta marcada — e sabemos que, nem sempre, esportistas tomam diuréticos com nobres finalidades.

E não é o Ultimate quem está usando o tacanho (embora válido juridicamente) argumento de que não pode ser punido porque não havia assinado um contrato de luta.

Senhores, Wanderlei será julgado nesta terça e pode receber uma suspensão que o deixaria muito tempo sem lutar (estipula-se, inclusive, que pegará gancho recorde).

Ele tem 38 anos e não sobe no octógono há um ano e seis meses.

O Axe Murderer sabe que, se punido, ficaria ainda mais tempo parado, o que pode ser fatal para um quase quarentão.

E sabe que a suspensão seria o último golpe na sua já combalida imagem.

Captura de Tela 2014-09-22 às 21.35.23

No vídeo: “O Wanderlei Silva está se levantando agora”

Imagem, aliás, uma das coisas que um político mais preza.

Wanderlei já tem filiação partidária e, desde o ano passado, fala em se candidatar a um cargo eletivo.

Cogitou, inclusive, ser candidato a deputado federal neste ano.

Para isso, teria, portanto, de morar em Brasília e comparecer às sessões no Plenário — situação incompatível com o status de lutador de alto nível, que faz camps puxados e precisa ficar fora do país por várias semanas.

Amigos, tudo leva a crer que Wanderlei já estudava a aposentadoria faz tempo.

Não acredito nesse papo de que parou porque o patrão capitalista malvado faz mal a todo mundo e deve ser combatido.

Não tem ninguém santo nessa história (e alguns dos pontos levantados por Wand no vídeo precisam entrar em debate).

Os atletas devem ter um sindicato para poder exigir seus direitos, assim como acontece em outros esportes. Ele seria responsável por garantir um cachê mínimo a ser estipulado, entre outras coisas, porque quem faz o show somos nós. Nossa classe deveria se unir para criar uma entidade. Muitos lutadores estão sendo desrespeitados pelas organizações, principalmente os mais novos”, disse o veterano à Ag. Fight.

Agora, a criação de factóides para convencer o público na luta por um inimigo comum, a fim de fazer com que seus próprios erros sejam esquecidos, é um clássico da política brasileira.

E, pelo visto, Wanderlei já aprendeu essa lição.

ATUALIZAÇÃO: No julgamento desta terça-feira, a Comissão Atlética de Nevada baniu Wanderlei Silva de lutar no estado. De quebra, ainda lhe foi aplicada multa de 70 mil dólares.

Quando você foge de um teste, essa é a pior coisa que você pode fazer. Fugir de um teste é terrível para o esporte e para tudo o que acontece lá fora. Acho que devemos mandar uma mensagem do tipo: “Nunca mais volte aqui”. Para qualquer lutador que está pensando em fugir de um teste, temos que mandar essa mensagem – defendeu o vice-procurador geral Chirstopher Eccles em transcrição do Combate.com.

  • Rodrigo Tannuri

    Concordo. Tais acontecimentos negativos foram se acumulando de tal maneira, que o que restou foi apressar as coisas e se retirar. Acho até triste o Wand se aposentar assim. Seu cartel no UFC realmente não é nada bom, é verdade, mas, pra isso, sua carreira e feitos no Japão seriam uma baita resposta. Contudo, essa fase recente deixou uma imagem negativa bem pesada e o próprio, com certeza, percebeu isso. Realmente, esses dois TUFs Brasil, que eram pra ser algo ótimo pro atleta voltar à tona, viraram inimigos. É como se o feitiço tivesse virado contra o feiticeiro. Ele merecia sair do esporte por cima, sendo festejado e não anunciando isso em um vídeo, sem o menor destaque. É como se estivesse saindo de fininho de uma festa. Os lutadores têm que entender que o MMA atual mudou. Certas atitudes não serão mais toleradas pelo grande público. Acho que o Wand deveria ter entendido melhor isso. Se não fosse tão passional, ele não seria o nosso “Cachorro Louco”, mas muitas dessas polêmicas não existiriam.

    Obs: muito legal as palavras que os outrora inimigos, “Rampage”, Sonnen e Tito endereçaram ao Wand. O sangue bom do Fitch foi outro que não o esqueceu.

    • Felipe Paranhos

      Rampage e Tito deram esse apoio só pela picuinha com Dana White, né?

  • Henrique Luiz

    Ótimo texto. Apenas uma observação, Fabricio Werdum tbm tem dois tufs: TUF Brasil 2 e TUF Latino America

    • Felipe Paranhos

      Foi mal, eu me referia a TUFs Brasil. Se formos contar todas as edições, Minotauro também tem duas: o TUF 8 e o Brasil 2.

  • Rodrigo Loureiro

    Apenas um rápido comentário, Werdum também comandou 2 TUFs. Mas concordo completamente com você, claramente ele sentiu que a chance de receber uma suspensão era realmente muito grande, logo era mais fácil sair como “mocinho” e “herói” por criticar publicamente o UFC do que sair queimado com um lutador que teve de certa forma atitudes controversas no tuf, ao casar rick monstro vs Vitor Miranda e principalmente um cara que se aposentaria por suspensão. Fora que em caso de não ser suspenso, sai como herói e pode muito bem ser chamado futuramente pra fazer uma luta Silva vs Rampage 4.

    • Felipe Paranhos

      Quis me referir a TUFs nacionais, foi mal. Até porque o Minotauro também tem dois, né. O com o Mir e o com o Werdum.

      • Rodrigo Loureiro

        Verdade eu mesmo esqueci do Minotauro, e acabei interpretando errado rs

  • Jonas Angelo

    Concordo Ipsis Litteris com o que foi dito. Importante ressaltar que muitas das coisas que ele disse fazem sentido, mas a questão é: o que está motivando ele a dizer isso agora?

    Olha o que disse o Sidney Geraldo, no blog do Guga Noblat “Por dentro da Arena”:

    “Questionamentos pertinentes: Por quê Wanderlei Silva se rebelou contra o UFC?
    Por quê ele reclamou do pagamento das bolsas sendo um dos mais bem remunerados entre os competidores que estão longe de uma disputa de cinturão?
    Por quê Wanderlei chama os oficiais do UFC de almofadinhas quando sempre tratou Dana White como “patrão”, “chefe”?
    Por quê o “Cachorro Louco” ficou tanto tempo calado enquanto o TUF estava sendo gravado no Brasil?
    Por quê o “Assassino do Machado” primeiramente aceitou lutar no dia 31 de maio e depois no dia 5 de julho contra Chael Sonnen se não reunia condições físicas para o aguardado confronto?
    Por quê o Mister Pride se rebela contra o Ultimate se ao mesmo tempo declara que agenciará lutadores que sonharão um dia lutar no octógono?
    Por quê Wanderlei perdeu o desejo de lutar logo agora que está em apuros com a Comissão Atlética de Nevada?
    Por quê, Wand, por quê?

    • Felipe Paranhos

      Não é a primeira vez que Wanderlei se apóia nesse jogo de cena para tentar sair de bonzinho. Me espanta quanta gente caiu nessa.

  • Dan Mendes

    Felipe, onde você conseguiu a informação de que o Rampage ganhou 16 milhões de dólares.

    • Renato Rebelo

      Quando o Rampage reclamou do pagamento, o Dana veio a público com a contabilidade: http://mmajunkie.com/2013/01/white-rampage-made-15-2m-over-11-fights-but-shoots-himself-in-the-foot . Dá, em média, 1,3 milhão por luta no UFC.

      • will

        E o Aldo ganhando merreca sem reclamar! O Aldo é 1000 vezes mais lutador que o Rampage e é desvalorizado pelo UFC. Se fosse o Aldo iria pro Belator fazer seu pé de meia.

        • Antonio Pedro

          Concordo.

          • luiz eduardo

            concordo tmbm /2

        • Felipe Paranhos

          O negócio é que, em geral, os lutadores mais leves são menos valorizados exatamente porque o público em geral curte menos, mesmo. Dão menos retorno =/

          • will

            Será? McGregor está vindo como um trem! Se ele for campeão a bolsa dele vai às alturas!

          • Renato Rebelo

            Verdade. Mas Notorious é exceção à regra.

          • will

            Verdade, mas eu sinto muita má vontade do UFC(Dana) com o Aldo. Eles não promovem ele como deveriam. O McGregor já deve ganhar mais que o Aldo no UFC.

          • Renato Rebelo

            Vc pode até ter razão, fera, mas a primeira explicação pra essa vontade seletiva do Dana se chama demanda. Acho que a paixonite atual dele pelo Conor é a msm q teve pela Rousey, Chuck, etc. Virou o “Golden Boy”. A população quer consumí-lo

  • will

    O fracasso do Wand no UFC revela que o Pride tinha algo errado. Eu especulo que seja a total falta de testes anti-doping. O “suco” faz milagres no desempenho atlético. Não é só ele, veja o desastre daquele japonês Gomi ou o Cro Cop no UFC. Por outro lado, veja como o Spider melhorou no UFC. O Anderson nunca bebeu do “suco” e isso dava desvantagem à ele nos outros torneios. No UFC ele reinou!

    • Felipe Paranhos

      O Pride tinha muita coisa errada. Enson inoue, Mark Coleman e Nobuhiko Takada que o digam…

  • Renan Trigueiro

    Texto bem argumentado. Parabéns pela coragem Felipe

  • Rodrigo Loureiro

    Como eu vi o pessoal discutindo o salário de alguns atletas do UFC, e também a respeito das críticas do próprio Wanderlei, eu acabei dando uma olhada em algumas discussões na internet e encontrei este link: http://www.mmasentinel.com/2013/07/ufc-fighter-pay-facts-ronda-rousey-dana-white/
    Gostaria da opinião de todos, leitores, Renato, Felipe sobre isto, se realmente 100% verídico, porque mesmo o UFC crescendo exponencialmente, nossos atletas de ponta recebem por exemplo muito menos que atletas do boxe e da NBA, NFL, e outras organizações esportivas.

  • Antonio Pedro

    Wand é um político nato! Tudo e qualquer coisa será usado para se manter no imaginário das pessoas… (Falem bem ou falem mal, mas falem de mim… kkk!)

    Sobre fugir do exame antidoping sua única falha foi declarar o uso de diuréticos (proibidos) para desinchar as mãos, normalmente usa-se anti inflamatórios…

    De resto, não vejo nada de anormal em suas declarações, pois Sonnã falou muita coisa pior e tem gente que gosta…

    Sobre parar de lutar acho realmente que não deveria fazer isso, pois o Bellator está aí e a luta com Belfort é a revanche que eu realmente gostaria de ver… Lotaria um estádio fácil!

    UFC inteligentemente deveria contornar a situação e manter o cachorro assassino do machado!

  • Ótimo, Felipe!

    Infelizmente o Wand foi vítima de um atleta/estrela mau assessorado e à deriva em meio entre suas ideias e suas atitudes.

    Com um card instável, discursos cansativos e insustentáveis (brigas no TUF, dopping e julgamentos) e a ideia de se jogar na política de uma forma totalmente sem nexo, (morando em Vegas e quase disputando eleições no Brasil) cada dia que se passava ele conseguia cavar ainda mais sua cova.

    Agora, não sei de onde ele tirou essa ideia de que terminar a carreira de forma melancólica e com um discurso de “serei o herói dos atletas” cairia bem para ele.

    O Barão que não se cuide, pois não pode nem pensar em entrar nessa briga que foi jogado no meio.

    A síntese de seu texto encontra-se no mesmo de forma muito bem defendida:

    “Não quero julgar as motivações de Wanderlei para criticar seus chefes, até porque tenho certeza de que o jogo de interesses é muito mais complexo do que o atleta e a organização podem pintar, mas me recuso a bater palmas para o lutador diante de um caso em que há uma óbvia tentativa de inverter os valores e virar a mesa de um jogo no qual o brasileiro estava queimadíssimo”

    • Felipe Paranhos

      Brigado, David! Abraço!

  • 70 mil Obamas a menos para o “Cachorro Louco” e proibição vitalícia.

    http://www.bjpenn.com/wanderlei-silva-punished-by-nac-with-lifetime-ban-70000-fine/

  • Marcelo

    Quem é mais ingênuo: o Wanderlei ou quem acredita no Wanderlei? Pelas sua carreira de ator em vídeos do YouTube, acho que se o Stallone um dia cogitou em chamá-lo pra participar dos Expendables, mudou de ideia definitivamente.

  • Gabriel Castelani

    O apelo que o Wanderlei faz aos fans nao ameniza o que foi feito, o respeito, a falta de transparencia e credibilidade, me faz pensar que esse cara realmente acha que somos um bando de otarios acefalos! Claramente ele esta escondendo algo muito mais serio! Esta se desenhando um cenario sombrio por detras dessa historia, seguramente vai ter muita caca desenterrada! O Wand ta parecendo um dependente quimico tamanha as merdas que esta fazendo! Lembra do Sonnen falando que ele estava bebado no TUF? Hoje aquele atraso, com a desculpa do medico (que na epoca nao colou) me faz pensar mil coisas!

  • Renato Rebelo

    Agora, sabendo do desfecho (banimento pela principal comissão atlética dos EUA), pergunto: conveniente o timing do anúncio da aposentadoria (última sexta), não?

  • Pedro Duarte

    Na minha visão, a pessoa Wanderlei já perdeu credibilidade faz tempo. Acho que ele mesmo não se compreende, de certa forma até ingênua, pois o número de contradições não cabe no gibi. A única causa que dou meu apoio é referente ao pagamento de bolsas. Obviamente, a quantia recebida pelos lutadores é na grande maioria acima da média do que cidadãos normais recebem, mas isso não pode ser usado como discurso para defender a idéia que os lutadores não podem reclamar.
    Comparando com o que recebem atletas de outros esportes, acho pouco um lutador do calibre do Rampage, com apelo midiático gigante, receber 15MM de dólares em 5 anos. O UFC é uma liga fortíssima, tem faturamento estelar e pode sim pagar mais pelos seus atletas, principalmente os de ponta.

  • Bart Simpsons

    Já havia uma situação ruim, aí quando o bicho pegou de vez, Wand fez como diz o ditado “jogou merda no ventilador”. Sobre a questão de virar a mesa e inverter os valores, como foi citado, não discordo de você, Felipe Paranhos, mas também não discordo do Wand. O fato dele falar tudo isso como uma tentativa de inverter as coisas e tentar livrar um pouco desse filme “queimado” em que ele estava se encontrando, não quer dizer que ele esteja errado. Sendo num momento oportuno ou não, para ele Wand, as pessoas sabem que ele está correto no que ele diz, muita coisa não precisa ser lá de dentro do UFC pra concordar com ele.
    Enfim, Wand poderia ter falado isso em outros momentos? Sim, poderia, mas esse foi o momento que ele julgou melhor, e mesmo tentando ele ser oportunista quanto isso neste momento, como eu já falei, não deixa de estar correto.

  • Acácio

    Felipe, parabéns pelo texto. Infelizmente, foi um papelão do Wanderlei, tentativa esdrúxula de manipular a opinião pública em seu favor.

  • Flavio Aldo

    Parabéns pelo texto.
    Infelizmente isso é a pura vdd o Wand queimou sua própria imagem sozinho e agora quer jogar a culpa no UFC,ele quer desviar as atenções da bobagem que ele msm fez com sua carreira.

Tags: