Bisping x GSP: a injustiça
mais justa da história

Lucas Carrano | 01/03/2017 às 21:56

Fui só eu, ou vocês também foram pegos de surpresa com o anúncio de Georges St. Pierre Michael Bisping pelo título dos pesos médios?

Por mais que já se houvesse especulado esse combate, e a (não) vontade de Bisping de pegar os legítimos desafiantes Ronaldo Jacaré Yoel Romero estivesse bem clara (até para esse pobre escriba, que falou sobre isso na semana passada), não se imaginava que o UFC teria culhões para fazer algo do tipo.

Bisping é alvo de críticas desde a revanche com Hendo

O motivo é simples. Por mais que a luta contra Dan Henderson tenha sido carinhosamente apelidada aqui no Sexto Round de “UFC 204: Fuck’em all, e esse tipo de luta caça-níquel não seja novidade, não me recordo de uma oportunidade em que dois dedos médios seguidos tenham sido mandados desta forma.

Alguém pode até citar o exemplo Conor McGregor, mas: A) o irlandês é um caso único; e B) mais importante, apesar de ter segurado a divisão dos penas, não podemos dizer que Conor não tinha cancha pra subir e lutar pelo título dos leves (como sua vitória em Nova York provou, aliás).

Logo, a sequência do Conde é um fato inédito na história da organização.

À primeira vista, a opção mostra claramente os rumos e preferências da nova administração (tecla que já batemos há um bom tempo), passando desde mudanças estéticas, de staff e, agora mais do que nunca, nas opções esportivas – ou descrédito à mesma.

Michael ‘O Conde’ Bisping agora é Michael ‘O Rei’ Bisping. Ele acabou de ser promovido. O dinheiro falou mais alto novamente”, disse a assessoria de Jacaré.

Apesar deste recado, claro, no entanto, há outras camadas que precisam ser desveladas nessa história. Vamos a elas.

Primeiramente, há um fator um tanto quanto óbvio: GSP x Bisping será uma luta que venderá mais do que Bisping x Romero ou Jacaré.

Jacaré e Romero vão esperar… juntos

Embora esse primeiro ponto apenas reforço a constatação supracitada, temos que reconhecer que essa informação peso, e muito, na balança e, noves fora, a luta mais rentável sempre terá a preferência dos patrões – já era assim antes e vai ser cada vez mais, especialmente diante do recente investimento bilionário.

Sem apologias ou críticas aqui, mas entender que a estrutura do MMA é diferente dos demais esportes com os quais estamos habituados é uma forma de compreender melhor esse tipo de situações.

Como há decisões discutidas e pensadas antes de cada partida, e elas são bem mais escassas que em outras modalidades, você acaba tendo a oportunidade de traçar planos e estratégias únicas para cada evento ou luta.

Da mesma forma que isso te previne de algumas conjunturas casuais, do tipo dois clubes impopulares fazerem uma final do torneio mais importante do mundo, na contramão você acaba refém dessas decisões arbitrárias e de suas consequências.

Não temos nenhum comentário no momento a não ser que o Romero deseja boa sorte a GSP em seu retorno”, disse o Malki Kawa, empresário de Romero, para Ariel Helwani.

A segunda e mais importante, que inclusive motiva o título deste texto, é o fato de que, por mais que o anúncio de St. Pierre seja um balde de água fria sobre os merecedores Romero e Jacaré, não dá pra ignorar o fato de que Rush é um desafiante legítimo.

1ª coletiva de imprensa já marcada

St. Pierre é o segundo atleta com mais vitórias na história do Ultimate (atrás somente de, acredite, Bisping), foi um dos campeões mais dominantes, senão o mais dominante da história da organização e deixou o MMA há três anos e meio por vontade própria, como campeão linear e abrindo mão de tudo.

Nada mais natural, portanto, do que ter o canadense de volta diretamente com uma disputa de título garantida – a menos, é claro, que ele próprio optasse por não fazê-lo, preferindo uma superluta ao invés disso

Mas Georges quis o cinturão, e optou por não atravessar, ou esperar, seu amigo Stephen Thompson na divisão até 77kg.

Na base do timing (alguém achou que eu iria esquecê-lo aqui?), está feita a quizumba e a mais justa das injustas disputas de cinturão da história é oficial.

Aliás, é bom que os escanteados abram os olhos, pois a improvável vitória de Bisping sobre Luke Rockhold iniciou uma série de eventos tão imprevisíveis quanto extremos na divisão dos médios.

Logo, não duvidem, por exemplo, se GSP vencer (o que não é nem um absurdo, diga-se de passagem), que tenhamos uma defesa de cinturão do canadense contra alguém que seja da X-Gym e tenha um inglês meio tropeçante, mas não é nem Jaca nem Romerito.

Abraços.

Ps: Já que mencionei o timing, o que dizer de Demian Maia? Após anos sendo surrado impiedosamente pelas ações do acaso, parece que finalmente o ás do jiu-jitsu finalmente viu a sorte lhe sorrir, não é mesmo?

  • Julio Varoni

    Com todo respeito, mas não creio que GSP mereça o TS dos médios. Se fosse nos meios-médio, sua categoria de origem, tudo bem.
    Demian não iria gostar, mas ele só vai lutar daqui há dois meses mesmo, não faria muita diferença, portanto.

  • Renan Augusto

    Se Conor e Ronda mereceram um monte regalias, negar as mesmas a GSP? Impossivel. Maior campeão que o UFC ja teve. Boa sorte ao mito canadense.

  • Lucas Venagas

    terça sem podcast
    quarta uma coluna desse nivel
    ta caindo o nivel

    • Lucas Pereira Carrano

      Eu disse ao Renato pra não publicar meu texto numa quarta pós-terça sem podcast, mas ele não quis me escutar.

      • Jonas Angelo

        hahaha boa.

      • Marcelo Silveira

        quarta cinzenta, palavras escuras…..É sucesso o texto, concordando ou não, hehe

  • Mateus Elias

    Dá tempo do maia cancelar sua luta com o masvidal? Kkk. Ps. Lucas, parabéns por ver o copo meio cheio.

  • Ribamar Júnior Cavalcante

    Eu comparo a volta do GSP a volta do Schumacher pós aposentadoria. Certamente Schumi tirou o lugar de alguma promessa e deixou muita gente p… da vida, porque esperava sua chance, mas o multicampeão não poderia voltar como piloto de teste ou recomeçar modestamente pelo tempo de inatividade.

    GSP é este caso. O cara foi um notório campeão que se aposentou não por performance (digo o cara não perdeu) mas por opção, preservando o mito que construiu ao longo de sua carreira.

    Não vejo como BIsping dando as cartas, mas vejo uma luta Cinturão x GSP (Podia ser Bisping, podia ser qualquer cara que fosse campeão). GSP escolheu uma luta vencível (ele nunca topou subir na época de Silva) e vai capitalizar nisso.

    Quanto a Romero e Jacaré, resta fazer o co-main desse evento e fazer muito barulho.

    • Savio Cardoso

      E caso o GSP ganhe a luta como fica a categoria ? Ele se aposenta de vez embolsando essa grana ou parte para uma super luta com Connor? Ou qualquer outra coisa que o UFC acredite q possa capitalizar em cima do Canadense, vamos bolar ideias aqui e enviar para a administração do UFC, que tal GSP VS Anderson também, ou GSP VS …

  • bedotRJ

    159 comentários até o momento na notícia sobre essa luta no fórum. Isso explica o porquê de estar sendo marcada.

    • Ribamar Júnior Cavalcante

      Fora a quantidade de curtidas no Instagram. Em 5 horas bateu fácil os posts de Miocic x Cigano e da Joana…

  • Gabriel Camargo

    Só não entendi mesmo o Demian ter que lutar com dois meses de diferença para a disputa de título. Dependendo pode até ser que tenha algum imprevisto neste meio hein…

  • José Valter Alves Junior

    Texto Interessante Carrano entretanto existem alguns pontos que você nem chegou a mensionar: primeiro fato GSP estar para a anos fator que ja seria -1 a seu favor mas… ok, segundo fato é que sim ele foi um lutador vitorioso… nos meio-medios e sua luta será nos medios terrendo onde ele nunca pisou e por muito relutou e terceiro fato associando os fatores anteriores de estar parado, estar pesado e adicionando tudo isso a uma luta de titulo ainda acredita que ele seja como você citou: “o injusto mais justo”? na minha opinião (que não é la grandes coisas) GSP tecnicamente era um lutador empolgante (tendo em vista que nao o vejo lutar a anos), entretetanto, sua ultima luta mostrou que ele ja tava “derrapando na curva” numa decisão dividida, ele esta arriscando muito por algo que não tem o peso de seu legado, mesmo “o conde” não sendo essa “brastemp” toda ele é alguem persistente, em resumo, não importa a categoria que fosse, o preço por estar parada se cobra um dia e não importa o tão relevante um alguem foi no passado se no presente ele não está em seus tempos de glorias não adianta querer viver de méritos isso so prova que a necessidade de lucro se sobrepõe a justiça. Eu sou totalmente a favor de que o ranking seja desfeito de uma vez por todas, afinal de contas pra que ele serve? mas o “mal” ja ta feito e como citei aqui anteriormente somos hipócritas e vamos assistir a luta justa ou não.

  • douglas karpinski

    Tudo isso é representado por apenas uma palavra: BIZARRO!

  • fabiojbm

    Não existe nada de justo neste caso. Apenas o UFC cavando o próprio buraco. Talvez os jornalistas do 6 round fiquem surpresos, mas duvido os fãs mais antigos fiquem, no dia que UFC for evento de segunda categoria.

    • KRS Porlaneff

      E o último que sair, que faça o favor de apagar a luz.

  • Asisz Marco

    todos sabem que st pierre e um grande cara do esporte, mas nada(esportivamente falando) justifica essa disputa de titulo
    se ainda fosse nos 77 ate vai, mas na 84 e mt sacanagem.
    bisping, o campeao mais fraco de qualquer divisao do ufc, nao impoe respeito a ninguem, por isso todos querem o cinturao dele
    esse cara e uma vergonha.
    enquanto isso contenders de verdade terao q se matar para quiça um dia terem seus nomes lembrados.
    romero com 8 vitorias, jacare com 7 provavelmente podem se enfrentar em uma revanche descabida, quando esses caras chegarem na cinta ja vao ter passado o rodo no restante da categoria.
    se o bisping se lesiona sera q criariam um interino romero x gsp?
    bem q falaram q essa nova administraçao do ufc viria para bagunçar tudo.

    • Savio Cardoso

      É o que digo a algum tempo, somente o Bisping acha que todos querem desafia-lo por ele ser um grande campeão, mas não, todos pedem essa luta por acharem o cinturao mais facil de ser tomado.

      • Gameplay Brasil

        Bisping é uma desgraça para o mérito esportivo, para toda a organização. ( ufc )

  • Gilmar Nascimento de Souza

    Vou torcer veementemente para o Thompson Ganhar do Woodley… Se acontecer o contrário, e se acontece o que todos estão pensando sobre Bisping x GSP, e seguindo os parâmetros atuais da WME-IMG para escolhas de lutas no UFC, teremos duas categorias travadas por um bom tempo. Em minha humilde opinião, muito mais provável acontecer um GSP x Woodley da vida, do que GSP x Spider. Por mais talentosíssimo, estrategista e atleta que o Rush seja, não o vejo batendo de frente com Romero, Jacaré, Rockhold ou Weidman, e nem muito menos voltar de após um hiato de mais de 3 anos sem lutar, somente e tão somente pela questão econômica.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Curti a volta do Georges, mas nao precisava ser nos Médios.

  • Roberto Amado

    Carrano, eu acho q o destino está sendo ainda mais sarcástico e escroto com o Demian. Explico: se o Woodley mantiver o cinturão, acho q o próximo passo do canadense é buscar o cinturão que era seu, independente do resultado da luta do Bisping. Eu não vejo o GSP defendendo o cinturão dos médios.
    Neste cenário resta ao brasileiro vencer o Masvidal e torcer pela vitória do Wonderboy.

    • magnuseverest

      E no texto ao lado aparece a cara do Jaca de choro,rsss…
      Para os brasileiros,é torcer para GSP vencer Bisping,e perder para Spider depois. O Maia ficaria livre para lutar com Wonderboy,que é amigo do GSP;e depois Demian e GSP se enfrentariam,mantendo a cinta com o brasileiro.

  • Marcio Rodrigues

    Lembro de um texto do Carrano de dois anos atrás:

    http://sextoround.com.br/16758-bem-vindos-a-era-de-ouro-dos-pesos-medios-no-ufc/

    Nos preparavamos para a melhor fase da história da categoria (que era bem rasa no reinado do Spider).

    E pensar que nada do que se previa, iria acontecer e que o principal motivo seria o já conhecido e insosso Michael Bisping.

    Não da pra acreditar que o UFC jogou no lixo a era de ouro dos pesos médio, pra proteger um cara que ja esta no UFC a séculos e sempre foi sinônimo de fracasso.

    Bem que a elite da categoria podia mudar para a moribunda meio-pesado. Levando em conta essa nova gestão e que, nos médios, ainda tem Spider e Diaz pra alimentar Bisping e GSP, o cenário não é nada animador pra eles.

  • magnuseverest

    Maia precisa vencer rápido,torcer pelo Wonderboy,chamar o cara na “chincha”,e torcer para GSP ganhar do Bisping.
    GSP se ganha vai querer enfrentar Spider,se perde fica na fila de Maia vs Wonderboy. Se tudo isso acontecer neste ano,tudo bem,mas com a fila de lesões e dopings tudo pode mudar. E até Conor pedir por GSP em peso combinado.

  • Francisco Júnior

    Se GSP voltasse direto para um title-shot dos meio-médios, onde ele era campeão e reinou por anos, acho que não seria problema nenhum.

    O que é bizarro/ridículo é ele voltar numa categoria de cima já disputando o cinturão. Isso é indefensável, caro Carrano. Essa ideia surgiu da cabeça do Bisping que mostra que tem muita moral com os novos donos (por que mesmo?).

    Só uma correção, acho que o UFC 204 foi “fuck you all” (fodam-se todos) e não “fuck’em all”. Todos = fãs que valorizam o mérito esportivo.

  • Silas K

    Se o Bisping vencer o GSP por um milagre, vai pedir ainda no octógono o Fedor no meio pesado! “Dana White, make It happen”

  • Tairon de Oliveira

    Povo fala de abandonar o UFC, mas chega no sábado de Bisping vs GSP e garantidamente estarão lá com a ceva trincando, na frente da TV pra ver um dos dois ser surrado.

    • Asisz Marco

      que todos q gostam de mma provavelmente vao ver isso e fato, mas nao e pq vamos ver q a gente tem que aplaudir de pe atitudes como essa do ufc.

      • Tairon de Oliveira

        Mérito esportivo já nem existe mais. Não sei por que o povo ainda dá bola pra isso. Como se o Jamané ou Romerito disputando a cinta fosse pagar os 340 reais da fatura da NET que eu pago todo mês. Não deixo de assistir por causa disso.

    • KRS Porlaneff

      Assistir pra ver o que vai acontecer, sim.

      Prestigiar, concordar e assistir lambendo os ovo do UFC, não.

  • Daniel R Carletti

    Mesmo sem podcast, teve bomba! Pelo menos, com podcast as lutas caíam…

    Não tinha jeito, a volta de GSP ia bagunçar com alguma categoria. Médios, meio-médios ou leves, alguma estava na mira. Tava torcendo pra que fossem os leves, com GSP vs McGregor e uma surra homérica.

    Quero ver GSP defender esse cinturão contra Romero/Jacaré. Aí complica!
    Bom, pelo menos finalmente vai ter superluta com o Spider, animai-vos!

  • Fernando Chaves

    GSP não é um desafiante legítimo nos médios, mesmo considerando todo seu currículo. Discordo do relator.

  • Marcelo

    Se aposentou novo porque quis, e agora vai fular fila? Não tá certo isso aí não. UFC tá virando só circo ultimamente. Por mais injusto que seja, lógico que não vou perder. Preparando a pipoca aqui.

  • Luis Coppola

    Discordo completamente Carrano.
    GSP é o maior meio médio de todos, foi campeão por mto tempo, sua última luta teve uma apresentação questionável (eu vi vitória do barba), está a 4 anos inativo.
    Dizer que um cara é um desafiante legítimo em uma categoria em que ele nunca lutou na carreira, com um grande diferença de peso para que ele lutava, em uma categoria que tem um cara octa mundial de BJJ, outro medalhista olímpico de wrestlling com uma sequência avassaladora de oito vitórias, não faz sentido.
    Não, GSP não é um contender legítimo. Se fosse no atual cenário dos moscas ou pena feminino ele seria um desafiante legitimo. No atual cenário dos médios com ctz ele não é..
    Pode vender um caminhão de PPV, o evento lucrar absurdamente, mas como mérito esportivo para ser desafiante legítimo seriam Romero ou Jacaré.

    • Jonas Angelo

      Penso dessa forma também.

    • Lucas Pereira Carrano

      Respeito sua opinião, Luis, e reforço que, neste caso, não há resposta certa ou errada, só pontos de vista.

      E eu não tenho nem argumentos adicionais, o que penso está lá no texto mesmo. Nossa divergência fica no ponto que eu penso que a “bagagem GSP” vale pra tudo e você crê que só se aplica à própria categoria dele – e olhe lá.

      Tá certo que o Jon Jones teve o caso de doping, mas seria o mesmo que (doping a parte) ele resolvesse voltar e disputar o título nos pesos pesados ao invés dos meio-pesados – foi a única coisa mais próxima que consegui pensar aqui.

      • Hyuriel Constantino

        Quanto ao exemplo do Jones, Carrano, tem um detalhe que deixou escapar que é a CONVENIÊNCIA de com quem vai disputar o cinturão. Depois do Anderson, tivemos Weidman e Rockhold como campeões. Kd que o GSP pensou em enfrentar algum desses dois?

        Jones, por sua vez, podia botar qualquer um do TOP 5 dos Pesados que ele mataria no peito. Outrora diversas vezes era ventilada a chance de uma superluta com o Cain, e o Jones nunca foi vago quanto a isso, diferente de GSP.

        No fim, tanto Bisping quanto GSP são cagões e estão limpando a bunda suja um do outro com as mãos.

        • Lucas Pereira Carrano

          Mas isso aí certamente.

          Se o Bisping tenta preservar seu cinturão o máximo possível por meio de matchmaking e match-up, quem vai atirar a primeira pedra no Batroc?

      • Luis Coppola

        Claro Carrano, tbm respeito seu ponto de vista e opinião, apenas discordo mesmo.
        Só acho que o Jones enfrentou adversários mais gabaritados, e teve performances mais convincentes que as do GSP e que além disso, a categoria dos pesados tem menos oponentes credenciados ao TS que as do peso médio no momento..

    • Ricardo Junior

      Concordo em quase tudo com o Coppola, a não ser o fato de não ver o Soldier of God como desafiante legítimo, pois aquela garfada que deram no Jacaré na luta com ele não me desce a guela até hj, sem contar o lance do Dopping também, no mais, concordo em tudo.

  • Juan

    McGregor deu aula nessa. Provou na prática que você pode perder lutando em outra categoria e que o status permanece. Em caso de derrota, basta voltar à categoria original.
    GPS não é desafiante legítimo. E essa luta não é disputa de cinturão, é apenas uma “SuperMoneyFight”. Ainda sim, sabíamos que o caminho mais provável era a luta com o inglês, visto que na última década, nunca o campeão dos médios foi tão “vencível”.

    #PorMaisMeritocracia

  • Marcelo Silveira

    eu discordo que essa luta é minimante justa, GSP é campeão da categoria de baixo e é muito pequento pros médios, não tem condições de defender um possível cinturão, a menos que seja com o Hendricks (quem duvidaria?) ou AS.
    E eu aposto dinheiro que GSP, se for campeão dos médios, NUNCA irá defender o cinturão com os seguintes nomes: Romero, Jacaré, Moussasi, Rockhold ou Weidman.

    Afirmar que essa luta é política da nova gestão do UFC também discordo. Essa luta seria tranquilamente casada com a Zuffa de dona e temos vários exemplos disso. GSP x DIAZ foi casada com o Diaz vindo de derrota, só pra ficar no exemplo que vem a cabeça no momento.

    Podemos considerar sim o aspecto econômico da disputa, e não vejo problemas em termos uma ou outra furada de fila visando um grande PPV ou outro. O problema todo, e aí que acho que fica muito feio(como o carrano colocou no texto), é que o campeão escandalosamente busca manter seu cinturão em combates cujo desafio é muito aquém dos reais desafiantes, ou alguém aqui acha que o Bisping x Dan Henderson foi significativo pro ano fiscal do UFC? O problema não é uma furadinha de fila, uma lutinha pra manter o campeão, isso eu até levo na boa, o problema é que isso está se repetindo. Quem ouvir a entrevista pré luta de Bisping x Rochhold e o discurso do Bisping sobre lutar lesionado, não escolher adversário e blá blá pensa que estamos falando de outra pessoa, claro que ele, aos 30 e tantos anos e com um improvável cinturão defendido a duríssimas penas, está fazendo o papel dele. Eu só penso que a organização tem que sempre buscar o equilibrio entre o $$ e o aspecto esportivo, mesmo pq teremos logo ali um novo campeão, que precisará ser trabalhado e valorizado.

    []’s

  • KRS Porlaneff

    Vou resumir o sentimento de boa parte da galera ao ler esse texto em uma única hashtag:

    #agentereclamavadebarrigacheia

  • Luis Felipe Fabricio

    Eu sei que nesse quesito eu sou voto vencido, mas, pra mim o GSP pode escolher quem quiser pro retorno e eu vou parar pra assistir, o cara é uma lenda, um dos maiores campeões da história do esporte.

  • Márcio Guedes

    Caracas, eu acho bem razoavel casarem essa luta. Agora imaginem soh se o Bisping vence… Ele vai ter um curriculo de `volta por cima` maior do que o RDA, se bem que ele jah tem… Espero que casem Romero x Jaca II e Rockhold x AS ou Whittaker

  • Juan

    #polêmico!

  • FabioH

    Repetindo o texto do JVX: Money talks! Óbvio que o UFC não colocaria o retorno do GSP em uma luta “de aquecimento”, poderia pegar o vencedor do #209? Sim, mas correndo o risco de ter que enfrentar o “parceiro” Thompson. Em caso de vitória do Woodley, não duvido que o canadense tente retomar o cinturão da WW, e o UFC deve estar babando nessa po$$ibilidade.

  • Victor Cutrale

    GSP se ganhar vai estar mais lascado que o próprio Bisping…

    Campeonato de batata quente essa disputa ai.

Tags: , , , , , , , ,
Instagram