Marlon e a necessidade de alçar voos mais altos

Renato Rebelo | 15/09/2014 às 15:46
marlonmoraes

Amaciando a carne…

Francamente, quantos de nós assistimos o que Marlon Moraes fez com Cody Bollinger no último sábado?

Aposto que muita gente sequer sabia que o campeão peso galo do World Series of Fighting desmantelou o promissor ex-TUF com um mata-leão no segundo round…

E que fique claro: não os culpo.

Num fim de semana com Bellator, UFC em território nacional e Floyd Mayweather em ação, o fã de luta acabou soterrado pela oferta.

Erraram os manda-chuvas Ali Abdelaziz e Ray Sefo ao alocar a décima terceira edição do evento num fim de semana tão congestionado?

Provavelmente.

Mas esse não é meu ponto.

A real é que Marlon luta em nível mundial e seu talento excedeu completamente a capacidade promocional da máquina que o emprega (caso parecido com os vividos por Eddie Alvarez e Ben Askren).

Eu gosto muito do World Series of Fighting, mas eles sabem qual é o meu sonho. Se aparecer uma boa oportunidade para as duas promoções, acho que eles me deixariam ir”, disse o brasileiro em entrevista ao MMA Junkie.

10659442_896430653717602_6934774021489466687_n

Liquidando a fatura

E a falta de desafios viáveis só comprova meu ponto.

A luta contra Bollinger precisou ser marcada para um peso combinado (140 pounds) e, mesmo assim, o gringo não alcançou a marca.

O canadense Josh Hill (10-0), adversário original de sábado, parece ser a última amostra de vida inteligente em categoria já devastada pelo amigo inseparável de Edson Barboza.

Nem a chegada do invicto prodígio da Team Nogueira Sheymon Moraes ameniza o problema de estagnação – uma vez que o jovem craque do muay thai sequer estreou.

Eu me acho o melhor peso galo do mundo… Cedo ou tarde, eles terão que me deixar lutar com os melhores”, disse ao site americano.

A boa notícia é que o WSOF mantém política de boa vizinhança com o UFC e o contrato de Marlon pode ser interrompido sem muito drama – vide os populares Anthony Johnson e Andrei Arlovski, que atravessaram a ponte em 2013.

Basta seu empresário trabalhar nos bastidores e nós (fãs e jornalistas) criarmos a comoção necessária para que sua contratação pelo UFC seja obrigatória.

De resto, trabalhando sob o guarda-chuva dos competentes Ricardo Cachorrão e Mark Henry, Marlon, aos 26 anos, já é um dos cinco melhores do mundo até 61kg e está prontíssimo para velejar mares mais revoltos.

Abraços.

  • Luiz Guilherme

    excelente tema renato..qdo vi o resultado dessa luta fiquei pensando isso…passou da hora do marlon ir para o UFC onde é top 5 fácil!

  • Eduardo Fernandes

    marlon é um grande lutador queria muito ver ele e o dudu dantas no ufc,já chegariam como top 10 é sendo luta dura com qualquer um na categoria.

  • Neil Magny

    A facilidade que o Marlon venceu deixou claro que não dá mais pra segurar.
    A única coisa que eu não acho tão legal é a quantidade de talentos brasileiros que temos nos galos, do top 5 mundial acho que temos o Marlon e o Barão, e o Thominhas logo mais. Enquanto nos meio-médios…

  • Renan Trigueiro

    Esse mlk é talentoso d+. Só faltava o jiu q o Cachorrao tá adicionando nos EUA. Imagina ele, o Barao e o Dudu no msm evento?

  • Vitor MR

    O Marlon entuba o lutador-loteria que detém o cinturão, fácil fácil.

    • Renato Rebelo

      Seria um lutaço!

    • Dan Mendes

      lutador-loteria?

      • Renato Rebelo

        Tb não concordo, mas foi a definição do Vitor – só respondi a ela.

      • Vitor MR

        Dillashaw: improvável que seja magistral novamente.

  • Maykon Douglas

    Que futuro promissor tem o Marlon, pelo seu estilo de luta, será sinistro vê-lo lutar contra os Tops da divisão dos galos do UFC. A sua adição ao plantel do UFC tornará a categoria dos 61 bem mais intrigante, pelo fato dele ter potencial para fazer parte da elite do maior evento de MMA mundial. Agora ser campeão, somente o tempo poderá nos revelar.

  • Rodrigo Tannuri

    Mesmo estando fora do UFC, cito o Marlon como um legítimo top-10 dos galos. Não tenho a menor dúvida que ele surpreenderá no maior palco de MMA do mundo, muito em breve. Ele possui habilidade e técnica suficientes pra dar muitos problemas aos grandes tops da divisão. Na verdade, acho até que já tem potencial pra ser desafiante. Com o tempo, ele ficará ainda mais afiado. Vejo um futuro muito legal pro Marlon. Torço bastante por ele.

Tags: ,