Cinco motivos: uma triste despedida para Rampage

Renato Rebelo | 22/08/2012 às 05:28

Dietinha de Rampage

Ontem, os principais lutadores do UFC 153 estiveram no Rio de Janeiro para promover o evento do dia 13 de outubro.

Erik Koch, José Aldo, Glover Teixeira, Quinton Jackson e Vitor Belfort passaram por alguns pontos da cidade e terminaram o dia em hotel na Barra da Tijuca para a tradicional sabatina dos jornalistas.

Promoção padrão do UFC. Fora de comum apenas a forma física assustadora de Rampage.

A cara ‘’bolachuda’’ e um ‘’shape’’ que carrega pra lá de 100 quilos parecem ratificar os rumores de que o americano não estaria motivado para sua última luta no UFC.

Torço para que esteja errado, mas a despedida do condecorado veterano dá toda a pinta de que será melancolia. Veja cinco motivos:

Físico

Quinton Jackson nunca escondeu que não é fanático por treinos, dieta e outras mazelas da vida de um atleta. Com a proximidade do fim de sua carreira, parece que ele relaxou. Além de não ter chegado nem perto de bater o peso em sua última luta e ter abandonado o nutricionista Mike Dolce, Rampage foi flagrado (foto acima) recentemente devorando hambúrgueres em um parque de diversões. O rosto largo apresentado ontem no Rio também não mente. Não me assustaria se ele não batesse o peso novamente.

Despedida

Depois que interpretou o personagem de B.A. Baracus no filme The A-Team, Rampage parece ter encontrado seu futuro profissional. De lá para cá, entrou em litígio com Dana White e vive reclamando de salários, prestígio, adversários, etc. Após o UFC 153, ele não terá mais contrato com o UFC e, como quer seguir outro rumo, entra sem pressão por resultado.

Adversário

Glover Teixeira é o pior adversário possível para Rampage em sua despedida. Submission top de linha (semifinalista do ADCC 2009), bom wrestling (campeão brasileiro) e boxe afiadíssimo. Soma tudo isso ao fato dele ser desconhecido do público em geral, vir de 15 vitórias consecutivas e ter a fome de quem só ter recebeu a chance dourada de estar no UFC aos 32 anos e você tem um pesadelo pela frente.

Novidades

Jackson sairá de sua zona de conforto e virá fazer a parte final de seu camp em Recife, na academia de um de seus treinadores, Mario Sukata. Não se sabe ao certo as condições do local, quem serão seus sparrings ou se ele vai se adaptar ao clima, às acomodações, etc… Suas últimas preparações foram no CT da empresa Muscle Farm, que conta com aparelhos no estado da arte. A diferença por ser muito grande.

Última apresentação

Rampage foi dominado pelo mediano Ryan Bader no Japão. Em certo momento, quando sua guarda foi passada pela nonagésima vez, ele parece simplesmente ter desistido.  A verdade é que Rampage tem 34 anos, já realizou 42 lutas profissionais, já ganhou muito dinheiro e não tem mais nenhuma aspiração de ser campeão. O cara tem todo direito de não estar mais afim.

  • Antonio Vinicius

    Ele já deu sua maravilhosa contribuição ao esporte com seu bate-estaca e principalmente dando narigadas no joelho do Wand!

Tags: , , , , ,