UFC FN 50: os palpites da equipe do Sexto Round

Renato Rebelo | 04/09/2014 às 22:30

Para bater de frente com o Bellator 123, o circo do UFC desembarca nessa sexta-feira em Ledyard, Connecticut com um dos Fight Nights mais robustos dos últimos tempos – visto, inclusive, como evento superior ao pay-per-view entregue do último sábado (UFC 177).

Sem muita enrolação, vamos aos palpites dos colunistas do Sexto Round para as principais contendas:

JACA_MOU

Felipe Paranhos: Não acredito numa reedição do primeiro combate entre os dois. Jacaré cresceu muito desde então e é um lutador totalmente diferente. Muito mais seguro em pé, ainda tem a explosão nas quedas e o jiu-jitsu finíssimo a seu favor, o que pode desequilibrar o duelo. Mousasi é um grande lutador, mas está um degrau abaixo de Jacaré, como esteve contra Machida. Jacaré por decisão.

Lucas Carrano: Desde que esse combate foi anunciado, estou bastante convencido de que Jacaré leva – é impressionante analisar, por exemplo, como ele evoluiu desde aquela pedalada do próprio Mousasi há seis anos. Minha dúvida era mesmo a forma. Apesar de não desacreditar em uma decisão, vou de Jacaré por finalização.

Lucas Rezende: Bom, depois de ter mergulhado de cabeça no pé de Mousasi, Jacaré evoluiu extraordinariamente como striker. Ao ponto de me fazer acreditar que ele não terá problemas em lidar com o kickboxe do iraniano. Sendo assim, Ronaldo pode vencê-lo em pé ou pressioná-lo no solo, se preciso. O jiu-jitsu defensivo de Gegard pode salvá-lo da finalização, mas não da derrota . Jacaré por decisão unânime.

Renato Rebelo: Mousasi, em termos de polimento, ainda está anos luz à frente em pé. Entendendo que o pupilo de Josuel Distak é um pegador nato (mais potente que o armeno, inclusive) e evoluiu a pampa no setor, temos um problema. Para não entrar pelo cano, Jaca precisará deixar o ego fora da jaula e ser estratégico – uma vez que, nem se investir no grappling desde o início, é certo que o armeno cairá feito patinho (ele também é outro no agarra-agarra). Luta mais difícil da carreira de Ronaldo, que leva na decisão dividida. 

OV_BEN

Felipe Paranhos: Ok que Overeem é uma mera caricatura do que se esperava dele no UFC. Mas, nas CNTP, o Big Ben sem TRT tem como única chance acertar o queixo frágil do ex-campeão do Strikeforce. Ciente de que o Ultimate está tentando “reconstruir” The Reem, acho que finalmente o holandês vai emendar duas vitórias seguidas. Bodyshot e TKO.

Lucas Carrano: Luta em que é “vencer ou despencar” para ambos. Apesar de considerar Overeem mais completo que Rothwell, as chances de uma derrota aumentam exponencialmente se o rival achar seu queixo – que já deu claras mostras de ter seu projeto estrutural assinado por Sérgio Naia. Mesmo assim, acho que “The Reem” esconde seu botão de implosão, cozinha essa e fatura na decisão dos juízes.

Lucas Rezende: Não vou mentir, o modo como Overeem deixou as vitórias contra Pezão e Browne escaparem por entre seus dedos me preocupam. Rothwell – por outro lado – alterna triunfos e reveses desde que chegou no UFC, nunca tendo enfrentado alguém do calibre de Alistair, embora já nos tenha surpreendido contra Vera e Schaub.Temerosamente aposto em Overeem por nocaute no primeiro round.

Renato Rebelo: É possível apostar em Overeem sem fazer ressalvas? A meu ver, não. Com queixo e coração mais suspeitos que gordo em sumiço de bolo, o holandês está sempre a um passo da desistência (voluntária ou imposta). Acontece que, nesse caso, o gap técnico que o separa de Rothwell, tiozão brigador, é colossal – ainda mais agora que ele caiu na real: “Por amor ao meu cardio, precisei ficar menor”. Homem Demolição, TKO no R2.

CHI_JOE

Felipe Paranhos: Se Lauzon fosse piloto, ele certamente seria do lema ‘win or wall’, já que alterna atuações épicas com outras lamentáveis. Contra o highlander Chiesa, que renasce quando todo mundo pensa que vai perder, Lauzon terá uma luta dura, provavelmente daquelas que dividem opiniões. Acredito na vitória de Chiesa por decisão.

Lucas Carrano: Melhor do que apostar no resultado deste embate é cravar que ele é franco favorito ao prêmio de “Luta da noite”. Chiesa larga em leve desvantagem pois seus punhos, donos de zero nocautes na carreira, não oferecem a ameaça que já abriu caminho para tantos outros lutadores vencerem Lauzon. Já que não posso esperar pra ver se o cover de Marcelo Camelo vai tomar a iniciativa do combate e, principalmente, cair por cima, vou de Joe Lauzon por finalização.

Lucas Rezende: Entre dois grapplers com cardio duvidoso, só me resta ir com o mais experiente. Caso ambos não receiem ir para o chão, vejo Lauzon levando vantagem seja por cima ou fazendo guarda, terminando com uma finalização ainda no primeiro round. Digamos um armlock! Lauzon, finalização no primeiro round.

Renato Rebelo: Por mais criativo que J-Lau seja no solo, o controle do meio-campo estará nas mãos do campeão do TUF 15. Apesar de sofrível vem pé, Chiesa sempre lutou com o drive de mendigo em busca de um prato de comida e é exatamente essa tenacidade que nos proporcionará o replay de Lauzon x Jim Miller. Três rounds muito movimentados que desaguarão na anulação total do veterano. Náufrago (decisão). 

NIK_BRON

Felipe Paranhos: Do Bronx tinha tudo pra vencer essa luta: mais técnico, mais completo e numa evolução maior desde o primeiro combate entre os dois. Mas os 2 kg a mais na pesagem e a alegação de que estava doente me fazem crer que Lentz vai capitalizar nisso e vencer por decisão.

Lucas Carrano: Como há três anos, Nik Lentz será um adversário-chave na trajetória de Charles do Bronx. Desta vez, porém, o brasileiro vive um bom momento e busca ampliar sua sequência de vitórias. Num misto de palpite e expectativa aposto que Charles limpa a ficha daquele no contest em 2011 com uma nova finalização, mas desta vez sem joelhada ilegal.

Lucas Rezende: Tinha apostado no menino Charles até o momento em que o vi dois quilos acima do limite da categoria durante a pesagem. Mesmo que depois consiga bater o peso, só posso pensar que o wrestling de Lentz vai drenar o gás do brasileiro que já subirá no octógono em desvantagem. Lentz por UD.

Renato Rebelo: A meu ver, o diagnóstico era simples. Por mais que Lentz se considerava “um desperdício de talento” em 2011, Charles o dominou com relativa facilidade até a joelhada ilegal. Muita água passou debaixo da ponte, é verdade, mas a envergadura (muito) inferior e o jiu-jítsu pra lá de agressivo do brasileiro continuam sendo características frustrantes para um wrestler conservador como Lentz. O problema é que não falamos de CNTP. O santista não bateu o peso e disse que está com uma infecção viral há semanas. Aí, azeda. Lentz, decisão. 

Restante do card (início previsto para as 20h): 

Derrick Lewis vs. Matt Mitrione
John Moraga vs. Justin Scoggins
Rodrigo Damm vs. Al Iaquinta
Chris Camozzi vs. Rafael Sapo 
Chris Beal vs. Tateki Matsuda
Chas Skelly vs. Sean Soriano

Retrospecto dos colunistas em UFCs (acertos / erros):

Felipe Paranhos: 2-4
Lucas Carrano: 3-3
Lucas Rezende: 2-4
Renato Rebelo: 3-3

E vocês, amigos, como veem as lutas principais transcorrendo?

Abraços.

  • Douglas Bernardi

    Acho que vai ser uma luta longa com Mousasi se aproveitando do fadigado Jacaré no 4º Round

  • Renato Rebelo

    Espero que pelo menos um de nós se livre desse retrospecto maravilhoso nessa rodada. Do jeito que tá, fica difícil passar credibilidade hhahaha

    • Fernando Chaves

      O pior disso ou melhor, diria eu, é isso !! Vcs chutam pro gol sem medo !! Outra ótima coluna !! Parabéns …..

      Um tempo (bom tempo) atrás encaminhei um email sugerindo uma pauta. Ainda não tive um retorno. Nem que seja pra dizer que não é o que vcs querem no blog…

      A par disso, sou frequentador assíduo aqui. Acesso ao menos duas vezes por dia pra ver se há algo novo !!!!

      • Renato Rebelo

        Fera, obrigado pelos elogios e, pf, mande de novo a pauta. Às vezes, alguns emails se perdem. Não é por mal.

        • Fernando Chaves

          Opa, irei encaminhar a sugestão novamente !! Vlw pela atenção !

        • Fernando Chaves

          Encaminhei novamente o email pra renato@sextoround.com.br. Vlw !

    • João Marcelo Ecco

      pow renatão, nenhum palpite certo kkkkkk

      • Renato Rebelo

        O Jaca pelo menos, vai…

  • Paulo BT

    Vou igual ao Carrano. Jacare, Overeem, Lauzon e Do Bronx

    • Renan Trigueiro

      Com febre é foda. Se não me engano ele tb chegou meio doente pra luta contra o Cub Swanson e vimos no q deu

  • Rodrigo Purgato

    Mousasi TKO
    Overeem KO
    Lauzon DU
    Lentz DU
    Mitrione Sub
    Moraga DU
    Iaquinta DU
    Sapo TKO
    Beal TKO
    Soriano DU

  • Eduardo Fernandes

    Realmente,não ter batido o peso,é ainda ter alegado doença,fez com que eu tmb fica-se em duvida em relação a o desempenho do charles,espero que a realidade se mostre diferente.

  • Gefferson Nesta

    Jacaré: Luta dura mas ele vence.

    Rothwell: Vence por nocaute.

    Lauzon: Finaliza ou nocauteia em mais uma luta de performance da noite.

    Charles do Bronx: Vence por finalização.

    Matt Mitrione: Vence Por Nocaute .

    John Moraga: Vence por pontos na decisão .

    Al Iaquinta: Vence Por decisão.

    Rafael Sapo: Nocauteia ou Finaliza essa luta não vai pra decisão.

    Tateki Matsuda: Vence por pontos .

    Sean Soriano: Vence por pontos.

  • Felipe

    Jacaré vencer Mousasi em pé me surpreenderia tanto quanto o ganchinho do Weidman. Não consigo coloca-lo no mesmo patamar de Lyoto, que já se testou contra pelo menos meia-duzia de pedreiras. Acho que o Jacaré vence, mas no grappling.

  • Maykon Douglas

    Meus palpites são:
    Jacaré por DU
    Overeem por KO
    Lewis por KO
    Chiesa por DU

  • Maykon Douglas

    e meu desempenho no card principal foi 1-3 … Tô no nível da equipe do sexto round kkkkkk

    • Renato Rebelo

      Hahaha junte-se a nós pra afogar as mágoas, amigos!

  • Gefferson Nesta

    Acertei quase todas…

Tags: ,