De olho no vice: os pontos
altos do Bellator 172

Luiz Fernando Ferreira | 19/02/2017 às 04:07

Olá, amigos do Sexto Round! Após mais de três semanas sem Bellator, a cidade de San José, na Califórnia, recebeu a 172ª edição do evento presidido por Scott Coker.

Em card que era para ter sido marcado pelo o retorno do lendário Fedor Emelianenko lutando em solo americano, uma problema médico de última hora (pedra nos rins) em Matt Mitrione cancelou o combate.

Apesar de perder o principal chamariz do card, o Bellator agiu rápido e co-main event original – Patricky Pitbull x Josh Thomson – divertiu o público na luta principal.

Também tivemos estreia do veterano Josh Koscheck no cage circular contra o brasileiro Maurício Alonso. O americano conseguiu aumentar a sua sequência negativa e ampliar o jejum de vitórias no MMA.

Vamos aos principais destaques de mais uma edição do Bellator:

Fedor x Mitrione cai 

A esperada estreia de Fedor Emelianenko no Bellator acabou sendo adiada de última hora. Por contas de pedras no rim, Matt Mitrione foi hospitalizado horas antes da luta contra o russo.

O americano foi obrigado a ser retirar do combate e o Bellator não conseguiu manter Fedor no card. O “Último Imperador” garantiu que o duelo com Mitrione será remarcado em breve.

Estou muito chateado por não poder lutar em frente a todos vocês esta noite. Matt e eu estávamos nos preparando muito para esse combate, mas infelizmente ele precisou ser hospitalizado e essa luta não foi possível. Gostaria de informar que a luta será remarcada em breve e eu mal posso esperar. Estarei ainda mais preparado para quando ela acontecer”, disse Fedor no cage circular do Bellator.

Pitbull nocauteia Thomson

Virando o novo main event do Bellator 172, o duelo entre Patricky Pitbull e Josh Thomson acabou fechando o evento com mais um grande nocaute do brasileiro.

O combate começou sendo estudado por ambos atletas, Thomson tentando alguns chutes baixos e Patricky sempre caminhado para frente. O grande momento da luta, no primeiro round, foi o overhand de direita do brasileiro que derrubou o americano – prenúncio do que estava por vir.

No segundo round, não passou do primeiro minuto. Com apenas 40 segundos, Patricky Pitbull acertou um fatal uppercut que levou o americano ao chão. Completando com mais alguns socos, o árbitro John McCarthy teve que interromper o combate, dando a vitória para o brasileiro.

Essa foi a 17° vitória de Patricky Pitbull na carreira. Com o triunfo sobre Thomson, o brasileiro se recupera da derrota para o campeão da categoria, Michael Chandler, em junho do ano passado.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em

Kongo vence em luta morna

No duelo entre Cheick KongoOli Thompson, vimos um domínio total do francês durante todo o combate.

Kongo não teve dificuldades para se impor durante os 15 minutos de luta e, sempre um passo à frente, dominou o clinch e a trocação.

Perto do final do primeiro round, Thompson foi salvo pelo o gongo, pois com uma sequência de joelhadas de Kongo no clinch quase dá fim ao combate.

O segundo round e terceiro foram bem parecidos, com Cheick Kongo derrubando Oli Thompson e aplicando um duro ground and pound.

No final, Kongo foi declarado vencedor na decisão unânime dos juízes. Essa foi a 26° vitoria do francês no MMA e o quarto triunfo seguido no cage circular (a sexta em sete lutas).

Koscheck emenda a sena

Na estreia de Josh Koscheck pelo o Bellator, um final bem comum na história recente do americano: derrota. O veterano de 39 anos foi nocauteado por Maurício Alonso ainda no primeiro round.

O combate se inicia com Koscheck tentando impor o ritmo, mas aos poucos o brasileiro vai dominando na trocação, obrigando o americano a recuar.

No final do primeiro round, Maurício consegue acertar um direto que balança Koscheck, esse foi o começo do fim. Conseguindo aplicar um uppercut que derrubou o americano, o brasileiro só precisou conferir com mais dois socos para obrigar John McCarthy interromper o combate.

Essa foi a sexta derrota seguida de Josh Koscheck, o ex-desafiante ao cinturão dos meio-médios do UFC, não sabe o que é vitória desde fevereiro de 2012.

Um vídeo publicado por ufc (@ufc) em

Outros resultados:

Anatoly Tokov venceu Francisco France por nocaute no segundo round
Veta Arteaga venceu Brooke Mayo por nocaute técnico no terceiro round
Nikko Jackson venceu Cesar Gonzalez na decisão unânime dos jurados
J.J. Okanovich venceu Zach Andrews por finalização no segundo round
James Terry venceu J.C. Llamas na decisão unânime dos jurados
Gaston Bolanos venceu Abner Perez por nocaute no primeiro round
Diego Herzog x Martin Sano foi declarado empate majoritário
Justin Tenedora venceu Roque Reyes por finalização no segundo round

  • Renato Rebelo

    O nível de resistência do Koscheck tá bizarro. Olha só:
    https://twitter.com/BellatorMMA/status/833143631124926464

    • Sidra

      Como dizem os americanos… “Cracked Chin” 🙂 Tomou umas porradas sinistras o Kos em suas últimas lutas, agora o queixo ficou de vidro, não aguenta mais o tranco.

    • Beto Magnun

      Me pergunto o que o Coker tinha na cabeça quando contratou o Kos. Imagina se a revanche com o Daley tivesse rolado?
      Ele sim seria um bom adversário pro BJ.

    • Marcio Rodrigues

      Koscheck se credenciou a futuro adversário do Page.

    • Hyuriel Constantino
      • Renato Rebelo

        O AJ mais desidratado que fruta seca natalina, né?

    • Nelson Junior Ticaum

      Ele tomou knockdown em uma esticada de braco pra medir distancia… Bizarro….

    • max

      Com todo o respeito ao Brasileiro Alonso, mas o Koscheck foi nocauteado por um jiujitsero de 37 anos com um cartel de 12-7… ah não ser que o Bellator encontre um CM Punk da vida pro KOS, ele não ganha de mais ninguém. Vai ser o novo Melvin Guillard do Bellator.

    • Rodrigo A. de Carvalho

      Esse deveria ser o principal critério para o cara parar. Não adianta o corpo trincado e fazer crossfit se não aguenta golpes simples. Sinal que o sistema nervoso está clamando por sossego.

    • magnuseverest

      Kos vs BJ Penn ou CM PUnk…

      • Lero

        CM Punk seria otimo

  • Saulo Henrique

    O biro biro vai emendar mais três e pedir música no Rizin. Pqp..

  • Hyuriel Constantino

    Eu sabia que a razão do Patricky ter perdido pra Chandler era aquele bigode de Freddie Mercury. kkkkkk… A barba impôs respeito no Thomson. kk

    E que paçocada fudida do Mitrione, viu? Fedor, como sempre, muito respeitoso no microfone. O cara é um alienígena nesse mundo de Trash Talkers.

    • il Quasímodo

      Aldo, Cyborg, Anderson Silva, Fedor… você só gosta de tranqueira, hein? Com todo o respeito a sua opinião. Kkkkkkkkkkkkk

  • Romulo Aleixo

    Senti falta da análise do combate da Arte agarrado vs Mayo. Que latão!

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    O migué do Koscheck foi o melhor hahaha, levou um golpe forte e já foi colocando a mão no olho, esses caras parecem que não sabem as regras, e olha que ele é velho de guerra…

  • Shotokan Karate

    Normalmente o Bellator oferece lutas legais mas a do Kongo foi uma verdadeira várzea. Luta de péssimo nível técnico, Kongo pelo menos quis luta ao contrário de seu adversário. Kongo será facilmente engolido pelo gordinho bom de briga se suas intenções forem de titulo. Fiquei chateado com o que passou com o Mittrione inviabilizando a luta contra o Fedor mas parabéns ao Coker que reagiu rápido e promoveu a luta do Pitbull a main event e não decepcionou. Foi uma boa exibição do irmão mais velho do Patrício e doeu em mim o upper que mandou o Thompson pra lona. Espero que o Patricio volte logo. Estava revendo sua luta contra o Bendo e pra mim ele vinha ganhando até machucar a perna. Ficamos no aguardo quanto ao retorno do gordinho bom de briga.

  • Luiz Sanson

    Alguém saberia o resultado da luta do Tá Danado? Procurei no Sherdog e na internet, mas nada!

    • Renato Rebelo

      Tb procurei. Mas é aquela parada: se luta na preliminar da preliminar do Bellator, o resultado cai na “Twilight Zone”.

Tags: , , , , , ,