UFC Fight Night 49: os palpites do Sexto Round

Renato Rebelo | 22/08/2014 às 22:44

Sábadão de rodada dupla.

Pela manhã, parte do staff de Dana White nos trará o Fight Night 48 direto de Macau, China.

À noite (a partir das 20h30) será a vez de Ben Henderson, Rafael dos Anjos e cia comandarem, em Tulsa, Oklahoma, a 49ª edição deste subproduto do UFC.

Como não podia deixar de ser, eu e o time de colunistas do Sexto Round deixamos nossos pitacos.

Confira:

BEN_RAFA

Felipe Paranhos:  Apesar do par de vitórias bastante contestáveis nos últimos tempos, Bendo ainda é um adversário duríssimo para quase todo mundo que bate 70 kg no UFC. Apesar da notável evolução de RDA na luta em pé, as quedas de Henderson devem empenar a luta a seu favor. Claro que há a chance de Rafael dar uma porrada que faça o americano pra engolir o palito de dente, mas o mais provável é a vitória de Ben.

Lucas Carrano: Rafael espera escrever em Tulsa o capítulo dois de sua maior história no UFC: a surpreendente vitória sobre Donald Cerrone. Mas desta vez, temo constatar que o Menino Lobo estará além do seu alcance. Vitória para Ben Henderson, na decisão dos juízes.

Lucas Rezende: Não consigo ver nada além de uma luta travada, acirrada, mas com o americano vencendo do jeito que sempre soube. Decisão, merecida ou não. Henderson por decisão dividida.

Renato Rebelo: Dos Anjos foi de jiujiteiro unidimensional a um dos lutadores mais completos do mundo graças à ética de trabalho inigualável. Chegou, inclusive, próximo ao cinturão, mas, infelizmente, pegou, em sequência, os dois quebras-cabeças mais difíceis da categoria. O primeiro foi Nurmagomedov. O segundo é Bendo – que ainda está meio passo à frente. Palpite: Smooth, decisão unânime. 

MEIN_PYLE

Felipe Paranhos: Temos cara de luta da noite aqui. Mein é corajoso e não foge da trocação. Pyle é mais completo e foi virando um striker matador ao longo da carreira. Os 14 anos de diferença entre os dois não vão impedir Pyle de assinalar mais um nocaute para o seu cartel.

Lucas Carrano: Em comum, a dupla tem uma surra recente para Matt Brown em seus cartéis. Mas as semelhanças param por aí e é justamente uma diferença, de idade, que me faz apostar no canadense. Vitória de Jordan Mein, por decisão.

Lucas Rezende: Ainda não fui convencido pelo hype que ronda Jordan Mein. Por isso acredito no grappler mais experiente que sabe se virar em pé. Pyle por finalização.

Renato Rebelo: Contanto que o Young Gun não fique plantadão na frente do Areia Movediça nem demore tanto pra pegar no tranco – como na luta contra Hernani Perpétuo-, teremos aqui uma troca de guarda. Mesmo assim, Pyle é peçonhento – muito poderoso na média distância- e o jovem canadense precisará de velocidade para comer pelas beiradas (leia-se, encurtar a distância ou bater e sair sem se machucar). Acho que ele consegue. Mein na decisão. 

Restante do card:

Francis Carmont vs. Thales Leites
Clay Collard vs. Max Holloway
Valmir Lazaro vs. James Vick
Tom Niinimaki vs. Chas Skelly
Alex Garcia vs. Neil Magny
Beneil Dariush vs. Tony Martin
Matt Hobar vs. Aaron Phillips
Chris Heatherly vs. Ben Saunders
Wilson Reis vs. Joby Sanchez

E vocês, amigos, como veem as lutas principais transcorrendo?

  • abner albuquerque

    interessante essa luta principal,ambos lutadores são evangélicos.se o Henderson aceitar a trocação vai ser uma baita luta,visto que o Rafael melhorou muito seu muay thai.excelente blog,pra mim o melhor sobre mma.

    • Renato Rebelo

      Muito obrigado, irmão!

  • Lúcio

    Ninguém levando fé no Rafael hemm. Vai surpreender!

  • Lúcio

    Torço muito pro Rafael e espero que ele surpreenda todo mundo (inclusive a mim q reconheço o favoritismo do Henderson).

  • Renan Trigueiro

    Gostei da nova coluna. Que façam sempre!

  • Violator

    Mãe Dináhzando:

    1. Ben Henderson por decisão – dessa vez não dividida. se RDA ganhar 1 round já acho muito.
    2. Mike Pyle por decisão.
    3. Thales Leites por decisão – numa luta bem dura, vejo o Leites vencendo por um 29-28 sofrido e na raça, e espero que a provável derrota do seu parceiro de acadêmia Bidu não interfira no mental do Leites.
    4. Max Holloway por finalização no 1° round – sem dó com o novato
    5. James Vick por finalização no 3° round – o Bidu é bem duro em pé e acho que ele deve machucar o Americano bastante no começo da luta, mas lá pro finalzinho acho que o gás e o peso de lutar no UFC falarão mais forte e ele deve cair pro bom chão do Americano.
    6. Chas Skelly por decisão dividida – vai ser uma rola “braba” essa luta.
    7. Neil Magny por decisão – mas não me surpreende ver o Hector Lombard Dominicano finalizando o Magny (aliás, o Dominicando já finalizou o adversário do Ben Saunders).
    8. Beneil Dariush por decisão – ao som de rock with you de entrada e com o negão mais sorridente/simpático do mma mundial no seu corner, difícil ele perder.
    9. Killa B por nocaute no 2° round – muay thai carajo!
    10. Wilson Reis por finalização no 3° round – Reis, também conhecido como tartaruga ninja, vai fazer o Americano de boneco de pano, Reis vem pra brigar por top 5 nessa categoria, marquem minhas palavras!
    11. pulei uma luta, mas… é… quem se importa com aquela luta mesmo?

  • William Amaral

    Vou de Bendo, Pyle e Carmont.

  • Rodrigo Carvalho

    Não acredito que o Tales possa vencer o Carmont, mas falo isso pelo tamanho do rapaz, se o Jacá teve dificuldade em carregar ele no JJB, o Tales (que apesar de bom lutador e ótimo jiujitero) talvez não consiga.

    Vou de Rafael, nunca ninguém põem fé no malandro, vai que é isso que falta pro cara ganhar mesmo? Ele vai ganhar, e vai ser por finalização.

  • Deodoro Junior

    Ahahahahahahhaha! Nunca vi o Raphael dos Anjos tão confiante! Merece a disputa de titulo! Se for contra Meledez ganha na certaza. Se for Pettis ja nao tenho tanta certeza pois o Pettis tem muuuuuuitas cartas na manga!

Tags: