Pesos-pesados Struve, Cigano e Miocic analisam Fabrício Werdum x Cain Velásquez

Renato Rebelo | 08/08/2014 às 20:06

No UFC 180 do dia 15 de novembro, Fabrício Werdum incursionará o México atrás do cinturão de Cain Velásquez.

Para aquecer o confronto, já me prontifiquei, com certa antecedência, a colher opiniões de pesos-pesados de respeito.

Confira o que Júnior Cigano, Stipe Miocic e Stefan Struve têm a dizer:

  • Thiago Sousa

    Opinião é uma só…
    Mexiamericano só perde por finalização ou com uma ponta de queixo…Ambas as situações atreladas a muita sorte do Vai Cavalo. Estratégia milagrosa? Se conseguir…merece um Nobel…
    Fora isso …se o Brasileiro conseguir perder sem ser por apagão…é lucro.To errado?

  • Guest

    Na minha opinião o Cain é favorito contra qualquer um da categoria neste instante. Tanto pelo poder de nocaute e gás, quanto principalmente por ter um dos jogos mais completos dos pesados.
    Mas não se pode esquecer que o Werdum também é extremamente completo (provou que esta com um Muay Thai afiado) e que a luta é de pesos pesados. Pode entrar uma mão de qualquer um bem encaixada e finalizar a luta, ou no caso do Werdum até um chute alto ou rodado..
    Pra mim a luta é 60 a 40 % pro Cain, mas acredito no Gremista pra levar a cinta. To curioso pra ver se o Mexicano vai ter coragem de levar a luta pro chão…

  • Cauã Albuquerque

    As vezes tenho a leve impressão que o Cain e o Comier não são naturais… Se é que mim entendem…

  • Bane Mma

    Essa luta vai ser muito foda, um verdadeiro jogo de xadrez. Velasquez é muito bom de boxe, mas o werdum mostrou que tá com um muay thai digno de grau preto. O Velasquez tem um wrestling afiadissimo (afiado cada vez mais pelo cormier), mas o Werdum tem um jiu jitsu de nivel monstruoso e adaptadíssimo ao MMA. Acho que o Cain vai ficar um tanto com receio de fazer aquele jogo de agarrar na grade, já que o Werdum tb consegue fazer muito bem o uso de seu jiu jitsu para a execução de quedas.
    Como eu disse, vai ser um “jogo de xadrez” essa luta, mas um fator que pode ser determinante é que Cain estará voltando de lesão, após mais de 1 ano sem pisar no octógono, enquanto Werdum está vindo animadíssimo, solto e feliz, após fazer a luta excepcional que fez contra Browne (concordo com cigano, foi a melhor exibição da carreira do werdum). Vai ser a luta do ano.

Tags: , , , ,