CM Punk e a falta que fazem
amigos sinceros no MMA

Lucas Carrano | 02/02/2017 às 14:08

No mundo inteiro, só se fala de outra coisa.

CM Punk quer lutar de novo, e quer fazer isso no UFC.

Após uma estreia (nada) empolgante no MMA, muitos, inclusive o presidente Dana White deram como certo o fim da trajetória de Phillip Brooks no esporte – a qual poderia ser descrita como “mais curta que um coice de porco”.

Se ele lutar de novo, ele provavelmente não vai fazer sua próxima luta no UFC. É como eu disse para o Brock Lesnar, ter sua primeira luta profissional no UFC é duro, e você viu isso essa noite, mesmo sendo contra um cara 2-0. Esse é um lugar bem duro para se aprender”, disse o dirigente, logo após a derrota do ex-astro da WWE.

De fato, a tremenda piaba levada pelo pro-wrestler, mesmo após dois anos de dedicação exclusiva à preparação para este momento, não dão motivos para que Dana fique muito otimista com relação ao futuro do, já não-garotão, Brooks.

Como dito acima, no entanto, CM veio a público nesta semana para dizer que está infernizando a vida de White para conseguir sua próxima luta o mais rápido possível.

Eu estou trabalhado nisso fervorosamente. Eu estou jogando nomes no Dana. Adversário, datas… Eu não sei se ele está esperando por um evento em Chicago ou qual é a questão, mas se não acontecer no UFC, vai acontecer em outro lugar. Eu estou dedicado a lutar e treinar. Nós vamos chegar lá”, declarou, à FOX Sports norte-americana.

Sejamos sinceros: CM Punk no MMA é uma coisa que tinha tudo pra dar errado… e deu (mesmo onde se esperava mais sucesso)!

Punk campeão… só na WWE

A atuação foi abaixo das já rasteiras expectativas e o resultado em PPV não foi nada fora do normal – e essa era considerada uma de suas grandes “cartas na manga”, mas o UFC 203 vendeu 450 mil pacotes (um bom número, mas do mesmo nível de outros como Daniel CormierAnthony PettisMichael Bisping, etc).

Por isso mesmo a questão que inspira o título deste texto: seria o problema de CM Punk a falta de amigos sinceros, aqueles que te falam aquelas verdades inconvenientes, mas necessárias.

Todos já ouvimos história, ou sabemos, daquelas personalidades que, de tão famosas, passam a viver em uma redoma de vidro (ou uma bolha de plástico – alô, John Travolta), cercados por pessoas que só lhe dizem “sim” o tempo todo.

Schaub e Rogan são amigos

O fenômeno em questão não é injustificável. Como o sustento dessas pessoas muitas vezes depende do cidadão em questão, eles acabam “filtrando a verdade” para proteger seu ganha-pão, ou mesmo os gracejos aqui e ali.

Além disso, podemos citar essa como uma particularidade dos esportes individuais, e é por uma exemplo, uma das razões pelas quais tenistas sempre alegam dificuldades para encontrar técnicos (pois, ao contrário de outros esportes, você é o patrão do técnico, e não o contrário).

O mesmo vale para o MMA, principalmente para um cara que já chega famoso e rico.

Afinal de contas, não é todo mundo que tem um Joe Rogan na vida, que, por mais que faça isso de forma até certo ponto contestável (eu, particularmente, achei um pouco exagerada a exposição pública), teve uma conversa franca com Brandan Schaub.

Eu não gosto de dizer isso, cara. Eu preferia dizer ‘melhor sorte da próxima vez’. Eu te amo, eu estou do seu lado não importa o quê, e isso é uma grande verdade. Mas, como analista, e alguém que assistiu bem mais que mil lutas, eu já vi muita mer**. Eu sei o que eu estou vendo. São seus joelhos, suas costas, seu cérebro. E o cérebro é muito importante, não dá pra consertar. (…) É isso que me importa mais que tudo”, disse Rogan, “na lata”, para o próprio Schaub.

Um trecho da declaração de Punk faz mais sentido que os demais, quando ele diz que pode ir tentar a sorte fora do UFC – onde, claramente, ele não tem nível pra competir.

Ainda assim, mesmo sendo um adulto responsável e  livre pra fazer o que bem entender, talvez o que ele precise mesmo é de alguém próximo que lhe diga: “Cara, você fez algo impensável, que muitos duvidaram. Mas, nitidamente, isso daqui não é pra você. Valeu a tentativa, mas já deu…”.

  • Gabriel Fareli

    CM Punk precisa de alguem que olhe no fundo dos olhos dele, respire fundo e diga…. “MIGA, para que tá feio”.

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Pro CM Punk ganhar só se ele enfrentar alguém que nunca lutou mesmo e pouco tem haver com o MMA, qualquer pessoa com base em alguma luta marcial o venceria tranquilamente. Não tem motivo pra ele continuar no UFC, e eu aposto que o Bellator gostaria dele no seu plantel, além do mais o Bellator é conhecido por mimar os seus lutadores queridinhos com lutas pra lá de vencíveis diga-se de passagem.

  • Carlos Montalvão

    Eu realmente gostaria de ver ele LUTAR, não ser colocado pra baixo e amassado logo de cara. Que pelo menos pegasse um lutador com confiança pra trocar com ele por um tempo antes de partir pro abate (#hetero) igual o Gall fez. Admiro MUITO o CM Punk pela coragem e compromisso que ele teve pra simplesmente ter vontade de fazer uma luta de MMA real, direto no UFC. Cê tá maluco que eu faria isso hahaha, tô enrolando pra lutar Muay Thai até no interno da academia por ter psicológico mais fodido que o queixo do Gray Maynard.

    • Hyuriel Constantino

      Só te digo uma coisa: depois da primeira pancada absorvida, o medo e a ansiedade evaporam. Se brincar, vc até começa a gostar de trocar porrada. kkkkk…

      • Carlos Montalvão

        Tomar porrada não é problema, faço sparring sem medo, amo sair na mão. Técnica também não porque já treino a quase 5 anos e já fiz seminário e aula particular com treinador que veio da Tailândia e aprendi muita coisa boa (investimento sempre vale a pena), além de ter excelentes professores na equipe. Meu bloqueio mental é a pressão de ter que ser o melhor na luta, da atmosfera que envolve um evento e certa claustrofobia do ringue por ele ser bem pequeno (só acontece nas cordas, no octógono me sinto mais confortável porque dá pra me movimentar melhor) e o principal: fazer bonito para os amigos e família. Ainda trabalho nesse parte da competição num ringue pequeno, creio que logo vai passar. Pro CM Punk foi muito mais fácil porque ele já tava acostumado com o clima, mesmo fingindo que lutava hahaha

  • il Quasímodo

    CM X Francis N’gannou seria uma boa luta para testar o CM.

    • Carlos Montalvão

      Hahahahaha, melhor um Louis “maior freak da divisão” Smolka pro CM ter um pouquinho de chance. Ô lutador lazarento de ruim, meu filho de 8 meses aparentemente, quando tá puto, é um lutador muito mais forte e perigoso que esse cara haha, acho que o CM venceria sem dó essa luta

    • Anderson Tibana

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Hyuriel Constantino

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… Estrear com Ngannou é ser a reencarnação do soldado que espetou Jesus com a lança. kkkk…

  • Mateus Elias

    Concordo com o que você diz, mas eu penso que o CM Punk não se importa de perder a esta altura da vida.
    Velho, coloquem ele em um card numerado no Brasil com o Marcelo Dourado, campeão do BBB, e o incrível cartel de 1 – 7 no mma, ou então coloquem ele contra alguma celebridade louca o suficiente para estrear também. kkkkk

    • KRS Porlaneff

      Jason David Frank AKA Tommy the Power Ranger pediu luta com CM Punk.

      • JDF é faixa preta em karate e tkd, já bem graduado no jiu-jitsu, ele iria destruir o CM. Além de que ele luta de pesado rs.

      • Carlos Montalvão

        Power Ranger tem Background considerável em artes-marciais, seria covardia. O melhor a se fazer seria similar aquele excelente reality que passou no Combate, o Cubicle to the Cage, onde um cara que era contador (ou advogado) resolveu que queria fazer uma luta profissional, arrumou um treinador e recrutou outros loucos que tinham profissão comum e que aceitaram o desafio também. Eram umas 60 pessoas, caiu pra 30, 20 e no fim só 3 ou 4 aguentaram a pressão de ir até o fim e chegar as vias de fato. Tem que ser um cara desses ou outro sujeito do WWE

  • Bruno

    A questão do CM Punk é que o cara quer fazer isso.
    Não adianta vir amigo ou familiar dar conselho, é a vontade dele. O cara já tem quase tudo o que poderia querer da vida e seu sonho é lutar.
    Acho que ele vai querer continuar sim e não vai ter ninguém que o faça parar.
    E outra, dificilmente alguém iria querer para com um card 0-1, com derrota via atropelamento.

  • Hyuriel Constantino

    O ideal é ele fazer como uma boa galerinha faz: começar no amador que é pra ir se acostumando a lidar com ambientes não-controlados (algo completamente oposto àquilo no qual fez carreira, o WWE).

  • Lorenzo Fertitta

    Que pena, estou tentando comentar aqui mas estou sendo bloqueado como spam.

    • Thiago de Carvalho

      Conseguiu!

      • Lorenzo Fertitta

        Finalmente, mas o comentário original não passa. Tentei duas vezes e fui “denunciado” como spam. Por que será?

  • Luis Coppola

    Admiro o cara por já ser milionário e mesmo assim querer sair na mão, com tanta vontade de arranjar uma luta. Diferente de uns que se dizem lutadores mas escolhem lutas a dedo.
    Que ele tenha sua última oportunidade, contra quem é a questão. Não consigo imaginar nos 77kg um lutador de nível bem baixo para o CM tentar ter uma luta mais equilibrada do que foi contra o Gall, mas sugeriria a recontratação do Luis Beição..

    • Renato Rebelo

      Acho que o Beição mata o Punk. Tem que ser alguém cru msm.

      • Luis Coppola

        Pensei no beição pelo gás ruim e queixo duvidoso, mas sei que provavelmente ele derrubaria e como é faixa preta finalizaria.
        Mas entrei no sherdog dele por curiosidade: desde que ele saiu do UFC fez 5 lutas; a primeira venceu, depois mais dois empates e duas derrotas..

        Alguém cru só vai achar nos eventos regionais, ai vai rolar mais um Lookin for a fight!

        • Renato Rebelo

          Foi o que tentaram com o Mickey Gall, mas não deu certo. Tem que ser outro estreante, mas não tão avançado. Não tem jeito.

          • Hyuriel Constantino

            O power ranger verde moeria Punk facinho facinho. Ele tem um background marcial foda. Tem vários graus em Karatê, pra começar e tb manja de grappling.

          • Luis Coppola

            seria genial ele entrando em direção ao 8 vestido de power ranger kkkkkk

          • Hyuriel Constantino

            O árbitro pode ser o Dragonzord, Zord ser o anunciador e o grupo da Rita Repulsa os árbitros laterais pra ajudar o CM Punk a ter sua primeira vitória.

  • Igor Martins

    me faz lembrar vários que já entraram na academia e simplesmente alguns meses se percebe o “time” pra luta apesar de focado continuam mas falta “aquilo’ tecnica, agilidade, coordenação que melhora mas mas…quesitos que já vem da pessoa e são treinados aprimorados…pra ele a questão pscicólogica ele sabe absorver muito bem mesmo depois de ser humilhado…mas falta muito chão de ter o “timming” de luta..o cara gosta de aventuras rsrsrs mas é aquilo ele quer dar a volta por cima….ainda mais no ufc ..muito dificil.

  • Lero

    CM Punk vs Joanna Jedrjkzjkrjkzkzjrk.

    Ou vão dizer que voces não assistiriam?

    • Carlos Montalvão

      Só consigo imaginar ela parando na capa da Tribuna (jornal regional aqui do Paraná – ou pelo menos Curitiba onde a capa é só desgraça ou morte) por assassinar um super astro do Pro Wrestling. Se ela fez aquilo com a Jessica Penne que é pro no MMA, imagina no CM haha

  • Só digo 1 frase: The RIZIN of CM Punk.

Tags: , , ,
Instagram