Pensando alto: a análise informal do UFC 175

Renato Rebelo | 06/07/2014 às 02:42

Perdemos, há meses, Wanderlei Silva x Chael Sonnen – depois, Chael Sonnen x Vitor Belfort.

Hoje, em cima do laço, Stefan Struve x Matt Mitrione foi pro saco – graças à problemática saúde do Arranha-Céu.

Mesmo assim, o UFC 175, estrela da semana mais importante do ano para a promoção de Dana White, entregou uma pá de emoções.

Cortando o papo furado, eis minha leitura do card principal:

WEIDMANLyoto Machida x Chris Weidman

Gente, vamos dar o braço a torcer? Olhando a luta como um todo – e não só o trecho que nos convém- Weidman acertou mais golpes significativos (65 contra 58 – 90 a 63 no total) e cravou um dos melhores defensores de quedas do mercado cinco vezes no tablado. Refletindo: um wrestler colegial de ofício suplantou, em pé, aquele mestre de caratê treinado por Rafael Cordeiro que dominou há poucos meses um kickboxer de nível mundial (Gegard Mousasi). Desmerecer o campeão pelo gosto amargo que ele nos proporcionou hoje chega a soar cômico. O bicho é um peso médio gigantesco (a diferença de envergadura desempenhou um papel importantíssimo hoje) e porta conjunto de habilidades raro. Ah, Renato, Lyoto poderia ter ganho se tivesse sido assim ou assado. Lyoto foi ele mesmo (contragolpeando com agressividade moderada) e perdeu de forma límpida. Encaremos a realidade: retomar esse título será tarefa hercúlea (ou seria “dinossáurica”?).

Ele é tão bom quanto imaginei. Muito rápido e ardiloso – declarou o All-American.

RONDARonda Rousey x Alexis Davis

Meros mortais não conseguem realizar muito em 16 segundos, certo? Mas quem disse que a estelar Ronda Rousey é ordinária? Nessa marca, a menina dos olhos de Dana White já havia torpedeado a têmpora de Alexis Davis e liquidado a fatura com um quedão pé no lustre. O concurso foi tão mamão com açúcar que Joe Rogan, ainda dentro da jaula, pediu para a brabíssima “irmã Diaz” salvar o UFC 176 do próximo dia dois – esvaziado pela lesão de José Aldo!

Estou dentro. Preciso só conversar com meus treinadores, pois tinha uma cirurgia no joelho marcada – respondeu de bate-pronto a dominante campeã.

HALLUriah Hall x Thiago Marreta

Chris Leben pediu no Twitter: “Pisão no dedão”! Mas Thiago, menino de bom coração, decidiu não capitalizar na fratura (praticamente) exposta que o Homem Ambulância arrumou num chute vadio ainda no primeiro round. Além da limitação física do negão, o duelo foi marcado pela a ausência de urgência de Marreta – que só virou bicho faltando 30 segundos pro fim, mesmo sabendo que estava atrás nas papeletas- e a costumeira incapacidade de Hall apertar o gatilho. O vice-campeão do TUF 17 se move como poucos, instiga o rival com guarda baixa à la Roy Jones Jr., mas, na hora consumar o assassinato, a arma falha. Decisão unânime justa, porém, pouco empolgante.

A cada momento eu sentia meu osso se movendo pela pele, mas, se você não vai atrás dos seus sonhos, você não vive, apenas existe – mandou o inspirado Hall.

FABERUrijah Faber x Alex Caceres

Bruce Leroy, vindo de quatro vitórias (descontando o no contest emaconhado contra Kyung Ho Kang), saiu mais duro que a encomenda. Com envergadura e altura (muito) superior, o cabelo antevia com eficiência os tradicionais double legs do California Kid – se virando no clinch na sequência. Mas Faber, mais rodado do que Miss Bumbum, soube cozinhar o galo e lá pro terceiro round dominou as costas e encaixou aquele bom e velho mata-leão assinado por Fábio Pateta. Uma das leis da física (não lembro qual, exatamente) é claro: se você não se chama Renan Barão, José Aldo ou Dominick Cruz, seu traseiro será chutado pelo líder da Alpha Male.

Ele é um cara jovem, mantive a pressão e ele cometeu um erro. Sou número dois no ranking e ele é número 12. Não é tão longe. Eu leve essas lutas a sério – analisou o loirinho.

Compartilhem, aqui embaixo, suas impressões, amigos!

Abraços.


  • Tiago Nicolau de Melo

    Sem desmerecer e/ou desrespeitar o Lyoto ( que tem todo um staff preparadíssimo por trás), mas o jogo dele tá manjado e parece que os adversários dizem que não dá pra decifrar, só pra sacaneá-lo. Ou põe mais sangue nos olhos ou vai virar porteiro.

    • Dan Mendes

      O jogo do Lyoto é excelente. Ele perdeu para o campeão, mas tem condições de vencer todo mundo da categoria.

      • Eu

        Técnica sem força NÃO É O SUFICIENTE.

        • eu

          Queria ver weidman trocando dessa forma com Belfort quem iria cair.

          • Gabriel Castelani

            Com certeza seria perigoso pro weidman, porém o belfa seria quedado com muita facilidade e acho que na metade do 2 round o poder de KO mudaria de lado!

          • Vitor Camilo

            Sou fã do Belfort mas duvido muito que ele chegue ao 4 round com Weidman para poder capitalizar em cima do cansaço do Weidman até porque o Vitor cansa também, se o Weidman fica tonto do jeito que ficou na frente do Belfort, é caixão e vela preta.

        • Dan Mendes

          Fala isso pro Rashad, Muñoz…

  • Alexandre Barreto

    Renato, faltou paciência para o Lyoto em alguns momentos (achei que ele foi muito pra curta e sempre se dava mal) ou HABEMUS MONSTRO?
    Agora de coração mesmo, Chris Weidman vs Robbie Lawller seria foda demais (apesar de utópico)!

    • Mazzaropi

      Vc está confundindo as categorias amigo!

      • Dan Mendes

        Acho que foi por isso que ele escreveu: “utópico”.

        • Mazzaropi

          Escrever duas vezes “utópico” pra quê? São dois atletas de diferentes categoria e Lawler não está no nível do Weidmen, isto pra mim, significa que vocês não acompanham luta ou são ingênuos demais…

          • Dan Mendes

            Em nenhum momento eu escrevi que que Weidman deveria lutar Lawler.

      • Alexandre Barreto

        por isso o uso do “UTÓPICO”

        • Mazzaropi

          Sim, eu vi que você escreveu “utópico”, mas realmente não vejo nada nesta luta, pois o Lawler nem passou pelo Hendrick… Você deve adorar ambos lutadores, pois não há coerência nesta luta utópica…

          • Alexandre Barreto

            Sua opinião por minha parte é respeitada, espero que seja recíproco.
            No mais, hoje vejo o Lawler como o terror dos meio-médios (inclusive acho que ele venceu o hendricks), e não adoro lutadores porque não ganho porcentagem da bolsa de nenhum 😉

          • Mazzaropi

            Respeito sua opinião sempre amigão!

  • Mazzaropi

    Lyoto pode ter perdido, mas mostrou que Weidman tem brechar para explorar e poderia ter perdido hoje sim… É incrível nos últimos segundos o staff não gritar pro Lyoto ir pro tudo ou nada, Weidman estava acabado! Weidman ainda não está com status de fodão como Jones! Lyoto perdeu, mas claramente muda seu jogo a cada luta e só não vê quem não quer! Ronda “Antipática” Rousey venceu extraordinariamente, mas qualquer roxa de jiu-jitsu de qualquer academia… Marreta simplesmente não estava lá. E Faber se divertiu novamente hoje…

  • Rodrigo OLiveira

    1) Ninguém em sã consciência tá questionando ou irá questionar a vitória do Weidman, ou mesmo que ele seja excelente lutador.

    2) Hall não foi campeão do TUF 17, e sim Gastelum.

    3) Só Cyborg pra fazer frente a Rousey, o resto é encheção de linguiça. Dana que é malandro e sabe disso, juntamente com todo o planeta, vai retardar ao máximo esse embate e esperar que sua pupila “faça cartel” em cima dessas café-com-leite do ufc e aproveitar pra faturar uma graninha durante essa excursão na Dysneilândia que se tornou a divisão dos galos feminino. Uma dúvida: não sei se Ronda é boa demais ou se essa divisão inteira tem que ser demitida. Porque, por favor, 16 segundos? Bela desafiante! 🙁

    • Dan Mendes

      Cyborg é de outra categoria(pena) e ñ esta no UFC por que segundo ela mesma “morreria se tentasse bater o peso”.

      • Rodrigo OLiveira

        Não seja ingênuo Dan Mendes. Essa luta só não acontece por interesses obscuros. Quando Dana decidir que é a hora, ele irá fazer essa luta acontecer. Esse papo de peso é jogo de empurra-empurra. Põe grana na parada que eu quero ver.

        • Dan Mendes

          Eu não sou ingênio só não troco fatos por devaneios.

        • Cristiano

          Rodrigo, conta aí os teus segredos. Quero saber como você consegue todas essas informações de bastidores. Parabéns, saber o que o Dana realmente pensa não é pra qualquer um!

    • Renato Rebelo

      A palavra “vice” se perdeu no trânsito entre word e wordpress. Valeu pelo aviso!

    • Leo Corrêa

      quem retardou o embate foi a própria Cyborg que afirmou várias vezes que não conseguiria descer de peso…

  • Dan Mendes

    Para mim, o Hall fez uma excelente exibição, principalmente levando em consideração que ele estava o pé fodido. A velocidade, técnica e resistência física dele não são comuns.

  • Cadu

    O Uriah Hall foi VICE-campeão do TUF 18…

    • Rodrigo OLiveira

      TUF 17

  • Negreiros

    lyoto para mim era o único com chances na categoria, agora???
    é reverenciar o campeão com todos os méritos…e esperar mais grandes lutas…

    • Leo Corrêa

      Acho que tem uma galera de responsa ali ainda com chance de vencer o Weidman. Eu torço pelo Luke, mas, algo me diz que quem vai tirar o cinturão do Weidman é o Ronaldo Jacaré. o

      Em tempo: ainda tem o Tim Kennedy e o Yoel Romero que estão em uma ascendente constante. Só não incluo o “Belfa” na conta por causa da polêmica com antidopping e tal, aí não se sabe quando (ou se…) ele lutará novamente no UFC.

  • Marcelo

    Grande luta , o Weidman venceu com propriedade e mostrou que o wrestling é mesmo a disciplina mais importante no UFC e é mais importante porque a QUEDA vale mais do que um soco, vale mais do que um chute, só não vale mais do que o nocaute ou finalização. A não ser que você tenha batido muito no seu oponente, se você sofrer uma queda você perdeu o round e no UFC isso acontece com quase 100% de certeza.
    E isso influencia na trocação, porque o Lyoto, assim como qualquer outro striker acaba, sendo obrigado a planejar o seu jogo para evitar as quedas como uma alta prioridade.
    O MMA é dos grapplers, eu sempre achei isso, é do jiu jitsu e do wrestling, foi assim desde o começo e continua.
    O Lyoto é um baita lutador, mas eu acho que a idade também já está chegando, ele mais jovem talvez fosse um oponente mais difícil para o Weidman e o Lyoto é um dos poucos lutadores que eu digo com 100% de certeza, que NÃO toma bomba e somando isso e a idade, ficou difícil. Acho que continua nas cabeças, mas talvez tenha sido a sua última chance de cinturão.

    • Gabriel Castelani

      Acho que nao atrapalhou! Eles lutaram em pé pelo menos uns 22 mintos, e apesar do lyoto treinar karate desde os 3 anos de idade, e foi superado por um cara fera do wrestling e que treina boxe a pouco tempo em comparacao. Nao considero o lyoto um striker, sim um counter striker justamente pelo fato do dragao nao andar pra frente e isso o torna muito dificil de ser quedado, por isso, o otimo desempenho contra wrestlers, alem da velocidade e da base que tem. Resumindo, o jogo nao casava pro Weidman no papel, mais o americano deixou claro, o porque, de ser campeao! Nao acredito que a idade teve influencia, acho que vi o melhor lyoto de todos ontem, tanto é que aguentou golpes como poucos e nao ficou por baixo no GNP mesmo quase nocauteado, isso demonstra um excelente preparo!

      • Marcelo

        Sim Gabriel, a luta se desenvolveu em pé na maior parte do tempo, mas o striker não consegue soltar o seu jogo contra um wrestler de alto nível, justamente por ter preocupação com a defesa de quedas, que é uma prioridade pelo peso que as quedas tem na pontuação round por round.

  • Gabriel Castelani

    Apesar de sair com lataria judiada, Lyoto ainda ficou no lucro! Nos 3 rounds iniciais tomou um atraso em pé nunca visto! Temos que ficar de olho, porque podemos estar diante do melhor lutador pound for pound do UFC e porque nao de um dos melhores medios da historia, é claro, pensando em toda evolucao tecnica que esse cara ainda pode ter!Depois de hoje, ficou confirmado esse cara nada de bracada no tanque de tubaroes como Jon jones e Cain Velasquez!!

    • Rafael Cunha Caroline Reis

      Acho que nesse tanque de tubarão, um jacaré pode fazer a festa.

      • Carlos Montalvão

        Apesar do Jacaré ter destruido o Yushin Okami, depois da luta dele contra o Carmont acho que ele ainda não está preparado pra disputar o cinturão, essa futura luta dele contra o Mousasi é que vai ditar se ele tá pronto ou não (na minha singela opinião de merda rs)

        • Gabriel Castelani

          O jacaré esta com quase 35, e o com 24 lutas de MMA! E mesmo assim, hoje apostaria no americano.

  • Daniel Lugondi

    Seria Jacaré o nosso Hércules? Aquele que fará frente no tamanho, aquele que vai trocar de igual pra igual e ainda que vai adorar uma luta no chão? Cenas dos próximos capítulos… 😀

  • William Terres

    O evento no geral foi bom! Vitória justa do Weidman, trocou bem, aplicou quedas oportunas e estava bem mais forte que o Machida. A luta da Rowdy nem dá pra comentar, só fica cada vez mais claro que nessa divisão não tem ninguém pra ganhar dela. Aliás, caso ela aceitasse “salvar” o UFC 176, quem iam dar pra ela enfrentar? Talvez se casassem Rousey x Chad Mendes daria uma luta parelha! hehe

  • Gabriel Castelani

    Pensei…. Pensei….. e descobri um ponto fraco no Weidman….Sabe qual é? Ter 30 anos nas costas! Ou seja, em 3 ou 4 anos isso poderia pesar, e quando isso acontecer essa galera…. JACA, Belfa, Machida, Luke, AS…ja vao estar com mais de 40! Só se surgir um super garotao quem sabe? Cara de Sapato baixando….sei lá!!!

  • Carlos Montalvão

    Sinceramente eu fiquei mais chateado com a derrota da Alexis Davis da forma humilhante que foi, do lado de fã da canadense e “hater” da campeã, e, pelo carisma e simpatia dela, do que com a derrota do Lyoto, porque o Dragão, apesar de ter desperdiçado um round com o estudo, o segundo com 100% de base no contra-ataque e perdido o terceiro por méritos do Weidman, deu um show no quarto e quinto rounds, o suficiente, na minha opinião, pra ofuscar a enrolação nos 2 primeiros, perdeu como guerreiro, sentiu a mão pesada do americano mas continuou de pé, acertou o campeão com mão igualmente pesada (é um absurdo ler nas redes sociais que o Machida tem mãos de “alface” tendo nocauteado o Rashad Evans, Ryan Bader e Thiago Silva) fazendo o Weidman tontear várias vezes e no final fez o que deveria ter feito desde que tomou um sufoco no 3º round. É fato que se o brasileiro tivesse botado aquele ritmo do fim do último assalto antes, o Weidman teria caído, porque jã não tava aguentando muita porrada – mas o Machida parecia com difículdades pra bater, não sei se por falta de gás, estratégia mesmo ou se era efeito dos golpes que tomou. Mas foi um excelente combate, vitória incontestávell do campeão e o Dragão mostrou que se vier com um jogo mais agressivo, tem sim, chances de destronar o Chris Weidman (talvez até mais que Belfort e Jacaré).

  • Pedro Duarte

    Ainda estou convicto de que se aquela segunda luta não terminasse com uma lesão bizarra, o Spider nocautearia o Weidman no 3rd ou 4th round. O ex-campeão tem mais repertório em pé e se fosse dele aquela mão do Lyoto que entrou no quarto round, o Weidman iria cair. Também vejo o Anderson com uma guarda muito mais afiada, tornando difícil tomar aquele amasso que deformou a cara do carateca.
    Infelizmente, tanto tempo parado depois de uma lesão grave com certeza vai afetar não só o ritmo, mas o psicológico do nosso ex-campeão. Ainda assim, não me espantaria se o Anderson retomar o título dos médios caso consiga duas vitórias após seu retorno. A conferir!

Tags: