Lyoto, Aldo e Werdum lutam pela vida do MMA no Brasil

Felipe Paranhos | 30/06/2014 às 14:03
20140526085845_5D3_6165

Weidman é ligeiramente favorito sobre Lyoto (-200 / +170)

Lyoto Machida luta pelo título dos médios neste sábado.

José Aldo defende seu cinturão em 2 de agosto.

Fabrício Werdum tenta chegar ao trono dos pesados em novembro.

Não quero ser aquele maluco das ruas com a plaquinha “o fim está próximo”, mas acho que cabe uma reflexão: e se todos perderem?

Dá pra dizer que seria o estouro da bolha do MMA no Brasil?

Que soem as trombetas do apocalipse: sim.

Como já discutimos neste texto aqui, o torcedor brasileiro não gosta de MMA, mas de atleta campeão.

E, sem os estímulos para esta masturbação com o membro alheio, a força do esporte tende a definhar.

Por saber disso, a TV — principal responsável por essa falta de cultura esportiva — passaria a não dar tanta atenção, o patrocínio minguaria e os lutadores e empresários sentiriam o baque.

(Falei sobre esse superdimensionamento do esporte no meu antigo blog)

10153644_230348987159253_6449586079691440429_n-640x360

Aldo favorito contra Mendes (-255/+195)

Pode-se dizer, portanto, que Machida, Júnior e Vai Cavalo lutam pela sobrevivência do MMA como grande negócio no Brasil.

Derrotas dos três seriam, a curto prazo, um pequeno desastre.

Além dos três, há poucos contenders brasileiros na atualidade.

E, pra piorar, entre os que têm carisma e potencial de estrela, dois — Vitor Belfort e Ronaldo Jacaré — disputam o mesmo cinturão.

Ou seja, um mata o outro nesta disputa.

Nesta toada, em dezembro o panorama poderia ser: Renan Barão a uma luta de voltar a disputar o título, Belfort a poucas semanas de um title shot, Jacaré na fila, Cigano cercando o cinturão.

Muito em termos absolutos, mas pouco para o torcedor que pensa que o Brasil precisa ter sempre quatro cintas ao mesmo tempo, como em 2012.

Agora, que cessem as trombetas do apocalipse.

A médio e longo prazo, isso não seria ruim.

werdum

Werdum é muito zebra contra Velásquez (+350/-485)

Isso porque existiu, sim, uma bolha no tamanho percebido do MMA no Brasil.

Uma bolha tão grande que fez com que lutadores sustentassem falácias como a de que as artes marciais mistas já eram o esporte número 1 na preferência dos brasileiros.

Até agora, a despeito dos esforços da Globo em torná-la popular, a modalidade sequer tem sustentação própria no Brasil, como se pode ver nos diversos casos de amadorismo e calotes em eventos nacionais.

Onde quer que o UFC vai, é sucesso. Não sou louco, sou um visionário. Se Dana White quiser fazer uma Olimpíada, ou uma Copa do Mundo do UFC, ele consegue – mandou Vitor Belfort. 

Opinião de Diego Nunes

Opinião de Diego Nunes

Um choque como o de não ter campeões no maior evento de MMA no mundo provavelmente traria as ambições de velhos lobos do vale-tudo à realidade e, de quebra, afastaria os oportunistas do negócio e tiraria das costas dos jovens lutadores a pressão de substituir lendas como Rodrigo Minotauro, Anderson Silva e Wanderlei Silva.

Todo ciclo precisa de uma baixa para voltar a crescer.

Talvez tenha chegado a hora do MMA no Brasil se reciclar.

Em tempo: acho que nada disso vai acontecer.

Tenho a convicção de que Lyoto vence Weidman.

A ótima defesa de queda, a preparação física para cinco rounds e, sobretudo, a trocação veloz, angulada e imprevisível vão tirar Chris do prumo.


  • Tiago Paiva

    Mais uma vez, ótimo texto, Felipe. Concordo com quase tudo, só acho que o Weidman vencerá o Lyoto, já que creio que o “All-American” abusará dos clinches (cujo Anderson Silva sofreu knockdown) e segurará o jogo na grade até conseguir uma derrubada, para finalizar ou nocautear no ground and pound.

    Lyoto tem chances de ganhar também, pelos motivos citados por ti, o que me faz amar essa luta, já que é uma das mais equilibradas disputas de cinturão de todos os tempos.

    Abraços.

  • Renan

    Concordo com você,Felipe…caso percamos o cinturão do aldo e que o werdum e lyoto sejam derrotados,os patrocinios e a rede globo tendem a querer manter o esporte de lado,no mais,concordo que lyoto tem um jogo muito difícil pro Weidman,eu não confio muito no gás do americano,já que quase nunca passou do primeiro/segundo round,nas duas lutas dele contra o anderson,ele passou o segundo round de boca aberta e bem mais lento em comparação com o primeiro round,ou seja,lutador sem gás,sofre com a ótima preparação física do lyoto.aposto no lyoto por decisão unanime,acho que o Aldo permanece com o cinturão e que o Werdum não conseguirá segurar a ira do Velasquez e deve perder.

  • Matheus Araujo

    Concordo com tudo o que vc falou felipe, só retificando que a revanche imediata de barao com tj já tá confirmada por dana

    • Felipe Paranhos

      É, só vi depois que ele confirmou. Foi mal!

  • Rafael Cunha Caroline Reis

    Bom texto Felipe, porém acho que o Lyoto ficará com o cinturão dos médios, aldo também, o barão assassinará o TJ na revanche e vejo o Vai Cavalo com boas chances de usar o cinturão dos pesados por um breve período.

    Acho que ainda vai demorar um pouco o tal apocalipse.

    • Felipe Paranhos

      Ou talvez nem aconteça!

  • Paulo

    Penso que Lyoto vence Weidman, o Dragão tem o psicológico completamente diferente do AS, extramamente focado, engolidor de wrestlers, mais uma vez deixará com os juízes e levará o cinta

  • Lucas.

    Dos três lutadores citados no texto, vejo que Fabricio Werdum é o mais desacreditado, ou o menos favorito, mas tenho uma leve impressão de que, infelizmente, será o único vencedor destas disputas. Weidman vs Lyoto, no meu ver 50×50, mas Weidman abusa da luta agarrada, será uma “reprise” da final do TUF Brasil 3 entre Warlley vs Marcio Lyoto.

  • Gabriel Castelani

    Weidman, venceu o AS em pé, ou seja a velocidade nao é problema para o americano, ele vai partir pra luta franca com o Lyoto e acho que deixa fica KO (infelizmente). Barao nao recuperá a cinta. Aldo mantem o cinto! Velasquez reinará absoluto durante muito tempo no MMA!

  • Mazzaropi

    Belfort se reinventou no esporte e fez um citação legal! Fala palavras bonitas, não ataca ninguém, cuida de sua carreira… Se quiser virar pastor como Foreman poderá e se quiser lançar um grill Belfort também!

Tags: , ,