Rafael dos Anjos meio-médio:
uma grande incógnita

João Vitor Xavier | 11/01/2017 às 14:44

Prezados, antes de mais nada quero dizer que as razões explanadas por Rafael dos Anjos para subir de peso são mais que razoáveis.

Ninguém merece, aos 32 anos, se matar para perder peso e até desmaiar antes de lutas importantes – como aconteceu no processo de corte para o duelo contra Eddie Alvarez. Sua justificativa é muito aceitável e, como fã do ex-peso leve, lhe dou o maior apoio nesse novo desafio.

Com essa mudança, acho que vou lutar no meu melhor, com espírito bom, feliz e com prazer no que eu faço. A partir do momento que eu fechava a luta nos leves, já era muito estresse aqui em casa com esse lance do peso. Quero lutar com prazer e ter prazer no que eu faço de novo. Estou pronto para ir em busca de novos desafios”, comentou Rafa, ao Combate.com.

RDA sofreu com o tamanho de Ferguson...

RDA sofreu com o tamanho de Ferguson…

Porém, até 77 kg., Dos Anjos terá muitos obstáculos. Primeiro, a desvantagem de tamanho. O campeão Tyron Woodley tem a mesma altura de Rafael (1,75m), mas 10cm a mais de envergadura.

Se formos comparar a outros nomes como Carlos Condit, Demian Maia ou Stephen Thompson a discrepância é ainda maior.

Ah, mas o RDA atropelou o Donald Cerrone, que está muito bem nos meio-médios…Olhem a carcaça do Cowboy. O norte-americano deu uma crescida bacana para lutar na categoria de cima, e tem o frame mais apropriado que o Rafael para lutar até 77 kg. Disso não tenho dúvida.

Há também a questão do peso. Woodley é um animal, pesa 93 kg em off e segue um monstro. Demian também é muito maior, por exemplo, já que desceu dos médios e tem vantagem de tamanho sobre muitos meio-médios.

Robbie Lawler é outro ex-integrante dos 84 kg que tem o tamanho a seu favor na maioria dos casamentos na divisão de baixo.

Agora, ele terá algumas vantagens também. Será um dos mais rápidos da divisão, de modo que seu muay thai pode brilhar ainda mais até 77 kg. Não terá que cortar tanto peso, podendo chegar bem mais inteiro para lutar e aguentar cinco rounds melhor.

Vimos como ele sofreu contra Tony Ferguson… isso era o corpo do Rafa lhe dando uma dica, como o próprio admitiu na excelente entrevista ao site do Canal Combate.

Na luta contra o Donald Cerrone, quando defendi o cinturão pela primeira vez, já senti meu corpo diferente. Contra o Eddie Alvarez foi pior ainda e, na luta com o Tony Ferguson já foi bem mais difícil. Então, resolvi começar esse ano de 2017 com novos desafios e acho que vou lutar mais feliz nessa categoria de cima, porque são quase 7 kg a menos para perder”, comentou RDA ao Combate.

Sabemos, ainda, que no começo de carreira, RDA era meio-médio, mas os tempos mudaram – ele não luta na categoria desde muito antes de sua estreia no UFC, que ocorreu em 2008. Hoje, os atletas até 77 kg estão maiores e mais fortes.

O grande ponto de interrogação, porém, se dá por conta do estilo de luta de Rafael. O jogo de pressão do brasileiro, alternando quedas com muay thai muito agressivo, sempre pressionando o adversário dará certo contra atletas maiores?

Bendo, também ex-campeão dos leves, sofreu contra Koreshkov

Bendo, também ex-campeão dos leves, sofreu contra Koreshkov

Difícil cravar. Ele pode chegar e atropelar todos, mas creio que terá problemas para lidar com os tops da divisão. O peso meio-médio está infestado de wrestlers de primeira categoria, tanto defensiva (casos de Lawler, Thompson e Jorge Masvidal), quanto ofensivamente (posso citar de Woodley a Rick Story, passando por Johny Hendricks e Jake Ellenberger).

Rafa tem condições de chegar rapidamente ao top 15, pois para mim seu jogo casa com nomes como Tarec Saffiedine (13º), Matt Brown (14º) e Gunnar Nelson (10º). Mas, para mim, quando chegar no top 10, terá alguns problemas a resolver.

O ideal é que RDA comece sua escalada nos meio-médios contra um adversário não-ranqueado, mas de algum nome. Meu oponente ideal para ele nesse novo começo seria Siyar Bahadurzada.

O afegão é conhecido, apresenta perigos reais (como seu incrível poder de nocaute), mas não lida muito bem com lutadores de pressão.

Acho que o brasileiro poderia lidar bem com esse tipo de rival e lhe daria tempo para se adaptar ao peso. Por fim, fica o questionamento:

Rafael se contentará a ser um membro do top 10 na nova divisão ou quer o título?

Olhando de fora, sem vê-lo lutar a primeira vez entre os meio-médios, fica difícil acreditar que ele buscará repetir Conor McGregor, Randy Couture e BJ Penn. Mas prefiro nunca dizer nunca.

  • Tiago Nicolau de Melo

    Jouban pediu o Rafa nas famigeradas redes sociais. Pelos comentários, muita gente vê ele como favorito (óbvio que a maioria dos seguidores não iria dizer o contrário). Acho que seria uma estréia legal, contra um lutador com nome e tal. Outro bom nome: “Gente Boa” Ponzi.

    • Idonaldo Gomes Assis Filho

      RDA X Ponzinibbio, que luta do caralho…Seria tarde demais pro UFC Fortaleza haha?

      • Luis Coppola

        Ponzinibbio pega o Taleb no UFC Halifax!

        • Victor Martins

          E vai vencer fácil, que casamento mais sem noção hein ? O cara vence o Zak Cummings que tem um certo nome dentro do UFC e dão pra ele o Nordine Taleb ? No mínimo era pra ser Santiago vs Masvidal

          Sem contar que antes disso ele tinha despachado o Court McGee, vencedor do TUF 11

          • João Vitor Xavier

            Taleb, bem ou mal, nocauteou o Erick Silva

        • Tiago Nicolau de Melo

          Dependendo de como a luta for e de quando o Rafa pretende estrear, pode rolar.
          Mas acho que entre fevereiro e março é época boa pro Rafa voltar ao 8.

      • Victor Martins

        Ponzinibbio daria dor de cabeça

    • Henrique Anselmo

      RDA X Jouban seria uma ótima luta, mas acho que pegar o CR7 logo na estreia na categoria pode ser complicado.

      • João Vitor Xavier

        Acho na medida, Tiago e Henrique…

  • Edson Mariano

    Como fã….Só lhe desejo toda a sorte do mundo!!! Mais por em prática seu wresling pra botar no chão não vai ser fácil com foi com pettis não!!!!!
    Torceremos

  • bedotRJ

    Do 11 ao 15, só o Masvidal, que vai lutar com o Cerrone semana que vem, está vindo de vitória. Os demais, Hendricks, Saffiedine, Brown e Ellenberger, vêm de derrotas. Qualquer um deles seria um bom nome prá recepcionar o RDA. Eu escolheria o Saffiedine, pois gosto mais dos outros três e não quero torcer contra eles na próxima luta. 🙂

  • Saulo Henrique

    O rafa é da altura do Hendrix né? Já o peso..

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Eu vejo o caso do RDA parecido com o do Gastelum, ambos tem um jogo de pressão (rda tem um chão melhor), e são menores nas suas novas categorias, o Kelvin venceu e convenceu contra o Tim Kennedy que não é tão grande coisa visto a atuação pífia do milico, mas por serem casos parecidos acho que ele pode dar certo sim, mas tem que começar lá de baixo mesmo igual você citou, perfeita a colocação do Syad como adversário.

    • João Vitor Xavier

      A diferença é que o KG tem mais experiência entre os médios….

      • Idonaldo Gomes Assis Filho

        Verdade, tem a questão do TUF mesmo, não tinha lembrado, mas ainda assim acho que são casos aparentes.

  • Vinicius Maia

    Sei la veio, a potência dos golpes na categoria dos meio médios é muito maior que nos leves. Só de tu pensar que tem lutadores que lutam nos médios que andam com 90 kgs.
    Imagina o Ryan La Flare contra o RDA. Mano, é muito grande a diferença de tamanho e envergadura.

    • Idonaldo Gomes Assis Filho

      É outra coisa que eu me pergunto, será que o Rafael aguenta porrada dos grandalhões? Tinha gente que contestava a absorção de golpes dele, eu não acho que chega a tanto, mas poderia afetar o desempenho dele.

      • Silas K

        Acho que aguenta bem sim hein, com um corte menor de peso o poder de absorver golpes também aumenta, vide Barão que foi nocauteado duas vezes pelo TJ e aguentou o cavalo do Stephens no peso pena.

        • Tiago Nicolau de Melo

          Stephens que já nocauteou o Rafa, diga-se de passagem.
          Mas acredito que o RDA vai continuar relevante… já Cinturão é complicado.

          • Vinicius Maia

            Rapaz, sabe o que eu acho que é um grande incognita nessa subida? RDA foi dominado por um grappler maior e pra mim um dos melhores do UFC o Khabib. E nos meio-médios ta cheio de lutadores com seu carro chefe wrestling. Por exemplo, eu não vejo o RDA conseguindo parar as quedas do Usman por exemplo. Nem as quedas do La flare, Woodley, Stun Gun, Rick Story. Eu acho que essa subida não será produtiva e ele provavelmente voltará pros leves.
            Pra se manter relevante na categoria e voltar pra cinta eu só vejo futuro nos leves.

          • João Vitor Xavier

            Meu pensamento caminha pra mesma conclusão que a sua, mas prefiro segurar a onda antes de cravar também. Acho que ele tem condições (técnica + mentalidade) pra surpreender.

        • João Vitor Xavier

          Isso é verdade, a absorção melhora muito. E o Rafa tem o queixo forte sim, apanhou do Ferguson, do Cerrone (na primeira luta), aguentou os 3 rds com Khabib…a questão do Alvarez, pra mim, foi destino. Você vê que ele faz o bloqueio do golpe certinho, mas passa mesmo assim. Talvez o corte duro tenha feito a diferença

    • João Vitor Xavier

      Esse é ótimo ponto…faz diferença sim, até pq o pulo entre os leves e os meio-médios é maior que entre os leves e os penas, por exemplo…a diferença é grande

  • Luis Coppola

    Tarado Safadinho já desafiou o RDA para o UFC Londres em março!

    Tarec Saffiedine ✔ @tarecfighter
    @RdosAnjosMMA I hear you want to make a move to the WW division! Let’s do it! #standupaffair #UFCLondon
    4:19 PM – 11 Jan 2017
    8 8 Retweets 22 22 likes

    • Renato Rebelo

      Nesse caso, a diferença de tamanho não seria tão grande – e o Safadinho vem de atuações abaixo da crítica. O foda seria o Rafael chegar à terceira derrota seguida contra um cara que perdeu três das últimas quatro. Ficaria com a faca no pescoço

      • Luis Coppola

        Do top 15 acho que só o Gunnar Nelson e o Masvidal são menores que o Saffiedine ou quase do mesmo tamanho.
        Acho que o RDA passa pelo Safadinho mas prefiro ver ele contra o Gunnar na primeira luta..

      • Gustavo Lima

        Aí é que está. Eu não vejo o Rafael perdendo pro Safadinho nem com virose kkk.

  • Victor Martins

    Acho que uma boa pro Rafael seria pegar um cara com menos nome, talvez um Patrick Coté

    • João Vitor Xavier

      Coté é gigante, tem esse probleminha, rsrs…

      • Victor Martins

        Sim, o cara lutou nos meio pesados kkk

  • Rafael Fiori

    BJ Penn e Randy Couture não fizeram o mesmo que Connor fez.
    Não sustentaram dois cinturões simultâneo.

  • Caio Abreu

    Acredito que será dificil pro Rafa mas quanto ao seu jogo de pujança fisica acredito eu que ele podera apresentar isso por mais rounds, ja vi uma entrevista dele falando que pesa 90 kg em off desde os 18 anos e com o passar dos anos fica dificil o corte. Eu acho que uma luta com o Hendrix seria perfeito pra esse inicio na divisao.

  • André Vinagreiro

    Rafael “Cada de Bunda” dos Anjos

  • Lorenzo Fertitta

    Caminhada difícil para o Rafael, gostaria de vê-lo começando contra o Usman ou Brown. Consigo imaginá-lo como top 10, porém não mais que isso. É esperar pra ver… quanto será que ele pesa, em off? Uns 80Kg?

  • Wellington Fonseca

    Meu receio é de que a saída do RDA da Kings tenha provocado um descarrilamento na carreira do BR. Torço pra ele se reencontrar na WW, mas creio que o lugar dele é na LW. Acredito que com mais umas duas vitórias já estaria na iminência de outro TS dos Leves.

  • Tairon de Oliveira

    Coloquem ele pra fazer uma luta com o Cerrone nos WW… Seria uma terceira, porém interessante, ao meu ver.

Tags: ,