UFC 172 / TUF Brasil 3 (com Antônio Montanha)

Renato Rebelo | 29/04/2014 às 14:53

Está no ar a décima quarta edição do nosso podcast!

Nesta semana, tive a companhia dos jornalistas Marcelo Dunlop (editor da Gracie Magazine), Bernardo Edler (produtor e tradutor do SporTV) e do lutador Antônio Montanha (meio-pesado da Team Nogueira e participante do TUF Brasil 3).

Em pauta:

– UFC 172
– Bastidores do reality show da TV Globo
– Perguntas dos ouvintes

Espero que gostem!

*Para baixar o programa, basta clicar na setinha apontada para baixo na parte superior do “player” à direita.

**Para assinar e receber o “feed” do nosso podcast, clique aqui.

  • Marcelo Caltabiano

    Show !!!

  • Braynner Motta

    nuss tava com saudades do podcast duas semanas cem po rs abraço !!!!

  • Francis Couto Falbo

    Num pula mais o podcast em renato! Imagino q de mto trabalho fazer, mas num esqueça dos fãs aqui heim! Valeu por ler minha pergunta de leigo ! abraços.

    • Renato Rebelo

      Meu camarada, não há tal coisa como pergunta de leigo. Tá na dúvida, manda que eu pergunto. Aqui, sempre tem espaço! Abração

  • David Carvalho Crosariol

    Muito bom!! Discussão sobre a subida do João Jonas para os pesados foi bem interessante.

    Tentei mandar minha pergunta, mas acho que não deu tempo, enfim, estamos sempre ligados!!

    Parabéns rapaziada e Bernardão, good job!!

    • Bernardo Edler

      Obrigado, meu amigo! Conto muito com o respeito e a compreensão de vcs! O trabalho é árduo, mas espero cumprir com aquilo que se espera.
      Abraço!

      • Gustavo Trigueiro

        E pode ficar tranquilo Bernardo, pois vc está cumprindo os seus trabalhos, tanto de tradutor qto de narrador de eventos do Strikeforce, de forma mt competente.
        Parabéns.

        • Bernardo Edler

          Ah, gostou do Strikeforce?? Que legal!!
          Muito obrigado!

          Abs!

  • Gustavo Trigueiro

    Ótimo trabalho Renato e grande lance trazer os participantes do tuf pra comentar os episódios.
    Sem desmerecer a genialidade do Jon Jones, inclusive vcs tocaram um pouco no tema, mas estou achando o jogo dele meio sujo. Mão aberta na cara, dedo no olho intencionalmente, torção no braço que é proibido no wrestling, mas, infelizmente, no mma tem essa omissão. Jones, como um grande campeão que é, não precisaria dessas artimanhas capiciosas.

    • David Carvalho Crosariol

      Foi isso que perguntei também, mas não deu tempo de ir para o podcast. Olha aqui minha pergunta:

      Classico do cinema relacionado a arte marcial, no Karate Kid o professor do mau pede para seu aluno machucar o Daneil Sam. Considerando que o Glover não tinha o Miagi para a classica baforada nas mãos e passar em seus joelhos, até onde conseguimos ver com bons olhos as soladas no joelho desferidas pelo campeão João Jonas? Acham que a ética das artes marciais tem que ser considerada no MMA?

      • Renato Rebelo

        Davizão, na real, eu fiz a sua pergunta no podcast! Acontece que o áudio da resposta ficou tão ruim que tive que cortar na edição = (

        • David Carvalho Crosariol

          Sério? bom, acontece. Se quiser me mandar dpois o áudio posso transcrever e postar aqui. Valeu Renato!!

      • Gustavo Trigueiro

        Pois é David. Exatamente. E com relação ao dedo no olho, ele assume o risco, pois a partir do momento q ele coloca a mão aberta na cara do oponente, ele age com culpa e nos faz presumir que mts vezes é com intenção de machucar.

  • Dan Mendes

    Qual superluta Anderson fez no 93Kg? Bonna?! Griffin?!

    • Marcelo Siedler

      Olá Dan Mendes. O Anderson ganhou do Griffin que tinha perdido o cinturão pro Rashad Evans, ou seja era ex-campeão recente. Entendo que do AS se esperava uma luta contra o promissor Jon Jones e claro que o que sempre se comentou foi no peso do JJ. Agora vamos pensar QUE campeão em um passado recente subiu de categoria pra lutar contra quem quer que seja? Um Abraço!!

      • Gustavo Trigueiro

        É verdade. E lembrando q as três lutas do peso acima, ele foi amplamente dominante.

      • Dan Mendes

        Superluta é uma luta entre dois campeões dominante. Se for entre ex campeões O GPS já fez umas 10 superlutas.

        Lembrando que Griffin não era uma luta de peso casado original, o gringo não conseguiu bater o peso, sem ter feito nenhum teste antes, e se apresentou mal na noite da luta.

        • Renato Rebelo

          Não há em nenhum dicionário que superluta é uma “luta entre campeões dominantes”. Por isso, o termo é abstrato. Eu considero, por exemplo, um campeão do peso-médio subindo de categoria para enfrentar o ex-campeão dos meio-pesados como superluta. Assim como consideraria superluta se o Jones lutasse amanhã com o Mark Hunt no peso-pesado. Mas entendo seu ponto.
          Obs1: GSP fez lutas com ex-campeões do próprio peso (Hughes, Penn e Serra). Ele nunca lutou em outra faixa de peso.
          Obs2: não entendi o argumento sobre o peso do Griffin. Tanto ele quanto o Anderson bateram 93kg no UFC 101 e o Griffin tb nunca lutou (pelo menos não no UFC) em outra faixa de peso.

          • Dan Mendes

            Se usava o termo Superluta quando se referia a luta entre AS x GSP, e o que os dois eram?
            Agora eu fiquei bolado com uma coisa derepente todas as lutas do Lyoto no meio pesado foram superlutas. As do BJ nos meio médios também, e o que que falar do Hendo nos meios e nos inteiros pesados…Ah acontece direto superluta não tem nem graça.

            GSP lutou com pelo menos dois lutadores que foram campeões em categoria de peso diferente: BJ e Shields.

          • Renato Rebelo

            Hehe acho que vc não sacou o que eu quis dizer, Dan. Vejo superluta como um desafio fora da curva. Algo que muda a trajetória de alguém provisoriamente. Ou, chama-se de superlutas, tb, lutas gigantes. Por exemplo. Anderson Silva subir, lutar com um ex-campeão (Griffin) sabendo que, independentemente do resultado, ele voltará para defender o cinto dos médios é um desafio não ordinário – por isso, uma superluta. Se o José Aldo, por exemplo, lutar com o Pettis no peso-leve e voltar pro pena depois, tb seria uma superluta. Nesse caso, pela grandeza do desafio, seria uma superluta até se ele migrasse de vez pro leve. O que Dana White já disse que não vai acontecer é termos dois cinturões em jogo ao mesmo tempo. Por isso, dois campeões dominantes tecnicamente não irão se enfrentar – a não ser que um abdique do cinturão. O Lyoto no meio-pesado seria superluta pq? Essa era a categoria dele. Ele migrou de vez para otimizar suas chances. Agora, se o Lyoto estivesse na boca do cinturão até 93kg e, por já ter perdido pro Jones, desafiasse o Weidman subitamente, aí configuraria como uma superluta. Mas, não, ele fez uma descida programada. Hendo x Anderson foi uma superluta. Unificaram os cintos dos médios de Pride e UFC – e o Hendo vinha de luta no meio-pesado. BJ x GSP 2 tb foi. O BJ era o campeão dos leves e tentou a sorte na categoria de cima. Perdeu e voltou pros leves. Depois, o BJ migrou de vez pro meio-médio e fez lutas normais. Existem grandes diferenças, no meu ponto de vista.

          • Dan Mendes

            Entendi o que você quis dizer só não concordo.

          • Leonardo Paz

            sr Dan Mendes, so para tentar esclarecer essa mente louca que é a minha, por exemplo no caso de vitoria de Weidman sobre lyoto, e por um surto psicotico do campeao, ele resolva lutar contra j j, essa sera uma super luta??pq pelo q entendi teria q ser de um campeao dominante x outro dominante, certo!! mas o campeao dos medios nao seria dominante somente com duas defesas!!!! e nesse caso vc chamaria de q ??? luta ou super luta???

          • Dan Mendes

            Chamaria de luta. Se o Weidman cumpri o que disse, defender algumas vezes e subir de categoria aí sim, seria uma Superluta.

          • Leonardo Paz

            tambem vejo como uma luta, bom mas ate la tem uma longa estrada pela frente!!!!

          • Dan Mendes

            Eu diria longa e espinhosa (Belford, Lyoto, Moussasi, Jacaré etc)

          • Leonardo Paz

            arrisco ate a dizer q esse caminho somado as duas vitorias sobre o spider, sera mais tortuoso e tenebroso q JJ!!!!

          • Dan Mendes

            Também acho, enfileirar Spider (2x), Lyoto, Belfort, Rockhold, Jacaré, Moussasi é desafio monstruoso.

          • Gustavo Trigueiro

            E ainda tem Yoel Romero correndo por fora. O cara é um animal.

          • Leonardo Paz

            Romero eh um mutante isso sim!!! e passando por todos eles, so invocando as esferas do dragao!!!

          • Gustavo Trigueiro

            Verdade kkkk

          • Dan Mendes

            É mesmo. Forte forte pra caralho, veloz, bom de boxe e mestre na luta aguarrada, precisa consertar algumas coisa se fizer isso será uma pedreira.

          • Gustavo Trigueiro

            Eu chamaria de Superloucura!

          • Dan Mendes

            shaushuhau Boa!

  • Caio Abreu

    é cara até que enfim tocaram no assunto do jon jones nos pesados, eu particularmente não gostava de tocar no assunto, pois acho que temos que valorizar o trabalho de um campeão tão dominante.Na minha humilde opnião vejo ele tendo sérias dificuldades nos pesados e com vários lutadores miocic, cigano, alistair, travis enfim, sempre achei a vantagem de altura dele monstra pra divisão acho que ele deve a isso uma boa parte do seu sucesso, luta com big gus tá ai pra comprovar, e a falta de punch teria muita influencia nos resultados mesmo com toda a sua versatilidade. acho que ele seria desmistificado nos pesos pesados.

  • Leo Corrêa

    com certeza.

  • Leonardo Paz

    cara otimo podcast como sempre, alias sexto round pod cast, e otimo é redundancia!! o link da pergunta sobre JJ, é interessante, mas acredito que Jones venceria ate o 8 do ranking, a partir do 7, nao sei, vejo como 60% adversarios e 40% Jones, a partir do 3º, ou seja Browne, Cigano, Werdun e Velasques, acho pouco provavel uma vitoria de Bones!! a grande arma de JJ é a invergadura, e nos pesos pesados, essa diferença cai, pouco , mas cai, e uma coisa muito importante nos pesados e que pode i contra Jon, é o fato de ali onde bate nao nasce cabelo e tambem a força isometrica de pesos pesados é diferente, entao todas as armas q fazem a diferença para Jones ser campeao, ele praticamente nao tera na categoria de cima, para derrotar um pesado,vc tem q pater pesado e JJ ja mostrou que é bom com os cotovelos, mas nunca nocauteo ninguem, e isso contra esses montros, pode fazer toda a diferença!!

Tags: , ,