Em cabo de guerra televisivo, perde o consumidor

Felipe Paranhos | 29/04/2014 às 00:29
Cyborg-vs-Melvin

Viram essa? Nem eu!

Vamos ser sinceros: salvo nós, meia dúzia de fãs de MMA, ninguém no Brasil liga muito pra nada do esporte que não seja o UFC.

Talvez por isso, um episódio lamentável do último domingo (27) tenha passado praticamente batido.

Apesar de ter divulgado amplamente há quase dois meses que iria transmitir o Gringo Super Fight e, portanto, a revanche entre Melvin Manhoef e Evangelista Cyborg (reedição de uma das melhores lutas de todos os tempos), o Combate anunciou, horas antes da primeira luta do evento, que não haveria mais transmissão.

“Anunciou” é jeito de dizer, aliás: resumiu-se a escrever dois tweets — um deles, incompleto — sobre o assunto.

“O canal Combate informa que não transmitirá, hoje, o Gringo Fight. O evento não atendeu os protocolos médicos que garantem a integridade física dos atletas, de acordo com a Comissão Atlética Brasileira de…”

É, é isso mesmo que você leu aí em cima.

Essa é toda a satisfação que você, assinante da nada barata mensalidade do Combate, mereceu.

Se você não tem Twitter e ligou a TV no horário marcado para acompanhar as lutas, nem isso recebeu da emissora.

Não questiono, nem de longe, os motivos que fizeram o canal deixar de transmitir o evento.

Inclusive, conhecendo minimamente os hábitos de alguns promotores e a recente pendenga envolvendo a tentativa da emissora, junto com a CABMMA, de profissionalizar o esporte no país, até imagino o que deve ter acontecido.

Esta situação poderia ter sido contornada caso a comissão desse um suporte maior aos atletas e ao evento, em vez de estabelecer burocracias rígidas e fora da realidade nacional. Acredito que não deveria caber ao promotor do evento cobrar e acompanhar a entrega dos exames médicos dos lutadores, até por falta de conhecimento técnico sobre os mesmos – se defendeu Antônio Gringo, o produtor do evento.

Por isso, atenho-me, simplesmente, à falta de respeito com o consumidor.

Porque nada justifica ser negligente com o assinante.

Se você anuncia a transmissão de um evento, blinde-se dos erros dos outros, a fim de não sofrer danos à sua imagem.

Mas é neste momento que aquele famoso filósofo contemporâneo surge na minha frente e diz: “Sabe de nada, inocente!”

Inspirado pelo mestre Cumpadre Washington, me lembro que, para quem toma tal decisão, não existe qualquer dano em ignorar o que prometeu por dois meses, já que quase ninguém assiste a algo que não seja o UFC.

Isso aconteceu durante anos no SporTV com a GP2, categoria automobilística que teve transmissões repetidamente anunciadas e, depois, trocadas por VTs quaisquer.

E está acontecendo outra vez.

A luta é, de novo, inglória, sem futuro e sem destinatário conhecido — uma vez que os profissionais que põem a cara na tela nada têm a ver com a decisão da empresa.

Mas aqui vamos nós novamente.

Ah, Manhoef nocauteou Cyborg no primeiro round

ATUALIZAÇÃO: a Comissão Atlética Brasileira de MMA lançou, em seu site oficial, um comunicado sobre o episódio. Clique aqui para conferir.

  • Leonardo Paz

    PQP !!!!!!!!!!!!!!!!!! perfeito, foi uma falta de respeito sem tamanho, levando em consideração que hj em dia é possivel se comunicar a qualquer momento, de qualquer lugar, nao tem explicação, vc disse tudo, para nos meia duzia de fas do esporte e nao somente fas do ufc, nos é que sentimos, o descaso da emissora, do preconceito com a modalidade, do boicote da globosat com o esporte interativo, com o hr do tuf, entre outras coisas que carregamos ha muito muito tempo, mas que so nos adoradores de MMA é que sabemos!!!! otimo texto e analise ahhhh sim manhof eh um monstro nos meio-medios!!!

  • Diego Jaqueira

    Sou assinante do Combate e ainda estou escrevendo minha carta de reclamação e indignação com a atitude do canal, não deram nenhuma satisfação, um amigo meu lutou, não pude ir até à Rio Sampa e fiquei em casa esperando pela transmissão e nada, nenhum aviso sequer, total falta de responsabilidade com o assinante, até por que eu assino aquela merda pra ver outros eventos que não só o UFC(sim, sou maluco como vocês!), fiquei e ainda estou muito puto com a atitude do canal, que aliás é uma merda no geral. Nenhuma programação diária praticamente só repetições, eventos nacionais cada vez mais escassos e por ai vai…

  • Edu Cassimiro

    É bom saber,agora vou pensar 2 vezes em assinar o canal Combate,porque do q adianta assinar o canal se ele num transmite aquilo q vc quer !!!

  • Renan Trigueiro

    Porra, fiquei que nem um otário procurando informação na hora da luta no domingo!

  • alvaro

    sem querer falar besteira ainda bem que tenho gato net so 30 reais por mes pq namoral eu ia ficar muito puto se fosse assinante do combate OBS minha gato net é so pra Ver o combate pois possuo claro Tv com tele cine porem acho mais barato assinar a gato net pra ver o combate do que assinar o combate kkkk acho um absurdo com o consumidor

    • Gabriel Branco

      Impressionante a pessoa declarar estar cometendo um crime, rir disso e ainda ter a cara de pau de reclamar do serviço… pqp!!!

      • Dan Mendes

        Isso é Brasil!

  • Erick Oliver

    Estão igual a globo , preferem passar coisas repetidas

  • Fernando Chavesc

    O canal Combate é pioneiro em ignorar seus clientes. Um outro exemplo de desrespeito é que há muito tempo venho enviando diversas e diversas mensagens para a emissora para que pare de mostrar banners de propaganda no meio da luta, pois cobre boa parte da tela e até dos lutadores. Afinal eu pago para assistir as lutas e não propagandas. Mandei mensagens não só para o canal mas também para os locutores, comentaristas e o único que se dignou a responder foi o Carlão Barreto. Há uma série de coisas que o cana poderia melhorar se ouvisse seus clientes, mas infelizmente ele são estão interessados em receber as mensalidades.

    • alvaro

      meu amigo enquanto tiver pessoas que paga pra assistir eles isso vai continuar acontecendo infelizmente se nao pagarmos nao iremos assistir entao fazer oque ne

  • logan_rj

    é um vergonha esse combate. Acho que agora os eventos nacionais deveriam procurar o Esporte Interativo por que esse não anuncia e deixa de passar. Pelo que tenho visto essa CABMMA esta querendo demais. Não bastasse a falta de qualidade na transmissão do UFC (comentaristas péssimos), ainda faz isso. Pensando seriamente em cancelar o combate. Se tivesse um concorrente para vê o UFC, por exemplo um streaming pago de alta qualidade (poderia ser com transmissão em inglês), já tinha cancelado faz tempo.

    • Carlos André

      Se descobrir um streaming de qualidade pago, avise. O Combate é mesmo de má qualidade.

  • zagolee

    A maior arma que o consumidor tem nas mãos é o boicote.

    Seja em qualquer ramo do comércio esta ferramenta pode mudar até decisões políticas, mas precisa de união para esta medida…

    Aquelas tarjas toscas cobrindo 40% das imagens durante as lutas do UFC são extremamentes horríveis, além do fato do canal combate ter se tornado um canal “UFC” ao invés de realmente ser um canal de lutas de todas as artes marciais…

    • Fernando Chaves

      Concordo com vc. Mas a pergunta que fica, assistir por onde as lutas ???

      • Leo Ferreira

        O canal combate só consegue transmitir todos os eventos do UFC pq tem um contrato de exclusividade com a Zuffa, ou seja, não lhe é permitido transmitir eventos que seriam concorrentes, exceto pelos eventos nacionais que em nada ameaçam o Ultimate. E se vc pensar bem, vai notar que o combate transmite todos os eventos e todas as lutas, desde o card preliminar, e os eventos numerados, tpo UFC 172, são transmitidos nos USA por pvp, e aqui vc nao paga nada a mais para assitir a todo o evento, não é verdade? O canal ainda está se desenvolvendo e não, não é um canal de artes marciais, é um canal dedicado ao MMA nacional e exclusivo retransmissor do UFC e nada mais, antes até era, mas não transmitia todos os eventos do UFC muito menos todas as lutas, desde o card preliminar, sacou?

  • Victor N Hugo

    é que não tem concorrência com o canal combate ai somos obrigado a assinar com ele…. foi uma falta de respeito! sem contar o comentários. ta passando o pedro rizzo falando do glover toda hora… ta foda kkkkke ta faltando bellator !

  • Gabriel Branco

    Os eventos são muito amadores e o canal não tem culpa disso. Se eles dão um prazo largo para o evento estar regular e garantir a transmissão, só o UFC vai ao ar… Se você deixa para a última hora, isso é um risco calculado… Pelo contrário, o Combate dá oportunidade de exposição dessas marcas, mas os termos mínimos tem que ser cumpridos. Tenho o canal e nem me passa pela cabeça ficar sem!

    • Leonardo Paz

      o problema nao é o canal, e sim a atitude!! podia usar, um comunicado pelo proprio canal, facebook, twiter, instagram, do canal combate, ou de qualquer outro jornalista da rede!!!um pouco de respeito com quem paga 50pila q nao é barato, um pouquinho de consideração nao faz mal!!!

  • Tiago Wesclei

    Eu coloquei para gravar, no outro dia de manhã quando fui assistir, tinha gravado o JF68, desrespeito total. Sem contar que só passa praticamente UFC, JF e Nitrix. Nada de Bellator, eventos europeus e orientais, WSOF, Bitet, Shotoo. Se o Esporte INterativo passar a transmitir UFC, cancelo combate na hora.

    • Leandro Soares

      O Esporte Interativo transmitirá o Gringo SUper Fight 10, Melvin x Cyborg, no próximo domingo a partir das 15:45min.
      Excelente evento, com grande lutas.

  • JP

    Canal Combate está cada dia pior.
    Exagero em comerciais, nenhum feedback para usuários, falta uma grade de programação que vá além de reprises de UFCs, visão das artes marciais fora da Xgym, Nova União e Team Nogueira.
    Sou assinante do canal desde 2007 e penso seriamente em cancelar a assinatura por total falta de atenção com os assinantes.

    Ps: Renato, o que achou da atitude do José Aldo em criticar publicamente o canal no twitter?

    Ps 2: Não aguento mais Kyra Gracie e Luciano Andrade.

    • Felipe Paranhos

      JP, respondo pelo Renato: semana que vem, escreverei sobre seu PS.

      • JP

        ops..desculpa pelo ato falho, Felipe.

        • Felipe Paranhos

          Oxente, ato falho nenhum. O Renato é o presidente, CEO e gerente-geral do site, ele pode responder em qualquer texto. hahaha Só respondi pra avisar que um dos seus questionamentos vai ser abordado na minha próxima coluna. Abraço!

          • JP

            Então avisa lá o Chairman que todos estão de parabéns pelo trabalho.

  • FrankCastiglione

    Triste. Parece que o desrespeito com o consumidor é proporcional ao valor cobrado. Assinei durante uns 2 meses o Combate pela GVT. Achava ruim no caso dessa operadora, pois o canal não era HD e mesmo pagando valor adicional por um gravador, não era possível gravar nada que passava no Combate, por ser um canal a parte.

    Acho que o pior nesse caso relatado, não é o fato de não transmitir apenas, mas de não dar uma satisfação adequada DENTRO do canal.

    Alguns perguntaram como assistir o UFC no Brasil, se não for pelo Combate (de forma legal, eu digo). Não sei como está hoje, mas um vez comprei o evento Silva X Sonnen 2, na época paguei o equivalente a R$ 40,00. A qualidade do streamming é excelente, a imagem é muito boa. E você pode até escolher ângulos de câmera, ouvir os microfones dos corners, ver replays a hora que quiser, quando tem algum takedown, fica marcado na barra de tempo, show de bola. O ponto negativo é que só tem as lutas do card principal. E o preço também, mas se você juntar uma galera e rachar, não fica tão pesado. É claro que a melhor opção seria o Combate, mas é salgado pagar 60, 70 pilas numa TV e mais 50 pelo canal.

    PS: Quanto a primeira luta do Cyborg X Manhoef, PQP! Vejam nos 4:05 do vídeo linkado no post, que sequência foi aquela meu amigo?!

Tags: , , , ,