20 medalhas olímpicas? Grandes coisas, Phelps!

Renato Rebelo | 14/08/2012 às 20:25

Em 2008, Michael Phelps realizou um feito inimaginável ao conquistar oito medalhas de ouro nas Olimpíadas de Pequim e bater o recorde até então soberano do também nadador Mark Spitz. Agora, em Londres, o americano derrubou a marca da ginasta soviética Larissa Latynina e se tornou o atleta que mais subiu em pódios na história da competição – com 22 medalhas conquistadas.

Ao todo, em sua breve carreira (aos 27 anos, ele já está aposentado), foram 37 recordes mundiais batidos. Bem impressionante, não?

Não para Ronda Rousey e Ian McCall. Nas duas últimas semanas, a rainha do Strikeforce e o peso mosca do UFC atacaram, aleatoriamente, Phelps. Alias, parece que a natação não é tão bem vista no mundo do MMA. O lutador criticou valor superestimado que é dado ao esporte:

Você está nadando, cara. Não é nada demais. Você me diz que é muito bom nadando. Sério? Nos não fomos feitos para ficar na água. Eu gosto da natação como um treino, mas não entendo como o cara é tão glorificado por ser um pouco mais rápido que o outro. Não faz sentido, acho bobo – disse McCall.

Já a campeã até 61 kg foi um pouco além. Ela, ex-judoca olímpica, revelou que Phelps não era querido na comitiva americana, pois não socializava com os companheiros:

O Kobe Bryant é super legal com todo mundo, mas o Michael Phelps tinha que ficar separado, nos fundos, para não ser assediado por nenhum outro atleta olímpico. Eu não gosto de ser companheira de equipe de alguém e ser tratada como uma fã. Eu nem queria dizer oi para o cara. Se toca. Tudo que você faz é nadar. Se alguém te desse um tapa toda vez que você pulasse na piscina, eu teria um pouco mais de respeito por você – cutucou a musa.

Tags: , , , ,