Cris Cyborg foi desrespeitada
pelo UFC? #jornaleiroresponde

Renato Rebelo | 15/12/2016 às 19:45

Pessoal, no #jornaleiroresponde dessa semana falei sobre a moça que é amplamente considerada a melhor lutadora de MMA de todos os tempos: Cris Cyborg.

Ela foi ou não desrespeitada pelo UFC – que finalmente criou a sua categoria de peso (até 66kg), mas escalou Holly Holm e Germaine De Randamie para a disputa do cinturão inaugural?

Espero que curtam a resenha!

  • Gabe Thai

    Concordo plenamente

  • RicardoVivas

    Acho que agora que a categoria foi criada, a Cris deveria se ponderar, até porque, o objetivo foi alcançado. A revolta dela é legítima, mas ela tem mais a ganhar deixando fluir e indo buscar o que certamente será dela em breve!

  • Idonaldo Gomes Assis Filho

    Foi desrespeitada mesmo, concordo que ela tinha o poder de barganha sim para adiar, agora que a merda foi feita, só resta os planos do UFC serem frustados no octógono mesmo com vitórias da Amanda e/ou Randamie… aí sim a Cyborg pode ficar feliz e alegre, não acredito que vão cagar para uma mulher que possivelmente atrás de Anderson, Vitor e Aldo (ou até na frente de um ou outro), é a atleta com mais audiência aqui no Brasil, e incontestavelmente é a melhor atleta que temos hoje. Vídeo massa como de costume

  • Anderson Tomaz

    Compartilho da mesma opinião desse forista do MMABrasil:

    A Cyborg não negou os convites em momento nenhum. Então devem ter ocorrido.
    Aí vem o primeiro ponto que o jacaré sabe bem… Recusar cinturão, ainda que com motivo pode gerar um atraso e prejuizo enorme dependendo do q se desenrole.
    O fator depressão não pode ser ignorado mas uma depressão q n permite lutar com intervalo de 21 mas permite com 25 n faz sentido, como bem disse o Alexandre, é outro ponto.
    Por fim, dopping é uma coisa tão baixa q, sendo pego uma vez, toda uma carreira de gloria é posta em perspectiva e tudo q acontece depois levanta suspeita (o anderson sabe disso). Infelizmente pra cyborg, qualquer atitude inexplicavel dela vai ser associada a ciclo e ela cavou esse cenário (n me consta q ela tenha tomado viagra tailandes). Ou seja ainda q o motivo seja real vai haver sempre o q especular.

  • Lyn

    Desrespeito foi o que fizeram com o aldo e com o nurma. Com a cyba foi uma fatalidade. ofereceram a luta e ela infelizmente não estava apta a lutar. bola pra frente e vida que segue.
    A cyba tem que ficar calma e centrada pois o mais dificl ja foi feito, agora é trabalho serio que ocinturão é questão de tempo.

  • Gustavo Lima

    Eu não sei de onde essa mulher tira forças pra continuar vivendo disso.

    Minha heroína e meu exemplo dentro desse esporte.

  • Nelson Lavenère-Wanderley

    Cyborg tá igual o Tite p/ Felipão: – Fala muito… Fala muito!!! Tem sempre um porém.
    The show must go on.
    Além de que, ela deve ser a primeira defesa da nova campeã, então é questão de tempo.

  • Ícaro Araújo

    Na minha opinião, a Cyba foi totalmente desrespeitada, embora, finalmente a categoria dela tenha sido criada no UFC (não por causa do sacrifício das outras lutadoras) e ela naturalmente terá a sua chance num futuro próximo. Já fez o mais difícil.

    O fato é que ficou bem claro que, nos discursos do Dana White, o lado esportivo e competitivo do esporte está totalmente em segundo plano. É óbvio que o UFC é uma empresa e eles querem gerar cada vez mais lucros, é absolutamente normal, mas chega num ponto (como agora) que é muita cara de pau o que esses caras estão fazendo.

    Acho muito ridículo a Holly Holm que vem de duas derrotas consecutivas disputar o título da nova categoria assim. E pior, se a combinação de resultados caminharem como o careca quer, ou seja, a Holly e a queridinha Ronda (que vem de uma derrota acachapante, mas ainda sim vai disputar a cinta com a Amanda) sendo coroadas campeãs, vai rolar a tal da revanche (o Dana deixou isso muito claro) e o abismo entre a Cris e o cinturão dos penas vai ficar cada vez maior.

    Todavia, volto a salientar, a Cyborg já fez o mais difícil (fazer o UFC criar a categoria dos penas femininos) e independentemente de qualquer coisa, a Cris vai tomar a cinta da loira que for (de preferência que seja a dona bolacha)! WAR CRIS!!!

  • Mauricio

    Eu acho que está se desenhando um cenário ruim para a cyba… se acontecer da Ronda vencer a Amanda e a Holm vencer terá um champ vs Champ… Até mesmo pra diminuir o poder de barganha do McGregor frente ao UFC seria otimo para eles a Ronda ganhar duas cintas mas isso esbarra na capacidade psicológica dela, uma vez ela com a cinta vai correr da Cyba igual funcionário publico foge de trabalho

  • Malk Suruhito

    Eu estava sim achando que o senso de urgência seria sim por causa da Ronda. Ou para ela reconquistando o cinturão dos galos, tentar o segundo OU em caso de nova derrota (e vimos como ficou o emocional da loira) convencer a mesma a mais uma luta com a chance de um novo cinturão numa nova categoria, sendo que, se a categoria fosse criada após a luta da Ronda, iriam falar que foi criada apenas para agradar a mesma.
    Mas repito, só acredito que a urgência da criação da mesma tenha sido a Ronda, mas o motivo eu concordo que sem dúvidas foi a Crys.

  • Aliny

    Dana White disse que Cyborg não justificou a segunda recusa de luta, apenas disse não. Verdade ou mentira fica claro a falta de comunicação adequada da Cris com o UFC, aliás quem é o empresário da Cyborg? Não vejo a figura desse cidadão por aí, se ela tem um está trabalhando muito mal. Se nao tem, é pra ontem que arrume um bom profissional pra isso.

    Achei muito estranho, em outubro, depois da luta com a Lina a Cyborg ter pedido e feito campanha pra lutar com a Ronda no Super Bowl que é exatamente em Fevereiro, no peso casado, até que o anúncio do retorno da Ronda contra Amanda foi anunciado. Aí coisa de um mês depois, segundo as datas de negociação divulgadas, é oferecida uma luta no peso pena, contra Holly ou Germaine e a Cyborg não aceita. Ela que leva tudo pras redes sociais, até mais do que deveria não mencionou nada disso até que o Dana apareceu falando que um mês atrás tinha oferecido duas lutas no peso pena pra Ela e a mesma recusou.

    • CarlosMMedeiros

      Exatamente.
      As pessoas não gostam de pensar. Só gostam de ir na onda dos outros. Agora virou moda elogiar a super heroína Cyborg e qualquer crítica é inaceitável. Não compro a versão da cyborg nem a pau.

  • O que aconteceu com ela, foi o mesmo com o Jacaré: A chance veio no momento errado.
    O Jaca foi chamado com pouco tempo de preparo para substituir o Weidman conta o Rockhold, e ainda estava lesionado.
    A Cyborg está se recuperando do seu último corte de peso, com 8 semanas ela iria se prejudicar muito.

    Só espero que ela seja a próxima desafiante e não façam o que estão fazendo com o Jacaré.

  • KRS Porlaneff

    Em 3:10 do vídeo, tive que voltar uns segundos pra conferir – jurei que ao invés de HITMAN estava escrito BUTTMAN ( ͡° ͜ʖ ͡°) rsssssssssssssssss

  • Lee

    Boas!

    Vocês podiam fazer uma mesa redonda via vídeo para debaterem o resultado dos principais eventos. Ia ficar show, hein!

  • Camilo Junior

    Só eu percebi que o Renatao começa todos os vídeos com “olha rapaz” hahahahaha.
    Brincadeira, ótima análise como sempre.

  • Leo Corrêa

    Gostaria de ver a Cris Cyborg contra a Eidiane Índia (luta que não ocorreu na Invicta porque a Eidiane se lesionou na véspera…).
    – abraços o

  • José Valter Alves Junior

    Dificil saber quem é o certo dessa historia, por um lado temos o evento que ta na urgencia (não se sabe porque) de criar uma categoria pena de tão imediato sendo que a mosca teria mais digamos “retorno a curto prazo” pois há muitas lutadoras que defendem essa causa querendo mudar de categoria sem ter muito pra onde correr e do outro temos a Cyborg que fez 2 lutas pelo ufc publicando a dificuldade da chegada ao peso casado e de seu desejo em ter sua categoria criada, porem, com questões de saúde colocadas em pauta. seria uma falha na comunicação de ambos? ou ha um objetivo a mais por debaixo dos panos para essa urgencia de criar uma nova divisão? Mas pegando um gancho nas ultimas declarações do “chefão” Dana White indicam que caso Ronda e Holly vençam suas disputas de cinturão uma revanche é mais do que confirmada pra competir contra o tempo e frustrar a aposentadoria precoce da menina dos olhos do UFC… Bem num futuros estaremos discutindo se: as afirmações e os desejos de Dana White por essa revanche se confirmam ou se teremos uma reviravolta nos “planos perfeitos” do Ultimate.

  • Marcelo

    O UFC tem que rever esse sistema de nomes para o cinturão. A Ronda levou um pau pra Holly na última luta. E já vai direto para o cinturão. A Filha do Pastor, por sua vez tb perdeu duas e já vai direto pra disputa de título. Não tá certo esse negócio não.

  • Maick

    Se o cinturão do Cormier o pessoal já não o considera verdadeiro, imagina esse!

Tags: ,