Atacando de Joe Silva: lutas a casar pós-UFC FN 38

Renato Rebelo | 09/03/2014 às 23:45

Com o UFC Fight Night 38 nos livros, chegou a hora desse pretensioso jornaleiro que vos fala vestir o chapéu de “matchmaker”.

Mantendo os pés no chão, dispensando confrontos improváveis e ignorando atletas já comprometidos, cheguei aos seguintes casamentos para os principais vencedores:

NUM1Alexander Gustafsson x Jon Jones / Glover Teixeira

Já que sua parte foi feita contra o ex-invicto Jimi Manuwa, Gustavão agora tem todo o direito de se abostar no sofá, puxar um saquinho de pipoca e ver o mundo se acabando em cotoveladas no próximo dia 26 de abril. Por mais que o objetivo final seja o cinturão, o “Mauler” não esconde o desejo visceral de se vingar do homem que, por um triz, aguou seu chope no UFC 165. Será que Glover Teixeira permite esse tão aguardado reencontro?

NUM2Michael Johnson x Rustam Khabilov

Pensei primeiro em lançar o Blackzilian contra o vencedor de Bobby Green x Jim Miller. Acontece que a dupla dinâmica só entra em ação no final de abril e Johnson, com a faca entre os dentes – graças à inatividade de Melvin Guillard no último sábado, quer sangue. Fortuitamente, Khabilov, o “Montanha Russa”, está prestes a se livrar da lesão que o impediu de enfrentar Rafael dos Anjos no UFC 170. Bom casamento para entendermos a quantas anda o jogo agarrado do americano – que, se quiser ir pras cabeças, precisará (e muito) dele.

NUM3Brad Pickett x Ian McCall

Não discuto que “One Punch” é uma adição interessante à categoria até 57kg, agora, falar em “title shot” pós-atuação conservadora contra o transeunte Neil Seery? Pera aí. Entendo que não há desafiante óbvio para o campeão Demetrious Johnson, mas sejamos justos: Ali Baugautinov tá na frente e o chapeleiro inglês precisa, ao menos, subir outro degrau. Qual tal o alimentarmos com “Uncle Creepy”, veterano agressivo e terceiro colocado no ranking? Acho que dá samba.

NUM4Gunnar Nelson x Stephen Thompson

Eu sei, eu sei… Também não curto alinhar promessas assim, mas, pela forma como “Gunni” e o “Wonderboy” subjugaram Omari Akhmedov e Robert Whittaker (respectivamente) fica difícil traçar trajetórias suaves. Peguem o exemplo de Erick Silva. Bem cotado fora do top 15, o “Índio” já foi matado no peito pelo brabíssimo Matt Brown. E também, vamos combinar: acham que um kickboxer condecoradíssimo faria luta monótona com um faixa-preta de caratê e jiu-jítsu agressivo do naipe de Nelson? Eu não…

Me ajudam com o brasileiro Igor Araújo e o atarracado Ilir Latifi, amigos?

Abraços.

  • Edu Cassimiro

    Ilir Latifi podia lutar contra o Pat Cummins né !!!

    • Renato Rebelo

      Boa, hein, fera! Pra mim, faria sentido – apesar de, normalmente, não casarem um vindo de vitória com outro vindo de derrota. São dois wrestlers de boa estirpe…

    • Leandro Ramos

      Alem disso ambos tem uma coisa e comum, entraram no UFC pra tapar um buraco contra grandes nomes( Mousasi e Cormier)

  • diego

    Igor Araújo x Jason High
    Latifi x Rafael Feijao

    • nikó oliveira

      eu colocaria o Latifi x Te Huna

      Ygor Araújo x Yoel Romero

  • William Amaral

    Acho que o Gunnar Nelson já está em outro nível. Passaria com facilidade pelo Thompson. Mike Pyle tem mais nome e seria uma escada com mais degraus.

  • Junior Testa

    Gunnar precisa pegar agora um wrestles top pra ver onde pode ir, vencedor de story vs gastelum, seria uma otima escolha, e o jonhson o vencedor de cerrone vs edson barboza.

  • Honorato

    Igor Araújo x Jason High e Ilir Lafiti x Pat Cumins ou Igor Projack

Tags: ,