E o prêmio de melhor equipe vai para a… Alpha Male!

Renato Rebelo | 09/02/2014 às 18:18
AAAAA

Benavidez caiu para Johnson em dezembro

Ah, o voto popular! Sempre ele!

O mesmo que tirou a paneleira Tina – participante mais produtiva da história dos reality shows brasileiros- do BBB 2.

O mesmo que, na eleição dos 100 maiores brasileiros de todos os tempos, realizada pelo SBT, colocou Edir Macedo, Neymar, Eike Batista e Luciano Huck nas posições 13, 20, 21 e 35, respectivamente.

O mesmo que alça ao poder, sistematicamente, alguns mais abjetos seres humanos já nascidos na nossa República das Bananas.

Mazelas da democracia (no último caso, imposta, já que o voto é obrigatório) – ou seria um simples concurso de popularidade?

Antes de Cristo, Sócrates (não o ex-atacante do Corinthians) já havia chamado atenção para as “ditaduras da maioria” – geralmente alienada e influenciada por discursos bonitos, porém, escusos.

Os escritores John Stuart Mill e Alexis Tocqueville, nas obras “A Liberdade” e “Democracia na América” avançaram no assunto e pariram um termo muito utilizado no meio acadêmico hoje em dia: “tirania da maioria” (que, invariavelmente, é a maior prejudicada do fim das contas).

Porra, Renato, pra que ir tão longe para falar do World MMA Awards de 2013?

Sim, sou exagerado.

A facilidade para transformar uma altercação suave em Dinastia Ming está no meu sangue.

Mas, também, quem mandou o “Oscar do MMA” apresentar resultados fuleiros?

De qualquer forma, minha ideia é focar na eleição da Alpha Male como melhor equipe de 2013.

Vamos aos números absolutos:

No ano que passou, Urijah Faber (4), Joseph Benavidez (3), Chad Mendes (3), Danny Castillo (2), TJ Dillashaw (2), Andre Fili (1), Bryan Caraway (1), Verônica Rothenhausler (1) e Vince Murdock (1) totalizaram 18 vitórias para os californianos em grandes eventos (leia-se Bellator, WSOF, UFC e Invicta).

No mesmo passo, Renan Barão (2), José Aldo (2), Caio Magalhães (2), Claudinha Gadelha (2), Marlon Sandro (1), Francimar Bodão (1), Jussier Formiga (1), Ronny Markes (1), Marcos Loro (1), Dudu Dantas (1), Leo Santos (1) e Yan Cabral (1) botaram 16 triunfos na conta da Nova União.

Pera aí. Os americanos levam ligeira vantagem, Renato!

SSSSSS

Linha de frente

Aí, lhe pergunto: em Jogos Olímpicos, fica à frente no quadro o país que medalha mais ou o que abocanha maior quantidade de douradinhas?

Qualitativamente, os Alphas fecharam 2013 com zero títulos e um atleta (de forma incontestável) no posto de desafiante número um (Faber – nocauteado por Barão em 2014).

Já os comandados de Dedé Pederneiras ostentaram dois cinturões do UFC (Barão e Aldo), um do Bellator (Dantas), um campeão do reality show The Ultimate Fighter (Leo) e uma desafiante nº1 (Gadelha, peso-palha do Invicta).

Só pra reforçar o padrão de votos que contesto: o melhor treinador foi Duane “Bang” Ludwig (Alpha Male) e a finalização do ano foi o simples mata-leão de Urijah Faber (adivinhem!?) em Ivan Menjivar.

Pederneiras e Kenny Robertson, que encaixou uma inédita chave de joelho partindo das costas (em Brock Jardine, no UFC 157) chuparam o dedo.

Obs 1: é ultrajante o fato do Sexto Round não ser indicado para “fonte de informação do ano”. O prêmio ficou com o site MMA Fighting. Marmelada! = )

Obs 2: que tal contabilizar votos de líderes de equipes, jornalistas e atletas expoentes – no estilo “Bola de Ouro“- futuramente?

Obs 3: vale reverenciar o excelente trabalho que os carismáticos AMs fazem junto aos fãs em redes sociais. É graças a esse esforço extra-octógono que os caras têm tanta exposição.

Confira alguns outros ganhadores do prêmio:

Lutador do Ano:
Chris Weidman

Lutadora do Ano:
Ronda Rousey

Atleta de maior progresso:
Travis Browne

Lutador Internacional do Ano
Alexander Gustafsson

Luta do Ano:
Jon Jones x Alexander Gustafsson

Nocaute do Ano:
Vitor Belfort (versus Luke Rockhold)

Virada do Ano:
Travis Browne (versus Alistair Overeem)

Juiz do Ano:
Herb Dean

Abraços.

  • Gustavo

    Concordo em gênero, número e degrau!

  • JP

    de longe, o melhor blog sobre esportes da internê brasileira.

  • Willian Grubert

    Ótimo texto, parabéns Rebelo

  • Jean Bastos

    Rpz eu vou ver essa finalização aqui de Kenny Robertson, mas rpz não foi um simples mata-leão não, Menjivar levantou e Uriah continuou grudado nas costas dele, Uriah tava paralelo ao chão,rpz ele tava igualzinho a um carrapato ou piolho, rsrs, ai ele virou 90 graus e ficou perpendicular ao chão (como se fosse em pé) e finalizou o Menjivar com o triângulo fechado na cintura. Ok a finalização comum até demais, mas rpz o q achei impressionante foi Menjivar levantar e Uriah levantar grudado, paralelo ao chão, eu NUNCA vi ngm fazer aqlo,ai ela vira no ar grudado no cara e finaliza, acho q o bonito foi a “pré-finalização” porq o mata leão em si, realmente foi mto comum. No mais adorei a reportagem, parabéns! Vcs tem disparado as melhores matérias. Acompanho mto outros sites tb, mas vcs são originais, verdadeiros e até polêmicos (no melhor dos sentidos, de levantar polêmicas de situações absurdas como A Nova União não ganhar de melhor equipe, isso eh para mim estatisticamente depois de ler a matéria, é algo incontestável no ano de 2013). Vcs tem uma postura mto boa, postura q falta e mto na mídia, a impressão q tenho eh de ser um site verdadeiramente feito por quem ama MMA de verdade, e buscando esse tipo de público. A maior parte da mídia quer vender mais e lucrar mais, e acaba virando uma bosta. Prova disso eh o COMBATE, eles sempre ficam em cima do muro, e não são verdadeiros e autênticos, vcs são transparentes e questionadores, isso eh mto diferente! Mais uma vez parabéns, eh de veículos assim de comunicação q precisamos e nao de tanta porcaria q tem por ai!

    obs: Tem link ai da finalização, em Brock Jardine? Devo ter visto, mas não me lembro, rsrs

  • Filipe

    O prêmio de finalização até vai (mesmo eu achando a do Burkman no Fitch melhor)… mas a de Equipe e Head Coach foi demais! Nova União passou o carro na Alpha Male em 2013 e agora em 2014.

  • Renan Trindade

    Mais um puta texto. Renato tá voando!

  • Thiago Nunes

    Machos Alfas não são lideres de nada!

  • Leo Ferreira

    A Alpha Male é um time especializado em bater lutadores meia boca, quando o adversário é fraco, eles dão show, qndo é um desafio de verdade (cinturão) não leva uma.

  • Leo Corrêa

    torcida do vasco com a alma lavada… lol

  • zagolee

    1. Belfort na minha humilde opinião merecia a tríade da premiação! (Melhor nocaute, melhor chute e melhor lutador do ano) (E um bônus como o atleta mais premiado da noite… kkk!)

    2. Dedé Pederneiras merecia pelo menos ganhar como melhor time, mas é claro que essa premiação MMA Awards é como a indústria Hollywoodyana… kkk! (Preciso dizer mais?)

    3. Ronda Rousey poderia ganhar como a antipática do ano depois do fora no final da luta com a Miesha…

    4. Travis Browne realmente cresceu em suas lutas, mas a cotovelada de cima pra baixo ainda continua ilegal pra mim… (O uso da musculatura grande dorsal e peitoral em uma ação sinérgica a transforma na cotovelada mais potente que qualquer outra!)

    5. Gustafsonn ganha como melhor lutador Internacional ou ver a foto do Weidmen e Belfort com suas respectivas bandeiras me causa um ligeiro desconforto ao lembrar que Lex Luthor sempre evidencia que este é um esporte individual, oras, se é individual a nacionalidade não precisaria ser exaltada não? (Vale lembrar também que a maioria dos atletas contratados também são americanos…)

  • Anderson Neimayer

    Execelente texto, melhor blog de MMA do país.

Tags: , , ,