Claudinha pode se tornar
"a Benavidez" do peso palha

Lucas Rezende | 21/11/2016 às 19:23

Ainda não é o caso, mas Cláudia Gadelha está mais próxima do que imagina de adentrar o mesmo limbo permeado por Joseph Benavidez.

Após mais uma vitória maiúscula contra Cortney Casey, a brasileira segue como uma número dois cascuda da indeferível Joanna Jedrzejczyk no peso palha feminino, com duas derrotas acirradas para a polonesa, vencendo dois rounds claros na revanche e fazendo o suficiente para que muitos a tenham lhe dado a vitória na primeira luta.

Quedão na Cadey

Quedão na Casey

Muito se assemelha à história do Alpha Male, não? Em 2012, durante a primeira disputa, Demetrious Johnson, o campeão, passou raspando por Benavidez, em decisão dividida, apenas para terminar nocauteado no primeiro round na desforra.

Sem moral para sacramentar uma terceira disputa contra Mighty Mouse, Benavidez teve de se contentar em varrer o restante da categoria, eliminando qualquer outra possibilidade de desafiante para DJ, exceto aqueles que foram apressados ao title shot, como Kyoji Horiguchi e Henry Cejudo.

Já são cinco triunfos consecutivos e agora uma temporada capitaneando um TUF contra Cejudo, exatamente para que a categoria possa respirar em sua ausência.

Gadelha ainda não varreu a categoria tal como fez o americano, mas sem dúvida tem talento para tal e pode acabar se encontrando ao lado de Joseph quando Dana White lhe recusar uma terceira chance.

Gadelha foi à Jackson's MMA atrás de evolução

Gadelha foi à Jackson’s MMA atrás de evolução

Pelo menos ainda existem Jéssica Andrade, Paige VanZant, Rose Namajunas, Carla Esparza (seu pedido pós-UFC SP) e Karolina Kowalkiewicz para mantê-la ocupada até lá. Mas se Claudinha realizar bem o dever de casa, poderá dar de cara com um muro de tijolos em um futuro não tão distante.

Para sua sorte, a divisão feminina dos moscas foi inaugurada há pouco tempo e sequer possui uma detentora de cinturão. O corte seria menos drástico e Claudinha não teria de lidar com a ameaça polonesa que lhe abateu com propriedade nos três últimos assaltos do confronto.

Seria isso ou uma completa revolução e reinvenção de seu arsenal, algo que seria mais difícil de acontecer.

Para Benavidez, que já buscou redenção no peso mosca após uma trajetória não tão bem-sucedida nos galos, a luz no fim do túnel parece ser muito mais fraca.

Para Claudinha, de apenas 27 anos, felizmente, ainda há esperanças, mas já é bom perceber que as paredes podem estar se fechando ao seu redor.

  • Samuel Moreira

    Não achei a vitória da Claudinha maiúscula não. Achei foi que ela teve uma atuação inexpressiva, bem abaixo do habitual. Sei não… acho que se lutar assim contra a Bate Estaca ela corre risco de perder, quem sabe até nocauteada.

    • Baixista Loko

      Concordo

      • Lucas Rezende

        Foram três 30×27, embora ela merecesse pontos descontados pelo chute ilegal, mas ainda é um placar bem tranquilo.

        • RWillians

          Mas é só uma questão de conceito, entendi o que vc quis dizer, mas pata mim placar tranquilo não quer dizer que foi vitória maiúscula. Acho que Claudinha tem talento para destronar a Joana, pena que caiu em um limbo, para mim vai acabar virando uma Miesha, pois acho que Joana tem mais chances de ser destronada que o DJ. Lucas, vc podiam fazer uma análise dos nossos prospectos (Mutante, Warley, Serginho, Eric Silva, etc), pois algo me incomoda na história dessa turma.

    • Vinicius Maia

      Ia falar exatamente isso. A vitória não teve nada de maiúscula. Pelo contrário, pra mim foi uma vitória insossa sobre uma atleta claramente de nível inferior que foi feita de gato e sapato pela JoJo.
      Gostaria de ver a Claudinha para ver se a mudança de ares fez bem a atleta. Pois sua exibição contra a Casey poderia ser desastrosa.

    • Igor Barbosa

      Verdade. Foi uma atuação correta, bastante segura, mas longe de empolgar. Casey não ofereceu muitos riscos e acabou não exigindo muito da Claudinha. Esparza é um bom teste pra saber se ela se recuperou da segunda derrota pra Joanna e principalmente, pra mostrar se houve alguma evolução treinando nos EUA.

  • Gefferson Nesta

    É bem possível que isso aconteça com a Claudinha e pelo que vi na ultima luta da Joana continuo achando que a Bate Estaca pode mitar contra a polonesa.

    • KRS Porlaneff

      Duvido nada. Tu viu a quantidade de pelêgo que perdeu cinturão em liga importante? Eddie Alvarez, Andrey Koreshkov, Liam McGeary, Shynia Aoki, sábado também teve a Tonya Evinger… sem contar os “quase” de Michael Chandler e de Tyron Woodley.

  • Thiago de Carvalho

    Imagina a trilogia, Gadelha com o cinturão das moscas, e a JJ com a cinta dos palhas! JJ subindo e se tornado a primeira mulher detentora de 2 cinturões? (não sei se alguma já fez isso fora do UFC).

    Seria bem legal, mais um europeu ganhando 2 cintas no UFC!

  • Vinicius Maia

    Eu ainda acho que a Claudinha é a unica da categoria que tem jogo pra destronar a campeã. Só tem que melhorar esse condicionamento físico e a estratégia. Que ficar naquele ritmo insano da 2 luta por 5 rounds é bastante complicado. E acho dificil rolar a trilogia de cara. A Gadelha tem que enfileirar mais umas 2 ou 3 vitórias. E se a campeã mantiver o plano de se aposentar ela poderá fazer mais 3 lutas e cair fora.
    Temos que lembrar que ela lutou no UFC 205 com o Conor e deve ter ganhado um dinheiro arrumado nesta ultima defesa.

    • Idonaldo Gomes Assis Filho

      Pois é, acho que a Joanna não passa do ano que vem e se aposenta, talvez esteja meio exagerado, mas acho que se a Claudia esperar ganhando algumas lutas ela pode conseguir a cinta se a polonesa parar, isso se ela cumprir o que disse não levando em conta mudança de ideias.

      • Thiago Pikisius

        E melhor ainda, quem acha que em um possível universo de Claudinha campeã dominante, a única atleta que a venceu por duas vezes retornando da “aposentadoria”, renderia um main event de certa importância ($)?

  • Lucas Santana

    eu vi uma noticia que a Joanna se criar o peso mosca era irá migra para lá então eu acharia mais jogo a Claúdia nos palhas e por falar em Benavídez, imagine vc perder duas lutas cada contra os campeões de suas categorias e passar raspando em duas delas.

  • Luis Coppola

    Os matchmakers do UFC sabem que casar uma terceira luta contra a Joanna para a Claudinha caso vença alguma rankeada no top 5 logo em seguida, seria praticamente aposentar uma jovem atleta no auge dos seus 27 anos. Gadelha vai ter que vencer mais umas 4, 5 lutas para poder ter mais uma chance de cinta.
    Benavidez creio que vencendo o Cejudo já é a hora da terceira e ultima chance..

    • Thiago Pikisius

      Lembro os casos de Chad Mendes e Frank Edgar, que depois de perderem a primeira disputa contra Aldo varreram a categoria, para aí sim chegarem com moral elevado à nova disputa de cinturão.
      Claudinha só disputou uma vez. Quem sabe uns 2 main-event, com 5 rounds possam dar uma noção maior de uma estratégia válida. Porque eu vi ela como alguém que entrou pra uma luta de 3 rounds. Levou os dois primeiros pra garantir que só não vai ser nocauteada ou finalizada no terceiro. E vencer com o regulamento debaixo do braço.
      É uma forma de pensar.

    • Tiago Nicolau de Melo

      A Gadelha deveria torcer para uma derrota da Joana, isso facilitaria a ida dela pra uma disputa de Cinturão. Aí, pra casarem Joana vs Campeã (independente de ser a Cláudia) o público aceitaria de boa, sempre é bom ver um ex-Campeão lutando pela Cinta.

      • Luis Coppola

        sim, chegaria mais rápido a disputa caso outra lutadora fosse campeã. Só vejo a bate estaca atualmente tendo chances contra a Joanna, e mesmo que a Joanna perdesse, mto provavelmente teria a revanche imediata. Ou seja, a Gadelha teria que torcer por duas derrotas da Joanna..

  • Lorenzo Freitas

    Acho que tem grande chance de alguma “Bate-estaca” tirar a cinta da polaca e a Claudinha tomar depois, forcando um terceiro confronto entre as duas.

  • Silas K

    Alpha fail e sua síndrome do vice, além disso Holly Holm roubou a cena da matéria

  • Francis Couto Falbo

    “após mais mais uma vitória maiúscula” ?!? Forço um pouco agora em Resende.

  • Lucas Natan

    Realmente, as duas situações se assemelham bastante, Rezende. Por isso não acho que o UFC marcará uma luta dela contra a Esparza (e se o fizer, acho estratégia errada), pq caso a Claudinha vença, estaria obrigatoriamente na boca pela disputa novamente.

    Ah, só uma coisinha: no início do 2º parágrafo parece que a Claudinha já tinha vencido a Casey anteriormente! 😉

Tags: , ,