Jon Jones x Cain Velásquez em 2014? Não se animem…

Renato Rebelo | 26/11/2013 às 16:15

Os planos de Jon Jones para 2014 não chegam a ser dos mais modestos.

Além de seguir faxinando a própria categoria, o guloso campeão meio-pesado também cobiça o ouro do vizinho de cima:

Vou me mudar permanentemente para o peso-pesado dentro dos próximos dois anos. Mas, antes, quero fazer uma superluta ano que vem. Penso muito em eu e o Cain Velásquez lutando. Seria gigante para o esporte. Ele, definitivamente, é o cara mais duro daquela divisão e não é tão grande. Acho que seria uma luta divertida. Não se surpreendam se ela acontecer.

Acontece que as chances do gênio sair da lâmpada e realizar o desejo do jovem prodígio são menores do que as de José Dirceu seguir preso na Papuda.

Pra mim, motivos entrelaçados empatam o coito:

A agenda do peso-pesado.

Velásquez, refém do ombro bichado, já tem Fabrício Werdum na alça de mira e não curte trabalhar mais de duas vezes por ano.

Temos também o vencedor de Travis Browne x Josh Barnett na cara do gol…

Novo corredor da morte

Para alcançar o produto da AKA, “Bones” precisará sobreviver às investidas dos seguintes malfeitores:

GLOVERGlover Teixeira

A agressividade do mineiro de Sobrália nos levar a crer que a envergadura superior do campeão (2,15m x 1,93m) será, cedo ou tarde, vazada. No “infight”, Glovão, respaldado por grappling robusto, tem mãos para derrubar um hipopótamo adulto. Jones favorito, mas a tenacidade do desafiante pode aguar o chope ou derramar litros de sangue (leia-se revanche imediata).

 

GUSTAFSSON

Alexander Gustafsson

Por um triz, o cinturão não embarcou no avião para Estocolmo pós-UFC 165. Gustavão foi o primeiro a encontrar o número do Bicho Papão e pode muito bem, com ajustes pontuais, assassiná-lo de uma vez por todas. Claro, se passar pelo porradeiro Jimi Manuwa no dia oito de março.

 

CORMIERDaniel Cormier

A mudança de peso já está sacramentada. Pros que tiram Cormier pra “anão incapaz de se aproximar de Jones”, vale lembrar que Frank Mir, Antônio Pezão e Josh Barnett também era consideravelmente maiores e o wrestler olímpico os manuseou com facilidade. Como será que “Bones” reagirá quando descobrir que não controla o meio-campo?

 

Apenas um alinhamento milagroso das estrelas tiraria a ideia do papel ainda em 2014.

Até o camarada mais beneficiado pela hipótese está descrente:

Esse lance todo de superluta foi destruído. Acho que está morto agora. Foi divertido por um tempo, mas acabou – murmurou Dana White.

No passado, o destino não sorriu para Anderson Silva x GSP, Anthony Pettis x José Aldo e outros casamentos bombásticos.

Alguém acredita que agora será diferente?

Abraços.

Tags: ,